Gestão da Qualidade dos Sites Internet Luís Vidigal INA – 5 e 6 de Novembro de 2007
http://qualidadesites.no.sapo.pt/
Fases do desenvolvimento de um sítio Web <ul><li>Planear  </li></ul><ul><li>Analisar  </li></ul><ul><li>Design  </li></ul>...
Objectivo e a visão para o sítio <ul><li>Qual é a finalidade  do sítio?  </li></ul><ul><li>Quais são os  objectivos  do sí...
Usabilidade <ul><li>É a eficácia, eficiência e satisfação com que um conjunto específico de utilizadores consegue cumprir ...
Usabilidade <ul><li>É um atributo de qualidade usado para aferir a facilidade de utilização de interfaces entre sistemas i...
Corolários da Usabilidade <ul><li>Fácil de aprender </li></ul><ul><li>Difícil de esquecer </li></ul><ul><li>Minimizar o pe...
Benefícios da Usabilidade <ul><li>Reduzir o nível de experiência inicial </li></ul><ul><li>necessária dos utilizadores par...
Estágios da Concepção Centrada no Utilizador <ul><li>Pesquisa e Planeamento : Estabelecimento da direcção do projecto, obj...
Métodos de Usabilidade <ul><li>Classificação por Cartões </li></ul><ul><li>Entrevistas Contextuais </li></ul><ul><li>Grupo...
Concepção e design de sistemas As Quatro Dimensões <ul><li>Navegação  efectiva </li></ul><ul><ul><li>Os utilizadores encon...
Factores (objectivos) de Avaliação de Usabilidade <ul><li>Facilidade de Aprendizagem </li></ul><ul><li>Eficiência de Uso <...
Navegabilidade <ul><li>Onde estou? </li></ul><ul><li>Onde posso ir? </li></ul><ul><li>Como vou? </li></ul><ul><li>Como reg...
A estruturação de conteúdos <ul><li>Estrutura Hierárquica  (através de menus de acesso): </li></ul><ul><ul><li>Um único ní...
Os Princípios da Boa Navegação <ul><li>Questões para uma boa navegação: </li></ul><ul><ul><li>Qual é a primeira coisa que ...
Porquê páginas tipo? <ul><li>A maior parte das páginas de qualquer sítio web podem (devem!) ser suportadas com um máximo d...
Tipos de Templates Standard Exemplos de páginas tipo para efeitos de navegação <ul><li>Informação Massiva </li></ul><ul><l...
Tipos de Templates Standard Exemplos de templates standard para efeitos de demonstração e exploração <ul><li>Documentos </...
Página Principal (“Home Page”) <ul><li>Front Page </li></ul><ul><ul><li>URL principal de um dado sítio </li></ul></ul><ul>...
A boa navegação começa em casa <ul><li>A página principal deve: </li></ul><ul><ul><li>Estabelecer desde logo um modelo con...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Qualidade De Sites no INA ey5yb4y

783 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
783
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
30
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Qualidade De Sites no INA ey5yb4y

  1. 1. Gestão da Qualidade dos Sites Internet Luís Vidigal INA – 5 e 6 de Novembro de 2007
  2. 2. http://qualidadesites.no.sapo.pt/
  3. 3. Fases do desenvolvimento de um sítio Web <ul><li>Planear </li></ul><ul><li>Analisar </li></ul><ul><li>Design </li></ul><ul><li>Teste e refinamento </li></ul>
  4. 4. Objectivo e a visão para o sítio <ul><li>Qual é a finalidade do sítio? </li></ul><ul><li>Quais são os objectivos do sítio? </li></ul>
  5. 5. Usabilidade <ul><li>É a eficácia, eficiência e satisfação com que um conjunto específico de utilizadores consegue cumprir um conjunto concreto de tarefas num determinado ambiente </li></ul>ISO (International Standard Organization)
  6. 6. Usabilidade <ul><li>É um atributo de qualidade usado para aferir a facilidade de utilização de interfaces entre sistemas informáticos e utilizadores </li></ul>Jakob Nielsen (Usability, 2003)
  7. 7. Corolários da Usabilidade <ul><li>Fácil de aprender </li></ul><ul><li>Difícil de esquecer </li></ul><ul><li>Minimizar o peso do trabalho </li></ul><ul><li>Reduzir a carga de trabalho </li></ul><ul><li>Encorajar e premiar a experimentação </li></ul><ul><li>Antecipar e perdoar erros </li></ul><ul><li>Proporcionar sempre feedback </li></ul><ul><li>Satisfatório e se possível agradável </li></ul>
  8. 8. Benefícios da Usabilidade <ul><li>Reduzir o nível de experiência inicial </li></ul><ul><li>necessária dos utilizadores para dominar o </li></ul><ul><li>sistema </li></ul><ul><li>Reduzir os custos de formação </li></ul><ul><li>Melhorar a performance geral do sistema </li></ul><ul><li>Reduzir os erros </li></ul><ul><li>Aumentar a satisfação no trabalho </li></ul><ul><li>Reduzir custos gerais </li></ul><ul><li>Menos solicitações ao serviço de apoio (help desk) </li></ul>
  9. 9. Estágios da Concepção Centrada no Utilizador <ul><li>Pesquisa e Planeamento : Estabelecimento da direcção do projecto, objectivos, valores de brand e necessidades dos utilizadores. </li></ul><ul><li>Conceptualização : Criação de modelos detalhados de tarefas correntes e futuras (eventualmente, reconceptualizadas) e organização de tarefas e conteúdos. </li></ul><ul><li>Concepção da Navegação : Definição do modelo navegacional para todas as páginas, e concepção básica (criação de templates) das páginas mais importantes. </li></ul><ul><li>Desenho Detalhado de “Páginas” : Integra os aspectos relacionados com a apresentação, conteúdos e interacção em diversos tipos de página. (e durante todo este processo, TESTAR sempre!) </li></ul>
  10. 10. Métodos de Usabilidade <ul><li>Classificação por Cartões </li></ul><ul><li>Entrevistas Contextuais </li></ul><ul><li>Grupos de Foco (Focal Groups) </li></ul><ul><li>Avaliação Heurística (a partir de guiões) </li></ul><ul><li>Entrevistas Individuais </li></ul><ul><li>Projectos Paralelos </li></ul><ul><li>Utilizador Ficcionado </li></ul><ul><li>Prototipagem </li></ul><ul><li>Questionários Online </li></ul><ul><li>Análise de Funções </li></ul><ul><li>Testes à Usabilidade </li></ul><ul><li>Casos do Utilizador ( Use Cases ) </li></ul><ul><li>Escrever para a Web </li></ul>http://www.usability.gov/methods/
  11. 11. Concepção e design de sistemas As Quatro Dimensões <ul><li>Navegação efectiva </li></ul><ul><ul><li>Os utilizadores encontram facilmente os serviços propostos? </li></ul></ul><ul><li>Concepção dos conteúdos </li></ul><ul><ul><li>O que está disponível é o que os utilizadores querem? </li></ul></ul><ul><li>Design Gráfico atractivo </li></ul><ul><ul><li>A apresentação visual pode reforçar o valor da experiência de utilização e facilitar a compreensão dos conteúdos? </li></ul></ul><ul><li>Interacção eficiente </li></ul><ul><ul><li>Os utilizadores podem agir sobre os conteúdos e funcionalidades com facilidade? </li></ul></ul>
  12. 12. Factores (objectivos) de Avaliação de Usabilidade <ul><li>Facilidade de Aprendizagem </li></ul><ul><li>Eficiência de Uso </li></ul><ul><li>Memorabilidade </li></ul><ul><li>Frequência e Severidade dos Erros </li></ul><ul><li>Satisfação Subjectiva </li></ul>
  13. 13. Navegabilidade <ul><li>Onde estou? </li></ul><ul><li>Onde posso ir? </li></ul><ul><li>Como vou? </li></ul><ul><li>Como regresso? </li></ul>
  14. 14. A estruturação de conteúdos <ul><li>Estrutura Hierárquica (através de menus de acesso): </li></ul><ul><ul><li>Um único nível </li></ul></ul><ul><ul><li>Vários níveis </li></ul></ul><ul><li>Menus Persistentes (acesso aleatório ao conjunto de conteúdos): </li></ul><ul><ul><li>Menu com botões </li></ul></ul><ul><ul><li>Menu estilo bloco de notas </li></ul></ul><ul><ul><li>Lista(s) </li></ul></ul><ul><li>Acesso Sequencial (passo-a-passo): </li></ul><ul><ul><li>Formulários sequenciais </li></ul></ul><ul><ul><li>Wizards / tutores / formação </li></ul></ul><ul><li>Motores de Pesquisa (acesso directo): </li></ul><ul><ul><li>Formulação da Pesquisa </li></ul></ul><ul><ul><li>Obtenção de Resultados </li></ul></ul>
  15. 15. Os Princípios da Boa Navegação <ul><li>Questões para uma boa navegação: </li></ul><ul><ul><li>Qual é a primeira coisa que os utilizadores vão ver? </li></ul></ul><ul><ul><li>O sítio é de facto sobre o quê? </li></ul></ul><ul><ul><li>O que os utilizadores podem fazer no sítio? </li></ul></ul><ul><ul><li>Os objectivos dos utilizadores serão alcançados? </li></ul></ul><ul><li>Chaves dos bons sistemas de navegação: </li></ul><ul><ul><li>Complementam a arquitectura de informação </li></ul></ul><ul><ul><li>Mantêm o contexto </li></ul></ul><ul><ul><li>São eficientes e flexíveis </li></ul></ul><ul><ul><li>Limitam as escolhas na perspectiva de ajudar os utilizadores </li></ul></ul><ul><ul><li>Facilitam a aprendizagem por associação (a lógica é que uma pessoa é mais capaz de se lembrar de informação se esta estiver associada a algo familiar ou se for claramente diferente). </li></ul></ul><ul><ul><li>Reforçam as expectativas </li></ul></ul>
  16. 16. Porquê páginas tipo? <ul><li>A maior parte das páginas de qualquer sítio web podem (devem!) ser suportadas com um máximo de 8 a 10 páginas tipo (normalmente cerca de metade); </li></ul><ul><li>Basear o trabalho em páginas tipo aumenta a produtividade criativa, melhora a facilidade de uso (porque corta a tentação da confusão) e garante um suporte optimizado para a tarefa concreta na página em questão; </li></ul><ul><li>Os utilizadores têm uma expectativa natural de que certas tarefas estarão associadas a certos tipos já familiares de páginas (e reinventar a roda é meter-lhes um obstáculo no caminho, não é ajudá-los). </li></ul>
  17. 17. Tipos de Templates Standard Exemplos de páginas tipo para efeitos de navegação <ul><li>Informação Massiva </li></ul><ul><li>Contas </li></ul><ul><li>Publicações Online </li></ul><ul><li>Pesquisa </li></ul><ul><li>Menu com botões </li></ul><ul><li>Menu com hipergráficos segmentados </li></ul><ul><li>Menu com hipertexto simples </li></ul><ul><li>Painel de tarefas básico </li></ul><ul><li>Com objecto central </li></ul><ul><li>Menu dinâmico </li></ul><ul><li>Índice simples </li></ul><ul><li>Índice multinível </li></ul><ul><li>Mapa de sítio </li></ul>
  18. 18. Tipos de Templates Standard Exemplos de templates standard para efeitos de demonstração e exploração <ul><li>Documentos </li></ul><ul><li>Formulários sem interactividade </li></ul><ul><li>Tabelas sem interactividade </li></ul><ul><li>Formulários simples </li></ul><ul><li>Formulários complexos </li></ul><ul><li>Wizards </li></ul><ul><li>Bloco de notas </li></ul><ul><li>Check-list </li></ul><ul><li>Manutenção de Bases de Dados </li></ul>
  19. 19. Página Principal (“Home Page”) <ul><li>Front Page </li></ul><ul><ul><li>URL principal de um dado sítio </li></ul></ul><ul><li>Splash Page </li></ul><ul><ul><li>Página de introdução </li></ul></ul><ul><ul><li>Não Usar , excepto para: </li></ul></ul><ul><ul><li>Escolha de língua, selecção de determinadas características de personalização, ou enquadramento dos conteúdos </li></ul></ul><ul><li>Home Page </li></ul><ul><ul><li>Página principal </li></ul></ul>
  20. 20. A boa navegação começa em casa <ul><li>A página principal deve: </li></ul><ul><ul><li>Estabelecer desde logo um modelo consistente de navegação para todo o sítio; </li></ul></ul><ul><ul><li>Informar o utilizador, quer com palavras quer com imagens, do tipo de conteúdo que pode esperar do sítio. </li></ul></ul>

×