20 anos sem Ayrton Senna

1.627 visualizações

Publicada em

Há exatos 20 anos o Brasil perdia um de seus maiores ídolos esportivos. Ayrton Senna da Silva bateu com sua Williams enquanto liderava o Grande Prêmio de San Marino, em Ímola e deixou um país em luto profundo. Após o choque de seu carro no muro da curva Tamburello o mundo perdia um ícone esportivo e uma pessoa única, que deixou como legados mais segurança nas competições automobilísticas e um instituto que apoia crianças em todo o Brasil. Mas não queremos falar de momentos triste e sim alegres. Por isso, em homenagem a este grande personagem da história listamos 20 corridas inesquecíveis de Senna, do antológico GP de Mônaco de 1984 a sua performance espetacular no GP da Europa em 1993. Veja na animação abaixo imagens, vídeos e descrições destas corridas. Para ampliar os slides clique nas setinhas (view fullscreen). Acelera Ayrton!

Publicada em: Esportes
  • Seja o primeiro a comentar

20 anos sem Ayrton Senna

  1. 1. 20 ANOS SEM AYRTON SENNA Em memória desse grande personagem do esporte mundial listamos 20 corridas inesquecíveis. Confira a lista!
  2. 2. Este foi o cartão de visitas de Senna ao mundo da Fórmula 1. Em sua temporada de estreia ele brilhou pela primeira vez nas ruas de Monte Carlo debaixo de muita chuva. Largando em 13º lugar, Senna aproveitou sua habilidade em pistas molhadas para ultrapassar seus adversários um a um. Com destreza chegou a vice-liderança e passou a ameaçar o líder Alain Prost. Como a chuva não deu tréguas, a direção de prova interrompeu a corrida quando Senna estava muito próximo de assumir a liderança. Prost venceu, mas quem celebrou mesmo foi Senna, o segundo colocado, que conquistou também seu primeiro pódio na categoria. Assista a prova na íntegra clicando aqui. GRANDE PRÊMIO DE MÔNACO 1984
  3. 3. GRANDE PRÊMIO DE PORTUGAL 1985 A prova no Estoril marcou a primeira vitória de Senna na Fórmula 1. E foi debaixo de muita chuva. No sábado, com pista seca, Senna havia cravado a primeira das 65 poles positions que faria na Fórmula 1. No domingo caiu uma forte chuva, mas o jovem brasileiro não se intimidou e fez uma corrida perfeita. Com uma ótima largada, Senna desfilou na pista e a cada volta abria mais e mais vantagem para os rivais. Com uma direção sublime e mostrando muita habilidade no piso molhado, o brasileiro finalmente pode comemorar sua primeira vitória na F1 após quase duas horas de prova e não escondeu a alegria no pódio. Assista a prova na íntegra clicando aqui.
  4. 4. GRANDE PRÊMIO DA ESPANHA 1986 No sábado Senna fez a pole position e na largada manteve a liderança. O brasileiro permaneceu um bom tempo à frente, mas viu Nigel Mansell encostar e lhe tomar a primeira colocação. Após ser pressionado por Alain Prost, o brasileiro reagiu e recuperou a ponta. Mansell foi aos boxes, trocou seus pneus, ultrapassou Prost e iniciou a perseguição a Senna. Na última volta a vantagem era de 1 segundo e meio, e o inglês vinha voando baixo. Encostou no brasileiro e tentou ultrapassar de todas as formas. Na linha de chegada emparelhou seu carro com a Lotus, mas por míseros 0,013 Senna venceu (veja na foto). Assista a prova na íntegra clicando aqui.
  5. 5. GRANDE PRÊMIO DOS ESTADOS UNIDOS 1986 Rei das poles positions, Senna novamente largava na primeira colocação. O brasileiro manteve a liderança por três voltas, porém foi ultrapassado por Nigel Mansell. Cinco voltas depois ele superou o inglês e retomou a ponta. Pouco depois seu pneu furou e ele teve que ir aos boxes. Fazendo uma corrida da recuperação o brasileiro foi ultrapassando seus adversários até chegar a liderança novamente. E permaneceu na frente até a bandeirada final. Foi a segunda vitória em 1986, a quarta na Fórmula 1. Porém, o fato que mais marcou este Grande Prêmio foi que ao fim da corrida Senna pegou uma bandeira do Brasil e desfilou com ela pelas ruas de Detroit, cena que se tornaria rotina no futuro e um ato para confortar os brasileiros, pois a seleção havia sido eliminada da Copa do Mundo na véspera. Assista a trechos da corrida clicando aqui.
  6. 6. GRANDE PRÊMIO DE MÔNACO 1987 Este Grande Prêmio marcou a primeira vitória de Senna nas ruas do principado. A bordo da linda Lotus amarela o brasileiro fez uma prova muito inteligente. Largando em segundo, atrás de Nigel Mansell, procurou se manter sempre na cola do inglês. Antes da metade da prova, o motor da Williams de Mansell apagou e a liderança caiu no colo de Senna que apenas guiou para a vencer e fazer a volta mais rápida. Assista as voltas finais da corrida clicando aqui.
  7. 7. GRANDE PRÊMIO DE SAN MARINO 1988 Esta foi a primeira vitória de Ayrton Senna pela McLaren, sua nova equipe e que lhe daria três títulos mundiais no futuro. Senna dominou todos os treinos classificatórios e cravou a pole position no sábado. Com carros de outro mundo, a McLaren não deu chance aos adversários durante a prova. O brasileiro disparou na liderança, enquanto seu novo companheiro de time Alain Prost teve que recuperar as posições perdidas após uma péssima largada. Sem adversários e com o carro estável, Senna só precisou evitar erros para vencer pela 7ª vez na Fórmula 1. Assista a prova na íntegra clicando aqui.
  8. 8. GRANDE PRÊMIO DE MÔNACO 1988 Esta foi uma corrida simbólica e que ficou marcada não por uma vitória de Senna e sim por um erro do brasileiro. No treino de classificação ele foi absoluto, com quase 1,5 segundo de vantagem para Alain Prost. No domingo Senna dominava e a cada volta ampliava sua vantagem para os demais. Porém, a 12 voltas do final o brasileiro errou o ponto de entrada da curva Portier e bateu sua McLaren sendo obrigado a abandonar. Senna deixou o carro transtornado e nem voltou aos boxes, indo diretamente para seu apartamento em Monte Carlo. Nesta corrida ele afirmou que tinha a sensação de estar em um túnel e só pensava em acelerar. Acelerou tanto que durante a prova chegou a ter quase 1 minuto de vantagem para Prost. Assista a prova na íntegra clicando aqui.
  9. 9. GRANDE PRÊMIO DA INGLATERRA 1988 Durante anos, nas categorias de acesso a Fórmula 1, Senna dava show nos circuitos da Inglaterra. De tanto vencer e se destacar em Silverstone, o autódromo ganhou a apelido de “Silvastone” pela mídia inglesa em alusão ao seu outro sobrenome, que na época era conhecido como Ayrton da Silva. Na corrida debaixo de chuva o brasileiro largou em terceiro e na 14ª volta assumiu a liderança para não largar mais. Com extremo controle e habilidade na pista molhada, Senna conquistou sua 10ª vitória na Fórmula 1 e encostou em Prost, até então líder do Mundial. Assista trechos da corrida clicando aqui.
  10. 10. GRANDE PRÊMIO DO JAPÃO 1988 Uma vitória épica de Senna e que lhe deu seu primeiro título mundial de Fórmula 1. Após fazer novamente a pole position, o brasileiro teve um problema com o carro na largada que apagou. Senna conseguiu fazer o carro andar, mas caiu para o 14º lugar. Começa então a sua prova de recuperação, ultrapassando diversos rivais até chegar a segunda colocação na volta 19. A partir daí passou a pressionar Prost e o ultrapassou oito voltas depois. Depois fez o que mais sabia fazer: acelerar. Não largou mais da liderança até receber a bandeira quadriculada. Emocionado e chorando, Senna enfim realizava o sonho de ser campeão mundial. Veja a volta final da corrida clicando aqui.
  11. 11. GRANDE PRÊMIO DE SAN MARINO 1989 Se em 1988 a relação entre Senna e Prost foi cordial, não podemos dizer o mesmo sobre o ano de 1989. A guerra entre eles começou em Ímola. Como largavam na primeira fila haviam feito um trato: quem chegasse na primeira curva na frente não iria atrapalhar o rival durante a corrida. Senna manteve a ponta, mas um acidente terrível de Berger na curva Tamburello, na 4ª volta, motivou uma nova largada. Desta vez Prost saiu na frente, mas o brasileiro o ultrapassou alegando que a segunda largada não valia no acordo. Senna venceu e Prost ficou em segundo. Irritado, Prost cortou de vez as relações com Senna, deixando um clima de guerra dentro da McLaren. Confira a corrida na íntegra clicando aqui.
  12. 12. GRANDE PRÊMIO DO JAPÃO 1989 Novamente a dupla da McLaren chegava a Suzuka disputando o título. Desta vez era Prost quem poderia sair do Japão como campeão. Assim como foi em boa parte da temporada, os dois largaram na primeira fila, com Senna na pole. Na largada o francês pulou na frente e manteve a liderança resistindo aos ataques do brasileiro. Até que na volta 46, Senna força uma ultrapassagem, mas Prost fecha a porta e eles batem. O francês abandona a corrida, mas o brasileiro volta, se recupera e consegue vencer. Porém, após a prova, os diretores desclassificaram Senna dizendo que ele cortou a chicane e dão a vitória e o título para Prost, que anuncia sua saída da McLaren. Revoltado, Senna cogitou abandonar a Fórmula 1, mas volta atrás. Confira momentos da corrida clicando aqui.
  13. 13. GRANDE PRÊMIO DOS ESTADOS UNIDOS 1990 Este foi o primeiro Grande Prêmio de 1990 e uma das corridas mais surpreendentes da história da Fórmula 1. A bordo de uma Tyrrell, o jovem Jean Alesi deu trabalho para Senna que passou muito tempo atrás do carro do francês. Alesi assumiu a liderança na largada e permaneceu na ponta até a volta 34 quando o brasileiro finalmente conseguiu atacar e ultrapassar Alesi. Depois, Senna seguiu firme para vencer mais uma vez e começar a temporada na liderança do campeonato. Confira a corrida na íntegra clicando aqui.
  14. 14. GRANDE PRÊMIO DO JAPÃO 1990 Assim como no ano anterior, Senna e Prost chegaram ao Japão disputando o título mundial. Porém, desta vez a vantagem era do brasileiro que poderia conquistar o bicampeonato em Suzuka. Nos treinos Senna foi implacável e cravou mais uma pole position, porém a direção de prova o colocou para largar na parte mais suja da pista, onde deveria largar o segundo colocado. Na largada Prost arrancou melhor, mas Senna não tirou o pé e continuou acelerando. O resultado foi um choque entre ambos antes de completarem a primeira curva. Foi o troco do brasileiro, que sagrou-se bicampeão mundial. Confira o momento da colisão entre Senna e Prost clicando aqui.
  15. 15. GRANDE PRÊMIO DO BRASIL 1991 Esta é considerada por muitos a maior corrida da vida de Senna. Depois de anos e anos tentando, finalmente ele conseguiu triunfar em casa, no Grande Prêmio do Brasil em Interlagos. Largando na pole, Senna disparou na liderança no início da corrida e conseguiu deter o ímpeto de Nigel Mansell durante uma parte da prova. Após o abandono do inglês começou o drama com a caixa de câmbio de sua McLaren. Ele ficou apenas com a sexta marcha e teve que fazer um esforço violento para manter o carro na pista. Sofria com câimbras e dores musculares, mas veio a chuva a três voltas do fim e impediu que os adversários o alcançassem. Uma vitória inesquecível e na base da raça, para delírio da torcida. Assista a prova na íntegra clicando aqui.
  16. 16. GRANDE PRÊMIO DA BÉLGICA 1991 Em Spa Francorchamps, um dos circuitos preferidos do brasileiro Senna teve uma atuação sublime. No treino classificatório ele fez novamente a pole, porém, colocou mais de 1 segundo de vantagem para o segundo colocado no grid, Alain Prost. A volta da pole position foi impressionante, afinal colocou boa parte da vantagem em relação ao piloto francês justamente no último trecho, o de maior velocidade. Na corrida ele teve alguns problemas ao longo do percurso, perdendo a liderança, mas soube aproveitar sua habilidade na veloz pista belga para voltar a ponta e de lá não sair mais. Assista aos melhores momentos da prova clicando aqui.
  17. 17. GRANDE PRÊMIO DA ESPANHA 1991 Esta não foi uma grande corrida de Senna, mas ficará marcada na memória por um pequeno momento. No então novo circuito de Barcelona, tivemos um dos momentos mais eletrizantes da história da F1. Senna e Mansell protagonizaram o famoso roda a roda na longa reta do circuito, logo no começo da corrida. Mansell vinha apertando o brasileiro e quando teve uma brecha emparelhou sua Williams com a McLaren num lance de muita emoção e adrenalina, espalhando fagulhas pela pista. No fim o inglês venceu e o brasileiro terminou na quinta colocação. Assista ao roda a roda clicando aqui.
  18. 18. GRANDE PRÊMIO DO JAPÃO 1991 Em Suzuka Senna já havia conquistado dois títulos mundiais. O terceiro estava a caminho e veio em 1991. O brasileiro não teve muito trabalho para confirmar seu favoritismo e resolveu traçar uma estratégia diferente. Ao invés de disparar na liderança resolveu segurar Mansell atrás dele enquanto seu parceiro Berger assumia a ponta. Na 10ª volta, Mansell mordeu a isca e atacou, porém, acabou escapando. Abandonou e o brasileiro comemorou o tricampeonato mundial. Senna ainda assumiria a ponta, mas cedeu a vitória ao amigo Berger. No fim da corrida, Mansell encontrou-se com Senna e o cumprimentou pelo título (veja na foto). Assista os momentos finais da prova clicando aqui.
  19. 19. GRANDE PRÊMIO DE MÔNACO 1992 Esta foi de longe a pior temporada de Senna na McLaren. A equipe criou um carro muito instável e para piorar a situação do time vermelho e branco, as Williams eram praticamente perfeitas e imbatíveis. Até o GP de Mônaco, Mansell havia vencido todas as cinco corridas da temporada e rumava para a sexta vitória nas ruas do principado. Porém, há oito voltas do fim o inglês precisou fazer uma parada extra nos boxes. Voltou atrás de Senna, mas tirou toda a diferença e grudou na traseira do McLaren. Foram três voltas espetaculares, com Mansell atacando agressivamente e Senna mostrando suas habilidades defensivas para segurar o posto. No fim, a quinta vitória do brasileiro em Mônaco Assista as voltas finais da corrida clicando aqui.
  20. 20. GRANDE PRÊMIO DO BRASIL 1993 A segunda vitória de Senna no Grande Prêmio Brasil foi menos dramática do que em 1991, mas como daquela vez a chuva ajudou o brasileiro. Com um carro inferior, apenas com a pista molhada Senna poderia superar as Williams de Alain Prost e Damon Hill. O brasileiro largou em terceiro e viu as Williams dispararem na liderança, enquanto lutava com Michael Schumacher pelo terceiro posto. Mas veio a chuva. Com a pista molhada Prost bateu e abandonou. Com isso Senna cresceu e apertou o então líder Hill. Com uma manobra espetacular (mostrou o carro de um lado e passou pelo outro), Senna assumiu a liderança para não perder mais. Ao fim da corrida ele não conseguiu levar o carro até os boxes. A torcida invadiu a pista e comemorou com o ídolo a histórica vitória. No pódio ele recebeu o troféu das mãos do lendário Juan Manuel Fangio. Assista a corrida na íntegra clicando aqui.
  21. 21. GRANDE PRÊMIO DA EUROPA 1993 A corrida entrou para história devido a largada espetacular de Senna. Em quarto lugar no grid ele caiu para quinto, mas apenas no primeiro giro do GP da Europa ultrapassou Michael Schumacher, Karl Wendlinger, Damon Hill e Alain Prost. E tudo isso na pista encharcada de Donington Park, onde especialistas diziam ser impossível ultrapassar. Após a largada Senna mostrou porque foi o mais completo piloto em pista molhada da história, abrindo uma vantagem monstruosa para seus rivais. O brasileiro quase deu uma volta no segundo colocado que foi o inglês Hill. Uma atuação de gala. Veja a começo da corrida clicando aqui.
  22. 22. PRODUÇÃO: EQUIPE BLOG DA COMUNICAÇÃO 20 ANOS SEM AYRTON SENNA

×