trava-línguas e lengalengas esscp - 2008 - elisa
esscp - 2008 - elisa O que está na varanda? Uma fita de ganga. O que está na janela? Uma fita amarela. O que está no poço?...
esscp - 2008 - elisa A vida é uma sucessiva sucessão de sucessões que se sucedem sucessivamente, sem suceder o sucesso...
esscp - 2008 - elisa Tenho uma capa bilrada, chilrada, galrripatalhada; Mandei-a ao senhor bilrador, chilrador, Galrripata...
esscp - 2008 - elisa O marteleiro acertou Marcelo com o martelo. Martelo, marteleiro, martelada,  Marcelo, dor que não que...
esscp - 2008 - elisa Em baixo da pia tem um pinto que pia,  quanto mais a pia pinga mais o pinto pia!
esscp - 2008 - elisa chove chuvisca água mourisca filha de rei maria francisca. Rei,rainha Carlota  joaquina fidalgo  ladr...
esscp - 2008 - elisa Reza a resenha, tudo começou na roupa real do ricanho, remeloso e ressonante Rei de Roma. De ráptus, ...
esscp - 2008 - elisa "Arre burro para Azeitão Carregado de feijão É p'ra mim e p'ró meu cão O meu cão não está cá Est...
esscp - 2008 - elisa Está parlando um pardal pardo.  - Pardal pardo porque parlas?  - Eu parlo e parlei, Porque sou o pard...
esscp - 2008 - elisa Era uma vez um caçador Furunfunfor Triunfunfor Misericuntor. E foi à caça  Furunfunfaça  Triunfunfaça...
esscp - 2008 - elisa Sabendo o que sei e sabendo o que sabes  e o que não sabes e o que não sabemos, ambos saberemos se so...
esscp - 2008 - elisa À entrada de Bilbau  deram-me um bacalhau que, muito seco e salgado,  eu levei até Macau, fazendo esc...
esscp - 2008 - elisa Sabendo o que sei e sabendo o que sabes  e o que não sabes e o que não sabemos, ambos saberemos se so...
esscp - 2008 - elisa Tenho um colarinho muito bem encolarinhado. Foi o colarinhador que me encolarinhou este colarinho Vê ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

TravalíNguas

2.159 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

TravalíNguas

  1. 1. trava-línguas e lengalengas esscp - 2008 - elisa
  2. 2. esscp - 2008 - elisa O que está na varanda? Uma fita de ganga. O que está na janela? Uma fita amarela. O que está no poço? Uma casca de tremoço. O que está na pia? Uma casca de melancia. O que está na chaminé? Um gato a coçar o pé. O que está na rua? Uma espada nua. O que está atrás da porta? Uma velha morta. O que está no ninho? Um passarinho. Dá-lhe bolachas e deixa-o quentinho.
  3. 3. esscp - 2008 - elisa A vida é uma sucessiva sucessão de sucessões que se sucedem sucessivamente, sem suceder o sucesso...
  4. 4. esscp - 2008 - elisa Tenho uma capa bilrada, chilrada, galrripatalhada; Mandei-a ao senhor bilrador, chilrador, Galrripatalhador, Que ma bilrasse, chilrasse, galrripatalhasse, Que eu lhe pagaria bilraduras,chilraduras, Galrripatalhaduras.
  5. 5. esscp - 2008 - elisa O marteleiro acertou Marcelo com o martelo. Martelo, marteleiro, martelada, Marcelo, dor que não quero!
  6. 6. esscp - 2008 - elisa Em baixo da pia tem um pinto que pia, quanto mais a pia pinga mais o pinto pia!
  7. 7. esscp - 2008 - elisa chove chuvisca água mourisca filha de rei maria francisca. Rei,rainha Carlota joaquina fidalgo ladrão menina bonita do meu Coração.
  8. 8. esscp - 2008 - elisa Reza a resenha, tudo começou na roupa real do ricanho, remeloso e ressonante Rei de Roma. De ráptus, um rato ravasco, robusto e rotundo roeu a da cama. Uma rabeta rutilante rasgou a restante. No recacau, rato e rabeta rasparam-se pelo ribeiro ressentindo-se do rexio regelante até se refugiaram numa rocaille radioactiva. Do que por lá pariram ninguém jamais quis saber.
  9. 9. esscp - 2008 - elisa "Arre burro para Azeitão Carregado de feijão É p'ra mim e p'ró meu cão O meu cão não está cá Está no Rio de Janeiro A cavalo num carneiro Faz andar ao corropio Corrupio-pio-pio Corrupio-pio-pio"
  10. 10. esscp - 2008 - elisa Está parlando um pardal pardo. - Pardal pardo porque parlas? - Eu parlo e parlei, Porque sou o pardal pardo Parlador d’ el-rei.
  11. 11. esscp - 2008 - elisa Era uma vez um caçador Furunfunfor Triunfunfor Misericuntor. E foi à caça  Furunfunfaça  Triunfunfaça  Misericuntaça. E caçou um coelho  Furunfunfelho Triunfunfelho Misericuntelho. E levou-o a uma velha Furunfunfelha Triunfunfelha Misericuntelha.   
  12. 12. esscp - 2008 - elisa Sabendo o que sei e sabendo o que sabes e o que não sabes e o que não sabemos, ambos saberemos se somos sábios, sabidos ou simplesmente saberemos se somos sabedores.
  13. 13. esscp - 2008 - elisa À entrada de Bilbau deram-me um bacalhau que, muito seco e salgado, eu levei até Macau, fazendo escala em Bissau. Disse-me lá um chinês: "Cuidado com o degrau e com a cauda do lacrau. Toma lá um bacalhau e, já agora, diz se queres um chá ou um cacau."
  14. 14. esscp - 2008 - elisa Sabendo o que sei e sabendo o que sabes e o que não sabes e o que não sabemos, ambos saberemos se somos sábios, sabidos ou simplesmente saberemos se somos sabedores.
  15. 15. esscp - 2008 - elisa Tenho um colarinho muito bem encolarinhado. Foi o colarinhador que me encolarinhou este colarinho Vê se és capaz de encolarinhar tão bem encolarinhado como o encolarinhador que me encolarinhou este colarinho.

×