Explosão da informação na era do gelo           Gustavo Henn             Baseado em: WRIGHT, A. GL . 2007.                ...
Os quipos registravam, armazenavam e    compartilhavam conhecimento.
O homo sapiens tem pelo menos 100 mil anos. Massó começamos a desenvolver ferramentas capazes  de transmitir conhecimento ...
Como conseguimos sobreviver durante tanto               tempo?
Jabuti sobe em árvore?
Como conseguimos sobreviver durante tanto               tempo?
Como de repente passamos a criar e a utilizar“tecnologias do conhecimento”sem parar jamais?
Na era do gelo (era glacial) a informação explodiu.
Paleolítico =Pedra LascadaNeolítico =Explosão da informação
Essa explosão da informação (mitologia, sistemassimbólicos pré-literatos e taxonomias) aproximou         as pessoas em gru...
Isso deu base a uma outra revolução: escrita.
Seria a esc algo divino?           rita
Osprimeirosusosda esc foram para a                     rita      gerênc dosnegóc            ia          io$$$.
“Ninguém, anão ser umidiota,escreve a nãoser pordinheiro.”(Samuel Johnson)
Se os colares de ossos registravaminformações de relacionamento entreconhecidos, as tábuas de argilaregistravam negociaçõe...
A informação clay-based (baseada emargila) registrava leis, contratos, rituais.E, claro, vieram outros suportes.
A sociedade se tornou mais complexa, eos registros também. Surgiram osmetadados.
Cada registro passou a ter um título e umcolofão, que continha além deinformações sobre o autor e o assunto,um pequeno res...
Nas bibliotecas da Suméria era possívelencontrar de gramáticas até acordoscomerciais.
3000 A.C.
Por qual razão investir nessas         bibliotecas?
Se no início a escrita era associada aosdeuses, passou a ser associada ao poderpolítico.
Resumo
Vivemos em sociedade de informaçãodesde quando saímos da idade da pedra-lascada.
Jamais paramos de criar formas e meiosde representar e registrar informação.
A informação registrada sempre esteveligada a algo superior, deuses ouhumanos. Contralá-la significa poder.
O tigre de hoje tem que ser tigre como sejamais tivesse havido nenhum tigre; nãoaproveita as experiências milenares feitas...
Todo tigre é um primeiro tigre; temque começar do início sua profissão detigre.
Mas o homem de hoje não começa a ser homemao nascer, ele herda as formas de existência, asideias, as experiências vitais d...
Ante um problema qualquer o homem não seencontra sozinho com o seu instinto, mas comtodas ou muitas das reações, ideias ei...
Por isso sua vida é feita com o acúmulo de outrasvidas; por isso sua vida é substancialmenteprogresso.
ORTEGA y GASSET, J. Missão do Bibliotecário.Briquet de Lemos, 2007.
OB IGADO!     Rgustavohenn@gmail.com   gustavohenn.com
explosão da informação na era do gelo
explosão da informação na era do gelo
explosão da informação na era do gelo
explosão da informação na era do gelo
explosão da informação na era do gelo
explosão da informação na era do gelo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

explosão da informação na era do gelo

983 visualizações

Publicada em

Slides da disciplina "Perspectivas e tendências em gestão da informação", Especiação em Gestão da Informação em Arquivos.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

explosão da informação na era do gelo

  1. 1. Explosão da informação na era do gelo Gustavo Henn Baseado em: WRIGHT, A. GL . 2007. UT
  2. 2. Os quipos registravam, armazenavam e compartilhavam conhecimento.
  3. 3. O homo sapiens tem pelo menos 100 mil anos. Massó começamos a desenvolver ferramentas capazes de transmitir conhecimento há 30/40 mil anos.
  4. 4. Como conseguimos sobreviver durante tanto tempo?
  5. 5. Jabuti sobe em árvore?
  6. 6. Como conseguimos sobreviver durante tanto tempo?
  7. 7. Como de repente passamos a criar e a utilizar“tecnologias do conhecimento”sem parar jamais?
  8. 8. Na era do gelo (era glacial) a informação explodiu.
  9. 9. Paleolítico =Pedra LascadaNeolítico =Explosão da informação
  10. 10. Essa explosão da informação (mitologia, sistemassimbólicos pré-literatos e taxonomias) aproximou as pessoas em grupos maiores.
  11. 11. Isso deu base a uma outra revolução: escrita.
  12. 12. Seria a esc algo divino? rita
  13. 13. Osprimeirosusosda esc foram para a rita gerênc dosnegóc ia io$$$.
  14. 14. “Ninguém, anão ser umidiota,escreve a nãoser pordinheiro.”(Samuel Johnson)
  15. 15. Se os colares de ossos registravaminformações de relacionamento entreconhecidos, as tábuas de argilaregistravam negociações entredesconhecidos.
  16. 16. A informação clay-based (baseada emargila) registrava leis, contratos, rituais.E, claro, vieram outros suportes.
  17. 17. A sociedade se tornou mais complexa, eos registros também. Surgiram osmetadados.
  18. 18. Cada registro passou a ter um título e umcolofão, que continha além deinformações sobre o autor e o assunto,um pequeno resumo e até mesmopalavras-chave.
  19. 19. Nas bibliotecas da Suméria era possívelencontrar de gramáticas até acordoscomerciais.
  20. 20. 3000 A.C.
  21. 21. Por qual razão investir nessas bibliotecas?
  22. 22. Se no início a escrita era associada aosdeuses, passou a ser associada ao poderpolítico.
  23. 23. Resumo
  24. 24. Vivemos em sociedade de informaçãodesde quando saímos da idade da pedra-lascada.
  25. 25. Jamais paramos de criar formas e meiosde representar e registrar informação.
  26. 26. A informação registrada sempre esteveligada a algo superior, deuses ouhumanos. Contralá-la significa poder.
  27. 27. O tigre de hoje tem que ser tigre como sejamais tivesse havido nenhum tigre; nãoaproveita as experiências milenares feitas porseus semelhantes no fundo sonoro das selvas.
  28. 28. Todo tigre é um primeiro tigre; temque começar do início sua profissão detigre.
  29. 29. Mas o homem de hoje não começa a ser homemao nascer, ele herda as formas de existência, asideias, as experiências vitais de seusantepassados, e parte do nível que representa opassado humano acumulado sob seus pés.
  30. 30. Ante um problema qualquer o homem não seencontra sozinho com o seu instinto, mas comtodas ou muitas das reações, ideias einvenções que seus antepassados tiveram.
  31. 31. Por isso sua vida é feita com o acúmulo de outrasvidas; por isso sua vida é substancialmenteprogresso.
  32. 32. ORTEGA y GASSET, J. Missão do Bibliotecário.Briquet de Lemos, 2007.
  33. 33. OB IGADO! Rgustavohenn@gmail.com gustavohenn.com

×