Colégio Nossa Senhora do CarmoTeresópolis, 6 de junho de 2013Profª: Carmem QuintanaDisciplina: PortuguêsAlunos: Andreza Co...
VERBOS REGULARESSão aqueles que seguem rigorosamente o paradigma de sua conjugação:Modo indicativo:
Modo subjuntivo:
VERBOS IRREGULARESOs verbos irregulares são aqueles que apresentam formas forado seu paradigma de conjugação, podendo apre...
Caber:Pres. do Ind.: caibo, cabes, cabe, cabemos, cabeis, cabem.Pret. perf. do Ind.:coube, coubeste, coube, coubemos, coub...
VERBOS ANÔMALOSVerbos anômalos são aqueles que não seguem as regras dasterminações dos verbos regulares que pertencem à su...
Verbo ir:Presente do indicativo: vou, vais, vai, vamos, ides, vão.Pretérito imperfeito do indicativo: ia, ias, ia, íamos, ...
Verbo vir: como ele, conjugam-se advir, avir, convir, desavir, intervir, provire sobrevir.Presente do indicativo: venho, v...
VERBOS ABUNDANTESSão verbos abundantes aqueles que apresentam mais de umaforma para determinada flexão. Os casos mais comu...
O Particípio regular é utilizado quando há voz ativa, acompanhados de ter ouhaver, exceto os verbos pegar, pagar e ganhar....
VERBOS DEFECTIVOSVerbos defectivos não se conjugam em todas as pessoas. Algunsverbos defectivos são impessoais, pois não t...
Alguns verbos apresentam conjugação defectiva por razões deordem estritamente morfológica ou de eufonia. São os chamadosde...
VERBOS AUXILIARESEm algumas situações não é possível expressar através dasformas simples do verbo a circunstância que pret...
TAREFAS1) Tendo em vista a classificação quese atribui aos verbos, dê doisexemplos de:a) verbos regularesb) verbos irregul...
PROCESSOVeja mais um pouco sobre os verbos em:http://wwweducacionalcombr.cdn.educacional.net/upload/dados/materialapoio/55...
CONCLUSÃOCom esse trabalho, foi possível aprender um pouco mais sobrecomo os verbos regulares, irregulares, abundantes, de...
REFERÊNCIASFARACO, Carlos Emílio; MOURA, Francisco Marto de; MARUXO; José Hamilton.Gramática. 20ª ed, 3ª impressão. São Pa...
Verbos regulares, irregulares, anômalos, defectivos, abundantes e auxiliares
Verbos regulares, irregulares, anômalos, defectivos, abundantes e auxiliares
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Verbos regulares, irregulares, anômalos, defectivos, abundantes e auxiliares

30.060 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Verbos regulares, irregulares, anômalos, defectivos, abundantes e auxiliares

  1. 1. Colégio Nossa Senhora do CarmoTeresópolis, 6 de junho de 2013Profª: Carmem QuintanaDisciplina: PortuguêsAlunos: Andreza Coronel – nº 2Daniele Barcelos – nº 7Guilherme Mattos – nº 13Laíse Failace – nº 16Viviane Carvalho – nº 22Turma: 221
  2. 2. VERBOS REGULARESSão aqueles que seguem rigorosamente o paradigma de sua conjugação:Modo indicativo:
  3. 3. Modo subjuntivo:
  4. 4. VERBOS IRREGULARESOs verbos irregulares são aqueles que apresentam formas forado seu paradigma de conjugação, podendo apresentar irregularidadesna forma que assume o radical e/ou que assumem as desinências.Exemplos de verbos irregulares da 1ª conjugação são: dar,passear e odiar, da 2ª conjugação são: caber, dizer, fazer e poder e da3ª conjugação são: servir, possuir e pedir.Exemplos:Dar:Pres. do Ind.: dou, dás, dá, damos, dais, dão.Pret. perf.do Ind.: dei, deste, deu, demos, destes, deram.Mais-que-perf. do Ind.: dera, deras, dera, déramos, déreis, deram.Pres. do Subj.: dê, dês, dê, demos, deis, deem.Pret. Imperf. do Subj.: desse, desses, desse, déssemos, désseis, dessem.Fut. Do Subj.: der, deres, dermos, derdes, derem.
  5. 5. Caber:Pres. do Ind.: caibo, cabes, cabe, cabemos, cabeis, cabem.Pret. perf. do Ind.:coube, coubeste, coube, coubemos, coubestes, couberam.Mais-que-perf. do Ind.:coubera, couberas, coubera, coubéramos, coubéreis, couberam.Pedir:Pres. do Ind.: peço, pedes, pede, pedimos, pedis, pedem.Pres. do Subj.: peça, peças, peça, peçamos, peçais, peçam.Obs.: como pedir conjugam-se medir e, ainda que não sejam derivados depedir, despedir, expedir, impedir, desimpedir e reexpedir.
  6. 6. VERBOS ANÔMALOSVerbos anômalos são aqueles que não seguem as regras dasterminações dos verbos regulares que pertencem à sua conjugação, eapresentam mais de um radical ao serem conjugados, dependendo do tempoou da pessoa verbal.Verbo pôr: é o único verbo da língua que apresenta irregularidade no infinitivo,pois este é a forma contraída do antigo infinitivo poer.Presente do indicativo: ponho, pões, põe, pomos, pondes, põem.Pretérito imperfeito do indicativo: punha, punhas, punha, púnhamos, púnheis,punham.Pretérito perfeito do indicativo: pus, puseste, pôs, pusemos, pusestes, puseram.Mais-que-perfeito do indicativo: pusera, puseras, pusera, puséramos, puséreis,puseram.Presente do subjuntivo: ponha, ponhas, ponha, ponhamos, ponhais, ponham.Pretérito imperfeito do subjuntivo: pusesse, pusesses, pusesse, puséssemos,pusésseis, pusessem.Futuro do subjuntivo: puser, puseres, puser, pusermos, puserdes, puserem.Particípio: posto.
  7. 7. Verbo ir:Presente do indicativo: vou, vais, vai, vamos, ides, vão.Pretérito imperfeito do indicativo: ia, ias, ia, íamos, íeis, iam.Pretérito perfeito do indicativo: fui, foste, foi, fomos, fostes, foram.Mais-que-perfeito do indicativo: fora, foras, fora, fôramos, fôreis, foram.Futuro do presente: irei, irás, irá, iremos, ireis, irão.Futuro do pretérito: iria, irias, iria, iríamos, iríeis, iriam.Presente do subjuntivo: vá, vás, vá, vamos, vades, vão.Pretérito imperfeito do subjuntivo: fosse, fosses, fosse, fôssemos, fôsseis,fossem.Futuro do subjuntivo: for, fores, for, formos, fordes, forem.
  8. 8. Verbo vir: como ele, conjugam-se advir, avir, convir, desavir, intervir, provire sobrevir.Presente do indicativo: venho, vens, vem, vimos, vindes, vêm.Pretérito imperfeito do indicativo: vinha, vinhas, vinha, vínhamos, vínheis,vinham.Pretérito perfeito do indicativo: vim, vieste, veio, viemos, viestes, vieram.Mais-que-perfeito do indicativo: viera, vieras, viera, viéramos, viéreis,vieram.Futuro do presente: virei, virás, virá, viremos, vireis, virão.Futuro do pretérito: viria, virias, viria, viríamos, viríeis, viriam.Presente do subjuntivo: venha, venhas, venha, venhamos, venhais,venham.Pretérito imperfeito do subjuntivo: viesse, viesses, viesse, viéssemos,viésseis, viessem.Futuro do subjuntivo: vier, vieres, vier, viermos, vierdes, vierem.Particípio: visto.
  9. 9. VERBOS ABUNDANTESSão verbos abundantes aqueles que apresentam mais de umaforma para determinada flexão. Os casos mais comuns ocorrem noParticípio, que apresenta uma forma reduzida além da forma regular(em –ado ou –ido).Exemplos de verbos abundantes da 1ª conjugação: aceitar,ganhar, isentar, matar, pagar. Exemplos da 2ª conjugação: acender,eleger, morrer, prender. Exemplo da 3ª conjugação: imprimir, omitir,extinguir.
  10. 10. O Particípio regular é utilizado quando há voz ativa, acompanhados de ter ouhaver, exceto os verbos pegar, pagar e ganhar. Na voz passiva utiliza-se as formasirregulares do Particípio.Exemplo:Ele tinha entregado o pacote na administração. (voz ativa)O pacote foi entregue na administração. (voz passiva)As formas irregulares do particípio podem ser utilizadas como adjetivo combinadas comos verbos ir, vir, ficar, andar e estar.Exemplo:Estou isento do pagamento do imposto de renda.Obs.: Os verbos chegar, empregar e trazer não são abundantes, como muita gentepensa. Eles têm apenas o particípio regular: Chegado, Empregado e Trazido. Escrever sótem o particípio irregular: "escrito".Por isso, é equivocada a frase:Ela havia trago o bolo.O correto:Ela havia trazido o bolo.
  11. 11. VERBOS DEFECTIVOSVerbos defectivos não se conjugam em todas as pessoas. Algunsverbos defectivos são impessoais, pois não têm sujeito, exemplos: haver(quando usado no sentido de “existir”), prazer, aprazer, desprazer everbos que indicam fenômenos da natureza, como amanhecer,alvorecer, anoitecer, relampear, chover, trovejar. Esses verbosapresentam apenas as formas da 3ª pessoa do singular.Alguns defectivos são unipessoais, pois costumam apresentarapenas sujeito na 3ª pessoa (do singular ou do plural): os verbos queindicam vozes de animais como zumbir, latir, grasnar e zurrar, e os verbosque indicam conveniência, acontecimento e necessidade, comoacontecer, convir, ocorrer e suceder.
  12. 12. Alguns verbos apresentam conjugação defectiva por razões deordem estritamente morfológica ou de eufonia. São os chamadosdefectivos pessoais.Alguns defectivos pessoais, no presente do Indicativo, não sãoconjugados na 1ª pessoa do singular. Consequentemente, não sãoconjugadas nas formas dela derivadas (presente do Subjuntivo, Imperativonegativo, 3ª pessoa do singular e 1ª e 3ª do plural do Imperativoafirmativo).Exemplos: banir, abolir, brandir, colorir, demolir, emergir, exaurir, fremir,fulgir, imergir, retorquir, ungir.Alguns verbos defectivos pessoais, no presente do Indicativo, sóadmitem conjugação nas formas arrizotônicas. Consequentemente, nãopossuem o presente do Subjuntivo e o Imperativo negativo. No imperativoafirmativo, apresentam apenas a 2ª pessoa do plural.Exemplos: adequar, falir, comedir-se, foragir-se, precaver, reaver.
  13. 13. VERBOS AUXILIARESEm algumas situações não é possível expressar através dasformas simples do verbo a circunstância que pretendemos. Nestecaso, recorremos aos tempos compostos, que são formados daseguinte maneira:VERBO AUXILIAR + VERBO PRINCIPAL EM FORMA NOMINALOs verbos auxiliares são aqueles que entram na formação dostempos compostos e das locuções verbais. O verbo principal, quandoacompanhado de verbo auxiliar, é expresso numa das formasnominais: infinitivo, gerúndio ou particípio.Exemplo:Vou estudar hoje.O verbo auxiliar sempre indica as noções gramaticais detempo, modo, número, pessoa, aspecto e voz e o verbo principalexpressa a ideia central da locução verbal. Os verbos auxiliares maiscomuns são: ter, haver, ser e estar.
  14. 14. TAREFAS1) Tendo em vista a classificação quese atribui aos verbos, dê doisexemplos de:a) verbos regularesb) verbos irregularesc) verbos defectivosd) verbos anômalose) verbos abundantesf) verbos auxiliares2) Sabe-se que de acordo com ascaracterísticas que apresentam, osverbos recebem classificaçõesdistintas. Com base nessepressuposto, defina:a) Verbos regularesb) Verbos irregularesc) Verbos defectivosd) Verbos anômalose) Verbos abundantesf) Verbos auxiliares3) Há verbos chamados abundantes,porque têm mais de uma forma,especialmente para o particípio, comoexpulso e expulsado. Assinale o par emque os dois verbos não têm os doisparticípios no uso corrente da língua:a) aceitar – acender;b) fazer – ver;c) emitir – incorrer;d) soltar – romper;e) prender – extinguir.4) Os períodos que possuem verbosauxiliares:I - É mister trabalharmos mais.II - Já vem raiando a madrugada.III. Ela ficava filosofando, ao contemplaras estrelas.a) I e II;b) II e III;c) I e III;d) I, II e III;e) nenhum possui verbo auxiliar.
  15. 15. PROCESSOVeja mais um pouco sobre os verbos em:http://wwweducacionalcombr.cdn.educacional.net/upload/dados/materialapoio/55010001/2119252/Verbos%20regulares%20e%20irregulares%2001.pdfE saiba mais sobre os verbos auxiliares em:http://www.infoescola.com/portugues/verbos-auxiliares-portugues/
  16. 16. CONCLUSÃOCom esse trabalho, foi possível aprender um pouco mais sobrecomo os verbos regulares, irregulares, abundantes, defectivos eauxiliares funcionam e a importância que eles têm na línguaportuguesa. Também aprendemos como é necessária a conjugaçãocorreta de tais verbos, evitando assim, conflitos e desentendimentosentre os interlocutores.
  17. 17. REFERÊNCIASFARACO, Carlos Emílio; MOURA, Francisco Marto de; MARUXO; José Hamilton.Gramática. 20ª ed, 3ª impressão. São Paulo: Editora Ática, 2009.Verbos Auxiliares. Disponível em: <http://www.soportugues.com.br/secoes/morf/morf57.php > e em<http://www.infoescola.com/portugues/verbos-auxiliares-portugues/ >. Acessoem 24 de maio de 2013.Exercícios de português, Disponível em:<http://exercicios.brasilescola.com/gramatica/exercicios-sobre-classificacao-dos-verbos.html > e < http://www.portuguesconcurso.com/2009/07/verbos-exercicios-com-gabarito.html > . Acesso em 24 de maio de 2013.

×