Obrasildoabsurdo[1].Ppsmat

252 visualizações

Publicada em

Educacional

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
252
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • CONGRESSO NACIONAL, PARA QUE SERVE? Qualquer criança aprendeu na escola que Democracia é o governo do povo, pelo povo, para o povo. Ou esta assertiva é uma grandessíssima mentira ou no Brasil o regime em que vivemos é algum outro inédito no mundo. Pois, jamais os deputados e senadores, por nós eleitos, nos representaram em nossos anseios. E, cada vez menos nos representam, o trabalho deles tem sido o de apenas se enriquecerem. Vejam bem, aqueles que têm mais de 50 anos, certamente se lembram do país em que vivemos há pelo menos 4 décadas atrás. Favelas existiam sim, mas não de miseráveis, dominados por traficantes. Qualquer um podia entrar e sair de qualquer favela, pois lá moravam apenas pessoas pobres, que não possuíam um lugar melhor para morar. Mas todos comiam e viviam dignamente. Em cidades do interior não existia nenhum tipo de violência. Todos podiam andar nas ruas ou dormir tranqüilamente, sem qualquer risco de vida.
  • Obrasildoabsurdo[1].Ppsmat

    1. 1. “ O BRASIL DO ABSURDO” <ul><li>CONGRESSO NACIONAL, PARA QUE SERVE? </li></ul><ul><li>Qualquer criança aprendeu na escola que Democracia é o governo do povo, pelo povo, para o povo. </li></ul><ul><li>Ou esta assertiva é uma grandessíssima mentira ou no Brasil o regime em que vivemos é algum outro inédito no mundo, pois, os deputados e senadores, por nós eleitos, muito pouco nos representam em nossos anseios. </li></ul><ul><li>Os brasileiros que têm mais de 50 anos, certamente se lembram do país em que viveram há pelo menos 4 décadas. </li></ul><ul><li>Favelas existiam sim, mas não de miseráveis, dominados por traficantes. </li></ul><ul><li>Qualquer pessoa podia entrar e sair de qualquer favela, pois lá moravam apenas pessoas pobres, que não possuíam um lugar melhor para morar. Mas todos comiam e viviam dignamente. </li></ul><ul><li>E em cidades do interior não se ouvia falar em violência. </li></ul>
    2. 2. <ul><li>A REALIDADE SUPEROU A FICÇÃO </li></ul><ul><li>A ficção dos filmes de cowboy, por exemplo, que assistíamos outrora, não se compara com a realidade atual, nos filmes, tanto bandidos como mocinhos andavam armados e tinham o mesmo direito de se defender. Existia o duelo onde ambos os participantes tinham as mesmas chances de viver ou morrer. </li></ul><ul><li>Hoje o que impera é a covardia. Mata-se pelo simples prazer de matar como se estivesse matando um pernilongo, e sem que se dê a mínima chance de defesa à vítima. </li></ul><ul><li>Mas, o que isso tem a ver com o Congresso Nacional? </li></ul><ul><li>Tudo! Tudo! </li></ul><ul><li>Pois lá estão 513 deputados federais e outro tanto de senadores, sem contar o mar de deputados estaduais e vereadores existentes nesta imensidão de país. </li></ul><ul><li>O povo está cada dia mais pobre, mais miserável e conseqüentemente, mais violento. </li></ul><ul><li>A nossa democracia não é o governo do povo, pelo povo e para o povo. </li></ul><ul><li>A nossa democracia é o trabalho do povo, o empobrecimento do povo, a miserabilidade do povo, para o enriquecimento dos muitos deputados federais, senadores, e até mesmo deputados estaduais e vereadores. </li></ul><ul><li>Em matéria da revista VEJA, edição 1891, o repórter nos dá alguns dados impressionantes. </li></ul>
    3. 3. <ul><li>Só na Câmara dos Deputados, “trabalham” 17.000 pessoas. </li></ul><ul><li>Apenas 14 empresas instaladas no Brasil, entre públicas e privadas, nacionais e multinacionais, superam este número. Dentre estas se encontram os Correios, o Pão de Açúcar, a Sadia, a Volkswagen e as Casas Bahia. </li></ul><ul><li>O orçamento da Câmara é de R$2.300.000.000,00 (dois bilhões e trezentos milhões de reais). Que é superior ao de cidades como Belo Horizonte e Porto Alegre. </li></ul><ul><li>Não obstante, este orçamento impressionante, esta Câmara “produz”, em média 200 leis por ano. </li></ul><ul><li>O QUE SIGNIFICA QUE CADA LEI APROVADA CUSTA R$11.500.000,00 (onze milhões e quinhentos mil reais). </li></ul><ul><li>E, não é só. Das 200 leis aprovadas, apenas 6 são projetos de autoria dos 513 deputados, as demais são de autoria do Planalto. </li></ul><ul><li>Apenas para citar um exemplo. No dia 09/02/2005, foi sancionada pelo presidente a Lei de Falências, que tramitava no congresso havia 11 anos. Será que as condições hoje são as mesmas que originaram essa lei? </li></ul><ul><li>E, assim, centenas de leis continuam engavetadas por décadas à espera de pauta para votação. </li></ul>
    4. 4. <ul><li>ENTÃO PARA QUE SERVE A CÂMARA DOS DEPUTADOS? </li></ul><ul><li>PARA QUE SERVE O CONGRESSO NACIONAL? </li></ul><ul><li>Só para enriquecer seus 513 deputados e mais os seus 17.000 funcionários? </li></ul><ul><li>Alguém conhece algum deputado, que ao ser eleito era pobre e que tenha permanecido pobre depois de cumprido seu mandato? </li></ul><ul><li>Enquanto isso, o que dizer aos aposentados, que recebem aumentos insignificantes há mais de 20 anos? </li></ul>
    5. 5. <ul><li>Além disso ainda existem despesas como: </li></ul><ul><li>Verba para contratação de “funcionários”. </li></ul><ul><li>Verba para manutenção do escritório, telefone, correio etc... </li></ul><ul><li>Auxílio moradia, para quem não tem apartamento funcional gratuito. </li></ul><ul><li>Estas despesas montam mais de R$ 70.000,00 por mês, além de 4 passagens aéreas de ida e volta por mês de Brasília para a capital do estado de origem. </li></ul><ul><li>Ademais, o que dizer da aposentadoria após 8 anos de mandato, enquanto a previdência é vergonhosa para todo o resto da população brasileira? </li></ul><ul><li>Ainda assim os deputados acham pouco, e defendem um aumento desta verba para R$ 90.000,00. </li></ul><ul><li>Não é à toa que a cidade de Brasília, tem a maior renda per capita do Brasil. </li></ul><ul><li>Os impostos aumentaram nos últimos 6 (seis) anos de 24% para 36% do PIB e, pelo andar da carruagem, em um tempo não muito distante, estaremos pagando 100%, ou seja, tudo que produzirmos será transferido em impostos ao governo para sustentar cada vez mais a máquina. </li></ul>
    6. 6. <ul><li>Para encerrar. </li></ul><ul><li>A revolução de 64 veio dos generais e não deu certo. </li></ul><ul><li>A população não precisa de uma revolução, mas precisa de um controle externo do Poder Legislativo, para coibir a legislação em causa própria, pois só assim não teremos de arrecadar 100% de tudo que a massa populacional produz para sustentar a politica brasileira. </li></ul><ul><li>E a nossa proposta começa por: </li></ul><ul><li>1.     Clamar pela redução do nº de deputados de 513 para não mais que 180, ou seja, 1 deputado para cada 1 milhão de habitantes; </li></ul><ul><li>2.     Redução do nº de senadores para 26, ou seja, 1 para cada estado; </li></ul><ul><li>3.     E, pelo controle externo do Poder Legislativo, a fim de impedir a legislação em causa própria. </li></ul>
    7. 7. <ul><li>ROTARY CLUB DE RIBEIRÃO PRETO – SUL DISTRITO 4540 </li></ul><ul><li>Texto: Jader da Fonseca Pinto Maciel </li></ul>

    ×