Continente americano

1.021 visualizações

Publicada em

APRESENTAÇÃO SOBRE AMÉRICA

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.021
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
122
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Continente americano

  1. 1. COLONIZAÇÃO DA AMÉRICA LATINA -COLÔNIA DE EXPLORAÇÃO. - COLONIZADA PRINCIPALMENTE POR PORTUGUESES E ESPANHÓIS, além de holandeses, franceses e ingleses.
  2. 2. Colonização  Colônias de povoamento (USA e Canadá)  Colônias de exploração (Demais países)
  3. 3.  O processo de colonização teve início no séc. XVII.  A maioria dos colonizadores são formados por ingleses e franceses.  Ao Norte predominou as colônias de povoamento e ao Sul de exploração
  4. 4.  Principais Características:  Objetivo: fixar o homem definitivamente nas terras.  Desenvolveram os seus próprios meios de subsistência  Trabalho familiar;  Policultura;  Pequenas propriedades.
  5. 5.  Principais características:  Objetivo: servir exclusivamente aos interesses das metrópoles.  Intensa utilização da terra.  Trabalho escravo.  Monoculturas.  Grandes propriedades.
  6. 6. América Latina e América Anglo-saxônica Os anglo-saxões e os latinos Se considerarmos a língua falada e os traços culturais impostos pelos colonizadores, a América pode ser subdividida em: • América Anglo-saxônica: - Canadá e Estados Unidos. - Língua inglesa. - Religião protestante. • América Latina: - México, América Central e América do Sul. - Portugueses e espanhóis. - Religião católica. - Línguas mais faladas: espanhol e português.
  7. 7. Histórico-social-econômico  América Anglo-Saxônica – países de língua inglesa (EUA e Canadá) e maior desenvolvimento  América Latina – países de língua originadas do latim e menor desenvolvimento
  8. 8. Critérios Físicos ou geográficos  Aspectos físicos e geológicos  América do Norte – Canadá, EUA e México  América Central – parte continental ou ístmica e parte insular  América do Sul – 12 países e 3 territórios
  9. 9.  America do Norte – Canadá, Estados Unidos e México  América Central – Guatemala, Belize, El Salvador, Honduras, Nicarágua, Panamá e as Garandes Antilhas – Jamaica, Cuba, Bahamas, Haiti, Republica Dominicana.  América do Sul – Guiana Francesa, Suriname, Guiana, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Chile, Paraguai, Argentina, Uruguai e Brasil.
  10. 10. A costa do oceano Atlântico, a leste do continente americano, é constituída por planaltos e montanhas muito antigos, bastante desgastados pelos agentes erosivos.
  11. 11. Na região do centro encontramos grandes planícies e depressões, como por exemplo a planície e depressão da Amazônia, a planície do Pantanal e a depressão de Chaco.
  12. 12. A oeste do continente, predominam um relevo montanhoso jovem, pois sua formação é de idade geológica recente. Essa cadeia de montanha estende-se por mais de quarenta mil km , desde o Alasca até o extremo sul do Chile. Apesar disso, recebe diferentes denominações locais: Montanhas Rochosas, no Canadá e nos Estados Unidos; Serra Madre, no México; Cordilheira dos Andes na América do Sul.
  13. 13. Encontra-se nesta região as duas maiores bacias hidrográficas no planeta: Amazônica e Platina. Ao norte da América do Sul está a Bacia do Orenoco, que nasce na Cordilheira dos Andes e deságua no Atlântico. Na América do Sul encontra-se ainda o maior rio do Mundo: o Amazonas. Seus principais afluentes são: o Purus, o Madeira, o Xingu e o Tapajós. Na margem esquerda, com menor expressão, encontra-se o rio Negro.
  14. 14. Comprimento: 6992 km Nascente: Nevado Mismi, Peru Altitude da nascente: 5 270 m Foz: Oceano Atlântico Área da bacia: 7 050 000 km² Afluentes principais: Rio Purus, Rio Negro, Rio Madeira, Rio Uatumã, Rio Tapajós, Rio Curuá, Rio Xingu. Países: Peru, Colômbia e Brasil Países da bacia hidrográfica: Peru Colômbia Brasil Venezuela Bolívia Equador Guiana
  15. 15. Localização País Venezuela Características Área * 13.000 km² É o maior lago da América Latina e o vigésimo terceiro lago em extensão do mundo. Grandes reservas de petróleo.
  16. 16. Características Altitude: 3.821 m Área: 8.300 km² Profundidade média: 140 m Profundidade máxima: 280 m
  17. 17. • latitude; • altitude; • pressão atmosférica; • iluminação; • atuação das massas de ar; • o solo. O clima é o principal fator que influencia na distribuição da vegetação mundial, podemos inclusive afirmar que a vegetação é o espelho do clima. Entretanto, outros fatores também exercem influência na distribuição vegetal do nosso planeta, são eles:
  18. 18. PRINCIPAIS BIOMAS DO CONTINENTE AMERICANO Em virtude da diversidade climática presente no continente americano, encontramos neste uma grande quantidade de biomas diferentes. Imagem:StenPorse/GNUFreeDocumentationLicense.
  19. 19. TUNDRA DISTRIBUIÇÃO E CARACTERÍSTICAS DOS PRINCIPAIS BIOMAS DO CONTINENTE AMERICANO No continente americano encontramos a tundra nas altas latitudes, próximo ao círculo polar ártico. Imagem: Autor desconhecido / Free Art License.
  20. 20. Principais características da Tundra: Vegetação- formada por liquens e musgos. Crescem nos alagados na primavera e verão. Durante o inverno fica encoberta pelo gelo. Solos - com pequena espessura, geralmente muito pobres. Fauna – formada por ursos polares, lobos árticos, alguns pássaros e outros animais que para lá migram no verão. Imagem:DennisCowals/UnitedStatespublicdomain.
  21. 21. Encontramos a floresta de coníferas nas áreas subpolares. Nas Américas, ela pode ser observada na porção norte do continente. FLORESTA DE CONÍFERAS OU BOREAL Imagem: Autor desconhecido / GNU Free Documentation License.
  22. 22. Principais características da Floresta de coníferas: Vegetação - apresenta-se bastante homogênea com poucas espécies. Árvores com troncos grossos, caules retos e copas em forma de cones (aciculifoliadas). Essa floresta é muito explorada para produção da matéria- prima na fabricação de papel. Solos – apesar de serem mais ricos que os solos da tundra, apresentam também baixa fertilidade. Fauna – pouco diversificada, formada por esquilos, lebres, raposas, renas, aves, insetos e outros. Para lá também migram algumas espécies durante o ano. Imagem: Kristaga / Creative Commons Attribution- Share Alike 2.5 Generic.
  23. 23. Encontrada nas Américas, na Califórnia, onde é denominada de chaparral, e no Chile. VEGETAÇÃO MEDITERRÂNEA Imagem:Autordesconhecido/GNUFreeDocumentationLicense.
  24. 24. Principais características da vegetação mediterrânea. Vegetação - formada por espécies vegetais herbáceas e arbustivas, com algumas árvores esclerófilas (vegetais que possuem folhas duras) e xerófilas. Solos – com baixa fertilidade, pedregosos. Fauna – animais de pequenos porte e que precisam de pouca água. São exemplos dessa fauna: ratos, veados, lebres, coelhos, diversos répteis, aves, insetos. Imagem:Pacman/DomínioPúblico. Imagem:Fir0002/GNUFreeDocumentation License.
  25. 25. FLORESTA TEMPERADA É típica na zona climática temperada, onde as quatro estações são bem definidas. Surge em latitudes mais baixas. No continente americano, ela aparece na américa do Norte. Imagem: Autor desconhecido / Domínio Público.
  26. 26. Características da Vegetação Temperada: Vegetação - é um pouco esparsa, com pequena variedade de vegetais. Com espécies caducifólias, por isso perde as folhas no inverno. Alguns exemplo são: o carvalho, a faia, o olmo, a bétula. Solo – nesse ecossistema, o solo apresenta uma cor parda devido à matéria orgânica e se apresenta com boa fertilidade. Fauna – a floresta temperada abriga várias espécies de animais, como mamíferos, sendo alguns arborícolas (que vivem nas árvores) e algumas espécies de aves. Imagem: Disponibilizado por Duk / GNU Free Documentation License.
  27. 27. PRADARIAS Vegetação típica do clima temperado continental. No continente americano as pradarias aparecem nos Pampas Argentinos, Paraguai, no Sul do Brasil e nas Grandes Planícies Centrais norte-americanas. Imagem: Edwin Olson / Creative Commons Attribution/Share-Alike License.
  28. 28. Características das Pradarias Vegetação- é composta basicamente de capim e alguns poucos arbustos, por isso é muito usada como pastagem. Solo – rico em matéria orgânica. Fauna – é composta por algumas espécies de cabras, lebres, aves terrestres e outros. Imagem: Nyttend / Domínio Público.Imagem: Chitrapa / Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported.
  29. 29. FLORESTAS EQUATORIAIS E TROPICAIS Típicas de climas úmidos e quentes da região intertropical. Surgem em baixas latitudes. Biomas com maior biodiversidade do planeta. Imagem: Autor desconhecido/ Domínio Público.
  30. 30. Características das Florestas Tropicais / Equatoriais Vegetação - rica em espécies, são geralmente fechadas e muito heterogêneas, com uma formação vegetal higrófita (adaptadas a ambientes úmidos) e latifoliadas (folhas largas). Nelas aparecem árvores de grande e médio porte. No continente americano é representado pela Floresta Amazônica. Solos – os solos em geral são pobres. São conhecidos como autofágicos (que se alimentam de si mesmas) em função da grande quantidade de húmus proveniente das folhas, galhos e troncos. Fauna – possui uma fauna riquíssima, com inúmeras espécies de aves, mamíferos, répteis e outras espécies. Imagem:ÂngeloAntônioLeithold/GNU FreeDocumentationLicense. Imagem:ÂngeloAntônioLeithold/GNU FreeDocumentationLicense.
  31. 31. VEGETAÇÃO DESÉRTICA E SEMIDESÉRTICA Aparecem no continente americano influenciadas por outros elementos naturais como, as correntes marinhas ou em função da distribuição do relevo, que interferem na circulação atmosférica das massas de ar em algumas regiões do continente como: • o oeste dos Estados Unidos; • o oeste da América do Sul; • e o Sertão Nordestino. Imagem: Vzb83 / GNU Free Documentation License.
  32. 32. Vegetação: composta por espécies vegetais adaptadas a climas áridos e semiáridos, são denominadas xerófilas. No Brasil é representada pelo Sertão Nordestino. Os solos: são geralmente arenosos os pedregosos e com baixa fertilidade. Fauna: composta por répteis, insetos e alguns mamíferos também adaptados ao baixo índice hídrico. Características dos biomas das áreas áridas e semiáridas: Imagem: Death Valley / GNU Free Documentation License. Imagem: Julio / Domínio Público.
  33. 33. VEGETAÇÃO DE MONTANHAS Encontramos a vegetação de montanhas no continente americano, nas Montanhas Rochosas na América do Norte e na Cordilheira dos Andes na América do Sul. Imagem:RobsonEstevesCzaban/ CreativeCommonsAttribution3.0 Unported. Imagem:HenriqueBoney/Creative CommonsAttribution-ShareAlike3.0 Unported.
  34. 34. Nas regiões de montanhas a vegetação vai variando de acordo com a altitude. Na região tropical encontramos nos sopés das montanhas a floresta tropical, à medida que a altitude vai aumentando e a temperatura vai diminuindo, vai modificando também as espécies vegetais semelhantes à floresta temperada, depois da floresta conífera até chegar a espécies semelhantes à tundra. É comum encontrarmos a neve nos topos mais altos das montanhas nas regiões tropicais. Imagem:Cecicilio/GNUFree DocumentationLicense. Imagem:GotardoFariafromBelo Horizonte/CreativeCommonsAttribution 2.0Generic.

×