Escola De Frankfurt

11.571 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.571
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
123
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
222
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Escola De Frankfurt

  1. 1. Teoria da Opinião Pública Escola de Frankfurt
  2. 2. Teoria da Opinião Pública Escola de Frankfurt <ul><li>Contextualização </li></ul><ul><li>Consolidação da Revolução Bolchevique </li></ul><ul><li>Ascensão do Nazismo </li></ul><ul><li>Advento da sociedade de massa </li></ul>
  3. 3. Teoria da Opinião Pública Escola de Frankfurt <ul><li>Pressupostos teóricos </li></ul><ul><li>Marxismo </li></ul><ul><li>Psicanálise freudiana </li></ul>
  4. 4. Teoria da Opinião Pública Escola de Frankfurt <ul><li>Indústria Cultural </li></ul><ul><li>Estratificação da cultura – divisão de acordo com as classes sociais: arte superior [erudita] e arte inferior [popular] </li></ul><ul><li>Arte superior </li></ul><ul><li>Arte inferior </li></ul><ul><li>Cultura de massa </li></ul>
  5. 5. Teoria da Opinião Pública Escola de Frankfurt <ul><li>Indústria Cultural </li></ul><ul><li>Desmistificação da racionalidade </li></ul><ul><ul><li>Horkheimer – Eclipse da Razão: racionalidade instrumental, que obedece a objetivos </li></ul></ul><ul><ul><li>Adorno e Horkheimer – A Dialética do Esclarecimento: análise da continuidade, e não exclusão, entre mito e razão. O excesso de razão conduz ao totalitarismo </li></ul></ul>
  6. 6. Teoria da Opinião Pública Escola de Frankfurt <ul><li>Indústria Cultural </li></ul><ul><li>Criação de padrões de consumo </li></ul><ul><li>Dominação na sociedade capitalista = dominação dos desejos do indivíduo </li></ul><ul><li>O modo de produção não e só uma forma de estruturação do trabalho, mas também uma estruturação antropológica: indivíduos heteroconduzidos </li></ul>
  7. 7. Teoria da Opinião Pública Escola de Frankfurt <ul><li>Indústria Cultural </li></ul><ul><li>Marcuse – Eros e Civilização: a libido é castrada pela sociedade do trabalho. O corpo deixa de ser um 'conjunto biológico' para se tornar escravo de uma racionalidade </li></ul>
  8. 8. Teoria da Opinião Pública Escola de Frankfurt <ul><li>Indústria Cultural </li></ul><ul><li>Meios de Comunicação de Massa </li></ul><ul><li>Os meios de comunicação de massa moldam os indivíduos segundo os interesses dominantes </li></ul><ul><li>Modo de produção capitalista </li></ul><ul><li>Meios de comunicação de massa </li></ul><ul><li>Indivíduo alienado </li></ul>
  9. 9. Teoria da Opinião Pública Escola de Frankfurt <ul><li>Indústria Cultural </li></ul><ul><li>Meios de Comunicação de Massa </li></ul><ul><li>Adorno: preocupação com o conteúdo dos meios de comunicação de massa </li></ul><ul><li>Benjamin: preocupação com as experiências possíveis com os meios de comunicação de massa </li></ul>
  10. 10. Teoria da Opinião Pública Escola de Frankfurt <ul><li>Indústria Cultural </li></ul><ul><li>Meios de Comunicação de Massa </li></ul><ul><li>Benjamin – A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica: perda da aura conferida pelo hic et nunc. Libertação da arte para novas possibilidades, com acesso mais democrático. Resultado é uma “politização da estética” que vai de encontro à “estetização da política”, típica daqueles tempos. </li></ul>

×