PROGRAMA GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR –  GESTAR II
O QUE É O GESTAR II ? É um programa de formação continuada semipresencial destinado aos professores de Língua Portuguesa e...
HISTÓRICO – GESTAR I e II <ul><li>•  Fundescola (Fundo de Fortalecimento da Escola) </li></ul><ul><li>•   Programa conjunt...
<ul><li>MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO – MEC </li></ul><ul><li>SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA – SEB  </li></ul><ul><li>Atribui ç õe...
<ul><ul><li>INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR </li></ul></ul><ul><li>Atribuições: </li></ul><ul><ul><li>Formar e orientar o p...
<ul><ul><li>SECRETARIA DE EDUCAÇÃO </li></ul></ul><ul><ul><li>Atribuições: </li></ul></ul><ul><ul><li>Acompanhar e executa...
<ul><ul><li>UNDIME E CONSED </li></ul></ul><ul><ul><li>Atribuições: </li></ul></ul><ul><ul><li>Auxiliar na divulgação do P...
<ul><li>CARACTERIZANDO O GESTAR II </li></ul><ul><li>Foco </li></ul><ul><li>Atualização dos saberes profissionais por meio...
<ul><li>2) Base   </li></ul><ul><li>Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Portuguesa e de Matemática do Ensino Funda...
<ul><li>Objetivos do Gestar II de Língua Portuguesa </li></ul>
<ul><li>1) Desenvolver nos alunos habilidades de compreensão, interpretação e produção dos mais diferentes textos, visando...
<ul><li>2) Valorização profissional e pessoal do professor; </li></ul><ul><li>3) Contribuir para o aperfeiçoamento da auto...
Proposta pedagógica do GESTAR II Língua Portuguesa   Aspectos considerados <ul><li>Concepção de ensino – aprendizagem:  S ...
<ul><li>Relação professor – aluno:  </li></ul><ul><li>•   Professor e aluno se ligam por vínculos construídos ao longo do ...
<ul><li>Papel do professor:  </li></ul><ul><li>•   O professor é o mediador entre os alunos e o conhecimento socialmente c...
<ul><li>Sala de aula: espaço educativo </li></ul><ul><li>•   Lugar onde o GESTAR se origina e se efetiva; </li></ul><ul><l...
<ul><li>E)   Avaliação: </li></ul><ul><li>•   Processual e formativa;  </li></ul><ul><li>•   As avaliações feitas em momen...
<ul><li>F) Concepção de competência: </li></ul><ul><li>“  capacidade que os indivíduos tem de atuar em uma situação comple...
<ul><li>G) Relação entre família e escola no papel educacional: </li></ul><ul><li>•   Família e escola não podem caminhar ...
CURRÍCULO DO GESTAR II  Língua Portuguesa <ul><li>•  O currículo do Gestar II desenvolve-se em forma de espiral aberta, da...
<ul><li>É o eixo central para a resolução de problemas e para a análise das diversas situações sócio-comunicativas; </li><...
<ul><li>4)  É utilizado na perspectiva dos diversos gêneros textuais; </li></ul><ul><li>5)  O trabalho com os textos cláss...
Competências esperadas dos professores ao final do programa <ul><li>Como usuário da Língua , que ele apresente-se como loc...
<ul><li>Como profissional da educação , que ele atue de forma consciente, produtiva e adequada a sua comunidade, valorizan...
Atores do programa Atribuições e responsabilidades <ul><li>1)   Coordenador Municipal </li></ul><ul><li>•   Acompanhar e d...
<ul><li>•  Planejar e executar os encontros presenciais;  </li></ul><ul><li>•   Realizar o acompanhamento da prática pedag...
<ul><li>Direitos </li></ul><ul><li>•  Receber todo o material do programa  destinado ao professor; </li></ul><ul><li>•  Pa...
<ul><li>•  Frequentar obrigatoriamente as atividades presenciais do programa. Mínimo 75%; </li></ul><ul><li>•  Ler os Cade...
<ul><li>Realizar e entregar as atividades denominadas Lição de Casa; </li></ul><ul><li>Desenvolver um projeto; </li></ul><...
4) Diretor e coordenador pedagógico das escolas participantes  <ul><li>Atribuições e responsabilidades </li></ul><ul><li>•...
CARGA HORÁRIA DO PROGRAMA Professor Cursista <ul><li>120h presenciais </li></ul><ul><li>80h – Estudos Coletivos - Oficinas...
Duração e periodicidade dos encontros presenciais <ul><li>Os encontros presenciais acontecerão quinzenalmente e terão dura...
<ul><li>Os encontros serão sempre nas  3 ª s   e nas  5ª s   à noite na  Escola Filgueiras Lima ; </li></ul><ul><li>2 º en...
Modalidade do programa ●  A formação semipresencial é fundamentada pela teoria e pelos pressupostos da educação a distânci...
<ul><li>1) Troca de experiências e reflexão individual e em grupos; </li></ul><ul><li>2) Esclarecimento de dúvidas e quest...
MATERIAIS DE ENSINO-APRENDIZAGEM <ul><li>Cada área temática do GESTAR II é composta pelas seguintes publicações: </li></ul...
 
 
SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA <ul><li>Avaliação do desempenho escolar dos alunos do professor cursista:  </li></ul><ul>...
<ul><li>•  Será avaliado nas sessões presenciais  coletivas, pelo material que produz e por sua auto-avaliaçao; </li></ul>...
<ul><li>•  A metodologia de avaliação adotada objetiva  o mapeamento contínuo do desenvolvimento profissional do professor...
CERTIFICAÇÃO <ul><li>Dependerá de quatro fatores: </li></ul><ul><li>1) 75% de presença nos encontros presenciais; </li></u...
<ul><li>“ É fundamental diminuir a distância entre o que se diz e o que se faz, de tal forma que, num dado momento, a tua ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação geral do GESTAR II

2.566 visualizações

Publicada em

Apresentação do programa GESTAR II - Língua Portuguesa no município de Fortaleza, ocorrida em 19 de setembro de 2009.

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Apresentação geral do GESTAR II

  1. 2. PROGRAMA GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR – GESTAR II
  2. 3. O QUE É O GESTAR II ? É um programa de formação continuada semipresencial destinado aos professores de Língua Portuguesa e de Matemática de 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. .
  3. 4. HISTÓRICO – GESTAR I e II <ul><li>• Fundescola (Fundo de Fortalecimento da Escola) </li></ul><ul><li>• Programa conjunto do Ministério da Educação/MEC, </li></ul><ul><li>Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação/FNDE e Secretarias Estaduais e Municipais de Educação. </li></ul><ul><li>• Foco: escolas públicas das regiões Norte, Nordeste e Centro- Oeste. </li></ul><ul><li>• Gestar I: iniciado em 2001; </li></ul><ul><li>• Gestar II: iniciado em 2004; </li></ul><ul><li>• 2008: Secretaria de Educação Básica/SEB/MEC – todas as regiões do país – Formação do Gestar II. </li></ul>
  4. 5. <ul><li>MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO – MEC </li></ul><ul><li>SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA – SEB </li></ul><ul><li>Atribui ç ões: </li></ul><ul><li>1) Coordenação Nacional do Programa; </li></ul><ul><li>2) Elaborar diretrizes e critérios para a organização dos cursos; </li></ul><ul><li>3) Reproduzir e distribuir os materiais; </li></ul><ul><li>4) Coordenar a formação dos professores. </li></ul>PARCEIROS DO PROGRAMA
  5. 6. <ul><ul><li>INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR </li></ul></ul><ul><li>Atribuições: </li></ul><ul><ul><li>Formar e orientar o professor formador; </li></ul></ul><ul><ul><li>Subsidiar as ações dos professores formadores, dos coordenadores estaduais e municipais; </li></ul></ul><ul><ul><li>Certificar os formadores e coordenadores. </li></ul></ul>
  6. 7. <ul><ul><li>SECRETARIA DE EDUCAÇÃO </li></ul></ul><ul><ul><li>Atribuições: </li></ul></ul><ul><ul><li>Acompanhar e executar as atividades na região; </li></ul></ul><ul><ul><li>Disponibilizar espaço físico com TV, DVD e recursos de informática para os cursos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Certificar os professores cursistas. </li></ul></ul>
  7. 8. <ul><ul><li>UNDIME E CONSED </li></ul></ul><ul><ul><li>Atribuições: </li></ul></ul><ul><ul><li>Auxiliar na divulgação do Programa junto às Secretarias de Educação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Mobilizar as Secretarias Estaduais e Municipais para aderirem; </li></ul></ul><ul><ul><li>Organizar e levantar a demanda. </li></ul></ul>
  8. 9. <ul><li>CARACTERIZANDO O GESTAR II </li></ul><ul><li>Foco </li></ul><ul><li>Atualização dos saberes profissionais por meio de subsídios teóricos e do acompanhamento da ação do professor no próprio local de trabalho. Por isso o GESTAR II é uma formação continuada em serviço. </li></ul>
  9. 10. <ul><li>2) Base </li></ul><ul><li>Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Portuguesa e de Matemática do Ensino Fundamental (6 º ao 9 º ano). </li></ul><ul><li>3) Finalidade do programa </li></ul><ul><li>Elevar a competência dos professores e de seus alunos e consequentemente melhorar a capacidade de compreensão e intervenção sobre a realidade sócio -cultural. </li></ul>
  10. 11. <ul><li>Objetivos do Gestar II de Língua Portuguesa </li></ul>
  11. 12. <ul><li>1) Desenvolver nos alunos habilidades de compreensão, interpretação e produção dos mais diferentes textos, visando sua inserção na sociedade como cidadãos conscientes, capazes de analisar as várias situações de convivência social e de se expressar criticamente em relação a elas; </li></ul>
  12. 13. <ul><li>2) Valorização profissional e pessoal do professor; </li></ul><ul><li>3) Contribuir para o aperfeiçoamento da autonomia do professor na sua prática pedagógica; </li></ul><ul><li>4) Proporcionar espaços para se compartilhar experiências e resoluções de problemas, como forma de construção de conhecimento, saberes e competências dos professores. </li></ul>
  13. 14. Proposta pedagógica do GESTAR II Língua Portuguesa Aspectos considerados <ul><li>Concepção de ensino – aprendizagem: S ócio- construtivista </li></ul><ul><li>• A lunos e professores controem juntos o conhecimento por meio de uma relação interdependente; </li></ul><ul><li>• Aprendizagem, um processo ativo que direciona as transformações das pessoas. </li></ul>
  14. 15. <ul><li>Relação professor – aluno: </li></ul><ul><li>• Professor e aluno se ligam por vínculos construídos ao longo do trabalho de aprender-ensinar; </li></ul><ul><li>• Conhecer o nível de interesse do aluno é imprescindível para a escolha das melhores estratégias de ensino e de avaliação. </li></ul>
  15. 16. <ul><li>Papel do professor: </li></ul><ul><li>• O professor é o mediador entre os alunos e o conhecimento socialmente construído, e não mais o detentor do saber, aquele que sabe tudo; </li></ul><ul><li>• O professor aponta caminhos para que os alunos descubram e construam de forma interativa os saberes. </li></ul>
  16. 17. <ul><li>Sala de aula: espaço educativo </li></ul><ul><li>• Lugar onde o GESTAR se origina e se efetiva; </li></ul><ul><li>• Os subsídios teóricos e as didáticas específicas trabalhados no programa proporcionarão ao professor a oportunidade de conhecer novas estratégias de atuação e de adequação a sua sala de aula. </li></ul>
  17. 18. <ul><li>E) Avaliação: </li></ul><ul><li>• Processual e formativa; </li></ul><ul><li>• As avaliações feitas em momentos específicos do trabalho com o conteúdo permitirão ao professor avaliar cada aluno e as estratégias, além de reavaliar a eficácia de sua atuação pedagógica; </li></ul><ul><li>• Auto- avaliação. </li></ul>
  18. 19. <ul><li>F) Concepção de competência: </li></ul><ul><li>“ capacidade que os indivíduos tem de atuar em uma situação complexa, mobilizando conhecimentos, habilidades intelectuais e físicas, atitudes e disposições pessoais” PERRENOUD (2000) </li></ul><ul><li>No caso dos professores, essa mobilização se dá no ato de identificar os elementos presentes na sua ação docente, dando-lhes sentido e um tratamento apropriado na perspectiva de garantir uma educação de qualidade. </li></ul>
  19. 20. <ul><li>G) Relação entre família e escola no papel educacional: </li></ul><ul><li>• Família e escola não podem caminhar separadamente, pois as duas são responsáveis pela educação e inserção dos jovens em outras instituições sociais; </li></ul><ul><li>• O principal papel dos pais dos alunos de 6 ° ao 9 ° ano não é o de acompanhar as atividades propostas para casa, mas sim ajudar em uma relação positiva com o estudo e com a escola, participando não somente da vida escolar, mas da vida da própria escola. </li></ul>
  20. 21. CURRÍCULO DO GESTAR II Língua Portuguesa <ul><li>• O currículo do Gestar II desenvolve-se em forma de espiral aberta, da qual as questões são retomadas e ampliadas, estabelecendo sempre novas conexões e abordagens; </li></ul><ul><li>• Busca de um caminho de mão dupla entre teoria e prática e pelo enfoque da linguagem como fenômeno cultural, no qual a língua é elemento constitutivo, mas não o único e isolado, na organização de nossas experiências. </li></ul>
  21. 22. <ul><li>É o eixo central para a resolução de problemas e para a análise das diversas situações sócio-comunicativas; </li></ul><ul><li>2) É a concretização das situações de interação; </li></ul><ul><li>3) Privilegia o processo de significação; </li></ul>TEXTO
  22. 23. <ul><li>4) É utilizado na perspectiva dos diversos gêneros textuais; </li></ul><ul><li>5) O trabalho com os textos clássicos deve ser mesclado com os de autores regionais e com as diversas formas da cultura popular, fazendo sua relação com assuntos relevantes de ordem local, nacional e internacional. </li></ul>
  23. 24. Competências esperadas dos professores ao final do programa <ul><li>Como usuário da Língua , que ele apresente-se como locutor e interlocutor, com amplo domínio da linguagem, das suas várias modalidades e formas e nos seus diversos contextos; </li></ul>
  24. 25. <ul><li>Como profissional da educação , que ele atue de forma consciente, produtiva e adequada a sua comunidade, valorizando as práticas democráticas e refletindo sobre sua prática docente; </li></ul><ul><li>Como professor de Língua Portuguesa , que ele pesquise, avalie e adote métodos e estratégias e materiais mais adequados e inovadores para sua atuação pedagógica. </li></ul>
  25. 26. Atores do programa Atribuições e responsabilidades <ul><li>1) Coordenador Municipal </li></ul><ul><li>• Acompanhar e dinamizar o programa na instância de seu município; </li></ul><ul><li>• Subsidiar as ações dos formadores; </li></ul><ul><li>• Tomar decisões de caráter administrativo e logístico; </li></ul><ul><li>• Garantir condições materiais e institucionais para o desenvolvimento do programa. </li></ul>
  26. 27. <ul><li>• Planejar e executar os encontros presenciais; </li></ul><ul><li>• Realizar o acompanhamento da prática pedagógica do professor cursista; </li></ul><ul><li>• Avaliar o desenvolvimento dos cursistas, analisando indicadores de desempenho e registrando seu progresso ; </li></ul><ul><li>• Manter o coordenador do programa atualizado, apresentando relatórios e resultados das avaliações. </li></ul>2) Formador municipal
  27. 28. <ul><li>Direitos </li></ul><ul><li>• Receber todo o material do programa destinado ao professor; </li></ul><ul><li>• Participar de todas as oficinas; </li></ul><ul><li>• Ter um formador que o acompanhe </li></ul><ul><li>durante todo o curso; </li></ul><ul><li>• Receber um certificado de conclusão, caso tenha cumprido todos os requisitos necessários à certificação. </li></ul>3) Professor cursista
  28. 29. <ul><li>• Frequentar obrigatoriamente as atividades presenciais do programa. Mínimo 75%; </li></ul><ul><li>• Ler os Cadernos de Teoria e Prática para discussão nas Oficinas Coletivas com o formador; </li></ul><ul><li>• Realizar as atividades pedagógicas recomendadas pelo programa; </li></ul>Deveres do professor cursista
  29. 30. <ul><li>Realizar e entregar as atividades denominadas Lição de Casa; </li></ul><ul><li>Desenvolver um projeto; </li></ul><ul><li>Realizar auto-avaliações; </li></ul><ul><li>Realizar o planejamento de ensino com base nas diretrizes do programa. </li></ul>
  30. 31. 4) Diretor e coordenador pedagógico das escolas participantes <ul><li>Atribuições e responsabilidades </li></ul><ul><li>• Obter compromisso formal dos professores para participar do programa; </li></ul><ul><li>• Realizar o acompanhamento da prática pedagógica do professor e a sua consonância com as diretrizes do GESTAR. </li></ul>
  31. 32. CARGA HORÁRIA DO PROGRAMA Professor Cursista <ul><li>120h presenciais </li></ul><ul><li>80h – Estudos Coletivos - Oficinas </li></ul><ul><li>40h – Elaboração do Projeto, Plantão e Acompanhamento Pedagógico </li></ul><ul><li>180h não-presenciais </li></ul><ul><li>120h – Estudos Individuais </li></ul><ul><li>60h – Lição de Casa </li></ul><ul><li>Total: 300h (Certificação pela Secretaria Municipal de </li></ul><ul><li>Educação - SME) </li></ul>
  32. 33. Duração e periodicidade dos encontros presenciais <ul><li>Os encontros presenciais acontecerão quinzenalmente e terão duração de 4 horas; </li></ul><ul><li>Ao todo serão 20 encontros , sendo: </li></ul><ul><li>1 º -> apresentação geral do programa e distribuição do material ao professor cursista; </li></ul><ul><li>2 º -> estudo do guia geral e apresentação da estrutura dos cadernos de TP e AAA; </li></ul><ul><li>16 encontros -> oficinas das unidades (TP); </li></ul><ul><li>2 encontros -> oficinas de avaliação; </li></ul>
  33. 34. <ul><li>Os encontros serão sempre nas 3 ª s e nas 5ª s à noite na Escola Filgueiras Lima ; </li></ul><ul><li>2 º encontro será nos dias: </li></ul><ul><li>06/10/2009 (Turmas 1,2,3 e 4)-> terça </li></ul><ul><li>08/10/2009 (Turmas 5, 6 e 7)-> quinta </li></ul>
  34. 35. Modalidade do programa ● A formação semipresencial é fundamentada pela teoria e pelos pressupostos da educação a distância que oferece estratégias de estudo individual, visando o fortalecimento e a autonomia do cursista; ● Os encontros presenciais coordenados pelo formador municipal para a realização de atividades incluirão:
  35. 36. <ul><li>1) Troca de experiências e reflexão individual e em grupos; </li></ul><ul><li>2) Esclarecimento de dúvidas e questionamentos; </li></ul><ul><li>3) Planejamento e elaboração de situações didáticas; </li></ul><ul><li>4) Análise crítica da prática em sala de aula e das atividades dos alunos. </li></ul>
  36. 37. MATERIAIS DE ENSINO-APRENDIZAGEM <ul><li>Cada área temática do GESTAR II é composta pelas seguintes publicações: </li></ul><ul><li>1 Guia Geral </li></ul><ul><li>6 Cadernos de Teoria e Prática - TP </li></ul><ul><li>6 Cadernos de Apoio à Aprendizagem do Aluno – AAA – versão do professor cursista </li></ul><ul><li>6 Cadernos de Apoio à Aprendizagem do Aluno – AAA – versão do aluno (para uso do professor cursista com seus alunos em sala de aula) </li></ul>
  37. 40. SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA <ul><li>Avaliação do desempenho escolar dos alunos do professor cursista: </li></ul><ul><li>• Processual, podendo ser realizadas duas avaliações de caráter externo, ambas diagnósticas, sendo uma no início e outra no final do programa; </li></ul><ul><li>• É importante que o professor cursista proponha aos seus alunos formas de avaliação que não sejam só orais ou escritas, mas que possam ser expressas por desenhos, recortes, músicas, poesias, ou outras formas artísticas. </li></ul>
  38. 41. <ul><li>• Será avaliado nas sessões presenciais coletivas, pelo material que produz e por sua auto-avaliaçao; </li></ul><ul><li>• Por meio das Lições de Casa (Relato sobre a aplicação de uma atividade feita pelo professor cursista com seus alunos); </li></ul>Avaliação do desempenho do professor cursista
  39. 42. <ul><li>• A metodologia de avaliação adotada objetiva o mapeamento contínuo do desenvolvimento profissional do professor cursista durante o programa, procurando detectar os avanços e as necessidades de intervenções. </li></ul>
  40. 43. CERTIFICAÇÃO <ul><li>Dependerá de quatro fatores: </li></ul><ul><li>1) 75% de presença nos encontros presenciais; </li></ul><ul><li>2) Conceitos emitidos pelo formador referentes à produção de material e à atuação do professor cursista nas atividades; </li></ul><ul><li>3) Auto-avaliação do professor cursista; </li></ul><ul><li>4) Apresentação do projeto a ser implantado na escola em que trabalha. </li></ul>
  41. 44. <ul><li>“ É fundamental diminuir a distância entre o que se diz e o que se faz, de tal forma que, num dado momento, a tua fala seja a tua prática.” </li></ul><ul><li>PAULO FREIRE </li></ul>

×