SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
História “ Da Queda da Monarquia   àImplantação    da República “
D. Carlos I       O rei Carlos I de Portugal, foi o penúltimo rei de Portugal. Filho do rei Luís I e da princesa Maria Pia de Sabóia, nasceu no Palácio da Ajuda (em Lisboa) a 28 de Setembro de 1863. Casou-se a 22 de Maio de 1886 com a princesa francesa Amélia de Orleães. 
    D. Carlos subiu ao trono em 1889, após a morte do seu pai. Era caracterizado como uma pessoa muito extravagante, apesar de ser inteligente, o que muitas vezes levou a insatisfação popular.
Queda da Monarquia       No final do século XIX sucedia uma crise política e económica muito grave. Em toda a nação notava-se a insatisfação pois os operários, os agricultores e outros trabalhadores ficavam cada vez mais pobres enquanto que a alta burguesia enriquecia cada vez mais com os lucros ganhos com a indústria, a agricultura e comércio.
[object Object]
Bancos e empresas  portuguesas iam à falência ;
Para pagar os juros aumentavam-se os impostos;
Os operários estavam permanentemente ameaçados de desemprego;
Apesar destes problemas o Rei D. Carlos não mostrava preocupação em resolver os problemas do país. Esta situação agravou-se tornando o povo disposto para a Revolução.
Ultimato Inglês  Portugal ambicionava unir Angola a Moçambique, através do que é actualmente a Zâmbia, o Zimbabué e o Malavi.    
Havia todavia uma dificuldade: os ingleses tinham a pretensão de unir o Cairo ao Cabo, além de que estavam interessados naquela zona como complemento da sua Colónia do Cabo. O ministro dos Negócios Estrangeiros, Barros Gomes, apresentou publicamente o Mapa Cor de Rosa em 1886.
    Depois de várias trocas de correspondência a Inglaterra     apresentou em 11-01-1890 um ultimato exigindo que Portugal desistisse das suas pretensões. O governo português, reunido de emergência resolveu aceitar o ultimato inglês. D. Carlos era rei havia 3 meses. O ultimato inglês e a sua aceitação provocaram uma autêntica histeria nacional indignando a população.
Revolta de 31 de Janeiro A Revolta de 31 de Janeiro de 1891 foi o primeiro movimentorevolucionário que teve por objectivo a implantação do regime republicano em Portugal. A revolta teve lugar na cidade do Porto.  
Como aconteceu?   Os revoltosos desceram a Rua do Almada, até à Praça de D. Pedro onde,  em frente ao edifício da Câmara Municipal do Porto, ouviram Alves da Veiga proclamar o governo provisório da República. No entanto, o cortejo foi interrompido por uma carga de artilharia e fuzilaria da Guarda Municipal, vitimando militares e civis. Terão sido mortos 12 revoltosos e 40 feridos.
Primeira Guerra Mundial  Política de Alianças          As rivalidades entre os estados Europeus levaram à formação de alianças políticas e militares como:        -Alemanha+Império Austro Húngaro+Itália = Tríplice Aliança      -França+Rússia+Inglaterra = Tríplice Entente        Estas constituições provocaram a corrida aos armamentos. A guerra parecia inevitável. E a paz que se vivia era já uma paz armada, ou seja, qualquer incidente poderia desencadear um conflito de dimensões incalculáveis.      
O Primeiro Conflito Mundial       A Primeira Guerra Mundial  foi um conflito mundial ocorrido entre 28 de Julho de 1914 e 11 de Novembro de 1918. Passaram-se a utilizar-se canhões poderosos, grandes metralhadoras ligeiras, granadas de mão, gases tóxicos e surgiram pela primeira vez os submarinos, os carros de assaltos (tanques e aviões) e muita artilharia.
Vitória da Tríplice Entente  Os EUA transportaram para a Europa um milhão de soldados bem equipados e bem armados. Em Julho de 1918 os Aliados lançaram a sua ofensiva decisiva. A Alemanha, progressivamente abandonada por todos os seus parceiros, que foram pedindo a paz, solicitou o fim das hostilidades e em Novembro foi assinado o Armistício que pôs fim à Guerra.
Portugal entrou na Primeira Guerra Mundial a 1916 na Tríplice Entente para:    - obter prestígio e reconhecimento para o nosso               recente governo;  - dar apoio à nossa velha aliada Inglaterra; - defender as nossas colónias.  
Após a participação  na Primeira Guerra Mundial o descontentamento social e a crise económica e financeira que Portugal enfrentava agravou-se ainda mais tornando a situação do país tenebrosa contribuindo para a queda da monarquia e para a difusão das ideias socialistas e republicanas.
   Portugal, em 1906, é um país profundamente dividido. As posições mais extremadas são entre os monárquicos unidos na defesa do rei D. Carlos e os republicanos que o pretendem derrubar para proclamar a república.
Regicídio     A 1 de Fevereiro de 1908, no regresso de mais uma prolongada estadia em Vila Viçosa, o Rei D. Carlos e o príncipe herdeiro D. Luís Filipe, são assassinados em pleno Terreiro do Paço extinguindo praticamente a monarquia portuguesa de um só golpe. A extrema violência culmina a clivagem entre os Monárquicos e os Republicanos e provoca uma  grave crise política.
D. Manuel II D. Manuel II de Portugal  nasceu a 15 de Novembro de 1889 e morreu a 2 de Julho de 1932. Foi o trigésimo -sexto e último Rei de Portugal. D. Manuel II sucedeu ao seu pai, o rei D. Carlos I, depois do assassinato brutal deste e do seu irmão mais velho, o Príncipe Real D. Luís Filipe, a 1 de Fevereiro de 1908.
Aos seis anos já falava e escrevia em francês. Estudou línguas, história e música e desde cedo se mostrou a sua inclinação pelos livros e pelo estudo, Após a Implantação da República D. Manuel II e D. Amélia de Orleães foram exilados para Londres, Inglaterra .
Como podem ver nos slides anteriores a Monarquia não estava a governar como devido por muitíssimas causas e o povo estava cada vez mais frustrado e deprimido. Caminhávamos a passos largos para o fim da Monarquia…
Proclamação da República      Na madrugada de 4 de Outubro de 1910, iniciou-se em Lisboa a Revolução Republicana. A marinha de guerra bombardeou o Palácio das Necessidades, onde se encontrava a família real, que se pôs em fuga. Embora as tropas fiéis à Monarquia fossem em número superior, não conseguiram organizar-se para acabar com a revolta.
Assim, a Revolução Republicana saiu vitoriosa. Na manhã do dia 5 de Outubro de 1910 foi proclamada a República na varanda da Câmara Municipal de Lisboa por José Relvas, pondo fim à Monarquia que durou quase oito séculos em Portugal.
Após a Implantação da República a 5 de Outubro de 1910 em Lisboa Teófilo Braga passou presidir o país num governo provisório.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A revolu‡æo republicana a e a queda
A revolu‡æo republicana a e a quedaA revolu‡æo republicana a e a queda
A revolu‡æo republicana a e a quedaJaime Fernandes
 
A Queda Da Monarquia
A Queda Da MonarquiaA Queda Da Monarquia
A Queda Da Monarquiajdlimaaear
 
Friso cronológico
Friso cronológicoFriso cronológico
Friso cronológicoanaritamor
 
A queda da monarquia e a 1.ª republica
A queda da monarquia e a 1.ª republicaA queda da monarquia e a 1.ª republica
A queda da monarquia e a 1.ª republicasylvialuzo
 
Regicídio
RegicídioRegicídio
Regicídioeb23ja
 
As Invasões Francesas
As Invasões FrancesasAs Invasões Francesas
As Invasões Francesasjdlimaaear
 
1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana
1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana
1296233736 powerpoint da_revoluo_republicanaPelo Siro
 
A queda da monarquia DAFG
A queda da monarquia DAFGA queda da monarquia DAFG
A queda da monarquia DAFGosemprefixe
 
ImplantaçãO Da RepúBlica
ImplantaçãO Da RepúBlicaImplantaçãO Da RepúBlica
ImplantaçãO Da RepúBlicamariamelya
 
RevoluçAo Republicana
RevoluçAo RepublicanaRevoluçAo Republicana
RevoluçAo Republicanacigm1
 
Revolução Republicana
Revolução RepublicanaRevolução Republicana
Revolução Republicanamalex86
 
Powerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaPowerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaFelizardoFernando
 
Implantação da República
Implantação da RepúblicaImplantação da República
Implantação da Repúblicaturmacalvide
 

Mais procurados (17)

A revolu‡æo republicana a e a queda
A revolu‡æo republicana a e a quedaA revolu‡æo republicana a e a queda
A revolu‡æo republicana a e a queda
 
A Queda Da Monarquia
A Queda Da MonarquiaA Queda Da Monarquia
A Queda Da Monarquia
 
Friso cronológico
Friso cronológicoFriso cronológico
Friso cronológico
 
A queda da monarquia e a 1.ª republica
A queda da monarquia e a 1.ª republicaA queda da monarquia e a 1.ª republica
A queda da monarquia e a 1.ª republica
 
Regicídio
RegicídioRegicídio
Regicídio
 
As causas da rev 1820
As causas da rev 1820As causas da rev 1820
As causas da rev 1820
 
As Invasões Francesas
As Invasões FrancesasAs Invasões Francesas
As Invasões Francesas
 
1ª república
1ª república1ª república
1ª república
 
1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana
1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana
1296233736 powerpoint da_revoluo_republicana
 
A queda da monarquia DAFG
A queda da monarquia DAFGA queda da monarquia DAFG
A queda da monarquia DAFG
 
ImplantaçãO Da RepúBlica
ImplantaçãO Da RepúBlicaImplantaçãO Da RepúBlica
ImplantaçãO Da RepúBlica
 
RevoluçAo Republicana
RevoluçAo RepublicanaRevoluçAo Republicana
RevoluçAo Republicana
 
Revolução Republicana
Revolução RepublicanaRevolução Republicana
Revolução Republicana
 
Revoluçao Republicana
Revoluçao RepublicanaRevoluçao Republicana
Revoluçao Republicana
 
Powerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaPowerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicana
 
Implantação da República
Implantação da RepúblicaImplantação da República
Implantação da República
 
CENTENÁRIO DA REPÚBLICA
CENTENÁRIO DA REPÚBLICACENTENÁRIO DA REPÚBLICA
CENTENÁRIO DA REPÚBLICA
 

Destaque

2012 АП КИТ доклад "О мерах по развитию отрасли ИТ в Российской Федерации"
2012 АП КИТ доклад "О мерах по развитию отрасли ИТ в Российской Федерации" 2012 АП КИТ доклад "О мерах по развитию отрасли ИТ в Российской Федерации"
2012 АП КИТ доклад "О мерах по развитию отрасли ИТ в Российской Федерации" Victor Gridnev
 
Lição 2 a natureza da atividade profética
Lição 2  a natureza da atividade proféticaLição 2  a natureza da atividade profética
Lição 2 a natureza da atividade proféticaPedro Júnior
 
Минкомсвязь - Перевод госуслуг в электронный вид ФОГВ (осень 2009)
Минкомсвязь - Перевод госуслуг в электронный вид ФОГВ (осень 2009)Минкомсвязь - Перевод госуслуг в электронный вид ФОГВ (осень 2009)
Минкомсвязь - Перевод госуслуг в электронный вид ФОГВ (осень 2009)Victor Gridnev
 
A Arte De Vencer
A Arte De VencerA Arte De Vencer
A Arte De Vencerintelec
 
портал поддержки малого предпринимательства в рф V5
портал поддержки малого предпринимательства в рф V5портал поддержки малого предпринимательства в рф V5
портал поддержки малого предпринимательства в рф V5Victor Gridnev
 
Об утверждении изменений, которые вносятся в распоряжение Правительства РФ от...
Об утверждении изменений, которые вносятся в распоряжение Правительства РФ от...Об утверждении изменений, которые вносятся в распоряжение Правительства РФ от...
Об утверждении изменений, которые вносятся в распоряжение Правительства РФ от...Victor Gridnev
 
План первоочередных мероприятий по формированию в Российской Федерации электр...
План первоочередных мероприятий по формированию в Российской Федерации электр...План первоочередных мероприятий по формированию в Российской Федерации электр...
План первоочередных мероприятий по формированию в Российской Федерации электр...Victor Gridnev
 
Mobile Marketing
Mobile MarketingMobile Marketing
Mobile MarketingPlanno
 
DIPLOMA IN OFFICE COMPUTING
DIPLOMA IN OFFICE COMPUTINGDIPLOMA IN OFFICE COMPUTING
DIPLOMA IN OFFICE COMPUTINGJudith Kobe
 
Boot_Love_Logo_13
Boot_Love_Logo_13Boot_Love_Logo_13
Boot_Love_Logo_13Alex Gordon
 
Vereador Rezende - Indicações 08
Vereador Rezende - Indicações 08Vereador Rezende - Indicações 08
Vereador Rezende - Indicações 08Prestone
 

Destaque (20)

2012 АП КИТ доклад "О мерах по развитию отрасли ИТ в Российской Федерации"
2012 АП КИТ доклад "О мерах по развитию отрасли ИТ в Российской Федерации" 2012 АП КИТ доклад "О мерах по развитию отрасли ИТ в Российской Федерации"
2012 АП КИТ доклад "О мерах по развитию отрасли ИТ в Российской Федерации"
 
Lição 2 a natureza da atividade profética
Lição 2  a natureza da atividade proféticaLição 2  a natureza da atividade profética
Lição 2 a natureza da atividade profética
 
021
021021
021
 
Introdução jQuery UI
Introdução jQuery UIIntrodução jQuery UI
Introdução jQuery UI
 
Programa vida nueva
Programa vida nuevaPrograma vida nueva
Programa vida nueva
 
Минкомсвязь - Перевод госуслуг в электронный вид ФОГВ (осень 2009)
Минкомсвязь - Перевод госуслуг в электронный вид ФОГВ (осень 2009)Минкомсвязь - Перевод госуслуг в электронный вид ФОГВ (осень 2009)
Минкомсвязь - Перевод госуслуг в электронный вид ФОГВ (осень 2009)
 
Mappe: Carmichael Billingsley
Mappe: Carmichael BillingsleyMappe: Carmichael Billingsley
Mappe: Carmichael Billingsley
 
A Arte De Vencer
A Arte De VencerA Arte De Vencer
A Arte De Vencer
 
портал поддержки малого предпринимательства в рф V5
портал поддержки малого предпринимательства в рф V5портал поддержки малого предпринимательства в рф V5
портал поддержки малого предпринимательства в рф V5
 
Conflitos no cérebro
Conflitos no cérebroConflitos no cérebro
Conflitos no cérebro
 
Servicio Cirugia
Servicio CirugiaServicio Cirugia
Servicio Cirugia
 
Об утверждении изменений, которые вносятся в распоряжение Правительства РФ от...
Об утверждении изменений, которые вносятся в распоряжение Правительства РФ от...Об утверждении изменений, которые вносятся в распоряжение Правительства РФ от...
Об утверждении изменений, которые вносятся в распоряжение Правительства РФ от...
 
План первоочередных мероприятий по формированию в Российской Федерации электр...
План первоочередных мероприятий по формированию в Российской Федерации электр...План первоочередных мероприятий по формированию в Российской Федерации электр...
План первоочередных мероприятий по формированию в Российской Федерации электр...
 
Mobile Marketing
Mobile MarketingMobile Marketing
Mobile Marketing
 
Gilmara carsten
Gilmara carstenGilmara carsten
Gilmara carsten
 
DIPLOMA IN OFFICE COMPUTING
DIPLOMA IN OFFICE COMPUTINGDIPLOMA IN OFFICE COMPUTING
DIPLOMA IN OFFICE COMPUTING
 
PDF-01718.PDF
PDF-01718.PDFPDF-01718.PDF
PDF-01718.PDF
 
Boot_Love_Logo_13
Boot_Love_Logo_13Boot_Love_Logo_13
Boot_Love_Logo_13
 
Final de un avion 1
Final de un avion 1Final de un avion 1
Final de un avion 1
 
Vereador Rezende - Indicações 08
Vereador Rezende - Indicações 08Vereador Rezende - Indicações 08
Vereador Rezende - Indicações 08
 

Semelhante a Power Point De HistóRia

5 de Outubro (André Godinho)
5 de Outubro (André Godinho)5 de Outubro (André Godinho)
5 de Outubro (André Godinho)André Godinho
 
Aula 5de outubro[1]
Aula 5de outubro[1]Aula 5de outubro[1]
Aula 5de outubro[1]manuelaruge
 
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar Beatriz Alexandra
 
Powerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaPowerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaquintadocano
 
Revolução 5 outubro
Revolução 5 outubroRevolução 5 outubro
Revolução 5 outubroJWM V.
 
Powerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaPowerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaClaudia Cravo
 
Powerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaPowerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaFelizardoFernando
 
1ª república
1ª república1ª república
1ª repúblicacruchinho
 
Ultimos reis de Portugal
Ultimos reis de PortugalUltimos reis de Portugal
Ultimos reis de Portugalangelamoliveira
 
Revolução Republicana
Revolução RepublicanaRevolução Republicana
Revolução Republicanatrizfernandes
 
5 outubro biblio
5 outubro biblio5 outubro biblio
5 outubro bibliomileituras
 
André+Caç
André+CaçAndré+Caç
André+Caçeb23cv
 
André+Caç
André+CaçAndré+Caç
André+Caçeb23cv
 
ImplataçãO Da RepúBlica @@@
ImplataçãO Da RepúBlica     @@@ImplataçãO Da RepúBlica     @@@
ImplataçãO Da RepúBlica @@@bestclass6c2011
 
A queda da monarquia
A queda da monarquiaA queda da monarquia
A queda da monarquiamanuelao
 
A queda da Monarquia - Vero Flores
A queda da Monarquia - Vero FloresA queda da Monarquia - Vero Flores
A queda da Monarquia - Vero FloresJosé Palma
 
5 de outubro
5 de outubro5 de outubro
5 de outubrocresac
 

Semelhante a Power Point De HistóRia (20)

A história da 1ª republica
A história da 1ª republicaA história da 1ª republica
A história da 1ª republica
 
Aula 5de outubro
Aula 5de outubroAula 5de outubro
Aula 5de outubro
 
5 de Outubro (André Godinho)
5 de Outubro (André Godinho)5 de Outubro (André Godinho)
5 de Outubro (André Godinho)
 
Aula 5de outubro[1]
Aula 5de outubro[1]Aula 5de outubro[1]
Aula 5de outubro[1]
 
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
 
Powerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaPowerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicana
 
Revolução 5 outubro
Revolução 5 outubroRevolução 5 outubro
Revolução 5 outubro
 
Powerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaPowerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicana
 
Powerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicanaPowerpoint da revoluo republicana
Powerpoint da revoluo republicana
 
1ª república
1ª república1ª república
1ª república
 
Ultimos reis de Portugal
Ultimos reis de PortugalUltimos reis de Portugal
Ultimos reis de Portugal
 
Revolução Republicana
Revolução RepublicanaRevolução Republicana
Revolução Republicana
 
5 outubro biblio
5 outubro biblio5 outubro biblio
5 outubro biblio
 
André+Caç
André+CaçAndré+Caç
André+Caç
 
André+Caç
André+CaçAndré+Caç
André+Caç
 
ImplataçãO Da RepúBlica @@@
ImplataçãO Da RepúBlica     @@@ImplataçãO Da RepúBlica     @@@
ImplataçãO Da RepúBlica @@@
 
A queda da monarquia
A queda da monarquiaA queda da monarquia
A queda da monarquia
 
A queda da Monarquia - Vero Flores
A queda da Monarquia - Vero FloresA queda da Monarquia - Vero Flores
A queda da Monarquia - Vero Flores
 
5 de outubro
5 de outubro5 de outubro
5 de outubro
 
Aula 5de outubro
Aula 5de outubroAula 5de outubro
Aula 5de outubro
 

Mais de guestde15028

Nazismo Na Europa G Simao 9e
Nazismo Na Europa G Simao 9eNazismo Na Europa G Simao 9e
Nazismo Na Europa G Simao 9eguestde15028
 
O Que Vais Ser No Futuro
O Que Vais Ser No FuturoO Que Vais Ser No Futuro
O Que Vais Ser No Futuroguestde15028
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaguestde15028
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaguestde15028
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaguestde15028
 

Mais de guestde15028 (8)

Nazismo Na Europa G Simao 9e
Nazismo Na Europa G Simao 9eNazismo Na Europa G Simao 9e
Nazismo Na Europa G Simao 9e
 
9 B Nazismo
9 B Nazismo9 B Nazismo
9 B Nazismo
 
A Revolucao Russa
A Revolucao RussaA Revolucao Russa
A Revolucao Russa
 
Dani Apresentacao
Dani ApresentacaoDani Apresentacao
Dani Apresentacao
 
O Que Vais Ser No Futuro
O Que Vais Ser No FuturoO Que Vais Ser No Futuro
O Que Vais Ser No Futuro
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
 
Power Point De HistóRia
Power Point De HistóRiaPower Point De HistóRia
Power Point De HistóRia
 

Último

From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfRodolpho Concurde
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAMarcio Venturelli
 
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdfCertificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdfLarissa Souza
 
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdfApresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdfCarlos Gomes
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)Alessandro Almeida
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Dirceu Resende
 

Último (6)

From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdfCertificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
 
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdfApresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 

Power Point De HistóRia

  • 1. História “ Da Queda da Monarquia  àImplantação da República “
  • 2. D. Carlos I O rei Carlos I de Portugal, foi o penúltimo rei de Portugal. Filho do rei Luís I e da princesa Maria Pia de Sabóia, nasceu no Palácio da Ajuda (em Lisboa) a 28 de Setembro de 1863. Casou-se a 22 de Maio de 1886 com a princesa francesa Amélia de Orleães. 
  • 3. D. Carlos subiu ao trono em 1889, após a morte do seu pai. Era caracterizado como uma pessoa muito extravagante, apesar de ser inteligente, o que muitas vezes levou a insatisfação popular.
  • 4. Queda da Monarquia No final do século XIX sucedia uma crise política e económica muito grave. Em toda a nação notava-se a insatisfação pois os operários, os agricultores e outros trabalhadores ficavam cada vez mais pobres enquanto que a alta burguesia enriquecia cada vez mais com os lucros ganhos com a indústria, a agricultura e comércio.
  • 5.
  • 6. Bancos e empresas portuguesas iam à falência ;
  • 7. Para pagar os juros aumentavam-se os impostos;
  • 8. Os operários estavam permanentemente ameaçados de desemprego;
  • 9. Apesar destes problemas o Rei D. Carlos não mostrava preocupação em resolver os problemas do país. Esta situação agravou-se tornando o povo disposto para a Revolução.
  • 10. Ultimato Inglês Portugal ambicionava unir Angola a Moçambique, através do que é actualmente a Zâmbia, o Zimbabué e o Malavi.    
  • 11. Havia todavia uma dificuldade: os ingleses tinham a pretensão de unir o Cairo ao Cabo, além de que estavam interessados naquela zona como complemento da sua Colónia do Cabo. O ministro dos Negócios Estrangeiros, Barros Gomes, apresentou publicamente o Mapa Cor de Rosa em 1886.
  • 12. Depois de várias trocas de correspondência a Inglaterra apresentou em 11-01-1890 um ultimato exigindo que Portugal desistisse das suas pretensões. O governo português, reunido de emergência resolveu aceitar o ultimato inglês. D. Carlos era rei havia 3 meses. O ultimato inglês e a sua aceitação provocaram uma autêntica histeria nacional indignando a população.
  • 13. Revolta de 31 de Janeiro A Revolta de 31 de Janeiro de 1891 foi o primeiro movimentorevolucionário que teve por objectivo a implantação do regime republicano em Portugal. A revolta teve lugar na cidade do Porto.  
  • 14. Como aconteceu?   Os revoltosos desceram a Rua do Almada, até à Praça de D. Pedro onde, em frente ao edifício da Câmara Municipal do Porto, ouviram Alves da Veiga proclamar o governo provisório da República. No entanto, o cortejo foi interrompido por uma carga de artilharia e fuzilaria da Guarda Municipal, vitimando militares e civis. Terão sido mortos 12 revoltosos e 40 feridos.
  • 15. Primeira Guerra Mundial Política de Alianças     As rivalidades entre os estados Europeus levaram à formação de alianças políticas e militares como:   -Alemanha+Império Austro Húngaro+Itália = Tríplice Aliança -França+Rússia+Inglaterra = Tríplice Entente   Estas constituições provocaram a corrida aos armamentos. A guerra parecia inevitável. E a paz que se vivia era já uma paz armada, ou seja, qualquer incidente poderia desencadear um conflito de dimensões incalculáveis.      
  • 16.
  • 17. O Primeiro Conflito Mundial   A Primeira Guerra Mundial  foi um conflito mundial ocorrido entre 28 de Julho de 1914 e 11 de Novembro de 1918. Passaram-se a utilizar-se canhões poderosos, grandes metralhadoras ligeiras, granadas de mão, gases tóxicos e surgiram pela primeira vez os submarinos, os carros de assaltos (tanques e aviões) e muita artilharia.
  • 18. Vitória da Tríplice Entente  Os EUA transportaram para a Europa um milhão de soldados bem equipados e bem armados. Em Julho de 1918 os Aliados lançaram a sua ofensiva decisiva. A Alemanha, progressivamente abandonada por todos os seus parceiros, que foram pedindo a paz, solicitou o fim das hostilidades e em Novembro foi assinado o Armistício que pôs fim à Guerra.
  • 19. Portugal entrou na Primeira Guerra Mundial a 1916 na Tríplice Entente para:    - obter prestígio e reconhecimento para o nosso recente governo;  - dar apoio à nossa velha aliada Inglaterra; - defender as nossas colónias.  
  • 20. Após a participação  na Primeira Guerra Mundial o descontentamento social e a crise económica e financeira que Portugal enfrentava agravou-se ainda mais tornando a situação do país tenebrosa contribuindo para a queda da monarquia e para a difusão das ideias socialistas e republicanas.
  • 21.
  • 22. Portugal, em 1906, é um país profundamente dividido. As posições mais extremadas são entre os monárquicos unidos na defesa do rei D. Carlos e os republicanos que o pretendem derrubar para proclamar a república.
  • 23. Regicídio   A 1 de Fevereiro de 1908, no regresso de mais uma prolongada estadia em Vila Viçosa, o Rei D. Carlos e o príncipe herdeiro D. Luís Filipe, são assassinados em pleno Terreiro do Paço extinguindo praticamente a monarquia portuguesa de um só golpe. A extrema violência culmina a clivagem entre os Monárquicos e os Republicanos e provoca uma grave crise política.
  • 24.
  • 25. D. Manuel II D. Manuel II de Portugal  nasceu a 15 de Novembro de 1889 e morreu a 2 de Julho de 1932. Foi o trigésimo -sexto e último Rei de Portugal. D. Manuel II sucedeu ao seu pai, o rei D. Carlos I, depois do assassinato brutal deste e do seu irmão mais velho, o Príncipe Real D. Luís Filipe, a 1 de Fevereiro de 1908.
  • 26. Aos seis anos já falava e escrevia em francês. Estudou línguas, história e música e desde cedo se mostrou a sua inclinação pelos livros e pelo estudo, Após a Implantação da República D. Manuel II e D. Amélia de Orleães foram exilados para Londres, Inglaterra .
  • 27. Como podem ver nos slides anteriores a Monarquia não estava a governar como devido por muitíssimas causas e o povo estava cada vez mais frustrado e deprimido. Caminhávamos a passos largos para o fim da Monarquia…
  • 28. Proclamação da República Na madrugada de 4 de Outubro de 1910, iniciou-se em Lisboa a Revolução Republicana. A marinha de guerra bombardeou o Palácio das Necessidades, onde se encontrava a família real, que se pôs em fuga. Embora as tropas fiéis à Monarquia fossem em número superior, não conseguiram organizar-se para acabar com a revolta.
  • 29. Assim, a Revolução Republicana saiu vitoriosa. Na manhã do dia 5 de Outubro de 1910 foi proclamada a República na varanda da Câmara Municipal de Lisboa por José Relvas, pondo fim à Monarquia que durou quase oito séculos em Portugal.
  • 30. Após a Implantação da República a 5 de Outubro de 1910 em Lisboa Teófilo Braga passou presidir o país num governo provisório.
  • 31. Medidas da 1ª República
  • 32. Novos símbolos da República Na Bandeira Nacional: O verde-escuro, cor da Natureza, representa a Esperança em melhores dias, os campos verdejantes do país, e a Liberdade. O vermelho - escarlate simboliza o valor e o sangue derramado ao longo da história, e a Vida. A Esfera Armilar, amarela, e no centro, representa os Descobrimentos Portugueses. A Esfera Armilar, de ouro em fundo azul simboliza o reino do Brasil.
  • 33. Em Portugal, a reacção popular contra os ingleses e contra o governo português, que permitiu esse género de humilhação, manifestou-se de várias formas. "APortuguesa" foi composta em 1890, com letra de  e música de Alfredo  Keil e Henrique de Mendonça, e foi utilizada desde cedo como símbolo patriótico mas também republicano.
  • 34. Trabalho realizado por: Gabriela Sá