Contrastes

4.326 visualizações

Publicada em

contrastes entre PD's e PED's

Publicada em: Educação, Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.326
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
245
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Contrastes

  1. 1. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SERRA DA GARDUNHA ESCOLA BÁSICA SERRA DA GARDUNHA - FUNDÃO Departamento de Ciências Sociais e Humanas Área Curricular Disciplinar: Geografia 9º Ano Ano Lectivo 2009/2010
  2. 2. Esperança Média de Vida Número de anos que, em média, cada indivíduo tem probabilidade de viver.
  3. 3. A nível mundial, a esperança de vida tem vindo a aumentar e, nos últimos 30 anos, os países em desenvolvimento têm vindo a aproximar-se dos países desenvolvidos. A excepção é a África Subsariana. Previsão para o futuro Ligeiro decréscimo na EMV Relacionado: Devido a problemas relacionados com conflitos armados, alimentação e saúde.
  4. 4. Factores que contribuem para os contrastes de EMV Diferenças em termos de alimentação e de saúde Influenciam principalmente as Taxas de Mortalidade Infantil
  5. 5. Alimentação Primeira das necessidades básicas do Homem uma parte da população mundial não tem essa necessidade assegurada PD’s PED’s produção mais ou menos abundante dos recursos alimentares consumos excessivos sobrenutrição falta ou deficiente ingestão de calorias e proteínas num regime alimentar escassez de alimentos temporária ou crónica subnutrição fome excesso de ingestão de calorias num regime alimentar carência grave de alimentos, quer em termos quantitativos quer em termos qualitativos
  6. 6. A fome/subnutrição afecta a vida quotidiana de milhões de pessoas, muitas das quais crianças Regiões mais afectadas – África Subsariana e Sul/Sudeste Asiático
  7. 7. Cerca de 25 mil pessoas morrem diariamente no mundo devido à má nutrição, segundo as Nações Unidas
  8. 8. Saúde Factores condicionantes da saúde: - alimentação - higiene pessoal Ao nível da saúde, os contrastes entre regiões de diferentes níveis de desenvolvimento dependem: - Meios financeiros aplicados no sector Em recursos humanos (médicos, enfermeiros,…) Em recursos materiais (hospitais, centros de saúde, equipamento médico, …)
  9. 11. Nos países em desenvolvimento além das deficiências alimentares outros factores desencadeiam a propagação de doenças e consequentemente a necessidade de cuidados de saúde <ul><li>cólera; </li></ul><ul><li>- malária; </li></ul><ul><li>- tuberculose; </li></ul><ul><li>- difteria; </li></ul><ul><li>ébola; </li></ul><ul><li>VIH/SIDA, </li></ul><ul><li>… </li></ul>
  10. 15. Educação Importante factor de desenvolvimento &quot;desde 1990, as taxas de alfabetização de adultos subiram de 75% para 82% reduzindo em 100 milhões o número de pessoas analfabetas no mundo&quot;
  11. 17. Verificam-se ainda grandes contrastes mundiais, tanto no que se refere ao nível de instrução da população como no que diz respeito às suas diferentes oportunidades de acesso. <ul><li>Investimento público </li></ul><ul><li>que é feito no sector </li></ul>A evolução depende:
  12. 18. A escassez de recursos financeiros das famílias obriga um elevado número de jovens a trabalhar desde muito cedo para sobreviver, contribuindo assim para uma baixa taxa de escolarização e elevadas taxas de analfabetismo .
  13. 19. Rendimento Factor determinante para o desenvolvimento Afecta directamente as oportunidades dos indivíduos em termos de nutrição, saúde e educação
  14. 20. Nas últimas décadas, e de um modo global, o rendimento tem vindo a aumentar e a pobreza a cair em todas as regiões, excepto na África Subsariana e alguns países da Ásia.
  15. 21. A proporção da população mundial que vive agora com menos de um dólar por dia diminuiu para cerca de 21%, deixando ainda mais de mil milhões de pessoas a viver abaixo do limiar de pobreza. Pobres ­ indivíduos cujo rendimento é inferior a 60% do rendimento médio do país de residência.
  16. 22. Uma das formas de tentar alcançar os objectivos definidos para 2015 em termos de privação dos rendimentos passará por atingir um patamar de uma maior equidade na distribuição mundial do rendimento . recorrendo a estratégias de crescimento nacional, apoiadas por acções internacionais auxílios, transferência de tecnologia e de comércio
  17. 24. Habitação Direito à habitação Direito a ter casa própria Acesso aos sistemas essenciais a um lar saudável: água potável e saneamento, recolha de resíduos, energia moderna, transportes e proximidade dos serviços sociais.
  18. 25. PD’s Direito está assegurado na quase totalidade PED’s Mil milhões de pessoas vivem em habitações inadequadas Sem água canalizada, electricidade ou, na maioria dos casos, sem segurança para os seus bens
  19. 27. Ao nível interno de cada país verificam-se também contrastes muito marcantes desigualdades socioeconómicas - periferias urbanas - áreas degradadas Pessoas com baixo rendimento vivem sobretudo:
  20. 28. Emprego e Segurança Social Emprego Actividade remunerada que consiste na produção de bens ou na prestação de serviços. Principal fonte de rendimento da população Factor de integração , de auto-realização e de reconhecimento social Grau de aceitação que cada um de nós tem face à sociedade: na família, no trabalho, na escola, nos espaços de lazer, etc. (ou realização pessoal) ­ estado que corresponde à concretização da maior parte dos objectivos a que um indivíduo se propõe. Valorização atribuída, pelos outros, àquilo que somos e que fazemos.
  21. 29. Problemas relacionados com o Emprego <ul><li>Desemprego </li></ul><ul><li>Sobreexploração da mão – de – obra </li></ul><ul><li>Subemprego </li></ul><ul><li>Trabalho infantil </li></ul>
  22. 30. Desemprego é a medida da parcela da força de trabalho disponível (população activa) que se encontra sem emprego. Esse fenómeno social é observado principalmente em países subdesenvolvidos cujas economias não conseguem suprir o crescimento populacional. ( oferta de mão-de-obra é superior à procura)
  23. 31. Existem quatro tipos de desemprego: 1- Desemprego Sazonal: é o desemprego que está associado a períodos. Por exemplo, no Natal ou na época balnear o desemprego diminui. 2- Desemprego Friccional: é o desemprego associado a imperfeições do mercado. Esta ligado ao desajuste entre a oferta e a procura de emprego . 3- Desemprego Cíclico: surge nos períodos de depressão económica e está associado a variação no PIB actual em relação ao PIB potencial (quanto a economia poderia produzir se utilizasse os recursos produtivos a taxas &quot;normais&quot;). 4- Desemprego Estrutural: é o desemprego associado a factores estruturais da economia, como, por exemplo, as mudanças das tecnologias de produção ou nos padrões de procura dos consumidores.
  24. 32. Um dos grandes problemas do nosso tempo é criar postos de trabalho em número suficiente, na medida em que o desenvolvimento tecnológico tem proporcionado uma progressiva automatização de diferentes actividades. Desempregado: indivíduo que, ao longo de um período de referência, se encontra simultaneamente nas situações seguintes: • não possui emprego • procura activamente emprego • está imediatamente apto/disponível a trabalhar
  25. 33. A taxa de desemprego é o quociente entre as pessoas que procuram emprego (ou seja, que não possuem emprego) e o total da População Economicamente Activa
  26. 34. Custos sociais e económicos, tais como a redução ou ausência dos rendimentos, danos psicológicos, instabilidade nas famílias e maiores encargos para os sistemas de segurança social.
  27. 35. Sobreexploração da mão-de-obra Subemprego Situação entre o emprego e o desemprego. Ocorre quando os indivíduos que não têm emprego aceitam por uma questão de sobrevivência trabalhar sem contrato, ou um nº reduzido de horas, ou somente por um período curto de tempo. Ocorre quando existe muita disponibilidade de mão – de – obra. Os indivíduos são levados a trabalhar maior nº de horas ou a aceitarem salários mais baixos de forma a manterem o emprego. Muitas vezes os trabalhadores não tem regalias sociais, como por exemplo, direito a descanso semanal ou férias.
  28. 36. O trabalho infantil rouba às crianças a sua infância e impede o seu desenvolvimento Muitas crianças que trabalham são privadas dos cuidados de saúde, da protecção contra a violência e do acesso à escola
  29. 37. Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil 12 de Junho http://www.ilo.org/public/english/bureau/inf/wdacl/portuguese.htm
  30. 38. Segurança Social Segurança social ­ sistema estatal (ou privado) de protecção social e familiar, perante certos riscos sociais (por exemplo, doença, maternidade, invalidez, desemprego...). PD’s PED’s Apresentam sistemas sustentados pelos contribuintes através dos impostos A assistência social aos trabalhadores é precária Aspecto fundamental na qualidade de vida das populações
  31. 39. Na maioria dos países em desenvolvimento, pelo contrário, as normas relativas à regulamentação da duração e das condições de trabalho são precárias, assim como a assistência social. Nos países desenvolvidos, questões laborais como a duração e condições em que o trabalho é desenvolvido, bem como a assistência dada aos trabalhadores têm tido particular atenção e verificado melhoras significativas, devido, principalmente, à acção dos sindicatos.
  32. 40. Segurança e Desenvolvimento Segurança ­ relaciona-se com o grau de confiança que sentimos no presente e relativamente ao futuro. Factores que interferem na segurança colectiva e individual: - criminalidade - instabilidade na família - insegurança no emprego - perda de confiança própria - falta de segurança individual - conflitos sociais - catástrofes naturais …
  33. 41. Em muitas regiões do globo a segurança humana não está garantida, por razões de ordem: Não há desenvolvimento sem segurança, nem segurança sem desenvolvimento. <ul><li>individual </li></ul><ul><li>social </li></ul><ul><li>ambiental </li></ul>Factores que colocam em risco a segurança das populações: - regimes políticos (ao possibilitarem, ou não, a liberdade, a justiça social e o respeito pelo indivíduo) - conflito violento
  34. 42. Do ponto de vista ambiental, a insegurança sentida pelas pessoas resulta sobretudo da possibilidade da ocorrência de catástrofes naturais como, por exemplo, inundações e secas, hoje mais devastadoras devido à sobreocupação de algumas áreas do planeta.
  35. 43. PD’s PED’s - Existem sistemas de vigilância de fenómenos naturais que influenciam a ocorrência de catástrofes - Meios rápidos e eficazes de alerta e de socorro - Políticas e sistemas mais ou menos eficazes de prevenção Factores demográficos e económicos que os torna muito vulneráveis aos acidentes naturais: - grande concentração humana - habitações frágeis - ausência de previsões - inexistência ou ineficácia dos sistemas de socorro
  36. 44. Criminalidade
  37. 45. Terrorismo
  38. 46. Conflitos no Mundo br.geocities.com/.../lista_conflitos.htm Conflitos agravam pobreza
  39. 47. Desigualdades de Género As desigualdades entre homens e mulheres mostram uma clara tendência para a marginalização ou discriminação do sexo feminino. A situação de inferioridade da mulher reflecte-se na negação ou limitação de necessidades e direitos fundamentais , como sejam, por exemplo, no acesso à educação , à saúde , ao trabalho , e à participação e representação política .
  40. 48. Terça, 04 de Abril de 2006 As mulheres no Kuwait tiveram um avanço na conquista dos seus direitos. Pela primeira vez na história do país as mulheres puderam votar. Elas votaram nesta terça-feira, dia 4, em eleições municipais parciais, poucos meses depois da conquista de seus direitos políticos. <ul><li>mutilação genital feminina </li></ul><ul><li>casamento precoce </li></ul><ul><li>exploração sexual </li></ul><ul><li>violência doméstica </li></ul>+ exemplos de discriminação em relação ao sexo feminino
  41. 49. Objectivos de Desenvolvimento do Milénio Face aos contrastes de desenvolvimento mundiais

×