SlideShare uma empresa Scribd logo

Manual spark usina 150 a 200a-250a slim

Este manual fornece instruções sobre o uso e instalação de três modelos de fontes de alimentação automotivas, descrevendo seus recursos principais como saída de tensão estabilizada ajustável e proteção contra sobrecarga. O manual também inclui recomendações de instalação e especificações técnicas de cada modelo.

1 de 8
Baixar para ler offline
MANUAL DE INSTRUÇÕES
FONTE DE ALIMENTAÇÃO AUTOMOTIVA USINA
MODELOS:
SUSV-144150BV / SUSV-144200BV / SUS144250MV
Fonte Chaveada Usina Slim 150A/200A/250A-14,4V
Antes de Efetuar qualquer ligação em sua fonte, leia
atentamente o manual de instruções.
 Apresentação
Parabéns, você acaba de adquirir um excelente produto fruto de muitos
anos de desenvolvimento e trabalho, a fonte de alimentação usina utiliza o
que há de melhor em componentes e tecnologia voltada para a área de
eletrônica de potencia. A fonte usina ao contrario da maioria dos produtos
existentes no mercado não utiliza os pesados transformadores de núcleo de
aço silício, por ser uma fonte chaveada e trabalhar em alta freqüência utiliza
em seu primário transistores IGBT de alta velocidade, transformador de
ferrite e no seu secundário utiliza diodos tipo SCHOTTKY de baixa perda que
garante ao conjunto um extraordinário rendimento total superior a 80%.
 Funcionamento
Por ser uma fonte chaveada o projeto apresenta vários recursos que não
são disponíveis em fontes convencionais, tais recursos como a tensão de
saída estabilizada ajustável, mesmo com variações grandes na rede ou
mesmo de consumo na saída a fonte mantém a saída estabilizada em sua
tensão nominal, a fonte também conta com o recurso de controle de
corrente, este recurso monitora e controla o tempo todo a corrente de saída
da fonte, mesmo que a fonte esteja ligada em um sistema que exija mais que
a corrente nominal, o controle de corrente atua limitando a corrente no valor
nominal de saída da fonte, assim evitando qualquer sobrecarga que possa
estar danificando o equipamento. Sistema de ventilação por túnel de vento
com dissipador interno de alto rendimento, mantém a temperatura do
equipamento estável mesmo sob extremas condições de uso, funciona por
horas em carga máxima.
Antes de instalar sua fonte, leia atentamente
as recomendações abaixo.
1 - Sempre utilize as extensões com a bitola recomendada pelo fabricante,
verifique se a tomada suporte a corrente drenada pela fonte, não ligue em
tomada velhas e frouxas que venham a dar mau contato, pode acarretar
defeito no equipamento.
2 - A fonte Usina possui entrada Bi-volt 127/220v (seleciona
automaticamente a tensão da rede), ou Mono-volt 220v, verifique a tabela
de características para a faixa de tensão aplicável
3 - Instalar a fonte em local seco e arejado.
4 - Nunca Instale a fonte em laterais de caixa de som ou outro local que
apresente vibração excessiva que possa vir a danificar o equipamento.
5 - A fonte trabalha com tensão interna alta (acima de 350V) portanto não
possui partes ou componentes que possam receber manutenção pelo
usuário. Não abra, risco de choque elétrico.
Dicas.
- Sempre que for utilizar seu som, ligue a fonte algumas horas antes para
que recarregue as baterias do sistema por completo.
- Mantenha a fonte Ligada o tempo todo enquanto o som estiver tocando.
- Depois de utilizar o som deixar a fonte ligada para que recarregue as
baterias do sistema por completo.
- Mantenha sempre as baterias do sistema carregadas "cheias", quanto
menos as baterias descarregarem e recarregarem mais tempo vão durar, a
vida útil das baterias está ligada aos ciclos de carga/descarga.
 Recursos
- Fonte de alimentação: O principal objetivo da fonte Usina é alimentar o
sistema de som do seu carro sem deixar as baterias do seu carro descarregar
mesmo com seu som tocando por várias horas. Pode ser utilizada também
como fonte de alimentação direta (sem uso de baterias), alimentando toca-
cd, amplificadores, módulos de potencia, etc.
- Carregador de bateria: Por ser estabilizada pode ser utilizada como
carregador de baterias sem qualquer problema de sobrecarga, assim que
bateria completar a carga, a fonte entra em flutuação e não danifica as
baterias com sobrecarga de corrente e tensão.
 Proteções
- Baixa Tensão na Rede AC: A fonte entra em proteção caso a tensão na rede
AC cair muito (verifique a tensão de funcionamento na tabela de
características)
- Temperatura: A fonte conta com um exclusivo sistema de controle de
temperatura que monitora o tempo todo a temperatura de seus
componentes e limita a potencia de saída caso a temperatura do dissipador
exceda os 85ºC mas não para de funcionar, assim que a temperatura
normaliza ela volta a fornecer toda sua potencia nominal.
- Curto e sobrecarga: Proteção contra curto circuito e sobrecarga na saída.
*Dicas para Recarregar sua bateria totalmente descarregada: Ajustar o nível
de tensão para 12,5V, conecte a fonte a(s) Bateria(s) e deixe a carregar por
algumas horas, depois suba a tensão para em torno de 13,6V deixe mais
algumas horas, depois suba a tensão para 14,4V deixe por mais algumas
horas que sua bateria estará recarregada. O ideal é ter uma alicate
amperímetro DC em mãos para estar medindo a corrente de carga.
1 – Saída Terminal Positivo. Conectar a bateria, barramento ou ao
equipamento a ser alimentado (Verificar bitola do cabo na tabela de
características). Nunca inverter a polaridade.Estanhar o cabo.
2 – Saída Terminal Negativo. Conectar a bateria, barramento ou ao
equipamento a ser alimentado. *Faça sempre o aterramento de todos os
equipamentos para evitar ruídos no sistema de áudio. (Verificar bitola do
cabo na tabela de características). Nunca inverter a polaridade.Estanhar o
cabo.
3 – Led de indicação de funcionamento. Indica o estado de funcionamento
da fonte, quando apagado a fonte está desligada, quando aceso a fonte está
ligada.
4 – Entrada de Ar. Admissão de ar para a ventilação e resfriamento da fonte,
não obstruir de forma alguma, sempre deixar um espaço de no mínimo 5cm
para uma perfeita ventilação do equipamento.
5 – Ajuste de Tensão. Ajusta a tensão de saída em qualquer valor entre
12,5V e 14,4V, pode haver uma variação de até 1% neste ajuste.
6 – Saída de Ar. Saída de ar para a ventilação e resfriamento da fonte, não
obstruir de forma alguma, sempre deixar um espaço de no mínimo 5cm para
uma perfeita ventilação do equipamento.
7 – Cabo de Energia. Cabo de alimentação do equipamento, não dobrar,
pode danificar o cabo e ocasionar mau funcionamento do equipamento.
8 – Disjuntor. Disjuntor de proteção do equipamento, pode ser também
utilizado como chave liga/desliga.
9 – Led Piloto. Indica que a fonte esta energizada.
Plugue 2P+T padrão NBR14136
8 – Pino Fase/Neutro
9 – Pino Terra
10 – Pino Fase/Neutro

Recomendados

Fnte simetrica uma otima fonte para quem tiver um tempinho para montar
Fnte simetrica  uma otima fonte para quem tiver  um tempinho para montarFnte simetrica  uma otima fonte para quem tiver  um tempinho para montar
Fnte simetrica uma otima fonte para quem tiver um tempinho para montarcarlos borges
 
Curso para conserto de tv
Curso para conserto de tvCurso para conserto de tv
Curso para conserto de tvBruno Pereira
 
Fontes 12V 20A
Fontes 12V 20AFontes 12V 20A
Fontes 12V 20Afabioqwe
 
Tradicionais
TradicionaisTradicionais
Tradicionaismosliw
 
Vbt1215 b3
Vbt1215 b3Vbt1215 b3
Vbt1215 b3mosliw
 
Correta escolha da caixa de som
Correta escolha da caixa de somCorreta escolha da caixa de som
Correta escolha da caixa de somMarques Valdo
 
2n3055 to3
2n3055 to32n3055 to3
2n3055 to3ivan ion
 
Tabelas de atenuação de falantes e filtros
Tabelas de atenuação de falantes e filtrosTabelas de atenuação de falantes e filtros
Tabelas de atenuação de falantes e filtrosEdson Junior Soares
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fonte Usina Spark 150A SLIM Geradora e Carregadora
Fonte Usina Spark 150A SLIM Geradora e CarregadoraFonte Usina Spark 150A SLIM Geradora e Carregadora
Fonte Usina Spark 150A SLIM Geradora e CarregadoraAggu.com
 
Amplificador darlington de até 500 watts
Amplificador darlington de até 500 wattsAmplificador darlington de até 500 watts
Amplificador darlington de até 500 wattsGrilo Deus
 
Varios esquemas de fonte atx
Varios esquemas de fonte atxVarios esquemas de fonte atx
Varios esquemas de fonte atxvaluba21
 
Curso de conserto de radio am fm
Curso de conserto de radio am fmCurso de conserto de radio am fm
Curso de conserto de radio am fmBruno Pereira
 
Limitando a potência em drivers e alto falantes
Limitando a potência em drivers e alto falantesLimitando a potência em drivers e alto falantes
Limitando a potência em drivers e alto falantesJailson Rodrigues
 
Caixas acústicas csr 4000 manual de instruções
Caixas acústicas csr 4000   manual de instruçõesCaixas acústicas csr 4000   manual de instruções
Caixas acústicas csr 4000 manual de instruçõesSávio Gonçalves
 
1 RB sensitivity at middle RBs poor than other RBs
1 RB sensitivity at middle RBs poor than other RBs1 RB sensitivity at middle RBs poor than other RBs
1 RB sensitivity at middle RBs poor than other RBsPei-Che Chang
 
Recopilacion de monitores
Recopilacion de monitoresRecopilacion de monitores
Recopilacion de monitoresEarnest MH
 
Vbt115 a2
Vbt115 a2Vbt115 a2
Vbt115 a2mosliw
 
Mb115%20 bass p
Mb115%20 bass pMb115%20 bass p
Mb115%20 bass pmosliw
 
Subgraves p
Subgraves pSubgraves p
Subgraves pmosliw
 
Vb10 mb a1-p
Vb10 mb a1-pVb10 mb a1-p
Vb10 mb a1-pmosliw
 
D1505 a1 p
D1505 a1 pD1505 a1 p
D1505 a1 pmosliw
 
149 pdf manual strit bass seleniun
149 pdf manual  strit bass seleniun149 pdf manual  strit bass seleniun
149 pdf manual strit bass seleniunLuis Carlos
 
Pas3%20opção1
Pas3%20opção1Pas3%20opção1
Pas3%20opção1mosliw
 
Vbt115 b2
Vbt115 b2Vbt115 b2
Vbt115 b2mosliw
 

Mais procurados (20)

Fonte Usina Spark 150A SLIM Geradora e Carregadora
Fonte Usina Spark 150A SLIM Geradora e CarregadoraFonte Usina Spark 150A SLIM Geradora e Carregadora
Fonte Usina Spark 150A SLIM Geradora e Carregadora
 
Amplificador darlington de até 500 watts
Amplificador darlington de até 500 wattsAmplificador darlington de até 500 watts
Amplificador darlington de até 500 watts
 
Varios esquemas de fonte atx
Varios esquemas de fonte atxVarios esquemas de fonte atx
Varios esquemas de fonte atx
 
Curso de conserto de radio am fm
Curso de conserto de radio am fmCurso de conserto de radio am fm
Curso de conserto de radio am fm
 
Limitando a potência em drivers e alto falantes
Limitando a potência em drivers e alto falantesLimitando a potência em drivers e alto falantes
Limitando a potência em drivers e alto falantes
 
Caixas acústicas csr 4000 manual de instruções
Caixas acústicas csr 4000   manual de instruçõesCaixas acústicas csr 4000   manual de instruções
Caixas acústicas csr 4000 manual de instruções
 
1 RB sensitivity at middle RBs poor than other RBs
1 RB sensitivity at middle RBs poor than other RBs1 RB sensitivity at middle RBs poor than other RBs
1 RB sensitivity at middle RBs poor than other RBs
 
Recopilacion de monitores
Recopilacion de monitoresRecopilacion de monitores
Recopilacion de monitores
 
PA's - composições sugeridas
PA's - composições sugeridasPA's - composições sugeridas
PA's - composições sugeridas
 
Cap2 principios
Cap2 principiosCap2 principios
Cap2 principios
 
330 circuitos
330 circuitos330 circuitos
330 circuitos
 
Vbt115 a2
Vbt115 a2Vbt115 a2
Vbt115 a2
 
Mb115%20 bass p
Mb115%20 bass pMb115%20 bass p
Mb115%20 bass p
 
Subgraves p
Subgraves pSubgraves p
Subgraves p
 
Vb10 mb a1-p
Vb10 mb a1-pVb10 mb a1-p
Vb10 mb a1-p
 
D1505 a1 p
D1505 a1 pD1505 a1 p
D1505 a1 p
 
manual de instrução para caixa de som CSR 4000
manual de instrução para caixa de som CSR 4000manual de instrução para caixa de som CSR 4000
manual de instrução para caixa de som CSR 4000
 
149 pdf manual strit bass seleniun
149 pdf manual  strit bass seleniun149 pdf manual  strit bass seleniun
149 pdf manual strit bass seleniun
 
Pas3%20opção1
Pas3%20opção1Pas3%20opção1
Pas3%20opção1
 
Vbt115 b2
Vbt115 b2Vbt115 b2
Vbt115 b2
 

Destaque

Tabela Consumo Energia
Tabela Consumo EnergiaTabela Consumo Energia
Tabela Consumo EnergiaEduardo Tuba
 
Apostila Fator de Potência
Apostila Fator de PotênciaApostila Fator de Potência
Apostila Fator de PotênciaCleuber Martins
 
Como calcular o consumo em kva ,watts e amperes
Como calcular o consumo em kva ,watts e amperesComo calcular o consumo em kva ,watts e amperes
Como calcular o consumo em kva ,watts e amperesMarcelo Fabiano
 
Curso caixas acusticas faca voce mesmo
Curso  caixas acusticas   faca voce mesmoCurso  caixas acusticas   faca voce mesmo
Curso caixas acusticas faca voce mesmoIlton Ornelas
 
Venicio - Viviane&Hinode, Comércio de Perfumes e Cosméticos.
Venicio - Viviane&Hinode, Comércio de Perfumes e Cosméticos.Venicio - Viviane&Hinode, Comércio de Perfumes e Cosméticos.
Venicio - Viviane&Hinode, Comércio de Perfumes e Cosméticos.Venicio Pontes
 
Smps half bridge ir2153 2.0 esquema
Smps half bridge ir2153 2.0   esquemaSmps half bridge ir2153 2.0   esquema
Smps half bridge ir2153 2.0 esquemaDonde ya tu sabes!!!
 
Norma EDP-Escelsa Instalações Individuais
Norma EDP-Escelsa Instalações IndividuaisNorma EDP-Escelsa Instalações Individuais
Norma EDP-Escelsa Instalações Individuaisjacksoow Sobrenome
 
Apostila de som_(pdf)
Apostila de som_(pdf)Apostila de som_(pdf)
Apostila de som_(pdf)EMSNEWS
 
Electrolux Microondas Mw Me27 F
Electrolux Microondas Mw Me27 FElectrolux Microondas Mw Me27 F
Electrolux Microondas Mw Me27 FBatistaBR
 
Audiop t%20mtm%20v1 0 torre
Audiop t%20mtm%20v1 0 torreAudiop t%20mtm%20v1 0 torre
Audiop t%20mtm%20v1 0 torremosliw
 
Hb1805 a1r
Hb1805 a1rHb1805 a1r
Hb1805 a1rmosliw
 
Foldedhorn retorno
Foldedhorn retornoFoldedhorn retorno
Foldedhorn retornomosliw
 
Apostila técnica de som automotivo
Apostila técnica de som automotivoApostila técnica de som automotivo
Apostila técnica de som automotivoLuis Carlos
 
15 bpb1
15 bpb115 bpb1
15 bpb1mosliw
 

Destaque (20)

Tabela Consumo Energia
Tabela Consumo EnergiaTabela Consumo Energia
Tabela Consumo Energia
 
Ciclotron pwp2000 4 ab
Ciclotron   pwp2000 4 abCiclotron   pwp2000 4 ab
Ciclotron pwp2000 4 ab
 
Behringer i nuke_nu3000_sch
Behringer i nuke_nu3000_schBehringer i nuke_nu3000_sch
Behringer i nuke_nu3000_sch
 
Amplificador com o irs2092
Amplificador com o irs2092Amplificador com o irs2092
Amplificador com o irs2092
 
Apostila Fator de Potência
Apostila Fator de PotênciaApostila Fator de Potência
Apostila Fator de Potência
 
Como calcular o consumo em kva ,watts e amperes
Como calcular o consumo em kva ,watts e amperesComo calcular o consumo em kva ,watts e amperes
Como calcular o consumo em kva ,watts e amperes
 
Classificacao setorial
Classificacao setorialClassificacao setorial
Classificacao setorial
 
Apostila de acústica
Apostila de acústicaApostila de acústica
Apostila de acústica
 
200w mosfe amplifier
200w mosfe amplifier200w mosfe amplifier
200w mosfe amplifier
 
Curso caixas acusticas faca voce mesmo
Curso  caixas acusticas   faca voce mesmoCurso  caixas acusticas   faca voce mesmo
Curso caixas acusticas faca voce mesmo
 
Venicio - Viviane&Hinode, Comércio de Perfumes e Cosméticos.
Venicio - Viviane&Hinode, Comércio de Perfumes e Cosméticos.Venicio - Viviane&Hinode, Comércio de Perfumes e Cosméticos.
Venicio - Viviane&Hinode, Comércio de Perfumes e Cosméticos.
 
Smps half bridge ir2153 2.0 esquema
Smps half bridge ir2153 2.0   esquemaSmps half bridge ir2153 2.0   esquema
Smps half bridge ir2153 2.0 esquema
 
Norma EDP-Escelsa Instalações Individuais
Norma EDP-Escelsa Instalações IndividuaisNorma EDP-Escelsa Instalações Individuais
Norma EDP-Escelsa Instalações Individuais
 
Apostila de som_(pdf)
Apostila de som_(pdf)Apostila de som_(pdf)
Apostila de som_(pdf)
 
Electrolux Microondas Mw Me27 F
Electrolux Microondas Mw Me27 FElectrolux Microondas Mw Me27 F
Electrolux Microondas Mw Me27 F
 
Audiop t%20mtm%20v1 0 torre
Audiop t%20mtm%20v1 0 torreAudiop t%20mtm%20v1 0 torre
Audiop t%20mtm%20v1 0 torre
 
Hb1805 a1r
Hb1805 a1rHb1805 a1r
Hb1805 a1r
 
Foldedhorn retorno
Foldedhorn retornoFoldedhorn retorno
Foldedhorn retorno
 
Apostila técnica de som automotivo
Apostila técnica de som automotivoApostila técnica de som automotivo
Apostila técnica de som automotivo
 
15 bpb1
15 bpb115 bpb1
15 bpb1
 

Semelhante a Manual spark usina 150 a 200a-250a slim

Manual do Cabeçote para Contrabaixo Ampeg SVT-CL (PORTUGUÊS)
Manual do Cabeçote para Contrabaixo Ampeg SVT-CL (PORTUGUÊS)Manual do Cabeçote para Contrabaixo Ampeg SVT-CL (PORTUGUÊS)
Manual do Cabeçote para Contrabaixo Ampeg SVT-CL (PORTUGUÊS)Habro Group
 
C:\documents and settings\ricardo\meus documentos\gr savage\assunto técnico\a...
C:\documents and settings\ricardo\meus documentos\gr savage\assunto técnico\a...C:\documents and settings\ricardo\meus documentos\gr savage\assunto técnico\a...
C:\documents and settings\ricardo\meus documentos\gr savage\assunto técnico\a...RICARDO FRANCISCO FREITAS
 
Manual do amplificador Line 6 SPIDER IV (PORTUGUÊS)
Manual do amplificador Line 6 SPIDER IV (PORTUGUÊS)Manual do amplificador Line 6 SPIDER IV (PORTUGUÊS)
Manual do amplificador Line 6 SPIDER IV (PORTUGUÊS)Habro Group
 
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)Habro Group
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKIIManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKIIHabro Group
 
Manual dos Mixers PROFX8 e PROFX12 (PORTUGUÊS)
Manual dos Mixers PROFX8 e PROFX12 (PORTUGUÊS)Manual dos Mixers PROFX8 e PROFX12 (PORTUGUÊS)
Manual dos Mixers PROFX8 e PROFX12 (PORTUGUÊS)Habro Group
 
Transformadores para equipamentos importados do Japão (redutores de 220V, 127...
Transformadores para equipamentos importados do Japão (redutores de 220V, 127...Transformadores para equipamentos importados do Japão (redutores de 220V, 127...
Transformadores para equipamentos importados do Japão (redutores de 220V, 127...EVEC Engenharia e Comercio
 
Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)
Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)
Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)Habro Group
 
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)Habro Group
 
Digitech Rp 20 Pedaleira
Digitech Rp 20 PedaleiraDigitech Rp 20 Pedaleira
Digitech Rp 20 PedaleiraAndersonDC3
 
Manual do Combo para contrabaixo Ampeg B200R (PORTUGUÊS)
Manual do Combo para contrabaixo Ampeg B200R (PORTUGUÊS)Manual do Combo para contrabaixo Ampeg B200R (PORTUGUÊS)
Manual do Combo para contrabaixo Ampeg B200R (PORTUGUÊS)Habro Group
 
Manual do cabeçote Warwick Sweets 15.2 e 25.1 (PORTUGUÊS)
Manual do cabeçote Warwick Sweets 15.2 e 25.1 (PORTUGUÊS)Manual do cabeçote Warwick Sweets 15.2 e 25.1 (PORTUGUÊS)
Manual do cabeçote Warwick Sweets 15.2 e 25.1 (PORTUGUÊS)Habro Group
 
Unidade X1 - Defeitos.pptx
Unidade X1 - Defeitos.pptxUnidade X1 - Defeitos.pptx
Unidade X1 - Defeitos.pptxAndrBessa14
 

Semelhante a Manual spark usina 150 a 200a-250a slim (20)

Manual do Cabeçote para Contrabaixo Ampeg SVT-CL (PORTUGUÊS)
Manual do Cabeçote para Contrabaixo Ampeg SVT-CL (PORTUGUÊS)Manual do Cabeçote para Contrabaixo Ampeg SVT-CL (PORTUGUÊS)
Manual do Cabeçote para Contrabaixo Ampeg SVT-CL (PORTUGUÊS)
 
Apresentação pro
Apresentação proApresentação pro
Apresentação pro
 
Apresentação pro
Apresentação proApresentação pro
Apresentação pro
 
C:\documents and settings\ricardo\meus documentos\gr savage\assunto técnico\a...
C:\documents and settings\ricardo\meus documentos\gr savage\assunto técnico\a...C:\documents and settings\ricardo\meus documentos\gr savage\assunto técnico\a...
C:\documents and settings\ricardo\meus documentos\gr savage\assunto técnico\a...
 
Manual do amplificador Line 6 SPIDER IV (PORTUGUÊS)
Manual do amplificador Line 6 SPIDER IV (PORTUGUÊS)Manual do amplificador Line 6 SPIDER IV (PORTUGUÊS)
Manual do amplificador Line 6 SPIDER IV (PORTUGUÊS)
 
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
MANUAL DA MESA DE SOM MACKIE 402 VLZ4 (PORTUGUÊS)
 
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKIIManual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
Manual do Pré-Amplificador FOCUSRITE Octopre MKII
 
Fonte pc
Fonte pcFonte pc
Fonte pc
 
Manual dos Mixers PROFX8 e PROFX12 (PORTUGUÊS)
Manual dos Mixers PROFX8 e PROFX12 (PORTUGUÊS)Manual dos Mixers PROFX8 e PROFX12 (PORTUGUÊS)
Manual dos Mixers PROFX8 e PROFX12 (PORTUGUÊS)
 
Curso de automação e telemetria
Curso de automação e telemetriaCurso de automação e telemetria
Curso de automação e telemetria
 
Transformadores para equipamentos importados do Japão (redutores de 220V, 127...
Transformadores para equipamentos importados do Japão (redutores de 220V, 127...Transformadores para equipamentos importados do Japão (redutores de 220V, 127...
Transformadores para equipamentos importados do Japão (redutores de 220V, 127...
 
Workshop de produtos Alfacomp
Workshop de produtos AlfacompWorkshop de produtos Alfacomp
Workshop de produtos Alfacomp
 
Manual alarme aw-201
Manual   alarme   aw-201Manual   alarme   aw-201
Manual alarme aw-201
 
Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)
Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)
Manual dos amplificadores Warwick WA300 600 BC300 (PORTUGUÊS)
 
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
Manual do pré-amplificador Focusrite Octo Pre Dynamic MKII (PORTUGUÊS)
 
Digitech Rp 20 Pedaleira
Digitech Rp 20 PedaleiraDigitech Rp 20 Pedaleira
Digitech Rp 20 Pedaleira
 
Manual do Combo para contrabaixo Ampeg B200R (PORTUGUÊS)
Manual do Combo para contrabaixo Ampeg B200R (PORTUGUÊS)Manual do Combo para contrabaixo Ampeg B200R (PORTUGUÊS)
Manual do Combo para contrabaixo Ampeg B200R (PORTUGUÊS)
 
Curso de comandos elétricos
Curso de comandos elétricosCurso de comandos elétricos
Curso de comandos elétricos
 
Manual do cabeçote Warwick Sweets 15.2 e 25.1 (PORTUGUÊS)
Manual do cabeçote Warwick Sweets 15.2 e 25.1 (PORTUGUÊS)Manual do cabeçote Warwick Sweets 15.2 e 25.1 (PORTUGUÊS)
Manual do cabeçote Warwick Sweets 15.2 e 25.1 (PORTUGUÊS)
 
Unidade X1 - Defeitos.pptx
Unidade X1 - Defeitos.pptxUnidade X1 - Defeitos.pptx
Unidade X1 - Defeitos.pptx
 

Último

MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024Assessoria DL s2
 
Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...
Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...
Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...AssessoriaAcadmicaDl
 
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...DassessoriaAa
 
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdf
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdfATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdf
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdfassedlsam
 
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...dl assessoria9
 
Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...
Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...
Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...DL assessoria 29
 
Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...
Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...
Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...mariaclarinhaa2723
 
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...dl assessoria9
 

Último (8)

MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
 
Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...
Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...
Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...
 
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
 
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdf
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdfATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdf
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdf
 
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
 
Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...
Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...
Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...
 
Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...
Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...
Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...
 
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
 

Manual spark usina 150 a 200a-250a slim

  • 1. MANUAL DE INSTRUÇÕES FONTE DE ALIMENTAÇÃO AUTOMOTIVA USINA MODELOS: SUSV-144150BV / SUSV-144200BV / SUS144250MV Fonte Chaveada Usina Slim 150A/200A/250A-14,4V Antes de Efetuar qualquer ligação em sua fonte, leia atentamente o manual de instruções.
  • 2.  Apresentação Parabéns, você acaba de adquirir um excelente produto fruto de muitos anos de desenvolvimento e trabalho, a fonte de alimentação usina utiliza o que há de melhor em componentes e tecnologia voltada para a área de eletrônica de potencia. A fonte usina ao contrario da maioria dos produtos existentes no mercado não utiliza os pesados transformadores de núcleo de aço silício, por ser uma fonte chaveada e trabalhar em alta freqüência utiliza em seu primário transistores IGBT de alta velocidade, transformador de ferrite e no seu secundário utiliza diodos tipo SCHOTTKY de baixa perda que garante ao conjunto um extraordinário rendimento total superior a 80%.  Funcionamento Por ser uma fonte chaveada o projeto apresenta vários recursos que não são disponíveis em fontes convencionais, tais recursos como a tensão de saída estabilizada ajustável, mesmo com variações grandes na rede ou mesmo de consumo na saída a fonte mantém a saída estabilizada em sua tensão nominal, a fonte também conta com o recurso de controle de corrente, este recurso monitora e controla o tempo todo a corrente de saída da fonte, mesmo que a fonte esteja ligada em um sistema que exija mais que a corrente nominal, o controle de corrente atua limitando a corrente no valor nominal de saída da fonte, assim evitando qualquer sobrecarga que possa estar danificando o equipamento. Sistema de ventilação por túnel de vento com dissipador interno de alto rendimento, mantém a temperatura do equipamento estável mesmo sob extremas condições de uso, funciona por horas em carga máxima.
  • 3. Antes de instalar sua fonte, leia atentamente as recomendações abaixo. 1 - Sempre utilize as extensões com a bitola recomendada pelo fabricante, verifique se a tomada suporte a corrente drenada pela fonte, não ligue em tomada velhas e frouxas que venham a dar mau contato, pode acarretar defeito no equipamento. 2 - A fonte Usina possui entrada Bi-volt 127/220v (seleciona automaticamente a tensão da rede), ou Mono-volt 220v, verifique a tabela de características para a faixa de tensão aplicável 3 - Instalar a fonte em local seco e arejado. 4 - Nunca Instale a fonte em laterais de caixa de som ou outro local que apresente vibração excessiva que possa vir a danificar o equipamento. 5 - A fonte trabalha com tensão interna alta (acima de 350V) portanto não possui partes ou componentes que possam receber manutenção pelo usuário. Não abra, risco de choque elétrico. Dicas. - Sempre que for utilizar seu som, ligue a fonte algumas horas antes para que recarregue as baterias do sistema por completo. - Mantenha a fonte Ligada o tempo todo enquanto o som estiver tocando. - Depois de utilizar o som deixar a fonte ligada para que recarregue as baterias do sistema por completo. - Mantenha sempre as baterias do sistema carregadas "cheias", quanto menos as baterias descarregarem e recarregarem mais tempo vão durar, a vida útil das baterias está ligada aos ciclos de carga/descarga.
  • 4.  Recursos - Fonte de alimentação: O principal objetivo da fonte Usina é alimentar o sistema de som do seu carro sem deixar as baterias do seu carro descarregar mesmo com seu som tocando por várias horas. Pode ser utilizada também como fonte de alimentação direta (sem uso de baterias), alimentando toca- cd, amplificadores, módulos de potencia, etc. - Carregador de bateria: Por ser estabilizada pode ser utilizada como carregador de baterias sem qualquer problema de sobrecarga, assim que bateria completar a carga, a fonte entra em flutuação e não danifica as baterias com sobrecarga de corrente e tensão.  Proteções - Baixa Tensão na Rede AC: A fonte entra em proteção caso a tensão na rede AC cair muito (verifique a tensão de funcionamento na tabela de características) - Temperatura: A fonte conta com um exclusivo sistema de controle de temperatura que monitora o tempo todo a temperatura de seus componentes e limita a potencia de saída caso a temperatura do dissipador exceda os 85ºC mas não para de funcionar, assim que a temperatura normaliza ela volta a fornecer toda sua potencia nominal. - Curto e sobrecarga: Proteção contra curto circuito e sobrecarga na saída. *Dicas para Recarregar sua bateria totalmente descarregada: Ajustar o nível de tensão para 12,5V, conecte a fonte a(s) Bateria(s) e deixe a carregar por algumas horas, depois suba a tensão para em torno de 13,6V deixe mais algumas horas, depois suba a tensão para 14,4V deixe por mais algumas horas que sua bateria estará recarregada. O ideal é ter uma alicate amperímetro DC em mãos para estar medindo a corrente de carga.
  • 5. 1 – Saída Terminal Positivo. Conectar a bateria, barramento ou ao equipamento a ser alimentado (Verificar bitola do cabo na tabela de características). Nunca inverter a polaridade.Estanhar o cabo. 2 – Saída Terminal Negativo. Conectar a bateria, barramento ou ao equipamento a ser alimentado. *Faça sempre o aterramento de todos os equipamentos para evitar ruídos no sistema de áudio. (Verificar bitola do cabo na tabela de características). Nunca inverter a polaridade.Estanhar o cabo. 3 – Led de indicação de funcionamento. Indica o estado de funcionamento da fonte, quando apagado a fonte está desligada, quando aceso a fonte está ligada. 4 – Entrada de Ar. Admissão de ar para a ventilação e resfriamento da fonte, não obstruir de forma alguma, sempre deixar um espaço de no mínimo 5cm para uma perfeita ventilação do equipamento. 5 – Ajuste de Tensão. Ajusta a tensão de saída em qualquer valor entre 12,5V e 14,4V, pode haver uma variação de até 1% neste ajuste.
  • 6. 6 – Saída de Ar. Saída de ar para a ventilação e resfriamento da fonte, não obstruir de forma alguma, sempre deixar um espaço de no mínimo 5cm para uma perfeita ventilação do equipamento. 7 – Cabo de Energia. Cabo de alimentação do equipamento, não dobrar, pode danificar o cabo e ocasionar mau funcionamento do equipamento. 8 – Disjuntor. Disjuntor de proteção do equipamento, pode ser também utilizado como chave liga/desliga. 9 – Led Piloto. Indica que a fonte esta energizada. Plugue 2P+T padrão NBR14136 8 – Pino Fase/Neutro 9 – Pino Terra 10 – Pino Fase/Neutro
  • 8. Tabela de Características Modelo SUSV-144150BV/MV SUSV-144200BV/MV SUSV-144250MV Tensão de Entrada Bivolt / Monovolt Bivolt/ Monovolt Monovolt AC 127Vca 100 @ 140Vca 100 @ 140Vca AC 220Vca 180 @ 250Vca 180 @ 250Vca 180 @ 250Vca Consumo 127Vca 20A (máximo) 26A (máximo) Consumo 220Vca 11A (máximo) 15A (máximo) 20A (máximo) Tensão de Saída 12,5 @ 14,4V (+- 1%) 12,5 @ 14,4V (+- 1%) 12,5 @ 14,4V (+- 1%) Corrente de Saída 150A @ 12,5V (+- 10%)* 200A @ 12,5V (+- 10%)* 250A @ 12,5V (+- 10%)* Potencia de Saída 1875 Watts (máxima)* 2500 Watts (máxima)* 3125 Watts (máxima)* Rendimento 85% 85% 84% Potencia de Entrada 2400 Watts (máxima) 3150 Watts (máxima) 4200Watts (máxima) Fator de Potência 0.95 0.94 0.92 Cabo de Entrada 3x2,5mm² - 2P+T 3x2,5mm² - 2P+T 3x2,5mm² - 2P+T Proteção Entrada Disjuntor 32A Disjuntor 32A Disjuntor 32A Cabo de Saída 35mm² 50mm² 50mm² Extensão Recomendada 4mm² (máx 25 metros) 6mm² (máx 25 metros) 6mm² (máx 25 metros) Medidas CxLxA (mm) 320x270x65 320x180x65 320x180x65 Peso 4,2Kg 4,4Kg 4,5Kg Gerador Recomendado 3Kva ou maior 4Kva ou maior 5Kva ou maior *corrente e potência aferidos em carga resistiva *a potência de saída pode variar de acordo com a tensão da rede e condições de uso A Spark Eletrônica se reserva no direito de qualquer alteração sem aviso prévio Spark Eletrônica Ltda. Rua Jacomo Pavanelli - 129 Santo Antonio Sacramento - MG 38190-000 www.sparkpower.com.br 034-3351-1256