ACO

582 visualizações

Publicada em

Anticoncepcionais orais, basico

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
582
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ACO

  1. 1. Olá, boa tarde! Última semana na MCD, bora fazer essa aula em 30 min e dar no pé! Guilherme A. Debortoli
  2. 2.   Não combinado – Progesterona pura  Minipílula  Combinados – Estrogênio + Progesterona  Monofásicos  Bifásicos  Trifásicos Tipos de ACOs
  3. 3.   Estrogênio – etinilestradiol ( T O D O S ) +  Progesterona  Derivados da 17-hidroxiprogesterona  Efeito antiandrogênico  Acetato de ciproterona; acetato de clormadinona  Derivados da 19-hidroxiprogesterona  Efeito androgênico  Estranos: Noretisterona, acetato de norestisterona, etc  Gonanos: Levonorgestrel; desogestrel, gestodeno, etc  Derivados da Espironolactona  Efeito antiandrogênico  Drospirenona  Exceções  Acetato de medroxiprogesterona (17)- ANDROGÊNICO  Anti-mineralocorticóide: Gestodeno e drospirenona Combinados
  4. 4.   Considerada baixa ou alta conforme a quantidade de estrogênio (etinilestradiol):  Alta > 50 mcg  Média – 50 mcg  Baixa – 30-35 mcg  Muito baixa – 15-20 mcg de estradiol  Há o aumento do risco de TVP com >35 mcg Dosagens
  5. 5.   Combinados: Bloqueio do eixo hipotálamo hipofisário. Suprimem o Lh e FSH basais e diminuem a capacidade da hipófise de secretar gonadotrofinas, quando estimulada pelo GnRH.  Resumo: Não tem o pico de LH para a ovulação e não tem produção de estrógeno.  Progestágenos: Atrofia de endométrio, alteração do muco cervical (mais espesso) e alteração de peristaltismo tubário. Mecanismo
  6. 6.   Amamentação / pós-parto  Fumo  HAS  História de TVP e TEP  Hiperlipidemias  DM com nefro, retino ou neuropatias - + de 20 anos  Alteração cardíaca  Enxaquecas  Ca mama  Doenças hepáticas  Uso de Rifampicina ou anticonvulsivantes Principais Contra-indicações
  7. 7.   Fármacos que reduzem a eficácia dos ACO  Rifampicina, Tetraciclina, Amoxicilina, Doxiciclina, Eritromicina, Penicilina, anticonvulsivantes (fenobarbital, carbamazepina, fenitoina, primidona...) e alguns anti-retrovirais (nelfinavir, ritonavir, lopinavir e neviparina)  Fármacos que tem ação reduzida pelos ACO  Metildopa, Guanetidina, Insulina Interações Medicamentosas
  8. 8.   Benéficos  Regulariza o ciclo menstrual  Alívio da TPM (diminui fluxo e dismenorréia)  Diminui o risco de DIP,  Diminui o risco de neoplasia de ovário e endométrio  Maléficos  Estrógenos: Cefaléia, tonteita, vômito, náusea, edema...  Progestógenos: Depressão, cansaço, alteração da libido, amenorréia, acne, ganho de peso..... Efeitos benéficos e maléficos
  9. 9.   O mais comum é o esquema de 21 cp com pausa de 7 dias, reiniciando o tratamento no 8 dia.  Iniciar o tratamento no primeiro dia de sangramento da menstruação  Tomar SEMPRE no mesmo horário  Há esquemas com 22, 24 cp e também ininterruptos Modo de uso
  10. 10.   Se esquecer de tomar uma pílula  Tomar assim que lembrar  Tomar a seguinte no horário regular  Terminar a cartela normalmente  Se esquecer de tomar duas ou mais  Orientar usar camisinha, usar espermicidas e/ou evitar relações por 7 dias  Tomas uma pílula imediatamente  Contar quantas restam na cartela:  >7: terminar a cartela normalmente  <7: terminar a cartela e não fazer a pausa Esquecimento da pílula
  11. 11.   Dose baixa de progestágeno (metade à 1/10 de um ACO combinado)  Usada principalmente na lactação, seis semanas após o parto  Contraindicações quase iguais as combinadas, mas podem ser usaas em doenças mamárias, HAS e cardiopatias valvares.  Principais: Levonorgestrel, Noretisterona, Linestrenol Mini
  12. 12.

×