Ap apresentacao

649 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
649
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ap apresentacao

  1. 1. Organismos Geneticamente Modificados<br />Trabalhorealizado por:<br />Alexandre Carnet nº1<br />Bruno Braga nº3<br />Francisca Louzeiro nº9<br />João Freire nº14<br />João Barroso <br />Escola Secundária Sebastião e Silva<br />Área de Projecto 12ºD<br />Professora Maria Fernanda Agostinho<br />
  2. 2. Introdução<br />Tema - O tema do nosso trabalho é OGM’s (Organismos Geneticamente Modificados)<br />O grupoé constituido pelos elementos:<br /><ul><li>Alexandre Carnet nº1
  3. 3. Bruno Braga nº3
  4. 4. Francisca Louzeiro
  5. 5. João Barroso nº11
  6. 6. João Freire nº12</li></ul>Temos como blog o endereço: http://ogmesss.blogspot.com/<br />A apresentação do nosso projecto poderá ser vista nos dias 20 e 21 de Maio, na ESSS.<br />
  7. 7. Introdução<br />Situação Problema:<br />Será que a população Portuguesa consome OGM’s?<br />Hipóteses:<br />Básica:<br />A população Portuguesa consome OGM’s;<br />Secundárias:<br /><ul><li>Nem todas as pessoas sabem o que são OGM’s;
  8. 8. Os OGM’s não são aceites pela maioria dos consumidores;
  9. 9. A população Portuguesa no geral não sabe que consome OGM’s;
  10. 10. Na altura de aquisição, os consumidores, no geral, não se preocupam em ver os rótulos;
  11. 11. Nem todas as pessoas sabem que os OGMs se encontram em produtos para venda;</li></li></ul><li>Introdução<br />Objectivos do trabalho<br />Saber se os OGM’s fazem parte do quotidiano da população.<br />Informar a comunidade escolar da existência dos OGM’s, e clarificar certos conceitos muitas vezes utilizados na linguagem comum, de forma incorrecta.<br />Enriquecer o nosso próprio conhecimento nesta área e compreender a opinião geral sobre este assunto.<br />
  12. 12. Introdução<br />Metodologia<br />A população-alvo em estudo serão os consumidores, preferencialmente com idades superiores a 20 anos. <br />Tipo de Amostragem:<br />-Amostra:<br />A população em estudo é a população de Oeiras.<br />-O processo utilizado para definir a amostra:<br />Intencional<br />Recolha de dados:<br />A nossa recolha de dados foi feita, recorrendo a questionários feitos a consumidores em superfícies comerciais, de várias dimensões, desde minimercados a supermercados.<br />Tratamento de dados:<br />Para analisar dados recolhidos, recorreremos a um tratamento estatístico e a uma análise de conteúdo.<br />
  13. 13. Enquadramento teórico do projecto<br />OGM’s ou Transgénicos?<br />OGM’s: organismos que sofreram alterações no seu património genético, com o recurso a diversos processos de engenharia genética.<br />Transgénicos: organismos vivos aos quais foram adicionados genes, de interesse, de outros organismos, de forma a que estes se expressem e o transgénico passe a ter as características daquele gene. Como é o caso de algumas vacinas como a da hepatite B por exemplo.<br />
  14. 14. Enquadramento teórico do projecto<br />A utilização de OGM’s visa à produção de alimentos e organismos:<br /><ul><li> Resistentes a pragas e herbicidas;
  15. 15. Melhores, com a selecção prévia dos genes de interesse;
  16. 16. Produção em maiores quantidades de melhores produtos;
  17. 17. Alimentos com um maior valor nutricional;
  18. 18. Organismos capazes de se desenvolverem em ambientes hostis;
  19. 19. Mais barato.</li></li></ul><li>Enquadramento teórico do projecto<br />É verdade que os OGM's têm muitas vantagens, mas não é tudo o que têm.<br /> Vantagens Desvantagens<br /><ul><li> Diminuição do uso de pesticidas  Aumento do uso de herbicidas
  20. 20. Destruição de pragas  Aparecimento de uma nova praga</li></ul>O que leva a uma não aceitação por completo das pessoas e as instituições a levarem a cabo estudos para comprovar a qualidade e segurança destes produtos.<br />
  21. 21. Enquadramento teórico do projecto<br />Estes organismos geram a discórdia em vários sectores da sociedade, temos como exemplo o braço-de-ferro entre as empresas/companhias e os grupos ambientais que procuram banir estes produtos, dadas as suas consequências para o Ambiente e para o Homem.A esta luta também se junta a Igreja, que abomina estas alterações nos seres vivos por considerá-las um atentado à vida.<br />Em Portugal também se tem vindo a assistir a alguns movimentos contra e a favor destes organismos.<br />
  22. 22. Enquadramento teórico do projecto<br /> Provavelmente o transgénico produzido em maiores quantidades e utilizado para mais fins. (Bolachas, chocolates, etc.)<br />Nem todos os OGM's são autorizados, pois a sua segurança ainda não foi provada<br />Recebe um gene de uma bactéria que lhe confere resistência a insectos.<br />Soja<br />Feita para produzir mais açúcar que as beterrabas “normais”. Também resistente a insectos e herbicidas.<br />Modificado para resistir melhor ao transporte e não apodrecer tão depressa.<br />Milho<br />Beterraba<br />Tomate<br />
  23. 23. Enquadramento teórico do projecto<br />Criadas para produzir mais amido para ser utilizado no fabrico de papel. Está-se a tentar criar uma batata que não absorva tanta gordura no momento de fritura.<br />O seu óleo é utilizado na indústria alimentar e para o fabrico de biodiesel. Resistente a pesticidas.<br />Algodão<br />Resistente a insectos. Muitos dos seus subprodutos são usados na industria alimentar. <br />Batata<br />Colza<br />
  24. 24. Enquadramento teórico do projecto<br />Os organismos geneticamente modificados são obtidos através de diversos processos de engenharia genética, dentro dos quais:<br /><ul><li> ADN Recombinante;
  25. 25. PCR;
  26. 26. Electroforese;
  27. 27. Fingerprint.</li></li></ul><li>Enquadramento teórico do projecto<br />Alergias<br />Há alguns problemas que aparecem com os OGM’s, e também algumas ideias erradas a seu respeito.<br />Polinização Cruzada<br />Tecnologia Terminator<br />
  28. 28. Enquadramento teórico do projecto<br />Ao contrário do que muitas pessoas pensam os transgénicos não são os causadores de alergias. Claro que o gene transferido pode ser o que causa uma alergia a determinados indivíduos, mas as pessoas no momento da compra devem ter sempre o cuidado de verificar os rótulos das embalagens.<br />
  29. 29. Enquadramento teórico do projecto<br />A Polinização Cruzada foi um grande problema que apareceu entre as empresas e os agricultores de plantas não modificadas geneticamente.<br />O pólen, sendo capaz de percorrer longas distâncias, permitia a polinização entre as espécies g.m e as normais. Sendo as primeiras mais resistentes a plantação acabaria mais tarde por ser apenas de plantas g.m.<br />Como as sementes eram patenteadas, a empresa acabava por cobrir uma indemnização ao agricultor, quando no final este não teve culpa.<br />
  30. 30. Enquadramento teórico do projecto<br />A Tecnologia Terminatorsurgiu como resposta ao problema da polinização cruzada, e também como uma forma de aproveitamento das empresas.<br />Consiste na confecção de plantas estéreis, para diminuir assim o risco de polinização cruzada.<br />Mas as plantas ao serem estéreis, obrigava os agricultores a comprarem sementes todos os anos.<br />Por isto esta prática foi condenada.<br />
  31. 31. Desenvolvimento do projecto<br />Fizémos, para encontrar respostas aos problemas propostos no projecto, questionários a consumidores do conselho de Oeiras.<br />Questionário 1<br />Informações pessoais:<br />Idade __<br />Sexo: M  F <br />Sabe o que são OGM’s (organismos geneticamente modificados) / transgénicos?Sim  Não <br />Era capaz de consumir?Sim  Não <br />Costuma ter o cuidado de ver os rótulos dos produtos?Sim  Não <br />Atitude:Inconsciente  Consciente <br />Questionário 2 (para enviar ao Continente)<br />1. Informações pessoais:<br />1.1. Idade: __<br />1.2. Sexo: M F <br />2. Costuma lêr os rótulos dos produtos que consome?<br />Sim Não <br />3. Compreende o que está referido nos rótulos? Ou seja: tem noção daquilo que está no produto de consumo?<br />Sim Não <br />Só foi possível realizar o primeiro questionário, dada a não-cooperação do Continente.<br />Tentámos recolher dados dos rótulos mas até isso nos foi negado pois ao contrário do que pensávamos não podíamos fazê-lo, ao estarmos a registar os dados em papel.<br />Conseguimos realizar os questionários noutras superfícies.<br />
  32. 32. Apresentação dos resultados<br />1º Gráfico – Idade<br />São as classes mais jovens e de meia idade, as que mais frequentam as superfícies comerciais<br />
  33. 33. Apresentação dos resultados<br />2º Gráfico – Sexo<br />São as mulheres que mais fazem compras, pois na maioria das famílias são estas que se encarregam de o fazer<br />
  34. 34. Apresentação dos resultados<br />3º Gráfico – Sabe o que são OGM’s/Transgénicos<br />No geral, as pessoas que sabem constituem aproximadamente o dobro das que não sabem. <br />A partir dos 60, são mais as pessoas que não sabem do que as que sabem. <br />
  35. 35. Apresentação dos resultados<br />4º Gráfico – Era capaz de consumir?<br />São mais as pessoas capazes de os consumir do que as que não são, embora a diferença seja à volta dos 10%.<br />As pessoas a partir dos 50, as pessoas respondem negativamente na sua maioria.<br />
  36. 36. Apresentação dos resultados<br />5º Gráfico – Costuma ter o cuidado de ver os rótulos dos produtos?<br />A maioria das pessoas admite ter o cuidado de ler a rotulagem, embora a diferença seja à volta dos 10%.<br />As classes jovens têm menos esse cuidado do que as mais idosas.<br />
  37. 37. Apresentação dos resultados<br />6º Gráfico – Atitude<br />Há mais pessoas inconscientes do que conscientes, sendo que as inconscientes representam aproximadamente o dobro das conscientes.<br />
  38. 38. Apresentação dos resultados<br />7º Gráfico – Atitude por sexos<br />Em ambos os sexos, há mais pessoas com atitude inconsciente do que consciente, embora no sexo masculino a diferença seja consideravelmente maior.<br />
  39. 39. Projectos futuros<br />Como grupo, encaramos o nosso projecto como uma oportunidade de maturar os nossos conhecimentos, e isto foi conseguido.<br />Assim sendo, e como nós atingimos o objectivo de fornecer a informação ao público, pretendemos permanecer disponíveis para esclarecer dúvidas no blog, mas não actualizar tão regularmente.<br />Este projecto foi, na nossa opinião conjunta, benéfico para a nossa integridade curricular.<br />
  40. 40. Conclusão<br />Para terminar, voltamos às hipóteses iniciais para perceber se se cofirmam ou não.<br />Básica:<br /><ul><li>A população Portuguesa consome OGM’s;</li></ul>A hipótese básica está confirmada.<br />Secundárias:<br /><ul><li>Nem todas as pessoas sabem o que são OGM’s;</li></ul>Hipótese confirmada.<br />Os OGM’s não são aceites pela maioria dos consumidores;<br />Hipótese contrariada.<br /><ul><li>A população Portuguesa no geral não sabe que consome OGM’s;</li></ul>Hipótese confirmada.<br />Na altura de aquisição, os consumidores, no geral, não se preocupam em ver os rótulos;<br />Hipótese contrariada.<br /><ul><li>Nem todas as pessoas sabem que os OGM’s se encontram em produtos para venda;</li></ul>Hipótese confirmada<br />

×