SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 36
ORIENTE MÉDIO:
TAMBÉM CHAMADO DE ÁSIA
OCIDENTAL OU DO LEVANTE.
PEQUENA FRAÇÃO DA ÁSIA.
SUPERFÍCIE: 7,2 MILHÕES DE
KM2. (ÁSIA: 44 MILHÕES DE
KM2).
CORTADO PELO TRÓPICO DE
CÂNCER. (PENÍNSULA ARÁBICA)
POPULAÇÃO: 300 MILHÕES DE
HABITANTES.
FORMADO POR 17 PAÍSES (PARTE
REGIÕES - ORIENTE MÉDIO
 POPULAÇÃO:
ÁRABE.
 RELIGIÃO: ISLAMISMO
 ECONOMIA: BASEADA
NO PETRÓLEO
 EXCEÇÕES:
ISRAEL – POPULAÇÃO E
RELIGIÃO JUDAICA E
INDUSTRIALIZADA
TURQUIA – EURASIÁTICA
E INDUSTRIALIZADA
 ASPECTOS FÍSICOS:
 PREDOMINÂNCIA DE
DESERTOS
 PLANÍCIE DA
MESOPOTÂMIA
 MONTES ZAGROS
 RIOS: TIGRE E EUFRATES
 VEGETAÇÃO: XERÓFILA
(ESTEPES ÁRIDAS) E
MEDITERRÂNEA
 ZONA DE CONFLITOS:
ISRAELENSES / ÁRABES
O ISLÃ:
• ALCORÃO:
• - LIVRO SAGRADO.
• SUNA:
• - COLUNAS DA RELIGIÃO.
SISTEMA
SOCIAL
•IDADE DO
OURO.
IDADE DA
IGNORÂNCIA
Xiitas
São partidários de Ali,
marido de Fátima, filha de
Maomé.
São os líderes da
comunidade e
continuadores da missão
espiritual de Maomé.
Possuem sua própria
interpretação da Sharia, que
é o corpo da Lei religiosa
que orienta os Sunitas e os
Xiitas. O Islão não faz bem a
distinção entre vida religiosa
e secular, e portanto a
Sharia cobre não só o rituais
religiosos e a administração
Os principais grupos muçulmanos
Sunitas
São os seguidores da
tradição do profeta,
continuada por All-
Abbas, seu tio.
Aproximadamente 85%
dos muçulmanos do
mundo fazem parte do
grupo sunita.
De acordo com os
sunitas, a autoridade
espiritual pertence a
toda comunidade.
Os muçulmanos estão divididos em dois grandes grupos:
SADDAM HUSSEIN FOI
CONDENADO À MORTE POR
ENFORCAMENTO PELO
ALTO TRIBUNAL PENAL
IRAQUIANO, PELA
EXECUÇÃO DE 148 XIITAS
DE DUJAIL.
O Islamismo é atualmente a segunda maior religião do mundo,
dominando acima de 50% das nações em três continentes.
O número de adeptos que professam a religião mundialmente já
passa dos 935 milhões.
Crescimento do Islão:
11setembro.2001.googlepages.com
Ser árabe não pode ser confundido com ser muçulmano. O
islamismo surgiu entre os árabes mas, hoje, eles são apenas cerca
de 20% do total de muçulmanos no mundo.
Com o liberalismo religioso da maior parte do Ocidente, os
muçulmanos se espalham com alguma facilidade.
• Mais de 50 milhões se encontram na China.
• Existem mais de 100 milhões de muçulmanos na Índia.
• Mais de 2 milhões estão nos Estados Unidos.
• Na Europa, berço da civilização cristã, existem 20 milhões de
muçulmanos, e quase metade deles está instalada na Europa
Ocidental. Há mesquitas até em Roma.
Distribuição da população muçulmana:
A vida religiosa do muçulmano tem práticas bastante rigorosas, as quais são chamadas de
“Colunas da Religião”.
As cinco Colunas do Islamismo:
1 - Preces cotidianas :
São feitas cinco vezes ao
dia, cada vez em uma
posição diferente (de pé,
ajoelhado, rosto no chão,
etc), e virados em direção à
Meca.
A chamada para a oração é
feita por uma corneta,
denominada de muezim,
dentro de uma torre
chamada de minarete, a
qual faz parte de um
santuário ou lugar público
de adoração conhecido
como mesquita.
workforall.net
2 - Observação do mês
de Ramadã:
o qual comemora a primeira
revelação do Corão recebida
por Maomé.
Durante um mês, as pessoas
jejuam desde o nascer até o
pôr do sol.
Segundo eles, os portões do
paraíso abrem, os do inferno
fecham, e os que jejuam têm
seus pecados perdoados.
As cinco Colunas do Islamismo:
Desde a revolução de 1979 e a instauração da República Islâmica do Irã, as
autoridades castigam até com chicotadas quem infringirem público as
privações estabelecidas pelo jejum.
workforall.net
3 - O Jihad, ou guerra
santa:
É a batalha por meio da qual se
atinge um dos objetivos do
islamismo, que é reformar o
mundo.
Qualquer muçulmano que morra
numa guerra defendendo os
direitos do islamismo ou de Alá, já
tem sua vida eterna garantida.
Por esta razão, todos que tomam
parte dessa “guerra santa”, não
têm medo de morrer ou de passar
por nenhum risco.
As cinco Colunas do Islamismo
workforall.ne
t
4 - Pagamento do zakat:
É o imposto anual de 2.5% do lucro pessoal, como forma de
purificação e ajuda aos pobres.
As cinco Colunas do Islamismo
Também ofertam para a
riquíssima Liga
Muçulmana que é uma
organização política na
Índia e que desenvolveu
um papel importante na
criação do Paquistão
como um Estado islâmico
dentro do subcontinente
indiano.
www.uniaonet.com
É cada vez
maior a
peregrinação
anual a Meca,
um dos pilares
do Islã
5 - Peregrinação para Meca :
Esta peregrinação é obrigatória pelo menos uma vez na vida, para qualquer muçulmano,
homem ou mulher, que for mental, financeira e fisicamente apto. O peregrino tem de ter
possibilidades financeiras para cobrir os gastos pessoais e familiares, pagar as suas dívidas
ou pelos menos aprovisionar as mesmas, até a peregrinação acabar.
As cinco Colunas do
Islamismo
www.comunidadeislamica.pt
A cidade de Meca, onde fica a pedra
negra, também conhecida como Caaba.
A Caaba é o local de adoração que Deus ordenou
Abraão e Ismael construírem há aproximadamente
4000 anos atrás. A construção foi feita de pedra, a
qual, muitos acreditam, foi o local original de um
santuário estabelecido por Adão.Deus ordenou a
Abraão a convocar toda a humanidade para visitar
o local, e quando os peregrinos lá vão, dizem "Eis -
nos aqui, ó Senhor!", em reposta à tal convocação.
Os três locais sagrados para os
muçulmanos
A cidade de Medina, local
onde Maomé construiu a
primeira Mesquita (templo
religioso dos muçulmanos).
A cidade de Jerusalém, cidade onde o profeta
subiu ao céu e foi ao paraíso para encontrar
com Moises e Jesus.
www.allposters.com
www.allposters.com
POPULAÇÃO:
PAÍSES
TURQUIA
(74 MILHÕES)
IRÃ
(73,2 MILHÕES)
AFEGANISTÃO
(28,2 MILHÕES)
+
POPULOSOS
A QUESTÃ
PALESTINA
A QUESTÃ PALESTINA
 Palestina -região de
interesse geopolítico -
petróleo;
MAR MORTO – Fronteira entre a Palestina (Israel) e a
Jordânia. Depressão absoluta alimentada até a alguns
anos pelo rio Jordão. Perde aproximadamente 1 metro de
área por ano.
• Característica do conflito:
– APARÊNCIA: diferença étnica- religiosa – disputa
pela terra santa - Jerusalém: cidade sagrada para
judeus, cristãos e muçulmanos;
– ESSÊNCIA: questão espacial (“luta pela terra”) -
mensagem de jornal árabe de Haifa (final do século
XIX): “...dos judeus não comprem nada, exceto
terras; aos judeus vendam tudo, exceto terras”;
Criança palestina arremessa pedra em tanque
israelense. É a intifada. Grande probabilidade
de ser um homem-bomba de grupos terroristas
no futuro.
O estrago num hotel em Netanya: homem-bomba na sala de
jantar, onde tinha início ao banquete de comemoração da
Páscoa judaica (Pessach).
Suicida palestino explodiu um restaurante de Haifa:
17 mortos e 35 feridos.
H A M AS
 Líder: Ahmed Yassin ( JÁ FALECIDO )
 Características: grupo com um braço militar e
outro político. O político faz trabalhos sociais em
campos de refugiados. O militar foi o primeiro a
usar homens-bomba na região, em 1992;
 Objetivo: destruir Israel e criar um Estado islâmico
na região, sob o controle dos palestinos;
 Efetivo: entre 200 e 300 militantes. Tem facilidade
em recrutar voluntários porque é atualmente a
facção mais popular entre os palestinos.
JIHAD ISLÂMICA
 Líder: Ramadan Shallah, ex-professor
da Universidade do Estado da Flórida;
 Características: é a mais independente das
facções extremistas. Recebe financiamento
principalmente do Irã;
 Objetivo: destruir Israel e criar um Estado
islâmico na região, sob o controle dos palestinos;
 Efetivo: entre setenta e 100 terroristas. Tem
dificuldade para recrutar colaboradores por contar
com apoio restrito da população
BRIGADA AL AQSA
 Líder: Marwan Barghouti;
 Características: em tese, é uma dissidência do
grupo chefiado por Yasser Arafat, a Fatah.
Apareceu recentemente, depois do fracasso das
negociações de paz. Responde hoje por cerca de
70% dos atentados contra israelenses;
 Objetivo: assustar os israelenses de modo a
obter maiores concessões numa negociação de
paz;
 Efetivo: cerca de 1 000 homens .
HEZBOLAH
 Líder: Xeque Hassan Nasrallah;
 Características: grupo fundamentalista xiita do
Líbano que existe desde 1982. Foi criado para
combater as tropas israelenses que ocupavam o
sul do país. É sustentado pelos iranianos. Suas
lideranças decidiram apoiar os palestinos;
 Objetivo: criar um Estado islâmico no Líbano,
destruir Israel e transformar Jerusalém numa
cidade muçulmana;
 Efetivo: cerca de 800 combatentes ativos e 2 000
reservistas .
RATIFICAÇÃO DO ACORDO DE OSLO EM WASHINGTON.
RABIN (ex. PRIMEIRO MINSTRO ISRAELENSE); CLINTON
E ARAFAT (PRESIDENTE DA AUTORIDADE PALESTINA)
 2000 – Início de uma nova Intifada, motivada
pela visita do então líder da oposição israelense,
Ariel Sharon à Esplanada das Mesquitas, local
mais sagrado de Jerusalém para palestinos e
judeus (que o chamam de Monte do Templo),
provocando protestos palestinos. Desde então,
novos protestos de palestinos em Gaza e
Cisjordânia e de árabes israelenses dentro de
Israel já fizeram cerca de 800 mortes, a quase
totalidade palestina ou árabe israelense.
 2003 - Assinatura de um novo Acordo de Paz,
com os seguinte pontos:
1ª Fase – Implantação Imediata
Medidas Adotadas pelos Israelenses
 Compromisso com a criação de um Estado palestino
soberano;
 Fim das ações militares contra palestinos;
 Desocupação de áreas sob autoridade palestina
reocupadas na Intifada;
 Operações de segurança conjunta;
 Desmantelamento de assentamentos construídos a
partir de março de 2001;
 Congelamento da construção de novos
assentamentos na Cisjordânia e na faixa de Gaza;
 Relaxamento das restrições ao tráfego entre
cidades palestinas;
 Autorização da entrada de trabalhadores
palestinos no país;
 Libertação de prisioneiros;
 Fim das demolições de casas de militantes
palestinos.
Medidas Adotadas pelos Palestinos
 Admissão do direito de Israel existir em paz;
 Fim do incitamento à violência contra
israelenses;
 Combate aos grupos terroristas e a suas
atividades ilegais;
 Controle das forças de segurança pelo ministro
do Interior;
 Eleições livres, abertas e justas;
 Início do processo de adoção de Constituição
2ª Fase - Transição
 Avaliação de progresso por EUA, União Européia,
ONU e Rússia;
 Criação de um Estado palestino com fronteiras
provisórias;
 Restabelecimento de relações entre Estados
árabes e Israel;
 Ação israelense para garantir "o máximo de
contiguidade territorial" aos palestinos;
 Ratificação da Constituição palestina.
3ª Fase - Acordo permanente em 2005
 Conferência de paz (2004) para determinar
formalmente como será o fim do conflito israelo-
palestino;
 Discussão do status final de Jerusalém e outros
temas complexos;
 Criação do Estado palestino com fronteiras
definitivas;
 Discussão do acordo entre Israel, Líbano e Síria.
YASSER ARAFAT ARIEL SHARON
VOCÊ QUEIMARÁ
NO MÁRMORE DO
INFERNO!!
MEUS SOLDADOS
IDEAIS ACABARÃO
COM VOCÊ!!!
I
M
A
G
E
N
S

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

oriente medio
oriente mediooriente medio
oriente medio
 
Aula oriente médio2
Aula oriente médio2Aula oriente médio2
Aula oriente médio2
 
Oriente Médio
Oriente MédioOriente Médio
Oriente Médio
 
Oriente medio geral
Oriente medio geralOriente medio geral
Oriente medio geral
 
Oriente medio
Oriente medioOriente medio
Oriente medio
 
Oriente Medio
Oriente MedioOriente Medio
Oriente Medio
 
O oriente médio e os conflitos
O oriente médio e os conflitosO oriente médio e os conflitos
O oriente médio e os conflitos
 
Oriente MéDio
Oriente MéDioOriente MéDio
Oriente MéDio
 
Conflitos no Mundo Islâmico
Conflitos no Mundo IslâmicoConflitos no Mundo Islâmico
Conflitos no Mundo Islâmico
 
Focos de tensão oriente médio i
Focos de tensão  oriente médio iFocos de tensão  oriente médio i
Focos de tensão oriente médio i
 
Conflitos oriente
Conflitos orienteConflitos oriente
Conflitos oriente
 
Conflitos no Oriente Médio
Conflitos no Oriente MédioConflitos no Oriente Médio
Conflitos no Oriente Médio
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
 
Oriente Médio
Oriente Médio Oriente Médio
Oriente Médio
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
 
Conflitos no oriente médio
Conflitos no oriente médioConflitos no oriente médio
Conflitos no oriente médio
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
 
26. conflitos no oriente médio
26. conflitos no oriente médio26. conflitos no oriente médio
26. conflitos no oriente médio
 
Oriente médio e a palestina
Oriente médio e a palestina Oriente médio e a palestina
Oriente médio e a palestina
 

Destaque

Ásia
ÁsiaÁsia
ÁsiaPAFB
 
áSia localização e quadro natural final
áSia   localização e quadro natural finaláSia   localização e quadro natural final
áSia localização e quadro natural finalLuciano Pessanha
 
Trabalho de Geografia - Áreas de instabilidade geológica
Trabalho de Geografia - Áreas de instabilidade geológicaTrabalho de Geografia - Áreas de instabilidade geológica
Trabalho de Geografia - Áreas de instabilidade geológicaSousaLeitee
 
Descolonização da África e da Ásia -Exercícios de fixação
Descolonização da África e da Ásia -Exercícios de fixaçãoDescolonização da África e da Ásia -Exercícios de fixação
Descolonização da África e da Ásia -Exercícios de fixaçãoJandira Barbosa
 
áSia Aspectos FíSicos
áSia   Aspectos FíSicosáSia   Aspectos FíSicos
áSia Aspectos FíSicosceama
 
Asia quadro humano e economico
Asia   quadro humano e economicoAsia   quadro humano e economico
Asia quadro humano e economicoLuciano Pessanha
 
Geografia.Ásia; aspectos físicos
Geografia.Ásia; aspectos físicosGeografia.Ásia; aspectos físicos
Geografia.Ásia; aspectos físicosJéssica Simões
 
Revista passatempos missionarios 5 asia central
Revista passatempos missionarios 5   asia centralRevista passatempos missionarios 5   asia central
Revista passatempos missionarios 5 asia centralSammis Reachers
 
Guerra Fria na Ásia
Guerra Fria na ÁsiaGuerra Fria na Ásia
Guerra Fria na Ásiaeiprofessor
 
Asia apresentação
Asia   apresentaçãoAsia   apresentação
Asia apresentaçãorobertobraz
 

Destaque (20)

Ásia
ÁsiaÁsia
Ásia
 
O QUADRO NATURAL ASIÁTICO
O QUADRO NATURAL ASIÁTICOO QUADRO NATURAL ASIÁTICO
O QUADRO NATURAL ASIÁTICO
 
áSia Quadro Natural
áSia   Quadro NaturaláSia   Quadro Natural
áSia Quadro Natural
 
9 º ano asia
9 º ano asia9 º ano asia
9 º ano asia
 
Ásia
ÁsiaÁsia
Ásia
 
ÁSIA humano
ÁSIA humanoÁSIA humano
ÁSIA humano
 
Asia_aspectos naturais
Asia_aspectos naturaisAsia_aspectos naturais
Asia_aspectos naturais
 
Continente asiático
Continente asiáticoContinente asiático
Continente asiático
 
áSia localização e quadro natural final
áSia   localização e quadro natural finaláSia   localização e quadro natural final
áSia localização e quadro natural final
 
Trabalho de Geografia - Áreas de instabilidade geológica
Trabalho de Geografia - Áreas de instabilidade geológicaTrabalho de Geografia - Áreas de instabilidade geológica
Trabalho de Geografia - Áreas de instabilidade geológica
 
Descolonização da África e da Ásia -Exercícios de fixação
Descolonização da África e da Ásia -Exercícios de fixaçãoDescolonização da África e da Ásia -Exercícios de fixação
Descolonização da África e da Ásia -Exercícios de fixação
 
Questão judaico palestina
Questão judaico palestinaQuestão judaico palestina
Questão judaico palestina
 
áSia Aspectos FíSicos
áSia   Aspectos FíSicosáSia   Aspectos FíSicos
áSia Aspectos FíSicos
 
Asia quadro humano e economico
Asia   quadro humano e economicoAsia   quadro humano e economico
Asia quadro humano e economico
 
Cartografia básica
Cartografia básicaCartografia básica
Cartografia básica
 
Geografia.Ásia; aspectos físicos
Geografia.Ásia; aspectos físicosGeografia.Ásia; aspectos físicos
Geografia.Ásia; aspectos físicos
 
Continente Asiático
Continente AsiáticoContinente Asiático
Continente Asiático
 
Revista passatempos missionarios 5 asia central
Revista passatempos missionarios 5   asia centralRevista passatempos missionarios 5   asia central
Revista passatempos missionarios 5 asia central
 
Guerra Fria na Ásia
Guerra Fria na ÁsiaGuerra Fria na Ásia
Guerra Fria na Ásia
 
Asia apresentação
Asia   apresentaçãoAsia   apresentação
Asia apresentação
 

Semelhante a Oriente Médio: Região entre Ásia e Europa

Semelhante a Oriente Médio: Região entre Ásia e Europa (20)

Islamismo
IslamismoIslamismo
Islamismo
 
Islamismo
IslamismoIslamismo
Islamismo
 
Fundamentalismos
FundamentalismosFundamentalismos
Fundamentalismos
 
Civilização muçulmana
Civilização muçulmanaCivilização muçulmana
Civilização muçulmana
 
1 oriente medio
1 oriente medio1 oriente medio
1 oriente medio
 
Imperio bizantino e islã 2013
Imperio bizantino e islã 2013Imperio bizantino e islã 2013
Imperio bizantino e islã 2013
 
Idade media2
Idade media2Idade media2
Idade media2
 
Imperio bizantino 2
 Imperio bizantino 2 Imperio bizantino 2
Imperio bizantino 2
 
Islamismo2017
Islamismo2017Islamismo2017
Islamismo2017
 
O Mundo Islâmico Ontem e Hoje.ppt
O Mundo Islâmico Ontem e Hoje.pptO Mundo Islâmico Ontem e Hoje.ppt
O Mundo Islâmico Ontem e Hoje.ppt
 
O Mundo Islâmico Ontem e Hoje.ppt
O Mundo Islâmico Ontem e Hoje.pptO Mundo Islâmico Ontem e Hoje.ppt
O Mundo Islâmico Ontem e Hoje.ppt
 
O mundo islâmico ontem e hoje
O mundo islâmico ontem e hojeO mundo islâmico ontem e hoje
O mundo islâmico ontem e hoje
 
O mundo islâmico ontem e hoje
O mundo islâmico ontem e hojeO mundo islâmico ontem e hoje
O mundo islâmico ontem e hoje
 
Palestina 2009
Palestina 2009Palestina 2009
Palestina 2009
 
Palestina 2009
Palestina 2009Palestina 2009
Palestina 2009
 
Palestina 2009
Palestina 2009Palestina 2009
Palestina 2009
 
Conflito árabe israelense
Conflito árabe   israelenseConflito árabe   israelense
Conflito árabe israelense
 
Filme Islâmico Ofensivo
Filme Islâmico OfensivoFilme Islâmico Ofensivo
Filme Islâmico Ofensivo
 
Revisao jpaulo
Revisao jpauloRevisao jpaulo
Revisao jpaulo
 
O Mundo Islâmico Ontem e Hoje (2).ppt
O Mundo Islâmico Ontem e Hoje (2).pptO Mundo Islâmico Ontem e Hoje (2).ppt
O Mundo Islâmico Ontem e Hoje (2).ppt
 

Mais de Guilherme Lemos

O grupo terrorista Estado Islâmico
O grupo terrorista Estado IslâmicoO grupo terrorista Estado Islâmico
O grupo terrorista Estado IslâmicoGuilherme Lemos
 
Ataque ao jornal satírico Charlie Hebdo
Ataque ao jornal satírico Charlie HebdoAtaque ao jornal satírico Charlie Hebdo
Ataque ao jornal satírico Charlie HebdoGuilherme Lemos
 
Pena de morte - Maratona de Atualidades
Pena de morte - Maratona de AtualidadesPena de morte - Maratona de Atualidades
Pena de morte - Maratona de AtualidadesGuilherme Lemos
 
Código penal drogas e pedofilia 2
Código penal   drogas e pedofilia 2Código penal   drogas e pedofilia 2
Código penal drogas e pedofilia 2Guilherme Lemos
 
PREVISÃO DE ATUALIDADES - DESTAK TURMAS FMJ
PREVISÃO DE ATUALIDADES - DESTAK TURMAS FMJPREVISÃO DE ATUALIDADES - DESTAK TURMAS FMJ
PREVISÃO DE ATUALIDADES - DESTAK TURMAS FMJGuilherme Lemos
 
Relevo Submarino e Eras Geológicas
Relevo Submarino e Eras GeológicasRelevo Submarino e Eras Geológicas
Relevo Submarino e Eras GeológicasGuilherme Lemos
 
ESTRUTURA INTERNA DA TERRA
ESTRUTURA INTERNA DA TERRAESTRUTURA INTERNA DA TERRA
ESTRUTURA INTERNA DA TERRAGuilherme Lemos
 
GASTOS COM A COPA DO MUNDO
GASTOS COM A COPA DO MUNDOGASTOS COM A COPA DO MUNDO
GASTOS COM A COPA DO MUNDOGuilherme Lemos
 
EXPLORANDO MELHOR GASTOS COM A COPA
EXPLORANDO MELHOR GASTOS COM A COPAEXPLORANDO MELHOR GASTOS COM A COPA
EXPLORANDO MELHOR GASTOS COM A COPAGuilherme Lemos
 
LADO B DA COPA DO MUNDO - O LEGADO DO MEGAEVENTO.
LADO B DA COPA DO MUNDO - O LEGADO DO MEGAEVENTO.LADO B DA COPA DO MUNDO - O LEGADO DO MEGAEVENTO.
LADO B DA COPA DO MUNDO - O LEGADO DO MEGAEVENTO.Guilherme Lemos
 
POLÊMICA SOBRE PESQUISA DO IPEA - "NÃO MEREÇO SER ESTUPRADA".
POLÊMICA SOBRE PESQUISA DO IPEA - "NÃO MEREÇO SER ESTUPRADA".POLÊMICA SOBRE PESQUISA DO IPEA - "NÃO MEREÇO SER ESTUPRADA".
POLÊMICA SOBRE PESQUISA DO IPEA - "NÃO MEREÇO SER ESTUPRADA".Guilherme Lemos
 
Marco Civil da Internet - AI-5 DIGITAL OU CONSTITUIÇÃO DA INTERNET?
Marco Civil da Internet - AI-5 DIGITAL OU CONSTITUIÇÃO DA INTERNET?Marco Civil da Internet - AI-5 DIGITAL OU CONSTITUIÇÃO DA INTERNET?
Marco Civil da Internet - AI-5 DIGITAL OU CONSTITUIÇÃO DA INTERNET?Guilherme Lemos
 
TRÁFICO HUMANO - CF 2014 - UNODC
TRÁFICO HUMANO - CF 2014 - UNODCTRÁFICO HUMANO - CF 2014 - UNODC
TRÁFICO HUMANO - CF 2014 - UNODCGuilherme Lemos
 
Eutanásia na sociedade atual
Eutanásia na sociedade atualEutanásia na sociedade atual
Eutanásia na sociedade atualGuilherme Lemos
 
MAPA DA VIOLÊNCIA: PEDRINHAS -MARANHÃO.
MAPA DA VIOLÊNCIA: PEDRINHAS -MARANHÃO.MAPA DA VIOLÊNCIA: PEDRINHAS -MARANHÃO.
MAPA DA VIOLÊNCIA: PEDRINHAS -MARANHÃO.Guilherme Lemos
 
PROTESTOS NA UCRÂNIA: A DISPUTA DE FORÇAS.
PROTESTOS NA UCRÂNIA: A DISPUTA DE FORÇAS.PROTESTOS NA UCRÂNIA: A DISPUTA DE FORÇAS.
PROTESTOS NA UCRÂNIA: A DISPUTA DE FORÇAS.Guilherme Lemos
 
COPA DO MUNDO NO BRASIL: FRANCE FOOTBALL
COPA DO MUNDO NO BRASIL: FRANCE FOOTBALLCOPA DO MUNDO NO BRASIL: FRANCE FOOTBALL
COPA DO MUNDO NO BRASIL: FRANCE FOOTBALLGuilherme Lemos
 
PROTESTOS NA VENEZUELA-MOVIMENTO 12F OU A SAÍDA EU APOIO!
PROTESTOS NA VENEZUELA-MOVIMENTO 12F OU A SAÍDA EU APOIO!PROTESTOS NA VENEZUELA-MOVIMENTO 12F OU A SAÍDA EU APOIO!
PROTESTOS NA VENEZUELA-MOVIMENTO 12F OU A SAÍDA EU APOIO!Guilherme Lemos
 

Mais de Guilherme Lemos (20)

O grupo terrorista Estado Islâmico
O grupo terrorista Estado IslâmicoO grupo terrorista Estado Islâmico
O grupo terrorista Estado Islâmico
 
Ataque ao jornal satírico Charlie Hebdo
Ataque ao jornal satírico Charlie HebdoAtaque ao jornal satírico Charlie Hebdo
Ataque ao jornal satírico Charlie Hebdo
 
Pátria Educadora
Pátria EducadoraPátria Educadora
Pátria Educadora
 
Pena de morte - Maratona de Atualidades
Pena de morte - Maratona de AtualidadesPena de morte - Maratona de Atualidades
Pena de morte - Maratona de Atualidades
 
Código penal drogas e pedofilia 2
Código penal   drogas e pedofilia 2Código penal   drogas e pedofilia 2
Código penal drogas e pedofilia 2
 
PREVISÃO DE ATUALIDADES - DESTAK TURMAS FMJ
PREVISÃO DE ATUALIDADES - DESTAK TURMAS FMJPREVISÃO DE ATUALIDADES - DESTAK TURMAS FMJ
PREVISÃO DE ATUALIDADES - DESTAK TURMAS FMJ
 
Relevo Submarino e Eras Geológicas
Relevo Submarino e Eras GeológicasRelevo Submarino e Eras Geológicas
Relevo Submarino e Eras Geológicas
 
ESTRUTURA INTERNA DA TERRA
ESTRUTURA INTERNA DA TERRAESTRUTURA INTERNA DA TERRA
ESTRUTURA INTERNA DA TERRA
 
CRISE DA PETROBRÁS
CRISE DA PETROBRÁSCRISE DA PETROBRÁS
CRISE DA PETROBRÁS
 
GASTOS COM A COPA DO MUNDO
GASTOS COM A COPA DO MUNDOGASTOS COM A COPA DO MUNDO
GASTOS COM A COPA DO MUNDO
 
EXPLORANDO MELHOR GASTOS COM A COPA
EXPLORANDO MELHOR GASTOS COM A COPAEXPLORANDO MELHOR GASTOS COM A COPA
EXPLORANDO MELHOR GASTOS COM A COPA
 
LADO B DA COPA DO MUNDO - O LEGADO DO MEGAEVENTO.
LADO B DA COPA DO MUNDO - O LEGADO DO MEGAEVENTO.LADO B DA COPA DO MUNDO - O LEGADO DO MEGAEVENTO.
LADO B DA COPA DO MUNDO - O LEGADO DO MEGAEVENTO.
 
POLÊMICA SOBRE PESQUISA DO IPEA - "NÃO MEREÇO SER ESTUPRADA".
POLÊMICA SOBRE PESQUISA DO IPEA - "NÃO MEREÇO SER ESTUPRADA".POLÊMICA SOBRE PESQUISA DO IPEA - "NÃO MEREÇO SER ESTUPRADA".
POLÊMICA SOBRE PESQUISA DO IPEA - "NÃO MEREÇO SER ESTUPRADA".
 
Marco Civil da Internet - AI-5 DIGITAL OU CONSTITUIÇÃO DA INTERNET?
Marco Civil da Internet - AI-5 DIGITAL OU CONSTITUIÇÃO DA INTERNET?Marco Civil da Internet - AI-5 DIGITAL OU CONSTITUIÇÃO DA INTERNET?
Marco Civil da Internet - AI-5 DIGITAL OU CONSTITUIÇÃO DA INTERNET?
 
TRÁFICO HUMANO - CF 2014 - UNODC
TRÁFICO HUMANO - CF 2014 - UNODCTRÁFICO HUMANO - CF 2014 - UNODC
TRÁFICO HUMANO - CF 2014 - UNODC
 
Eutanásia na sociedade atual
Eutanásia na sociedade atualEutanásia na sociedade atual
Eutanásia na sociedade atual
 
MAPA DA VIOLÊNCIA: PEDRINHAS -MARANHÃO.
MAPA DA VIOLÊNCIA: PEDRINHAS -MARANHÃO.MAPA DA VIOLÊNCIA: PEDRINHAS -MARANHÃO.
MAPA DA VIOLÊNCIA: PEDRINHAS -MARANHÃO.
 
PROTESTOS NA UCRÂNIA: A DISPUTA DE FORÇAS.
PROTESTOS NA UCRÂNIA: A DISPUTA DE FORÇAS.PROTESTOS NA UCRÂNIA: A DISPUTA DE FORÇAS.
PROTESTOS NA UCRÂNIA: A DISPUTA DE FORÇAS.
 
COPA DO MUNDO NO BRASIL: FRANCE FOOTBALL
COPA DO MUNDO NO BRASIL: FRANCE FOOTBALLCOPA DO MUNDO NO BRASIL: FRANCE FOOTBALL
COPA DO MUNDO NO BRASIL: FRANCE FOOTBALL
 
PROTESTOS NA VENEZUELA-MOVIMENTO 12F OU A SAÍDA EU APOIO!
PROTESTOS NA VENEZUELA-MOVIMENTO 12F OU A SAÍDA EU APOIO!PROTESTOS NA VENEZUELA-MOVIMENTO 12F OU A SAÍDA EU APOIO!
PROTESTOS NA VENEZUELA-MOVIMENTO 12F OU A SAÍDA EU APOIO!
 

Último

Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 

Último (20)

Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 

Oriente Médio: Região entre Ásia e Europa

  • 1.
  • 2.
  • 3. ORIENTE MÉDIO: TAMBÉM CHAMADO DE ÁSIA OCIDENTAL OU DO LEVANTE. PEQUENA FRAÇÃO DA ÁSIA. SUPERFÍCIE: 7,2 MILHÕES DE KM2. (ÁSIA: 44 MILHÕES DE KM2). CORTADO PELO TRÓPICO DE CÂNCER. (PENÍNSULA ARÁBICA) POPULAÇÃO: 300 MILHÕES DE HABITANTES. FORMADO POR 17 PAÍSES (PARTE
  • 4. REGIÕES - ORIENTE MÉDIO  POPULAÇÃO: ÁRABE.  RELIGIÃO: ISLAMISMO  ECONOMIA: BASEADA NO PETRÓLEO  EXCEÇÕES: ISRAEL – POPULAÇÃO E RELIGIÃO JUDAICA E INDUSTRIALIZADA TURQUIA – EURASIÁTICA E INDUSTRIALIZADA  ASPECTOS FÍSICOS:  PREDOMINÂNCIA DE DESERTOS  PLANÍCIE DA MESOPOTÂMIA  MONTES ZAGROS  RIOS: TIGRE E EUFRATES  VEGETAÇÃO: XERÓFILA (ESTEPES ÁRIDAS) E MEDITERRÂNEA  ZONA DE CONFLITOS: ISRAELENSES / ÁRABES
  • 5. O ISLÃ: • ALCORÃO: • - LIVRO SAGRADO. • SUNA: • - COLUNAS DA RELIGIÃO. SISTEMA SOCIAL •IDADE DO OURO. IDADE DA IGNORÂNCIA
  • 6. Xiitas São partidários de Ali, marido de Fátima, filha de Maomé. São os líderes da comunidade e continuadores da missão espiritual de Maomé. Possuem sua própria interpretação da Sharia, que é o corpo da Lei religiosa que orienta os Sunitas e os Xiitas. O Islão não faz bem a distinção entre vida religiosa e secular, e portanto a Sharia cobre não só o rituais religiosos e a administração Os principais grupos muçulmanos Sunitas São os seguidores da tradição do profeta, continuada por All- Abbas, seu tio. Aproximadamente 85% dos muçulmanos do mundo fazem parte do grupo sunita. De acordo com os sunitas, a autoridade espiritual pertence a toda comunidade. Os muçulmanos estão divididos em dois grandes grupos: SADDAM HUSSEIN FOI CONDENADO À MORTE POR ENFORCAMENTO PELO ALTO TRIBUNAL PENAL IRAQUIANO, PELA EXECUÇÃO DE 148 XIITAS DE DUJAIL.
  • 7. O Islamismo é atualmente a segunda maior religião do mundo, dominando acima de 50% das nações em três continentes. O número de adeptos que professam a religião mundialmente já passa dos 935 milhões. Crescimento do Islão: 11setembro.2001.googlepages.com
  • 8. Ser árabe não pode ser confundido com ser muçulmano. O islamismo surgiu entre os árabes mas, hoje, eles são apenas cerca de 20% do total de muçulmanos no mundo. Com o liberalismo religioso da maior parte do Ocidente, os muçulmanos se espalham com alguma facilidade. • Mais de 50 milhões se encontram na China. • Existem mais de 100 milhões de muçulmanos na Índia. • Mais de 2 milhões estão nos Estados Unidos. • Na Europa, berço da civilização cristã, existem 20 milhões de muçulmanos, e quase metade deles está instalada na Europa Ocidental. Há mesquitas até em Roma. Distribuição da população muçulmana:
  • 9. A vida religiosa do muçulmano tem práticas bastante rigorosas, as quais são chamadas de “Colunas da Religião”. As cinco Colunas do Islamismo: 1 - Preces cotidianas : São feitas cinco vezes ao dia, cada vez em uma posição diferente (de pé, ajoelhado, rosto no chão, etc), e virados em direção à Meca. A chamada para a oração é feita por uma corneta, denominada de muezim, dentro de uma torre chamada de minarete, a qual faz parte de um santuário ou lugar público de adoração conhecido como mesquita. workforall.net
  • 10. 2 - Observação do mês de Ramadã: o qual comemora a primeira revelação do Corão recebida por Maomé. Durante um mês, as pessoas jejuam desde o nascer até o pôr do sol. Segundo eles, os portões do paraíso abrem, os do inferno fecham, e os que jejuam têm seus pecados perdoados. As cinco Colunas do Islamismo: Desde a revolução de 1979 e a instauração da República Islâmica do Irã, as autoridades castigam até com chicotadas quem infringirem público as privações estabelecidas pelo jejum. workforall.net
  • 11. 3 - O Jihad, ou guerra santa: É a batalha por meio da qual se atinge um dos objetivos do islamismo, que é reformar o mundo. Qualquer muçulmano que morra numa guerra defendendo os direitos do islamismo ou de Alá, já tem sua vida eterna garantida. Por esta razão, todos que tomam parte dessa “guerra santa”, não têm medo de morrer ou de passar por nenhum risco. As cinco Colunas do Islamismo workforall.ne t
  • 12. 4 - Pagamento do zakat: É o imposto anual de 2.5% do lucro pessoal, como forma de purificação e ajuda aos pobres. As cinco Colunas do Islamismo Também ofertam para a riquíssima Liga Muçulmana que é uma organização política na Índia e que desenvolveu um papel importante na criação do Paquistão como um Estado islâmico dentro do subcontinente indiano. www.uniaonet.com
  • 13. É cada vez maior a peregrinação anual a Meca, um dos pilares do Islã 5 - Peregrinação para Meca : Esta peregrinação é obrigatória pelo menos uma vez na vida, para qualquer muçulmano, homem ou mulher, que for mental, financeira e fisicamente apto. O peregrino tem de ter possibilidades financeiras para cobrir os gastos pessoais e familiares, pagar as suas dívidas ou pelos menos aprovisionar as mesmas, até a peregrinação acabar. As cinco Colunas do Islamismo www.comunidadeislamica.pt
  • 14. A cidade de Meca, onde fica a pedra negra, também conhecida como Caaba. A Caaba é o local de adoração que Deus ordenou Abraão e Ismael construírem há aproximadamente 4000 anos atrás. A construção foi feita de pedra, a qual, muitos acreditam, foi o local original de um santuário estabelecido por Adão.Deus ordenou a Abraão a convocar toda a humanidade para visitar o local, e quando os peregrinos lá vão, dizem "Eis - nos aqui, ó Senhor!", em reposta à tal convocação. Os três locais sagrados para os muçulmanos A cidade de Medina, local onde Maomé construiu a primeira Mesquita (templo religioso dos muçulmanos). A cidade de Jerusalém, cidade onde o profeta subiu ao céu e foi ao paraíso para encontrar com Moises e Jesus. www.allposters.com www.allposters.com
  • 17. A QUESTÃ PALESTINA  Palestina -região de interesse geopolítico - petróleo;
  • 18. MAR MORTO – Fronteira entre a Palestina (Israel) e a Jordânia. Depressão absoluta alimentada até a alguns anos pelo rio Jordão. Perde aproximadamente 1 metro de área por ano.
  • 19.
  • 20. • Característica do conflito: – APARÊNCIA: diferença étnica- religiosa – disputa pela terra santa - Jerusalém: cidade sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos; – ESSÊNCIA: questão espacial (“luta pela terra”) - mensagem de jornal árabe de Haifa (final do século XIX): “...dos judeus não comprem nada, exceto terras; aos judeus vendam tudo, exceto terras”;
  • 21. Criança palestina arremessa pedra em tanque israelense. É a intifada. Grande probabilidade de ser um homem-bomba de grupos terroristas no futuro.
  • 22. O estrago num hotel em Netanya: homem-bomba na sala de jantar, onde tinha início ao banquete de comemoração da Páscoa judaica (Pessach).
  • 23. Suicida palestino explodiu um restaurante de Haifa: 17 mortos e 35 feridos.
  • 24. H A M AS  Líder: Ahmed Yassin ( JÁ FALECIDO )  Características: grupo com um braço militar e outro político. O político faz trabalhos sociais em campos de refugiados. O militar foi o primeiro a usar homens-bomba na região, em 1992;  Objetivo: destruir Israel e criar um Estado islâmico na região, sob o controle dos palestinos;  Efetivo: entre 200 e 300 militantes. Tem facilidade em recrutar voluntários porque é atualmente a facção mais popular entre os palestinos.
  • 25. JIHAD ISLÂMICA  Líder: Ramadan Shallah, ex-professor da Universidade do Estado da Flórida;  Características: é a mais independente das facções extremistas. Recebe financiamento principalmente do Irã;  Objetivo: destruir Israel e criar um Estado islâmico na região, sob o controle dos palestinos;  Efetivo: entre setenta e 100 terroristas. Tem dificuldade para recrutar colaboradores por contar com apoio restrito da população
  • 26. BRIGADA AL AQSA  Líder: Marwan Barghouti;  Características: em tese, é uma dissidência do grupo chefiado por Yasser Arafat, a Fatah. Apareceu recentemente, depois do fracasso das negociações de paz. Responde hoje por cerca de 70% dos atentados contra israelenses;  Objetivo: assustar os israelenses de modo a obter maiores concessões numa negociação de paz;  Efetivo: cerca de 1 000 homens .
  • 27. HEZBOLAH  Líder: Xeque Hassan Nasrallah;  Características: grupo fundamentalista xiita do Líbano que existe desde 1982. Foi criado para combater as tropas israelenses que ocupavam o sul do país. É sustentado pelos iranianos. Suas lideranças decidiram apoiar os palestinos;  Objetivo: criar um Estado islâmico no Líbano, destruir Israel e transformar Jerusalém numa cidade muçulmana;  Efetivo: cerca de 800 combatentes ativos e 2 000 reservistas .
  • 28. RATIFICAÇÃO DO ACORDO DE OSLO EM WASHINGTON. RABIN (ex. PRIMEIRO MINSTRO ISRAELENSE); CLINTON E ARAFAT (PRESIDENTE DA AUTORIDADE PALESTINA)
  • 29.  2000 – Início de uma nova Intifada, motivada pela visita do então líder da oposição israelense, Ariel Sharon à Esplanada das Mesquitas, local mais sagrado de Jerusalém para palestinos e judeus (que o chamam de Monte do Templo), provocando protestos palestinos. Desde então, novos protestos de palestinos em Gaza e Cisjordânia e de árabes israelenses dentro de Israel já fizeram cerca de 800 mortes, a quase totalidade palestina ou árabe israelense.
  • 30.  2003 - Assinatura de um novo Acordo de Paz, com os seguinte pontos: 1ª Fase – Implantação Imediata Medidas Adotadas pelos Israelenses  Compromisso com a criação de um Estado palestino soberano;  Fim das ações militares contra palestinos;  Desocupação de áreas sob autoridade palestina reocupadas na Intifada;  Operações de segurança conjunta;
  • 31.  Desmantelamento de assentamentos construídos a partir de março de 2001;  Congelamento da construção de novos assentamentos na Cisjordânia e na faixa de Gaza;  Relaxamento das restrições ao tráfego entre cidades palestinas;  Autorização da entrada de trabalhadores palestinos no país;  Libertação de prisioneiros;  Fim das demolições de casas de militantes palestinos.
  • 32. Medidas Adotadas pelos Palestinos  Admissão do direito de Israel existir em paz;  Fim do incitamento à violência contra israelenses;  Combate aos grupos terroristas e a suas atividades ilegais;  Controle das forças de segurança pelo ministro do Interior;  Eleições livres, abertas e justas;  Início do processo de adoção de Constituição
  • 33. 2ª Fase - Transição  Avaliação de progresso por EUA, União Européia, ONU e Rússia;  Criação de um Estado palestino com fronteiras provisórias;  Restabelecimento de relações entre Estados árabes e Israel;  Ação israelense para garantir "o máximo de contiguidade territorial" aos palestinos;  Ratificação da Constituição palestina.
  • 34. 3ª Fase - Acordo permanente em 2005  Conferência de paz (2004) para determinar formalmente como será o fim do conflito israelo- palestino;  Discussão do status final de Jerusalém e outros temas complexos;  Criação do Estado palestino com fronteiras definitivas;  Discussão do acordo entre Israel, Líbano e Síria.
  • 35.
  • 36. YASSER ARAFAT ARIEL SHARON VOCÊ QUEIMARÁ NO MÁRMORE DO INFERNO!! MEUS SOLDADOS IDEAIS ACABARÃO COM VOCÊ!!! I M A G E N S