supersizeme

1.107 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.107
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

supersizeme

  1. 1. Nome : Vnicius Procopio Cabral Guerra 9ºC Número 39 Data : 6 de maio
  2. 2. Alimentação Saudável: uma escolha! Alimentação saudável é quando você tem uma dieta que não é só de vegetais ou só de gorduras, alimentar de forma saudável é quando você come um pouco de cada coisa para se manter saudável.
  3. 3. Qu ando é ingerido somente alimentos ricos em gorduras, é provável que aconteça conseqüências como a do homem que fez a dieta do palhaço, pois uma dieta rica em gorduras acarreta a hipercolesterolemia e a doença coronariana. Esse tipo de dieta acaba com a saúde de uma pessoa, deixando-a com colesterol alto e pressão alta.
  4. 4. O vício do cigarro é de (quase) completa responsabilidade pessoal. Ser gordo(a) já é uma circunstância que se pode atribuir tanto à carga genética quanto ao empenho com o qual alguém (já adulto e portanto menos vigiado) maneja os talheres e o conteúdo dos pratos. Ambas circunstâncias são hoje socialmente condenáveis.
  5. 5. O fast food causa uma dependência psicológica pois muitos consumidores ficam felizes quando ingerem ou comem fast-food, não só pelo gosto.
  6. 6. Com o aumento do consumo de fast-food as pessoas de países de primeiro mundo que tem uma vida corrida, passam as vezes o dia inteiro sustentadas por um restaurante fast-food, como é o caso de muitas pessoas que moram em Nova York, que muitas vezes comem até no metrô.
  7. 7. O individuo que está acostumado e deve comer uma dieta de 2500 calorias, ao mudar drasticamente a sua dieta para uma de 5000 como no filme, ele terá problemas de saúde, como ataques cardíacos, pressão alta, etc. perigo, fast food mata.
  8. 8. As empresas de fast food são obrigadas a usar as tabelas com informações calóricas, porém, essas tabelas são “escondidas” em lugares impossíveis de um consumidor não curioso encontrar. Se essas informações fossem visíveis nenhum simples consumidor compraria um Big Tasty® por exemplo.
  9. 9. A publicidade em canais de TV, usada em desenhos próprios, propagandas, é uma grande influência para as crianças. Quem nunca pediu para a mãe comprar o McLanche Feliz só para pegar a surpresinha, que faz com que o produto custe muito mais caro do que o sanduíche, o suco, batata, ou refrigetantes sozinhos.
  10. 10. As imagens mostradas a cima, são de refeitórios de escolas em países desenvolvidos, com Estados Unidos e Inglaterra. Lá na hora do lanche ou do almoço os estudantes comem a chamada JunkFood, comida lixo, que é considerada uma das mais prejudiciais a saúde, podendo levar a diabetes e a ataques cardíacos As crianças, mudaram os hábitos alimentares desde a última geração principalmente porque agora elas tem a liberdade de comprar no colégio ou nos shoppings aquilo que elas querem comer nas grandes praças de alimentação, e muitas vezes essa escolha não é saudável.
  11. 11. A maior mensagem do documentario é de que voce ate pode comer fast-food, mas não deve, e se for comer, com moderação. Recomendações dietéticas Dieta saudável é aquela que oferece as calorias e os nutrientes adequados para cada indivíduo em quantidades equilibradas de proteínas, carboidrato, gordura, vitaminas, sais minerais e fibras. As dietas para os obesos devem ser hipovalóricas (menor ou igual a 800 Kcal/dia) com as seguintes quantidades de nutrientes: 58% de carboidratos, 12% de proteínas e 30% de gordura (<10saturada, 20% mono e polinsaturadas). Na elaboração de um programa dietético, deve-se considerar as preferências individuais do paciente, objetivando estimular a aderência ao programa; no entanto, é imprescindível respeitar as bases da disciplina alimentar a ser implantada, mesmo que implique em mudança de hábitos do paciente, assim como de seus familiares. O conteúdo de cada um desses componentes deve ser adaptado às necessidades individuais de cada pessoa, respeitando sua fisiologia e seu metabolismo, assim como deve-se considerar a presença ou não de patologias que o indivíduo possa apresentar. As necessidades calóricas e de nutrientes devem ser estabelecidas para cada paciente, considerando as condições de sua doença, sexo, índice de massa corporal (IMC), tipo de atividade física, social e profissional. É claro que devemos considerar que os hábitos alimentares não são os mesmos entre diferentes grupos étnicos e culturais. No brasil, de maneira geral, seguimos as recomendações nutricionais, elaboradas para os americanos saudáveis - seguindo critérios de idade, sexo, altura, peso - padronizando as necessidades diárias de proteínas, vitaminas lipossolúveis e hidrossolúveis e dos minerais - The Food and Nutrition Board, National research Council, National Academy of Sciences: Recommended Dietary Allowances, 10ª ed. Washington, DC, National Academy Press, 1989 - disponível em todos os livros clássicos de clínica médica. A &quot;pirâmide alimentar&quot; foi iniciativa de pesquisadores norte-americanos para estabelecer uma hierarquia dos alimentos de acordo com sua importância em uma dieta saudável para qualquer indivíduo (Quadro).
  12. 12. Bibliografia <ul><li>Super Size me – o filme </li></ul><ul><li>Imagens: Google </li></ul><ul><li>Textos de recomendação alimentar: http://www.lincx.com.br/lincx/saude_a_z/por_vida_saudavel/dieta_saudavel.asp </li></ul>

×