As crianças nos conflitos
            armados
A União Europeia chama a atenção para a
problemática das crianças perante os...
A    União   compromete-se      a   abordar
eficazmente o impacto dos conflitos sobre
as crianças, a curto, médio e longo ...
Entende-se    por   meninos-soldados   os
rapazes e raparigas com menos de 18 anos
que façam parte de um exército regular ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As CriançAs Nos Conflitos Armados

618 visualizações

Publicada em

As crianças vítimas da guerra

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
618
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As CriançAs Nos Conflitos Armados

  1. 1. As crianças nos conflitos armados A União Europeia chama a atenção para a problemática das crianças perante os conflitos armados e compromete-se a promover o respeito dos direitos destas crianças nos países terceiros. Directrizes da União, aprovadas aquando do Conselho Assuntos Gerais de 8 de Dezembro de 2003, sobre as crianças e os conflitos armados. A União aprova estas directrizes sobre as crianças confrontadas com os conflitos armados a fim de chamar a atenção para este problema e dar maior relevo às acções empreendidas no domínio. A promoção e a protecção dos direitos das crianças constituem uma prioridade da política da União em matéria de direitos humanos.
  2. 2. A União compromete-se a abordar eficazmente o impacto dos conflitos sobre as crianças, a curto, médio e longo prazo. Envidará esforços para induzir os países terceiros e os intervenientes não estatais a aplicar as regras e normas internacionais e a tomar medidas eficazes para proteger as crianças dos efeitos dos conflitos armados e pôr cobro à utilização de crianças em exércitos e grupos armados. Dados sobre as crianças nos conflitos armados As directrizes da União indicam que, no último decénio, os conflitos armados custaram a vida a mais de 2 milhões de crianças, mutilaram 6 milhões, tornaram órfãs 1 milhão e deram lugar a cerca de 20 milhões de crianças deslocadas ou refugiadas. As estimativas actuais falam da existência de cerca de 300 000 meninos-soldados no mundo.
  3. 3. Entende-se por meninos-soldados os rapazes e raparigas com menos de 18 anos que façam parte de um exército regular ou de um grupo armado, mesmo que não usem armas. A idade média de recrutamento das crianças-soldados situa-se em redor dos dez anos. Acções concretas da União A União financia uma vasta série de projectos que têm por objectivo a luta contra os efeitos dos conflitos armados nas crianças. O Serviço de Ajuda Humanitária da Comissão Europeia (ECHO) realiza um trabalho importante no âmbito da ajuda humanitária, financiando projectos relativos a armas individuais, armas ligeiras, minas antipessoais, bem como à protecção, assistência e reintegração de crianças-soldados.

×