DETHOX
WORKSHOP DE FERRAMENTAS DE APRENDIZAGEM VIVA DO EXTRAMUROS ESCOLA DE PROJETOS
“O conflito só se torna perigoso
quando tentamos fugir dele. Não se
trata de um problema que precisa
de solução e sim de u...
DETHOX
Método verbal e não-verbal, com base
na leitura corporal e no diálogo tônico,
de modo a aperfeiçoar e ampliar a
com...
VISÃO SISTEMICA
ESCUTA AFETIVA
DIÁLOGO TÔNICO
INTERSEÇÃO
O QUE É COMUNICAÇÃO AFETIVA?
COMUNICAÇÃO AFETIVA
O QUE É?
A Comunicação Afetiva é uma ferramenta de observação e ação
para se obter a maior eficiência ...
DESPROGRAMAÇÃO SISTÊMICA
Primeiro passo para se colocar em prática uma EDUCAÇÃO
CONSCIENTE E TRANSFORMADORA é olhar pra de...
DESPROGRAMAÇÃO SISTÊMICA
Não sei que não sei.
Fechem os olhos.
Imagine você quando criança, ainda bem pequeno, antes dos t...
DINÂMICA DAS POSIÇÕES
1 2
3 4
1 – EU: Como você percebe o outro, a partir de sua própria
visão de mundo?
2 – O OUTRO: No l...
DINÂMICA DO OLHAR
A
B C
Em trio, Pessoa A olha para a pessoa B de
maneira afetiva, empática e sem julgamento.
Pessoa C obs...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dethox comunicação afetiva oficial

399 visualizações

Publicada em

Ferramenta de aprendizagem viva do EXTRAMUROS ESCOLA DE PROJETOS

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
399
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dethox comunicação afetiva oficial

  1. 1. DETHOX WORKSHOP DE FERRAMENTAS DE APRENDIZAGEM VIVA DO EXTRAMUROS ESCOLA DE PROJETOS
  2. 2. “O conflito só se torna perigoso quando tentamos fugir dele. Não se trata de um problema que precisa de solução e sim de um fenômeno que precisa de entendimento. Todo conflito é uma oportunidade para a intimidade”. Dominic Barter FATO: SOMOS CADA VEZ MENOS SENSÍVEIS AO OUTRO
  3. 3. DETHOX Método verbal e não-verbal, com base na leitura corporal e no diálogo tônico, de modo a aperfeiçoar e ampliar a comunicação entre pessoas. COMUNICAÇÃO AFETIVA
  4. 4. VISÃO SISTEMICA ESCUTA AFETIVA DIÁLOGO TÔNICO INTERSEÇÃO O QUE É COMUNICAÇÃO AFETIVA?
  5. 5. COMUNICAÇÃO AFETIVA O QUE É? A Comunicação Afetiva é uma ferramenta de observação e ação para se obter a maior eficiência possível nas relações de aprendizagem e de convivência familiar, institucional e empresarial ou de qualquer universo que envolva pessoas. É uma facilitadora para o sucesso na comunicação e relação, favorecendo a abertura de consciência em nível sutil. Ela surge da interseção entre a Visão Sistêmica, da Escuta Afetiva, e do conceito de Diálogo Tônico. PARA QUE USAMOS? Usamos a comunicação afetiva para melhorar a comunicação e percepção daquele com quem interagimos. Seja uma criança que acompanhamos o desenvolvimento, seja uma criança que facilitamos a aprendizagem, um adolescente ou um jovem que apoiamos a empreender ou ajudando educadores, famílias e pessoas que desejam melhor compreender a relação em que estão envolvidos. COMO USAMOS? Usamos a partir da consciência e aceitação de que existem influências de forças e ordens inconscientes no campo de comunicação verbal e não-verbal, que elas agem facilitando ou dificultando a comunicação. Através da visão sistêmica, do diálogo tônico e da escuta afetiva.
  6. 6. DESPROGRAMAÇÃO SISTÊMICA Primeiro passo para se colocar em prática uma EDUCAÇÃO CONSCIENTE E TRANSFORMADORA é olhar pra dentro de nós mesmo e identificar os padrões educacionais aos quais fomos condicionados.São muitos os programas, mas, um dos primordiais, é aquele que afirma que não somos capazes de agir espontaneamente e assumir nossa própria potência. Para abrir nossa consciência e expandir a possibilidade de tomar decisões.Para aumentar nossa capacidade de perceber as pessoas, suas dinâmicas relacionais e evitar julgamentos, Considerando que todos têm uma história sistêmica familiar e tendem a honra -la, aceitando essa influência e as direcionando uma boa percepção. DINÂMICA DAS POSIÇÕES DINÂMICA DO OLHAR Tendo a consciência do diálogo tônico, podemos nos colocar em atitude corporal e postural de acolhimento e aceitação da expressão verbal ou não- verbal daquele com quem nos comunicamos. Modulando a postura corporal para demonstrar aceitação, acolhimento e interesse pelo comunicador.
  7. 7. DESPROGRAMAÇÃO SISTÊMICA Não sei que não sei. Fechem os olhos. Imagine você quando criança, ainda bem pequeno, antes dos três anos. Imagine você num campo sistêmico onde a expressão é: NÃO SEI QUE NÃO SEI. Imagine o que essa criança faz, qual o seu movimento, no que ela investe? Imagine a presença de um Adulto Afetivo que apenas acompanha o seu movimento e a apoia. Que não a desabilita em nenhum momento. Que aoperceber a possibilidade de um risco, apenas se aproxima de você, mas não invalida ou impede a sua ação ou decisão. Percebam o que sente essa criança na presença de uma BOA PERCEPÇÃO. Então, vejam no que ela vai se tornar. Percebam mais do que você pode ver. Percebam um GRANDE DESENVOLVIMENTO. Espere, até que surja uma BOA PALAVRA a partir dessa PERCEPÇÃO. Teste essa palavra, mentalmente, a partir do EFEITO que ela vai ter sobre a criança, caso digamos essa palavra a ela. Pode ser uma frase, tipo: “Você é alguém”.
  8. 8. DINÂMICA DAS POSIÇÕES 1 2 3 4 1 – EU: Como você percebe o outro, a partir de sua própria visão de mundo? 2 – O OUTRO: No lugar do outro, como você percebe a situação? 3 – OBSERVADOR: Isenção – O que se observa sobre a relação ou situação? 4 – SISTEMA: Do ponto de vista do sistema, como esta o relacionamento?
  9. 9. DINÂMICA DO OLHAR A B C Em trio, Pessoa A olha para a pessoa B de maneira afetiva, empática e sem julgamento. Pessoa C observa e controla o tempo de 1 minuto. Pessoa A dá feedback sobre sua sensação ao Ser Visto para B (30 segundos). Troca até que todos tenham passado por todas as situações.

×