Membrana Celular

36.028 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
1 comentário
17 gostaram
Estatísticas
Notas
  • esta diapositiva nos dejo buscar nuestra maestra....Y_Y y no nos dio pagina...pero esta buena...!


    jojojojo
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
36.028
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7.314
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
17
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Membrana Celular

  1. 1. Membrana celular
  2. 2. Membrana plasmática <ul><li>Em termos evolutivos, um acontecimento crucial para o aparecimento da primeira célula deverá ter sido a formação de uma membrana capaz de isolar proteínas e ácidos nucleicos do meio exterior. </li></ul><ul><li>O ambiente intracelular e extracelular é aquoso. </li></ul><ul><li>A maioria das moléculas constituintes das células são hidrossolúveis. </li></ul><ul><li>Para manter a sua integridade molecular, as células necessitam de ser revestidas por uma barreira. </li></ul>
  3. 3. Membranas biológicas <ul><li>São constituídas por bicamadas fosfolípidicas onde se intercalam proteinas . </li></ul><ul><li>Os fosfolípidos são as moléculas mais abundantes, as quais se organizam, devido à sua natureza anfipática em duas camadas que impedem a passagem da água. </li></ul><ul><li>Os lípidos da membrana compreendem também moléculas de colesterol e glicolípidos . </li></ul>
  4. 4. Constituição da membrana <ul><li>Bicamada fosfolípidica </li></ul><ul><li>Os fosfolípidos são moléculas anfipáticas: </li></ul><ul><li>Possuem cabeças fosfatadas, polares e hidrofílicas; voltadas para o exterior. </li></ul><ul><li>Possuem duas caudas de ácidos gordos, apolares e hidrofóbicas; voltadas para o interior. </li></ul>
  5. 5. fosfolípidos
  6. 6. <ul><li>Proteinas </li></ul><ul><li>Embora correspondam em geral a menos de 5% do total das moléculas das membranas, as proteinas são responsáveis pela maioria das suas funções biológicas. </li></ul><ul><li>As proteinas podem ser integradas , quando atravessam o plano hidrofóbico da bicamada, ou periféricas quando se encontram associadas a apenas um dos folhetos da bicamada. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>A troca metabólica de moléculas solúveis na água entre a célula e o espaço extracelular, está condicionada pela formação de canais transmembranares resultantes da associação dinâmica de proteinas que se encontram intercaladas na bicamada fosfolípidica. </li></ul><ul><li>Na membrana celular servem de receptores moleculares, transmitindo informações do meio extracelular para o intracelular; formam junções intercelulares e ligam-se a componentes do citoesqueleto. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Boa parte das proteinas da membrana, particularmente as que se expressam no meio extracelular, contém resíduos sacarídeos e são portanto glicoproteinas. </li></ul><ul><li>O processo de glicosilação das proteinas faz-se durante o seu tráfego intracelular e termina quando passam pelo complexo de Golgi. </li></ul><ul><li>Estão sujeitas a movimentos de rotação e de deslocamento lateral. </li></ul>
  9. 9. Proteinas e transporte
  10. 10. Mosaico fluido <ul><li>Todos os componentes membranares estão sujeitos a movimentos de rotação e lateralidade no plano da membrana, que lhe confere grande fluidez, formando um mosaico fluido , podendo ainda as moléculas de colesterol e mais raramente os fosfolípidos, saltarem entre os dois folhetos da bicamada – movimento flip-flop. </li></ul>
  11. 11. Modelo do Mosaico Fluido
  12. 12. Transporte <ul><li>Osmose </li></ul><ul><li>Difusão simples </li></ul><ul><li>Difusão facilitada </li></ul><ul><li>Transporte passivo </li></ul><ul><li>Transporte activo </li></ul><ul><li>Endocitose </li></ul><ul><li>Exocitose </li></ul>
  13. 13. Transportes

×