www.miragaiaconsultoria.com.br
SUGESTÃO DE IMPLEMENTAÇÃO
DO QSB+
Provider Homologado: Miragaia Consultoria
PQE Homologado:...
www.miragaiaconsultoria.com.br
FASE 1
TREINAMENTO/CAPACITAÇÃO
2
“Não existe comprometimento sem
envolvimento. O envolvimen...
www.miragaiaconsultoria.com.br
• Todos os envolvidos (responsáveis e gestores) devem possuir
o entendimento avançado dos e...
www.miragaiaconsultoria.com.br
• Tudo se inicia com o comprometimento da ALTA DIREÇÃO.
Recursos devem ser disponibilizados...
www.miragaiaconsultoria.com.br
• Assim como no Lean Manufacturing é valioso ter sempre
um “sensei” (professor) na jornada ...
www.miragaiaconsultoria.com.br
ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE!
FALTA DE COMPROMETIMENTO DA ALTA DIREÇÃO;
PULAR ETAPAS: É ...
www.miragaiaconsultoria.com.br
FASE 2
DEFINIR RESPONSÁVEIS E
MÉTODO DE ACOMPANHAMENTO
7
“Detectar e desenvolver talentos é...
www.miragaiaconsultoria.com.br
• Definir um responsável com conhecimento avançado para
cada elemento chave;
• Colocar os d...
www.miragaiaconsultoria.com.br
1. Processo de Resposta Rápida
2. Controle de Produto Não Conforme
3. EV/CARE e Verificação...
www.miragaiaconsultoria.com.br
ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE!
ESCOLHA INCORRETA DOS RESPONSÁVEIS: Escolha das
pessoas res...
www.miragaiaconsultoria.com.br
FASE 3
GAP ANALYSIS
11
“A situação real deve ser sempre relatada de
maneira 100% verdadeira...
www.miragaiaconsultoria.com.br
• Cada responsável deve efetuar o Gap Analysis (GA) com o
envolvimento das pessoas chaves n...
www.miragaiaconsultoria.com.br
13
www.miragaiaconsultoria.com.br
ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE!
Gap Analysis (GA) sem ir ao chão de fábrica (GEMBA) buscar
...
www.miragaiaconsultoria.com.br
FASE 4
MASTER DOT
15
“Não espere por uma crise para descobrir
o que é importante em sua vid...
www.miragaiaconsultoria.com.br
• Cada responsável deve a partir da Lista de Deveres do
Gap Analysis descrever as ações pro...
www.miragaiaconsultoria.com.br
LISTA DE DEVERES
DESMEMBRAR
EM AÇÕES
Start Date:
Rev. Date:
Grad Date:
Program: QSB 2009
"C...
www.miragaiaconsultoria.com.br
ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE!
Ações colocadas no Master Dot de maneira generalista
(macro...
www.miragaiaconsultoria.com.br
FASE 5
IMPLANTAR PILOTO
19
"É preciso aprender com a prática, pois,
embora você pense que s...
www.miragaiaconsultoria.com.br
ATITUDE GEMBA!!!
É NESTA FASE ONDE APRENDEMOS OS CONCEITOS APRENDIDOS!
• Monte uma célula/á...
www.miragaiaconsultoria.com.br
OPERAÇÃO/CÉLULA/ÁREA
PILOTO
Processo de
Resposta Rápida
Controle de
Produto Não
Conforme
EV...
www.miragaiaconsultoria.com.br
• Inicie pelo Elemento Chave OPERAÇÃO PADRONIZADA,
colocando as diretrizes da Organização d...
www.miragaiaconsultoria.com.br
ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE!
Achar que esta fase não é necessária. Partir diretamente
pa...
www.miragaiaconsultoria.com.br
FASE 6
REUNIÃO DE FOLLOW-UP
24
“Você só pode liderar quando você
próprio está interessado.“...
www.miragaiaconsultoria.com.br
• Cada responsável deve reportar as ações conforme status
definido no Master Dot (G, Y, R, ...
www.miragaiaconsultoria.com.br
Start Date:
Rev. Date:
Grad Date:
Program: QSB 2009
"Color Codes"
G Green - Task Completed ...
www.miragaiaconsultoria.com.br
ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE!
Não comparecimento de TODOS os envolvidos;
Não comparecime...
www.miragaiaconsultoria.com.br
FASE 7
AUDITORIA INTERNA QSB+
28
"O segredo do sucesso na vida é estar
pronto para a oportu...
www.miragaiaconsultoria.com.br
• Após todos as ações fechadas efetuar uma auditoria interna
conforme checklist QIP pelo Au...
www.miragaiaconsultoria.com.br
• A coluna “Critério dos Requisitos” deve ser utilizada como
mandatório para TODOS os itens...
www.miragaiaconsultoria.com.br
ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE!
Efetuada por pessoas não qualificadas;
Não é um evento for...
www.miragaiaconsultoria.com.br
FASE 8
NOVO MASTER DOT
32
“A estratégia sem tática é o caminho mais
lento para a vitória. T...
www.miragaiaconsultoria.com.br
Start Date:
Rev. Date:
Grad Date:
Program: QSB 2009
"Color Codes"
G Green - Task Completed ...
www.miragaiaconsultoria.com.br
FASE 9
MANUTENÇÃO DO QSB+
34
“A confiança é a base de qualquer relação. E é
sobre esse pila...
www.miragaiaconsultoria.com.br
• Efetuar auditorias semestrais com o devido Auditor
Interno de QSB+, iniciando o ciclo nov...
www.miragaiaconsultoria.com.br
FASE 10
MELHORIA CONTÍNUA
KAIZEN
36
"Existe um tempo para melhorar, para se
preparar e plan...
www.miragaiaconsultoria.com.br
Melhoria Contínua!!!! - PDCA
37
www.miragaiaconsultoria.com.br
38
DISCIPLINA
PERSEVERANÇA
ATITUDE
MOTIVAÇÃODEDICAÇÃO
COMPROMETIMENTO
ENVOLVIMENTO
EXCELÊNC...
www.miragaiaconsultoria.com.br
Eng. Guilherme Miragaia
(11) 9 8282-2248
www.miragaiaconsultoria.com.br
guilherme@miragaiac...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sugestão de um Programa de Implementação do QSB+ - Requisito Específico GM/PSA

1.782 visualizações

Publicada em

Apresento uma sugestão de implementação do Requisito Específico exigido pela General Motors e PSQ o QSB+. Fico à disposição para qualquer dúvida e também para comentários.
Meu e-mail guilherme@miragaiaconsultoria.com.br

Publicada em: Indústria automotiva

Sugestão de um Programa de Implementação do QSB+ - Requisito Específico GM/PSA

  1. 1. www.miragaiaconsultoria.com.br SUGESTÃO DE IMPLEMENTAÇÃO DO QSB+ Provider Homologado: Miragaia Consultoria PQE Homologado: Eng. Guilherme Miragaia 1
  2. 2. www.miragaiaconsultoria.com.br FASE 1 TREINAMENTO/CAPACITAÇÃO 2 “Não existe comprometimento sem envolvimento. O envolvimento começa na capacitação com treinamentos para TODA a empresa” Guilherme Miragaia Consultor e Palestrante
  3. 3. www.miragaiaconsultoria.com.br • Todos os envolvidos (responsáveis e gestores) devem possuir o entendimento avançado dos elementos chaves do QSB+ através de treinamento, desenvolvimento, capacitação e avaliação por instrutores devidamente qualificadas; 3
  4. 4. www.miragaiaconsultoria.com.br • Tudo se inicia com o comprometimento da ALTA DIREÇÃO. Recursos devem ser disponibilizados para a correta implantação da jornada QSB+. Mas lembre-se: Você será cobrado por isso, portanto faça com EXCELÊNCIA!; • Workshops, Overviews, Palestras, Aulas e outros meios de comunicação devem ser utilizados para a disseminação do assunto QSB+ por TODA a fábrica envolvendo TODOS os colaboradores; • Efetue quantos treinamento forem necessários. Formem vários instrutores com a certeza da capacidade dos mesmos em passar a correta mensagem com uma didática simples e objetiva. Lembre-se que esta fase inicial é a principal para o sucesso do programa QSB+ em sua fábrica; 4
  5. 5. www.miragaiaconsultoria.com.br • Assim como no Lean Manufacturing é valioso ter sempre um “sensei” (professor) na jornada QSB+. Pode ser um Provider Homologado ou um EQF especializado ou até mesmo o Coordenador de QSB+ do cliente. O importante é que a pessoa seja “expert” no assunto; • Avalie se cada participantes aprendeu sua parte. Aplique avaliações (provas) com diferentes conteúdos para cada nível (Diretores, Gerentes, Supervisores, Coordenadores, Inspetores, Líderes, Operadores, Responsáveis por Elementos, etc...) exigindo uma nota mínima para continuar o programa. O importante é ter a certeza de que o colaborador conhece realmente o assunto; • Estude, procure mais informações sobre a assunto (livros, artigos, etc.). Relacione o tema com assuntos da mesma categoria: Lean Manufacturing, ISO/TS, VDA 6.3 e outros. 5
  6. 6. www.miragaiaconsultoria.com.br ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE! FALTA DE COMPROMETIMENTO DA ALTA DIREÇÃO; PULAR ETAPAS: É muito comum empresas pularem etapas de treinamento/capacitação para toda fábrica. Efetuam somente um Workshop com poucas pessoas e partem para a implementação da “ferramenta”; TREINAMENTOS INCONSISTENTES: Efetuar treinamentos com “instrutores” não qualificadas (sem didática, sem conhecimento, sem paciência, etc.), material incorreto (incompleto, revisão antiga,etc.), falta de tempo (pouco tempo para passar o conteúdo,etc.), sem esclarecimentos de dúvida (deve sempre perguntar se existe alguma dúvida); Efetuar o treinamento de Auditor Interno QSB+ sem o completo domínio dos Elementos Chaves. NÃO EFETUAR A ATIVIDADE COM EXCELÊNCIA! 6
  7. 7. www.miragaiaconsultoria.com.br FASE 2 DEFINIR RESPONSÁVEIS E MÉTODO DE ACOMPANHAMENTO 7 “Detectar e desenvolver talentos é uma das principais atribuições do líder” Bernardinho Do Livro:“Transformando suor em Ouro”
  8. 8. www.miragaiaconsultoria.com.br • Definir um responsável com conhecimento avançado para cada elemento chave; • Colocar os devidos setores/departamentos de cada responsável; • Definir os gestores/gerentes der cada responsável dos referidos elementos chaves; • Definir suplentes para cada elemento chave; • Cada gestor/gerente reporta o andamento de seu elemento chaves diretamente para a Alta Direção; • Pode ser designado um Champion para o acompanhamento do Programa e este dá o follow-up para a Alta Direção. 8
  9. 9. www.miragaiaconsultoria.com.br 1. Processo de Resposta Rápida 2. Controle de Produto Não Conforme 3. EV/CARE e Verificação do Dispositivo á Prova de Erro 4. Operação Padronizada 5. Treinamento 6. Auditoria Escalonada de Processo 7. Redução de Risco - NPR 8. Controle de Contaminação 9. Gerenciamento da Cadeia de Fornecedores 10. Gerenciamento de Mudanças 11. Manutenção Manufatura Qualidade Manufatura / Qualidade Manufatura Manufatura Manufatura Engenharia Engenharia Compras Engenharia Manutenção ELEMENTO CHAVE RESPONSÁVEL SETOR GESTOR DIREÇÃO 9 12. Gestão da Produção e de Fluxo de Materiais Logística / Manufatura 13. Logística Logística
  10. 10. www.miragaiaconsultoria.com.br ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE! ESCOLHA INCORRETA DOS RESPONSÁVEIS: Escolha das pessoas responsáveis por cada elemento sem o real conhecimento de seu pilar (sem treinamento, indisciplina-do, sem interesse, etc.. ), sem a devida autoridade (estagiários, temporários, etc..) para efetuar seu trabalho, sem o “coaching” de seu gestor/gerente (sem apoio, sem força, sem recursos, etc..); Achar que o Programa QSB+ é de responsabilidade da Qualidade. Dos 13 Elementos Chaves do QSB+, apenas um e “meio” são de responsabilidade direta da Qualidade (Controle de Produto NC e Verificação do Dispositivo à Prova de Erro); SEM COACHING DOS GESTORES/GERENTES: Os gestores não apoiam seus responsáveis, os gestores não possuam o conhecimento do elemento chave; FALTA DE SUPLENTE: O responsável sai da empresa ou da responsabilidade sem treinar alguém em seu lugar; 10
  11. 11. www.miragaiaconsultoria.com.br FASE 3 GAP ANALYSIS 11 “A situação real deve ser sempre relatada de maneira 100% verdadeira, mesmo que dolorosa.” Guilherme Miragaia Consultor e Palestrante
  12. 12. www.miragaiaconsultoria.com.br • Cada responsável deve efetuar o Gap Analysis (GA) com o envolvimento das pessoas chaves no chão de fábrica com o objetivo de entender os requisitos do QSB+ (DEVEM) de cada elemento chave; • Todas as evidências objetivas devem ser colocadas na coluna “Análise” como prova do “Status”; • O “Status” Atende deve ser colocado somente quando o atendimento deste “DEVE” é completo, ou seja, 100% e não “quase” 100%; 12 CRITÉRIOS DOREQUISITOS (DEVEM) ANÁLISE EvidênciasObjetivas (Exemplos:Procedimento, Instruções,Formulários) STATUS Atende Atende Parcial Não Atende LISTA DE DEVERES
  13. 13. www.miragaiaconsultoria.com.br 13
  14. 14. www.miragaiaconsultoria.com.br ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE! Gap Analysis (GA) sem ir ao chão de fábrica (GEMBA) buscar as evidências (achar que tem); GA sem a participação das pessoas envolvidas (fazer tudo sozinho); GA com pouco tempo disponível para a atividade (pressa); GA sem o devido detalhamento de cada elemento (efetuar desvios no processo); GA sem colocar o correto “Status” (Verde, Amarelo ou Vermelho) encontrado (seriedade na tarefa); GA sem as anotações das evidências objetivas colhidas na hora da atividade (procedimentos, instruções, etiquetas, fichas e etc...); 14
  15. 15. www.miragaiaconsultoria.com.br FASE 4 MASTER DOT 15 “Não espere por uma crise para descobrir o que é importante em sua vida.“ Platão filósofo e matemático
  16. 16. www.miragaiaconsultoria.com.br • Cada responsável deve a partir da Lista de Deveres do Gap Analysis descrever as ações propostas para o formulário Master Dot colocando os responsáveis e as devidas datas previstas para o fechamento da mesma; • As atividade descritas na Lista de Deveres devem, sempre que possível, serem desmembradas em ações específicas para melhorar/facilitar o acompanhamento (follow-up) das ações (Ex.: Ações por planta, por processo, por área, por produto, por método, por grupo, etc...); • Cópia do documento deve ser enviada a todos os envolvidos e deve ser postado em local público e visível; • A responsabilidade do Master Dot deve ser do champion do programa como corresponsável a Alta Direção; 16
  17. 17. www.miragaiaconsultoria.com.br LISTA DE DEVERES DESMEMBRAR EM AÇÕES Start Date: Rev. Date: Grad Date: Program: QSB 2009 "Color Codes" G Green - Task Completed on Time Y Yellow - Task May Be Late R Red - Task is Late W White - Task Re-Timed, No Status B Blue - Task Status is Incorrect / Not Updated No Color - Task on Track TO TA L TOTAL 0 0 ACTION ITEM ACTION LEADER DATE OPENED TARGET CLOSE DATE ACTUAL CLOSE DATE LAST UPDATE COUNTER MEASURES 1 2 3 4 5 6 CONTROLE DE CONTAMINAÇÃO PROCESSO DE REDUÇÃO DE RISCO (RPN) VERIFICAÇÃO DO DISPOSITIVO À PROVA DE ERRO TRABALHO PADRONIZADO DO OPERADOR AUDITORIAS ESCALONADAS ESTAÇÃO DE VERIFICAÇÃO / C.A.R.E. CONTROLE DE PRODUTO NÃO CONFORME (ETIQUETAGEM) RESPOSTA RÁPIDA Commodity Group: Prepared by: Creativity Team: STATUS ITEM STATUS HISTORY Supplier SQE: Location PQE Phone & Fax #: Duns Manager: TREINAMENTO PADRONIZADO DO OPERADOR Oldest Most Recent 17
  18. 18. www.miragaiaconsultoria.com.br ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE! Ações colocadas no Master Dot de maneira generalista (macro) dificultando o acompanhamento das mesmas; Ações incompletas, não envolvendo todas as áreas, processos, departamentos, etc..; Responsáveis escolhidos de maneira incorreta – falta de envolvimento, falta de pessoas, falta de autoridade; Pouco caso do documento. O Master Dot deve ser entendido e visto por TODOS como uma ferramenta crucial para o andamento do sucesso da empresa; Documento ficar sem um responsável; Não envolvimento da Alta Direção no documento. O Master Dot fica sem força; Falta de entendimento da Alta Direção no documento. 18
  19. 19. www.miragaiaconsultoria.com.br FASE 5 IMPLANTAR PILOTO 19 "É preciso aprender com a prática, pois, embora você pense que sabe, só terá certeza depois que experimentar.” Sófocles dramaturgo grego
  20. 20. www.miragaiaconsultoria.com.br ATITUDE GEMBA!!! É NESTA FASE ONDE APRENDEMOS OS CONCEITOS APRENDIDOS! • Monte uma célula/área piloto para aplicação dos elementos do QSB+ para um aprendizado robusto através de tentativas e erros gerando as lições aprendidas para aplicação no chão de fábrica; • Envolvimento de todos os colaboradores na célula, operação ou área PILOTO; • Cada responsável coloca em prática no piloto as ações para verificar sua real situação quando aplicada no chão de fábrica. Nesta fase devem ser efetuados os devidos ajustes, correções para a validação das ações; • A célula, operação ou área PILOTO deve ser vista por todos e tratada de maneira diferenciada quanto a organização (5S) – Deve ser entendida como uma área MODELO. 20
  21. 21. www.miragaiaconsultoria.com.br OPERAÇÃO/CÉLULA/ÁREA PILOTO Processo de Resposta Rápida Controle de Produto Não Conforme EV/CARE e Verif. do Disp. à Prova de Erro Operação Padronizada Treinamento Padronizado do Operador Logística Externa Auditoria Escalonada de Processo Redução de Risco RPN Controle de Contaminação Gerenciamento da Cadeia de Fornecedores Gerenciamento de Mudanças 21 APRENDER, TENTAR, FAZER, ENSINAR Manutenção Gestão da Prod. e do Fluxo de Materiais
  22. 22. www.miragaiaconsultoria.com.br • Inicie pelo Elemento Chave OPERAÇÃO PADRONIZADA, colocando as diretrizes da Organização do Local de Trabalho (5S) através da Eliminação do Desperdício (7 Tipos de Desperdício) padronizando a área piloto com EXCELÊNCIA. 22
  23. 23. www.miragaiaconsultoria.com.br ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE! Achar que esta fase não é necessária. Partir diretamente para as células/operações/áreas existentes; Não trabalhar da melhor maneira (dar o melhor). Trabalho sem EXCELÊNCIA; Não deixar a área em local visível; 23
  24. 24. www.miragaiaconsultoria.com.br FASE 6 REUNIÃO DE FOLLOW-UP 24 “Você só pode liderar quando você próprio está interessado.“ Lachlan Maclean
  25. 25. www.miragaiaconsultoria.com.br • Cada responsável deve reportar as ações conforme status definido no Master Dot (G, Y, R, W e B); • As reuniões devem ser SEMANAIS; • As reuniões devem ser efetuadas semanalmente até que TODAS as ações recebam o status de fechadas (G – Green); • Cada ação somente podem receber o status de fechada (G) quando apresentado para todo o time a correspondente evidências objetivas; • DEVEM estar presentes na reunião: Cada responsável por seu elemento chave, todos os gerentes e a ALTA DIREÇÃO; • Escolher uma SALA de REUNIÃO colocando em Gestão à Vista todas as informações relevantes; • Elogiar ou “puxar as orelhas” quando necessário; 25
  26. 26. www.miragaiaconsultoria.com.br Start Date: Rev. Date: Grad Date: Program: QSB 2009 "Color Codes" G Green - Task Completed on Time Y Yellow - Task May Be Late R Red - Task is Late W White - Task Re-Timed, No Status B Blue - Task Status is Incorrect / Not Updated No Color - Task on Track TO TA L TOTAL 0 0 ACTION ITEM ACTION LEADER DATE OPENED TARGET CLOSE DATE ACTUAL CLOSE DATE LAST UPDATE COUNTER MEASURES 1 2 3 4 5 6 G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G TREINAMENTO PADRONIZADO DO OPERADOR Supplier SQE: Location PQE Phone & Fax #: Duns Manager: Commodity Group: Prepared by: Creativity Team: STATUS ITEM STATUS HISTORY RESPOSTA RÁPIDA CONTROLE DE PRODUTO NÃO CONFORME (ETIQUETAGEM) ESTAÇÃO DE VERIFICAÇÃO / C.A.R.E. TRABALHO PADRONIZADO DO OPERADOR AUDITORIAS ESCALONADAS VERIFICAÇÃO DO DISPOSITIVO À PROVA DE ERRO PROCESSO DE REDUÇÃO DE RISCO (RPN) CONTROLE DE CONTAMINAÇÃO Oldest Most Recent Start Date: Rev. Date: Grad Date: Program: QSB 2009 "Color Codes" G Green - Task Completed on Time Y Yellow - Task May Be Late R Red - Task is Late W White - Task Re-Timed, No Status B Blue - Task Status is Incorrect / Not Updated No Color - Task on Track TO TA L TOTAL 0 0 ACTION ITEM ACTION LEADER DATE OPENED TARGET CLOSE DATE ACTUAL CLOSE DATE LAST UPDATE COUNTER MEASURES 1 2 3 4 5 6 TREINAMENTO PADRONIZADO DO OPERADOR Supplier SQE: Location PQE Phone & Fax #: Duns Manager: Commodity Group: Prepared by: Creativity Team: STATUS ITEM STATUS HISTORY RESPOSTA RÁPIDA CONTROLE DE PRODUTO NÃO CONFORME (ETIQUETAGEM) ESTAÇÃO DE VERIFICAÇÃO / C.A.R.E. TRABALHO PADRONIZADO DO OPERADOR AUDITORIAS ESCALONADAS VERIFICAÇÃO DO DISPOSITIVO À PROVA DE ERRO PROCESSO DE REDUÇÃO DE RISCO (RPN) CONTROLE DE CONTAMINAÇÃO Oldest Most Recent 26 G
  27. 27. www.miragaiaconsultoria.com.br ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE! Não comparecimento de TODOS os envolvidos; Não comparecimento da ALTA DIREÇÃO; Não apresentação das evidências objetivas para o fechamento das ações. Aceitar “evidências verbais”; Não realização das reuniões na periodicidade necessária (SEMANAL). Mesmo que não haja alteração de status; Várias pessoas falando ao mesmo tempo; Não contestar quando as evidências objetivas não são claras ou aceitáveis; Não prestar a devida atenção na reunião, utilizando celulares, notebooks e outros afazeres durante a reunião; 27
  28. 28. www.miragaiaconsultoria.com.br FASE 7 AUDITORIA INTERNA QSB+ 28 "O segredo do sucesso na vida é estar pronto para a oportunidade quando ela surgir.“ Robert Hasse
  29. 29. www.miragaiaconsultoria.com.br • Após todos as ações fechadas efetuar uma auditoria interna conforme checklist QIP pelo Auditor Interno QSB+, pode contratar o acompanhamento por um Provider Homologado; 29
  30. 30. www.miragaiaconsultoria.com.br • A coluna “Critério dos Requisitos” deve ser utilizada como mandatório para TODOS os itens do checklist; • Como toda auditoria, devem ser colocadas as evidências objetivas (conformes e não conformes) no campo “COMMENTS” para todo o checklist; • Postar o resultado em local público e visível com o STATUS da auditoria (APROVADA OU REPROVADA); 30
  31. 31. www.miragaiaconsultoria.com.br ALGUMAS ARMADILHAS NESTA FASE! Efetuada por pessoas não qualificadas; Não é um evento formal; Sem as anotações das evidências objetivas encontradas (conformidades e não conformidades); Sem o correto tempo destinado para a atividade (auditoria demanda TEMPO); Aceitar evidências não claras, não objetivas, não terminadas (evidências verbais, metade pronto, esse é o caminho, etc...); Não divulgação do resultado; Não explicar a não conformidade quando encontrada com o auditado; Falta de humildade pelo auditor (achar que é o todo poderoso); 31
  32. 32. www.miragaiaconsultoria.com.br FASE 8 NOVO MASTER DOT 32 “A estratégia sem tática é o caminho mais lento para a vitória. Tática sem estratégia é o ruído antes da derrota.” Sun Tzu general, estrategista e filósofo chinês
  33. 33. www.miragaiaconsultoria.com.br Start Date: Rev. Date: Grad Date: Program: QSB 2009 "Color Codes" G Green - Task Completed on Time Y Yellow - Task May Be Late R Red - Task is Late W White - Task Re-Timed, No Status B Blue - Task Status is Incorrect / Not Updated No Color - Task on Track TO TA L TOTAL 0 0 ACTION ITEM ACTION LEADER DATE OPENED TARGET CLOSE DATE ACTUAL CLOSE DATE LAST UPDATE COUNTER MEASURES 1 2 3 4 5 6 G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G G TREINAMENTO PADRONIZADO DO OPERADOR Supplier SQE: Location PQE Phone & Fax #: Duns Manager: Commodity Group: Prepared by: Creativity Team: STATUS ITEM STATUS HISTORY RESPOSTA RÁPIDA CONTROLE DE PRODUTO NÃO CONFORME (ETIQUETAGEM) ESTAÇÃO DE VERIFICAÇÃO / C.A.R.E. TRABALHO PADRONIZADO DO OPERADOR AUDITORIAS ESCALONADAS VERIFICAÇÃO DO DISPOSITIVO À PROVA DE ERRO PROCESSO DE REDUÇÃO DE RISCO (RPN) CONTROLE DE CONTAMINAÇÃO Oldest Most Recent • Após o término da auditoria, um novo Master Dot deve ser elaborado para todos os itens amarelo e vermelho no referido checklist e iniciar FASE 6; 33
  34. 34. www.miragaiaconsultoria.com.br FASE 9 MANUTENÇÃO DO QSB+ 34 “A confiança é a base de qualquer relação. E é sobre esse pilar que devemos construir o relacionamento com nossos colaboradores.” Bernardinho técnico da seleção brasileira de voleibol masculino
  35. 35. www.miragaiaconsultoria.com.br • Efetuar auditorias semestrais com o devido Auditor Interno de QSB+, iniciando o ciclo novamente partindo da Fase 7; FASE 7 Auditoria Interna QSB+ FASE 8 Master Dot FASE 9 Manutenção do QSB+ 35
  36. 36. www.miragaiaconsultoria.com.br FASE 10 MELHORIA CONTÍNUA KAIZEN 36 "Existe um tempo para melhorar, para se preparar e planejar; igualmente existe um tempo para partir para a ação." Almyr Klink empreendedor de expedições marítimas e escritor brasileiro
  37. 37. www.miragaiaconsultoria.com.br Melhoria Contínua!!!! - PDCA 37
  38. 38. www.miragaiaconsultoria.com.br 38 DISCIPLINA PERSEVERANÇA ATITUDE MOTIVAÇÃODEDICAÇÃO COMPROMETIMENTO ENVOLVIMENTO EXCELÊNCIA
  39. 39. www.miragaiaconsultoria.com.br Eng. Guilherme Miragaia (11) 9 8282-2248 www.miragaiaconsultoria.com.br guilherme@miragaiaconsultoria.com.br 39

×