www.NuevOrdeN.net ; www.NuevOrdeN.net/portugues
              Um website à serviço do Povo e da Nação




         UMA MUI...
www.NuevOrdeN.net ; www.NuevOrdeN.net/portugues
              Um website à serviço do Povo e da Nação




      Em seis de...
www.NuevOrdeN.net ; www.NuevOrdeN.net/portugues
                  Um website à serviço do Povo e da Nação




          Tr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Uma muito breve cronologia do affaire staviski

269 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
269
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Uma muito breve cronologia do affaire staviski

  1. 1. www.NuevOrdeN.net ; www.NuevOrdeN.net/portugues Um website à serviço do Povo e da Nação UMA MUITO BREVE CRONOLOGIA DO AFFAIRE STAVISKI 29 de dezembro: Começo do Affaire Staviski: Gustave Tissier, ex- diretor do Crédit Municipal de Bayonne, revela que Staviski havia emitido 500 milhões de francos em vales falsos. Entre seus beneficiários vários políticos dos principais partidos republicanos. 8 de janeiro: Suposto suicídio de Alexandre Staviski em Chamonix: O suicídio é declarado impossível pela polícia mas aceitado pelos juízes. 12 de janeiro: Debate na Câmara de deputados sobre o Affaire Staviski enquanto milhões de manifestantes se enfrentavam com a polícia quando chegam ao Palais-Bourbon. Novas brigas em 22, no Boulevard Saint-Germain e perto da Prefeitura, depois em 27 nos Grandes Boulevards. 6 de fevereiro: Jornada de rebelião em Paris. Dezenas de milhares de manifestantes das associações de ex-combatentes e da L'Action Française dirigem-se à plaze da Concórdia e tratam de chegar ao Palais-Bourbon na qual Daladier se apresenta para a nomeação dos deputados. Declararam oficialmente 15 mortos e 1435 feridos. No dia 7 Daladier renuncia o poder. 21 de fevereiro: O conselheiro da Corte de Revisões de Paris Albert Prince, que revisou o caso Staviski de 1926, "caiu do trem ao errar de porta" e morre em Combe-aux-Fées. —1—
  2. 2. www.NuevOrdeN.net ; www.NuevOrdeN.net/portugues Um website à serviço do Povo e da Nação Em seis de fevereiro de 1934 foi o último dia do nacionalismo francês de corte Maurrasiano e o primeiro do moderno nacionalismo revolucionário. Nesse dia as ligas de ex-combatentes do Coronel La Rocque, os monárquicos da Ação Francesa e os pré-fascistas das distintas Ligas Patriotas, francistas, Fascieau francês, Solidarite Française, Jeunesses Patriotes se reuniram em uma marcha sobre o Palais Bourbon para protestar contra a corrupção da classe política sendo rejeitadas pelos ataques de cavalaria da Guarda Republicana. Declararam oficialmente 15 mortos, foram provavelmente muitos mais. No final daquele dia se diferenciaram claramente os campos entre a extrema direita conservadora que seguia sendo de obediência republicana e o fascismo. Assim La Rocque deu ordem de contramarcha no meio da jornada, começando assim o longo caminho de sua organização para o gaullismo e a resistência muitos anos mais tarde, enquanto os elementos mais radicais de sua organização se transformaram nestes dias seguintes no CSAR (La Cagoule). Nos dias seguintes se dissolveram por ordem do governo as Ligas e nasceram os primeiros fascistas modernos desse país que iam além de uma mera adaptação do fascismo italiano. Em 6 de fevereiro fracassou por que além do apoio popular não existia um programa concreto de ação que cobrisse o vazio do governo um partido político como o de Mussolini. —2—
  3. 3. www.NuevOrdeN.net ; www.NuevOrdeN.net/portugues Um website à serviço do Povo e da Nação Traduzido por Nacionalista88 História Ordem Nacionalista —3—

×