SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
Igualdade racial: uma luta de todo mundo


Taciana Gouveia
Educadora do SOS CORPO e Diretora de Desenvolvimento Institucional da ABONG


Em 2001 um conjunto de redes e organizações da sociedade civil brasileira começou a
construir processos de alianças e parcerias para superar o isolamento que historicamente
tem marcado as ações dos movimentos sociais e a segmentação das políticas públicas no
que ser refere à imensa e injusta desigualdade racial no Brasil. Assim surgiram os Diálogos
contra os Racismo demonstrando que não podem haver sujeitos políticos comprometidos/as
com a transformação radical da sociedade sem que suas pautas e ações tenham a igualdade
racial como princípio constituinte e inegociável.


Naquele momento, a III Conferência Mundial Contra o Racismo, Discriminação Racial ,
Xenofobia e Formas Conexas de Intolerância (Durban- 2001) foi o eixo a partir do qual
organizamos nossos debates e estes foram tomando a forma de um verdadeiro diálogo
democrático, o que significa encarar tensões, conflitos, dissensos , contradições , elaborar
outros argumentos, colocar-se em outras posições.


Impossível ser de outro modo, afinal foram tantos e tantos anos de poucas palavras ou de
um silêncio absoluto por parte das pessoas , organizações, movimentos que não aqueles/as
que têm como identidade ser movimento de negros/as . No máximo, prestava-se uma
solidariedade, um apoio a uma causa que era tratada como do/a outro/a . Tínhamos a nossa
“própria” luta, a nossa própria vida.


O racismo no Brasil em sua camuflada concretude só ganha contornos de uma questão
política a partir do momento e do movimento em que os /as sujeitos que são por ele direta e
cotidianamente atingidos/as amplificam suas vozes de maneira que é impossível não serem
escutados.
Talvez a sociedade brasileira já seja capaz de ouvi-las, mas não ainda de entendê-las em seu
sentido ético e político.


Dizemos isto porque é comum pessoas não negras afirmarem que não têm preconceito
racial, contudo o dizer-se não racista não é solução para o seguinte problema ético: se
imensa população negra brasileira é impedida do exercício de direitos básicos - inclusive da
própria possibilidade de existir sendo o que é - é porque existe uma parcela, ainda que
minoritária , com enormes privilégios gerados da negação desses direitos!


Podemos os/as não negros/as não termos nenhuma atitude racista durante toda a nossa vida,
mas enquanto este sistema de injustiça e desigualdade for , como ainda é, estruturador da
nossa sociedade, estaremos sendo seus/suas beneficiários/as. Não há como fugir ou olhar de
lado : tal situação é totalmente contraditória com quem acredita e luta por uma sociedade de
cidadania e democracia plenas !


Acontece que as contradições podem ser enfrentadas e superadas dos modos mais diversos:
atitudes pessoais, ações coletivas no trabalho, na escola, no bairro , no partido político, no
sindicato , na ONG, através de manifestações públicas, ações de movimentos sociais,
políticas governamentais. Cabe tudo porque em tudo encontramos o racismo.


Deste modo, ao nos deslocarmos do lugar de quem apenas escuta para o lugar de quem fala
e age estaremos fazendo parte de um projeto ético e político anti–racista, abandonando os
privilégios e conquistando direitos. Isto é fundamental para mudar a vida – não de um/a
outro/a distante – mas de todos nós.


Queremos que todas/os possam construir juntas/os uma outra história, que torne a nossa
sociedade verdadeiramente livre do racismo. Mas se você não quiser esperar, um bom
começo é acreditar e dizer já: eu luto pela igualdade racial!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
A Procura da Justiça
A Procura da JustiçaA Procura da Justiça
A Procura da Justiça
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Cidadania e democracia
Cidadania e democraciaCidadania e democracia
Cidadania e democracia
 
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Sociedade civil e democracia - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
Slide - Cidadania
Slide - Cidadania Slide - Cidadania
Slide - Cidadania
 
Cidadania e Profissionalidade
Cidadania e ProfissionalidadeCidadania e Profissionalidade
Cidadania e Profissionalidade
 
Cidadania exercicio aula 5
Cidadania exercicio aula 5Cidadania exercicio aula 5
Cidadania exercicio aula 5
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
O que é ser cidadão
O que é ser cidadãoO que é ser cidadão
O que é ser cidadão
 
Filosofia cidadania e democracia
Filosofia cidadania e democraciaFilosofia cidadania e democracia
Filosofia cidadania e democracia
 
Igualdade de Género
Igualdade de GéneroIgualdade de Género
Igualdade de Género
 
O que é ser cidadão
O que é ser cidadãoO que é ser cidadão
O que é ser cidadão
 
O que é cidadania
O que é cidadaniaO que é cidadania
O que é cidadania
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
A Democracia
A DemocraciaA Democracia
A Democracia
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Cidadania exercicio 4
Cidadania exercicio 4Cidadania exercicio 4
Cidadania exercicio 4
 
Atividade cidadania
Atividade cidadaniaAtividade cidadania
Atividade cidadania
 

Destaque

Access 2010 (inicio)
Access 2010 (inicio)Access 2010 (inicio)
Access 2010 (inicio)felipe5005
 
Distinguir DESCRIÇÃO de AVALIAÇÃO
Distinguir DESCRIÇÃO de AVALIAÇÃODistinguir DESCRIÇÃO de AVALIAÇÃO
Distinguir DESCRIÇÃO de AVALIAÇÃObonifvieira
 
Dominio B Indicadores B1 E B3
Dominio B    Indicadores B1 E B3Dominio B    Indicadores B1 E B3
Dominio B Indicadores B1 E B3Fernanda Esberard
 
Enquanto espero, eu tenho guardado o meu amor: o livro
Enquanto espero, eu tenho guardado o meu amor: o livroEnquanto espero, eu tenho guardado o meu amor: o livro
Enquanto espero, eu tenho guardado o meu amor: o livroprgerio
 
Proposta parcerias publico privadas rtve parana veronica 2015
Proposta parcerias publico privadas  rtve parana   veronica 2015Proposta parcerias publico privadas  rtve parana   veronica 2015
Proposta parcerias publico privadas rtve parana veronica 2015FAIR PLAY AD / @VeronicaRRSouza
 
Luis fernando ramirez
Luis fernando ramirezLuis fernando ramirez
Luis fernando ramirezluistio
 
Del psicoanalisis-a-la-psicologia-social-pichon-riviere-y-ana-p-de-quiroga
Del psicoanalisis-a-la-psicologia-social-pichon-riviere-y-ana-p-de-quirogaDel psicoanalisis-a-la-psicologia-social-pichon-riviere-y-ana-p-de-quiroga
Del psicoanalisis-a-la-psicologia-social-pichon-riviere-y-ana-p-de-quirogaalbazorrilla
 
Patrones de diseño ... Guias para la implementacion del Diseño Proyecto Punto...
Patrones de diseño ... Guias para la implementacion del Diseño Proyecto Punto...Patrones de diseño ... Guias para la implementacion del Diseño Proyecto Punto...
Patrones de diseño ... Guias para la implementacion del Diseño Proyecto Punto...Judith Aguilar
 
Redacción de textos
Redacción de textosRedacción de textos
Redacción de textosHEIDI0101
 
Proyecto final parcial 2 revista electronica
Proyecto final parcial 2 revista electronicaProyecto final parcial 2 revista electronica
Proyecto final parcial 2 revista electronicafelipedavalos
 

Destaque (20)

Ejerccio 1
Ejerccio 1Ejerccio 1
Ejerccio 1
 
Access 2010 (inicio)
Access 2010 (inicio)Access 2010 (inicio)
Access 2010 (inicio)
 
Outra vez Flamengo
Outra vez FlamengoOutra vez Flamengo
Outra vez Flamengo
 
úLtima Tarefa
úLtima TarefaúLtima Tarefa
úLtima Tarefa
 
Distinguir DESCRIÇÃO de AVALIAÇÃO
Distinguir DESCRIÇÃO de AVALIAÇÃODistinguir DESCRIÇÃO de AVALIAÇÃO
Distinguir DESCRIÇÃO de AVALIAÇÃO
 
Dominio B Indicadores B1 E B3
Dominio B    Indicadores B1 E B3Dominio B    Indicadores B1 E B3
Dominio B Indicadores B1 E B3
 
Enquanto espero, eu tenho guardado o meu amor: o livro
Enquanto espero, eu tenho guardado o meu amor: o livroEnquanto espero, eu tenho guardado o meu amor: o livro
Enquanto espero, eu tenho guardado o meu amor: o livro
 
Proposta parcerias publico privadas rtve parana veronica 2015
Proposta parcerias publico privadas  rtve parana   veronica 2015Proposta parcerias publico privadas  rtve parana   veronica 2015
Proposta parcerias publico privadas rtve parana veronica 2015
 
Luis fernando ramirez
Luis fernando ramirezLuis fernando ramirez
Luis fernando ramirez
 
Del psicoanalisis-a-la-psicologia-social-pichon-riviere-y-ana-p-de-quiroga
Del psicoanalisis-a-la-psicologia-social-pichon-riviere-y-ana-p-de-quirogaDel psicoanalisis-a-la-psicologia-social-pichon-riviere-y-ana-p-de-quiroga
Del psicoanalisis-a-la-psicologia-social-pichon-riviere-y-ana-p-de-quiroga
 
Actividad #4
Actividad #4Actividad #4
Actividad #4
 
Asignacion matematica 2
Asignacion matematica 2Asignacion matematica 2
Asignacion matematica 2
 
Patrones de diseño ... Guias para la implementacion del Diseño Proyecto Punto...
Patrones de diseño ... Guias para la implementacion del Diseño Proyecto Punto...Patrones de diseño ... Guias para la implementacion del Diseño Proyecto Punto...
Patrones de diseño ... Guias para la implementacion del Diseño Proyecto Punto...
 
Redacción de textos
Redacción de textosRedacción de textos
Redacción de textos
 
Unidad 7 proyecto final
Unidad 7 proyecto finalUnidad 7 proyecto final
Unidad 7 proyecto final
 
2016 kvk inno bootcamp
2016 kvk inno bootcamp2016 kvk inno bootcamp
2016 kvk inno bootcamp
 
Hola2
Hola2Hola2
Hola2
 
Evaluacion TIC
Evaluacion TICEvaluacion TIC
Evaluacion TIC
 
Proyecto final parcial 2 revista electronica
Proyecto final parcial 2 revista electronicaProyecto final parcial 2 revista electronica
Proyecto final parcial 2 revista electronica
 
Intb3 shrm
Intb3 shrmIntb3 shrm
Intb3 shrm
 

Semelhante a Igualdade racial: uma luta de todos

CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNEROCIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNEROProf. Noe Assunção
 
Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.
Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.
Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.deputadamarina
 
Preconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdf
Preconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdfPreconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdf
Preconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdfVIEIRA RESENDE
 
Política Pública e Movimentos Sociais: uma discussão do povo, com o povo e pa...
Política Pública e Movimentos Sociais: uma discussão do povo, com o povo e pa...Política Pública e Movimentos Sociais: uma discussão do povo, com o povo e pa...
Política Pública e Movimentos Sociais: uma discussão do povo, com o povo e pa...Aniervson Santos
 
Racismo e Dicas Atinirracistas.docx
Racismo e Dicas Atinirracistas.docxRacismo e Dicas Atinirracistas.docx
Racismo e Dicas Atinirracistas.docxAna Carvalho
 
Ação afirmativa e o combate ao racismo institucional no brasil
Ação afirmativa e o combate ao racismo institucional no brasilAção afirmativa e o combate ao racismo institucional no brasil
Ação afirmativa e o combate ao racismo institucional no brasilGeraa Ufms
 
Zé Ricardo Oliveira Suedde e Rangel - ATRAS e Comunicação Comunitária
Zé Ricardo Oliveira Suedde e Rangel - ATRAS e Comunicação ComunitáriaZé Ricardo Oliveira Suedde e Rangel - ATRAS e Comunicação Comunitária
Zé Ricardo Oliveira Suedde e Rangel - ATRAS e Comunicação ComunitáriaZé Ricardo Oliveira
 
Caid Brasil 2009 Cese
Caid Brasil 2009 CeseCaid Brasil 2009 Cese
Caid Brasil 2009 CeseMarcStorms
 
Cartilha pioneirismo no combate ao racismo
Cartilha pioneirismo no combate ao racismoCartilha pioneirismo no combate ao racismo
Cartilha pioneirismo no combate ao racismoconselhoafroleme
 
Manual do Candidato do PSB 2016
Manual do Candidato do PSB 2016Manual do Candidato do PSB 2016
Manual do Candidato do PSB 2016Paulo Veras
 
Manual Dos Dialogos Contra O Racismo
Manual Dos Dialogos Contra O RacismoManual Dos Dialogos Contra O Racismo
Manual Dos Dialogos Contra O Racismoguesta7e113
 
Manual Dos Dialogos Contra O Racismo
Manual Dos Dialogos Contra O RacismoManual Dos Dialogos Contra O Racismo
Manual Dos Dialogos Contra O Racismoguesta7e113
 
Manual Dos Dialogos Contra O Racismo
Manual Dos Dialogos Contra O RacismoManual Dos Dialogos Contra O Racismo
Manual Dos Dialogos Contra O Racismoguesta7e113
 
Violência contra-a-população-lgbt ts
Violência contra-a-população-lgbt tsViolência contra-a-população-lgbt ts
Violência contra-a-população-lgbt tsJuliana Aguiar
 
Compacto relatorio estagio
Compacto relatorio estagioCompacto relatorio estagio
Compacto relatorio estagioAndressa Gomes
 
Reflexões sobre Diversidade e Gênero
Reflexões sobre Diversidade e GêneroReflexões sobre Diversidade e Gênero
Reflexões sobre Diversidade e Gênerosinteimp
 
Pluralidade Cultural e Etnia
Pluralidade Cultural e EtniaPluralidade Cultural e Etnia
Pluralidade Cultural e EtniaWelton Castro
 
A questão de Raça e Etnia
A questão de Raça e EtniaA questão de Raça e Etnia
A questão de Raça e EtniaJunior Ozono
 

Semelhante a Igualdade racial: uma luta de todos (20)

CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNEROCIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
 
Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.
Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.
Discurso do Assessor de Diversidade Sexual de Goiânia Adrano Ferreto.
 
Preconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdf
Preconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdfPreconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdf
Preconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdf
 
Política Pública e Movimentos Sociais: uma discussão do povo, com o povo e pa...
Política Pública e Movimentos Sociais: uma discussão do povo, com o povo e pa...Política Pública e Movimentos Sociais: uma discussão do povo, com o povo e pa...
Política Pública e Movimentos Sociais: uma discussão do povo, com o povo e pa...
 
Racismo e Dicas Atinirracistas.docx
Racismo e Dicas Atinirracistas.docxRacismo e Dicas Atinirracistas.docx
Racismo e Dicas Atinirracistas.docx
 
Ação afirmativa e o combate ao racismo institucional no brasil
Ação afirmativa e o combate ao racismo institucional no brasilAção afirmativa e o combate ao racismo institucional no brasil
Ação afirmativa e o combate ao racismo institucional no brasil
 
Zé Ricardo Oliveira Suedde e Rangel - ATRAS e Comunicação Comunitária
Zé Ricardo Oliveira Suedde e Rangel - ATRAS e Comunicação ComunitáriaZé Ricardo Oliveira Suedde e Rangel - ATRAS e Comunicação Comunitária
Zé Ricardo Oliveira Suedde e Rangel - ATRAS e Comunicação Comunitária
 
Caid Brasil 2009 Cese
Caid Brasil 2009 CeseCaid Brasil 2009 Cese
Caid Brasil 2009 Cese
 
Cartilha pioneirismo no combate ao racismo
Cartilha pioneirismo no combate ao racismoCartilha pioneirismo no combate ao racismo
Cartilha pioneirismo no combate ao racismo
 
Manual do Candidato do PSB 2016
Manual do Candidato do PSB 2016Manual do Candidato do PSB 2016
Manual do Candidato do PSB 2016
 
Manual Dos Dialogos Contra O Racismo
Manual Dos Dialogos Contra O RacismoManual Dos Dialogos Contra O Racismo
Manual Dos Dialogos Contra O Racismo
 
Manual Dos Dialogos Contra O Racismo
Manual Dos Dialogos Contra O RacismoManual Dos Dialogos Contra O Racismo
Manual Dos Dialogos Contra O Racismo
 
Manual Dos Dialogos Contra O Racismo
Manual Dos Dialogos Contra O RacismoManual Dos Dialogos Contra O Racismo
Manual Dos Dialogos Contra O Racismo
 
Violência contra-a-população-lgbt ts
Violência contra-a-população-lgbt tsViolência contra-a-população-lgbt ts
Violência contra-a-população-lgbt ts
 
Compacto relatorio estagio
Compacto relatorio estagioCompacto relatorio estagio
Compacto relatorio estagio
 
Reflexões sobre Diversidade e Gênero
Reflexões sobre Diversidade e GêneroReflexões sobre Diversidade e Gênero
Reflexões sobre Diversidade e Gênero
 
Sociologia iv
Sociologia ivSociologia iv
Sociologia iv
 
Pluralidade Cultural e Etnia
Pluralidade Cultural e EtniaPluralidade Cultural e Etnia
Pluralidade Cultural e Etnia
 
A questão de Raça e Etnia
A questão de Raça e EtniaA questão de Raça e Etnia
A questão de Raça e Etnia
 
Educação Antirracista-1.pptx
Educação Antirracista-1.pptxEducação Antirracista-1.pptx
Educação Antirracista-1.pptx
 

Mais de guesta7e113

Capacita%C3%A7%C3%A3o Sapucaia
Capacita%C3%A7%C3%A3o SapucaiaCapacita%C3%A7%C3%A3o Sapucaia
Capacita%C3%A7%C3%A3o Sapucaiaguesta7e113
 
Marlene Consc.Negra
Marlene Consc.NegraMarlene Consc.Negra
Marlene Consc.Negraguesta7e113
 
Caravana Da Anistia Cut
Caravana Da Anistia CutCaravana Da Anistia Cut
Caravana Da Anistia Cutguesta7e113
 
Folder+Encontros+Pedag%C3%93 Gicos+Dezembro
Folder+Encontros+Pedag%C3%93 Gicos+DezembroFolder+Encontros+Pedag%C3%93 Gicos+Dezembro
Folder+Encontros+Pedag%C3%93 Gicos+Dezembroguesta7e113
 
Pranchasentimentos
PranchasentimentosPranchasentimentos
Pranchasentimentosguesta7e113
 
Trabalho P%C3%B3s
Trabalho P%C3%B3sTrabalho P%C3%B3s
Trabalho P%C3%B3sguesta7e113
 
Trabalho P%C3%B3s
Trabalho P%C3%B3sTrabalho P%C3%B3s
Trabalho P%C3%B3sguesta7e113
 
Projeto 100% Negro
Projeto 100% NegroProjeto 100% Negro
Projeto 100% Negroguesta7e113
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santosguesta7e113
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santosguesta7e113
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santosguesta7e113
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santosguesta7e113
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santosguesta7e113
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santosguesta7e113
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santosguesta7e113
 

Mais de guesta7e113 (20)

Sites
SitesSites
Sites
 
Capacita%C3%A7%C3%A3o Sapucaia
Capacita%C3%A7%C3%A3o SapucaiaCapacita%C3%A7%C3%A3o Sapucaia
Capacita%C3%A7%C3%A3o Sapucaia
 
Cartilha06
Cartilha06Cartilha06
Cartilha06
 
Marlene Consc.Negra
Marlene Consc.NegraMarlene Consc.Negra
Marlene Consc.Negra
 
Apostila Dv
Apostila DvApostila Dv
Apostila Dv
 
Caravana Da Anistia Cut
Caravana Da Anistia CutCaravana Da Anistia Cut
Caravana Da Anistia Cut
 
Folder+Encontros+Pedag%C3%93 Gicos+Dezembro
Folder+Encontros+Pedag%C3%93 Gicos+DezembroFolder+Encontros+Pedag%C3%93 Gicos+Dezembro
Folder+Encontros+Pedag%C3%93 Gicos+Dezembro
 
Pranchasentimentos
PranchasentimentosPranchasentimentos
Pranchasentimentos
 
Prancha12opcoes
Prancha12opcoesPrancha12opcoes
Prancha12opcoes
 
Prancha6opçOes
Prancha6opçOesPrancha6opçOes
Prancha6opçOes
 
Trabalho P%C3%B3s
Trabalho P%C3%B3sTrabalho P%C3%B3s
Trabalho P%C3%B3s
 
Trabalho P%C3%B3s
Trabalho P%C3%B3sTrabalho P%C3%B3s
Trabalho P%C3%B3s
 
Projeto 100% Negro
Projeto 100% NegroProjeto 100% Negro
Projeto 100% Negro
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
 
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos SantosSimulacro Da Brancura   Marcio Andre Dos Santos
Simulacro Da Brancura Marcio Andre Dos Santos
 

Último

Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxCelso Napoleon
 
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdfRoteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdfLehonanSouza
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalAmaroJunior21
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 

Último (8)

Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdfRoteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 

Igualdade racial: uma luta de todos

  • 1. Igualdade racial: uma luta de todo mundo Taciana Gouveia Educadora do SOS CORPO e Diretora de Desenvolvimento Institucional da ABONG Em 2001 um conjunto de redes e organizações da sociedade civil brasileira começou a construir processos de alianças e parcerias para superar o isolamento que historicamente tem marcado as ações dos movimentos sociais e a segmentação das políticas públicas no que ser refere à imensa e injusta desigualdade racial no Brasil. Assim surgiram os Diálogos contra os Racismo demonstrando que não podem haver sujeitos políticos comprometidos/as com a transformação radical da sociedade sem que suas pautas e ações tenham a igualdade racial como princípio constituinte e inegociável. Naquele momento, a III Conferência Mundial Contra o Racismo, Discriminação Racial , Xenofobia e Formas Conexas de Intolerância (Durban- 2001) foi o eixo a partir do qual organizamos nossos debates e estes foram tomando a forma de um verdadeiro diálogo democrático, o que significa encarar tensões, conflitos, dissensos , contradições , elaborar outros argumentos, colocar-se em outras posições. Impossível ser de outro modo, afinal foram tantos e tantos anos de poucas palavras ou de um silêncio absoluto por parte das pessoas , organizações, movimentos que não aqueles/as que têm como identidade ser movimento de negros/as . No máximo, prestava-se uma solidariedade, um apoio a uma causa que era tratada como do/a outro/a . Tínhamos a nossa “própria” luta, a nossa própria vida. O racismo no Brasil em sua camuflada concretude só ganha contornos de uma questão política a partir do momento e do movimento em que os /as sujeitos que são por ele direta e cotidianamente atingidos/as amplificam suas vozes de maneira que é impossível não serem escutados.
  • 2. Talvez a sociedade brasileira já seja capaz de ouvi-las, mas não ainda de entendê-las em seu sentido ético e político. Dizemos isto porque é comum pessoas não negras afirmarem que não têm preconceito racial, contudo o dizer-se não racista não é solução para o seguinte problema ético: se imensa população negra brasileira é impedida do exercício de direitos básicos - inclusive da própria possibilidade de existir sendo o que é - é porque existe uma parcela, ainda que minoritária , com enormes privilégios gerados da negação desses direitos! Podemos os/as não negros/as não termos nenhuma atitude racista durante toda a nossa vida, mas enquanto este sistema de injustiça e desigualdade for , como ainda é, estruturador da nossa sociedade, estaremos sendo seus/suas beneficiários/as. Não há como fugir ou olhar de lado : tal situação é totalmente contraditória com quem acredita e luta por uma sociedade de cidadania e democracia plenas ! Acontece que as contradições podem ser enfrentadas e superadas dos modos mais diversos: atitudes pessoais, ações coletivas no trabalho, na escola, no bairro , no partido político, no sindicato , na ONG, através de manifestações públicas, ações de movimentos sociais, políticas governamentais. Cabe tudo porque em tudo encontramos o racismo. Deste modo, ao nos deslocarmos do lugar de quem apenas escuta para o lugar de quem fala e age estaremos fazendo parte de um projeto ético e político anti–racista, abandonando os privilégios e conquistando direitos. Isto é fundamental para mudar a vida – não de um/a outro/a distante – mas de todos nós. Queremos que todas/os possam construir juntas/os uma outra história, que torne a nossa sociedade verdadeiramente livre do racismo. Mas se você não quiser esperar, um bom começo é acreditar e dizer já: eu luto pela igualdade racial!