Energias Do Futuro – Desafio do Presente

1.785 visualizações

Publicada em

REN - Energias do futuro, desafio do presente. Ambiente e Sustentabilidade.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.785
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
58
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Energias Do Futuro – Desafio do Presente

  1. 1. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 1 Energias Renováveis e Eficiência Energética Seminário APE 05/06/2007 Energias do Futuro – Desafios do Presente Francisco Saraiva III Dia Regional Norte do Engenheiro Mirandela - 20/10/2007
  2. 2. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 2 Sustentabilidade Energética
  3. 3. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 3 O panorama energético mudou EUA: State of the Union 2007 União Europeia: Pacote para a Energia 2007 G8, IEA Outlook, Stern Review
  4. 4. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 4 Consumo Mundial de Energia Portugal • Consumo mundial de energia primária cresceu mais de 50% desde 1980 • Muitos estudos indicam que provavelmente o consumo energético mundial duplicará até 2050 Índia + China: 40% da população mundial
  5. 5. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 5  Reservas concentradas em algumas regiões do Mundo  Preços influenciados por um grande número de factores (OPEP, capacidade de extracção e refinação, ...)  Produção poderá deixará de crescer dentro de 10-15 anos Estimated Ultimate Recovery (EUR) - 2005 Fonte: BGR (2006) Recursos energéticos “tradicionais” - petróleo
  6. 6. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 6  Grande concentração geográfica das reservas mundiais Reservas provadas (fim de 2005) Fonte: WEC, SER (2007)  Preços indexados ao petróleo Reservas estimadas em mais de 130 anos, ao ritmo actual de consumo  Energia mais amiga do ambiente (face a carvão e petróleo)  Rendimento elevado das tecnologias de produção de electricidade a GN (CCGT) Recursos energéticos “tradicionais” - gás natural
  7. 7. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 7  Abundante e bem distribuído  Segundo a Agência Internacional de Energia (AIE) o carvão será a energia primária com maior crescimento até 2030  Mas .... grande emissor de CO2 Reservas provadas (10 maiores produtores) Fonte: WEC, SER (2007)  Relativa estabilidade de preço Reservas estimadas em 150 anos, ao ritmo actual de consumo Recursos energéticos “tradicionais” - carvão
  8. 8. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 8 Preços internacionais Fonte: WEC, SER (2007) Petróleo a 80-90 USD/bbl
  9. 9. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 9 O Clima está a mudar ... FURACÃO KATRINA 2005 NEVE NA TURQUIA 2006 ONDA DE CALOR NA EUROPA 2003
  10. 10. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 10 Até 2030  a dependência da UE relativamente às importações de energia passaria dos actuais 50% do consumo total de energia para 65%  as emissões de CO2 da UE aumentariam 5% Segundo projecções da CE ... sem uma inflexão das políticas da energia e dos transportes: é necessário assegurar sustentabilidade ao sistema energético ...
  11. 11. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 11 Os factores chave Competitividade CUSTO TOTAL DA ENERGIA Segurança de abastecimento DEPENDÊNCIA DAS IMPORTAÇÕES DE PETRÓLEO E GÁS Alterações climáticas EMISSÕES DE CO2 Sustentabilidade Energética
  12. 12. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 12 Como alcançar uma economia com energia eficiente e de baixo teor de carbono e enfrentar os três desafios da sustentabilidade  Que política energética?  Qual o papel da electricidade? Sustentabilidade Energética ?
  13. 13. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 13 Política Energética Europeia
  14. 14. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 14 O novo paradigma energético europeu  Tecnologias limpas de produção termoeléctrica  Energias endógenas e renováveis  Eficiência energética
  15. 15. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 15  20% de poupança do consumo de energia primária em 2020 (relativamente a BAU)  20% de energia renovável na UE em 2020 relativamente ao consumo total – meta obrigatória para os biocombustíveis em todos os EM: 10% – corresponde a 34% de energia renovável na electricidade  20% de redução das emissões GEE em 2020 (relativamente a 1990) – aumento para 30% se outros países industrializados se comprometerem com o mesmo objectivo Política Energética para a Europa Comissão Europeia – “Energy Package” 10.Janeiro.2007 Conselho Europeu – Reunião da Primavera de 2007 – 8/9.Março
  16. 16. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 16 34%21%Electricidade 20%12%Energia total Road Map de 2007 Metas Obrigatórias 2020 Directiva de 1997 Metas Indicativas 2010 Quota renovável Evolução em 10 anos (1997-2007) – mais ambição – visão de mais longo prazo – cumprimento obrigatório Energias Renováveis Nova Proposta de Directiva em 2007?
  17. 17. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 17 O Papel da Electricidade
  18. 18. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 18 A electricidade pode: • ser usada em quase todas as aplicações energéticas • ser produzida com tecnologias limpas, incluindo renováveis • ter ganhos de eficiência (produção, transporte, consumo) www.eurelectric.org O Papel da Electricidade + Segurança de abastecimento (menor dependência das importações) + Protecção do ambiente (menores emissões de CO2) Sinergias Energias Renováveis Eficiência Energética Europa energeticamente mais sustentável
  19. 19. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 19 Promover a eficiência energética no consumo Iluminação Transporte Ferroviário Bombas de Calor Electrodomésticos Motores Indústria Veículos Híbridos Lado da Procura
  20. 20. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 20 Iluminação Eficiente com tecnologias avançadas Hoje 85% das lâmpadas para iluminação residencial são incandescentes Lado da Procura Source: LABORELEC
  21. 21. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 21 Impacto do uso de Bombas de Calor Fonte: EURELECTRIC – Estudo Role of Electricty Lado da Procura 0% 20% 40% 60% 80% 100% 2005 2020 2030 Dependência de Petróleo/Gás 0 1 2 3 4 5 6 2005 2020 2030 Fuelóleo Gás B. Calor Emissões de CO2 t CO2/ano
  22. 22. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 22 “Plug-in Hybrid Electric Vehicles (PHEV)“ Source: Toyota Electricidade de baixo teor de carbono substitui combustíveis fósseis no sector dos transportes através dos PHEVs Reduz as emissões de CO2 e a dependência do petróleo/gás Podemos ter automóveis movidos a energia renovável ! Lado da Procura
  23. 23. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 23 Combustíveis fósseis Produção de baixo teor de carbono Renováveis Lado da Oferta
  24. 24. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 24 Hídrica Biomassa Eólica Solar térmica Fotovoltaica Lado da Oferta electricidade renovável
  25. 25. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 25 FuelóleoFuelóleo CCGTCCGT NOVO mixNOVO mix ?? CarvãoCarvão 1973 Choque petrolífero Fuelóleo perde competitividade Ressurgimento do carvão Preocupações com ambiente UNFCCC(92) / Kyoto (97) Década 1990 Carvão: emissões de CO2 Procura de tecnologias mais eficientes e mais limpas (CCGT) > 2010 Preocupações com diversificação de combustíveis segurança de abastecimento Novas soluções tecnológicas Lado da Oferta electricidade - termoeléctrica
  26. 26. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 26 Carvão com CCS (Captura e Armazenamento de CO2) Fonte: EURELECTRIC (RoE), VGB Powertech • Até 2015: 12 projectos de demonstração (com incentivos) • Até 2020: Todas as novas centrais a carvão equipadas com CCS UE Energy Package 2007 Lado da Oferta electricidade - termoeléctrica
  27. 27. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 27 Fonte: TOTAL CCS - Captura e Armazenamento de CO2 Lado da Oferta electricidade - termoeléctrica
  28. 28. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 28 Portugal
  29. 29. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 29 Dependência energética (Portugal) Estrutura do Consumo de Energia Primária (CEP) em 2005 As Importações representaram 85% do CEP *  Em 2005 o CEP cresceu 2,3%;  Em 2006 o consumo de gás natural decresceu 4% (em parte devido ao regime hidrológico de 2005 (muito seco)). CEP: 27 Mtep * Sem entrar em conta com o saldo importador de electricidade (587 ktep – 2,2% do CEP), resultante de decisões baseadas em critérios de racionalidade económica. 2005 Petróleo 59% Gás Natural 14% Saldo Importador de Electricidade 2% Renováveis (incluindo hídrica) 13% Carvão 12%
  30. 30. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 30  Eficiência energética – poupança de 10% do consumo energético em 2015  Electricidade de base renovável de 39% para 45% do consumo em 2010  Biomassa (5 a 10%) nas centrais de Sines e do Pego até 2010;  Biocombustíveis nos transportes rodoviários: 10% (5,75%) em 2010  Centrais a carvão limpo a partir de 2014 Política Energética Nacional AS NOVAS METAS ENERGIA E ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS – MAIS INVESTIMENTO, MELHOR AMBIENTE MEI - 16.Fev.2007
  31. 31. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 31 Residencial Serviços Industria Total (GWh/ano) Frigoríficos  5 Frig. Combinados  5 Arcas congeladoras  5 Lâmpadas fluorescentes   420420 Bombas de calor   60 Balastros electrónicos  55 Semáforos LED's  10 Iluminação pública  35 Motores Alto Rendimento   185 Var. electrónicos de velocidade   570 Correcção do factor de potência   340 Total (GWh)/ano 370 380 600 13501350 Consumo final de electricidade Potencial de poupança anual Eficiência energética electricidade - consumo Fonte: REN
  32. 32. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 32 Evolução da procura de electricidade Cenários REN 50 55 60 65 70 75 80 85 90 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 TWh cenário com medidas de gestão da procura, necessárias ao cumprimento dos objectivos da Directiva 2006/32/CE (poupança de 9% do consumo médio anual do período 2003-2007, a alcançar até ao final de 2016) poupança no consumo de electricidade superior a 4000 GWh4000 GWh (a partir de 2016) BAU Eficiência Eficiência energética electricidade - consumo
  33. 33. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 33 Perdas na RNT PNAC 2006: Redução até 2010 das perdas nas redes de transporte e distribuição: de 9.3% para 8.6% GWh % 250 350 450 550 650 750 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 1,0 1,2 1,4 1,6 1,8 2,0 250 350 450 550 650 750 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 1,0 1,2 1,4 1,6 1,8 2,0 ~15% das perdas totais nas redes As perdas da RNT dependem de: • Perfis de consumo • Localização da produção • Regime hidrológico • Reforços da rede • Trocas e circulação Portugal/Espanha Rede de Transporte das mais eficientes da Europa Eficiência energética electricidade - transporte
  34. 34. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 34 30 40 50 60 70 2000 2006 2010 2015 2030 % 0,7 0,8 0,9 1,0 1,1 IPH 49% 46% 44%42% 49% 55% IPH Fim das centrais a fuelóleo Integração no sistema de novos grupos CCGT (60%) Integração no sistema de novos grupos a carvão com rendimento de: ~ 50% (se não tivessem CCS) ~ 40% (com CCS) Rendimento do parque termoeléctrico Eficiência energética electricidade - produção
  35. 35. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 35 Energia renovável electricidade Potencial (identificado / aproveitado) 2007-2030 Remanescente 2006 0 5 10 15 20 25 30 Solar Hídrica Cogeração (renov) Eólica Biomassa Ondas RSU (renov) Biogás TWh * * * Cogeração e RSU (renovável): potencial desconhecido Por recurso renovável 2006 26% 2007-2030 37% Remanescente 37% 2006 26% 2007-2030 37% Remanescente 37% Total  O mais aproveitado: Hídrica  O maior potencial: Solar: mas menos competitivo (FV)  O maior crescimento: Eólica, Cogeração > Biomassa > Hídrica, Solar (T)
  36. 36. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 36 Energia renovável electricidade - produção Produção renovável de electricidade Cenário REN 10% 30% 50% 2010 2015 2020 2025 2030 %ElectricidadeRenovável -40 60 160 TWh Não Renovável Renovável Quota Renovável 10% 30% 50% 2010 2015 2020 2025 2030 %ElectricidadeRenováv -40 60 160 TWh Não Renovável Renovável Quota Renovável 10% 15% 20% 25% 30% 35% 40% 45% 50% 2010 2015 2020 2025 2030 %ElectricidadeRenovável 0 20 40 60 80 100 120 140 160 TWh IPH=1.22 (1997) IPH=1.0 (MR)
  37. 37. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 37  Mais renovável intermitente (eólica, ...)  Mais flexibilidade de operação do sistema produtor (reserva operacional)  Mais capacidade de armazenamento de energia  ... Mais hidroelectricidade Energia renovável electricidade - produção - hídrica
  38. 38. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 38 96% 95% 95% 85% 75% 70% 70% 46% 42% Germany France Italy Spain Sweden Austria Finland Portugal Greece Hidroelectricidade Objectivo para 2020: > 7000 MW (70% do Potencial) Potencial utilizado (em potência)
  39. 39. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 39 0 1000 2000 3000 4000 5000 6000 7000 8000 PRE PRO em construção ou decidido PNBEPH MW 2006 2020 Hidroelectricidade 2006 ... 2020 (potência) PRO revers.PRO não revers.PRE
  40. 40. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 40  Picote (reforço de potência)  Bemposta (reforço de potência)  Alqueva (reforço de potência)  Baixo Sabor  Ribeiradio Produção (*) – Líquida de bombagem 231 MW 181 MW 260 MW rev 170 MW rev 70 MW Potência 2010 2010 2012 2012 2013 Entrada em serviço TOTAL : 910 MW Hidroelectricidade Nova capacidade em contrução ou já decidida
  41. 41. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 41 Programa Nacional de Barragens Ministérios da Economia e Inovação (MEIMEI) e do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional (MAOTDRMAOTDR), incumbiram a Direcção Geral de Energia e Geologia (DGEGDGEG) e o Instituto da Água (INAG, I.P.INAG, I.P.), com o apoio da REN – Rede Eléctrica Nacional S.A., da elaboração do PROGRAMA NACIONAL DE BARRAGENS COM ELEVADO POTENCIAL HIDROELÉCTRICO (PNBEPHPNBEPH) que vai estar sujeito a um processo de avaliação ambiental, em conformidade com o DL 232/2007, de 15 de Junho (relativo à avaliação dos efeitos de determinado planos e programas no ambiente)
  42. 42. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 42 Programa Nacional de Barragens Bacia DouroBacia Douro Rio Tâmega Daivões Fridão Gouvães Padroselos Vidago Rio Tua Foz-Tua Bacia VougaBacia Vouga Rio Vouga Pinhosão Bacia MondegoBacia Mondego Rio Mondego Girabolhos Bacia TejoBacia Tejo Rio Tejo Almourol Rio Ocreza Alvito Daivões Vidago Gouvães Fridão Padroselos Foz-Tua Pinhosão Girabolhos Alvito Almourol
  43. 43. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 43 Programa Nacional de Barragens Fase A Projecto ProgramaProjecto Programa Relatório AmbientalRelatório Ambiental Programa Nacional de Barragens Declaração Ambiental 1 Outubro 14 Novembro Fase B Processo deProcesso de Consulta PúblicaConsulta Pública Relatório ConsultaRelatório Consulta Documentação disponível: http://www.inag.pt Sessões Públicas: 25 Outubro – Porto 25 Outubro – Coimbra 26 Outubro – Lisboa
  44. 44. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 44  Novas linhas  Reforço de linhas existentes  Novas subestações  Mais potência de transformação  Extensão de subestações da RNT  Mais capacidade de compensação de energia reactiva RNT planeada para 2010 RNT - integração de PRE renovável Expansão / reforço da RNT
  45. 45. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 45 Produção Termoeléctrica O crescimento da TERMOELÉCTRICA continuará a ser INDISPENSÁVEL para a segurança do abastecimento de electricidade 0 20 000 40 000 60 000 80 000 100 000 2010 2015 2020 2025 GWh Térmica PRE Grande Hídrica Procura s/ medidas DSM Procura c/ medidas DSM + EFICIÊNCIA no consumo + RENOVÁVEIS Apesar de:
  46. 46. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 46 Produção Termoeléctrica 45%45%ConsumoaabastecerConsumoaabastecer 0 10 000 20 000 30 000 40 000 50 000 2010 2015 2020 2025 GWh centrais Existentes NOVAS centrais Combustíveis? Tecnologias? CCGT + Carvão com CCS
  47. 47. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 47 Produção Termoeléctrica O CARVÃO com CCS no “mix” de produção termoeléctrica Central de 800 MW a carvão com CCS em Sines a partir de 2014 (Portaria 1074/2006) Permite  Evitar a dependência excessiva de um só combustível (Gás Natural)  Contendo as emissões de CO2 (Carvão) Compatibiliza  Segurança de abastecimento energético  Protecção ambiental Contribui para a sustentabilidade energética
  48. 48. III Dia Regional Norte do Engenheiro - 20/10/07 48 A energia de amanhã ... ... é o desafio de hoje

×