Dia A Dia Das Viagens

1.133 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.133
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
27
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dia A Dia Das Viagens

  1. 1. Navegando A expectativa de vida era de 30 anos Morria-se fácil em terra, seja de fome, seja de peste. Por que navegar ? Para muitos, a aventura no Mar Tenebroso representava a chance rara de melhorar de vida .
  2. 2. Cartografia Planisfério T-O (século IX) Planisfério de Zona (Século XII) Planisfério dito de Cantino, este planisfério representa a África com bastante exactidão e é a mais antiga carta portuguesa e inclui um largo trecho de litoral brasileiro Planisfério de 1457, salienta-se a forma correcta como a costa do Mediterrâneo está delineada, enquanto o restante foi construído de forma um pouco arbitrária.
  3. 3. Navegando – Monstros Mitológicos O Abismo da Borda do Mundo Os navegantes tinham que vencer o medo de serem devorados por monstros marinhos, que eles acreditavam tomar conta das portas do oceanos.
  4. 4. Navegando Comércio bem armado Para cada marinheiro embarcado, havia, em média, dois soldados. O objetivo das expedições era comercial, mas as formas de negociação iam da troca de mercadorias ao saque de navios e cidades.
  5. 6. Navegando Os camarotes eram para o comandante, o piloto e para os padres. Bagunça a bordo Com os porões carregados de mantimentos e armas, dormia-se por todos os cantos do convés.
  6. 7. Navegando <ul><li>A vida dos meninos era um inferno: </li></ul><ul><ul><li>Lavavam convés </li></ul></ul><ul><ul><li>Limpavam excrementos </li></ul></ul><ul><ul><li>Costuravam as velas </li></ul></ul><ul><ul><li>Apanhavam dos marinheiros </li></ul></ul><ul><ul><li>Sofriam abusos sexuais </li></ul></ul>Adolescentes entre 9 e 15 anos, também embarcavam como grumetes e pajens . Na maioria das vezes os próprios pais alistavam os meninos e embolsavam o dinheiro.
  7. 8. Navegando Uma porção de biscoito salgado, uma jarra de vinho e outra de água era a refeição básica a bordo. A sobrevivência era uma conquista diária nas embarcações Alimentação
  8. 9. Navegando A água tinha mau cheiro e causava diarréia Fome e sede No fim da viagem, o maior problema era a fome. Comia-se qualquer coisa, de pedaços de couro a ratos. Muitos morriam e seus corpos eram jogados ao mar.
  9. 10. Navegando Ninguém se lavava o banho era considerado nocivo a saúde. Para as necessidades fisiológicas, havia um balde pendurado por uma corda no casco do navio. Que era, usado por todos e lavado pela água do mar. Higiene
  10. 11. Navegando Mal das gengivas Por falta de vitamina C, as gengivas inchavam, os doentes sangravam, muitas vezes até morrer. Contavam-se casos de que das 400 pessoas a bordo, apenas uma dezena conseguia escapar a tal doença.
  11. 12. Navegando Carteado Escondido Jogar cartas era das poucas distrações dos marujos, desde que longe das vistas dos padres, que consideravam o jogo &quot;coisa do diabo&quot; e lançavam as cartas ao mar. Para entreter os marujos, os jesuítas costumavam dirigir peças com temas religiosos.

×