Desportos Radicais

853 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
853
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Desportos Radicais

  1. 1. INTRODUÇÃO A animação ambiental constitui uma das componentes da oferta de produtos turísticos, conjugados conformes de lazer e contacto com a natureza. A nossa região favorece a prática deste tipo de actividades. Na nossa zona podemos praticar: Slide; Rappel; Escalada; Paintball; Todo terreno. SLIDE É uma actividade que consiste em deslizar por um cabo de aço, através de uma roldana, propondo aos seus praticantes enfrentar o medo das alturas e testar as suas capacidades físicas e psíquicas. Embora possa ser praticado em qualquer lugar onde se possa esticar um cabo na diagonal, a montanha é o ambiente ideal, porque permite a integração directa com o meio ambiente. RAPPEL É uma modalidade desportiva que está inserida no grupo dos desportos de montanhismo. Consiste na descida de superfícies verticais auxiliada por cordas. Esta modalidade exige alguma concentração e cuidado. Deverá ser praticada com todos os meios de segurança necessários e acompanhada por pessoas experientes. Para quem goste de pôr à prova a sua resistência física e de vencer obstáculos! ESCALADA Esta modalidade consiste na subida de superfícies verticais utilizando mãos e os pés. A segurança é essencial, e embora seja um desporto extremamente seguro, nunca deve ser praticado sozinho a não ser por pessoas com muita experiência. Esta modalidade apaixonante requer muito treino, técnica e agilidade. A recompensa é uma extrema realização, auto-estima e sensação de liberdade. COMO PODEMOS DEFINIR O PAINTBALL
  2. 2. Podíamos definir Paintball como um jogo quot;radicalquot;, em que há muita adrenalina, muita emoção, no qual todos se divertem e quem não joga é parvo. Mas não vamos fazer tal coisa. O que é o Paintball? Paintball é um jogo, que pode ser jogado de inumares maneiras, existindo no entanto alguns pontos fundamentais: 1. Todos os jogadores têm de estar devidamente equipados 2. Têm de existir e serem cumpridas normas de segurança 3. As regras do jogo são definidas antes do jogo 4. Para fazer cumprir as regras poderão existir árbitros Aqui apenas tentamos dar uma ideia muito básica do que é o Paintball. Para saber mais veja a visita guiada que preparámos para si, mas não se esqueça que só vai realmente saber depois de jogar! Hoje em dia, o Paintball é jogado com duas equipas no campo, sendo um clássico o jogo das bandeiras, em que ganha a equipa que conseguir ir buscar a bandeira dos adversários sem perder a sua. Mas não quer dizer que Paintball seja só isto, pois podem haver varias equipas em jogo, com um numero variável de jogadores, com ou sem árbitros, e uma infinidade de jogos diferentes. Por motivos de segurança, todos os jogadores são obrigados a usar máscaras protectoras. Estas máscaras protegem os olhos, face e ouvidos de serem atingidos por bolas de Paintball, e o seu uso é obrigatório sempre que esteja a decorrer um jogo.
  3. 3. TODO O TERRENO Desde o início da Primeira Guerra Mundial que o exército norte-americano procurava a criação de um veículo de reconhecimento para todos os tipos de terreno, mas que fosse rápido e leve. Com o rebentar da Segunda Guerra Mundial tornou-se imprescindível a criação deste veículo. Em 1940, surgia de um concurso público lançado pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos o primeiro veículo de Todo o Terreno. No caderno de encargos estipulava-se que a viatura devia ser capaz de transportar três passageiros, 250 kg de carga, uma metralhadora pesada, ter uma velocidade máxima de, pelo menos, 80Km/h e tracção às quatro rodas. O primeiro nome, em alusão à capacidade de carga, foi Quarter-Ton, mas pouco depois adoptou-se outro, que focava a sua versatilidade de utilização GP (General Purpose). E o GP transformou-se em Jeep, marca registada da Willy's. O nascimento deste veículo teve uma história bastante atribulada, uma vez que os prazos para a entrega dos protótipos eram demasiado curtos. E quem acabou por ganhar o concurso foi uma pequena marca, a Bantan, que em pouco mais de dois meses deu por concluído o projecto, produzindo dois exemplares. Com a rápida necessidade de fabricação de um elevado número de veículos, a Ford produziu, em 1942, sob licença, uma encomenda de Jeep. Daí que haja unidades desses primeiros todo o terreno com motor Ford. Ainda antes do final da Segunda Grande Guerra o Jeep começa a evoluir para o mercado civil. Em 1944 foram desenvolvidos planos para se utilizar o Jeep na agricultura. Com esse propósito, e a partir do primeiro modelo do exército, a Willy's produziu 22 protótipos do veículo civil. Estes protótipos levaram à produção do primeiro Jeep civil, o CJ2A, lançado em 1945. Em 1948 surgiu o Land Rover, na sua primeira versão, fabricada até 1951, com uma filosofia e performances muito próximas do Jeep. A grande diferença residia na carroçaria. Enquanto no Jeep era construída em chapa de aço, no Land Rover era em alumínio. E ainda hoje continua a sê-lo. Durante muitos anos foram estes dois todo o terreno os únicos conhecidos entre nós. Eram carros de trabalho, em que alguns se divertiam em passeios pelos campos. Aproveitando a vocação para os caminhos difíceis os ingleses foram os primeiros a organizar uma prova de Todo o Terreno automóvel, na modalidade de Trial. No início da década de 50 surgem os primeiros todo-o-terreno japoneses, também eles, quase sempre baseados no Jeep, e por vezes construídos sob licença da marca americana. Em 1970 dá-se a revolução europeia no mundo do todo o terreno, com o aparecimento do Range Rover.
  4. 4. É abandonada a filosofia do quot;puro e duroquot; veículo de trabalho e entra-se no mundo do Todo o Terreno luxuoso, com veículos capazes de competir em conforto e performance com os automóveis de turismo de topo de gama. GALERIA DE IMAGENS

×