A nossa Planificação de DLP

6.877 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.877
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
37
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
112
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A nossa Planificação de DLP

  1. 1. Universidade de Aveiro Departamento de Didáctica e Tecnologia Educativa Didáctica da Língua Portuguesa Licenciatura em Ensino Básico 1.º Ciclo 2.º Ano/ 2.º Semestre 2007/2008 O Património… Turma Prática n.º2 Grupo n.º 3 Trabalho realizado por: Cátia Cardoso nº 39544 Sara Duarte nº 38545 Sofia Quinta nº 39271 Tânia Rêgo nº 39754 Docente: Professora Cristina Sá Realização do trabalho: Maio/Junho de 2008
  2. 2. Introdução O presente trabalho surge no âmbito da disciplina de Didáctica da Língua Portuguesa, tendo como principal objectivo a planificação de cinco aulas projectadas para o 4.º ano de escolaridade, do 1.º Ciclo do Ensino Básico, respeitante ao Bloco 3 – Funcionamento da Língua, Análise e Reflexão, alusivo ao tema “O Património”. Contudo, também abordaremos o Bloco 1 e 2, referentes à Comunicação Oral e à Comunicação Escrita. Escolhemos trabalhar este tema, pois considerámos que se trata de uma boa estratégia para levar os alunos a conhecer o seu meio envolvente, ou seja, o seu património. Este trabalho terá em conta o património histórico do distrito de Aveiro, bem como tradições de outras regiões. No entanto, atribuiremos mais ênfase à história e lendas da Princesa Santa Joana (Padroeira da cidade de Aveiro), bem como, ao Museu de Aveiro, pois estes serão o nosso ponto de partida para a planificação das cinco aulas. Considerámos também que este tema poderá contribuir para um melhor uso da Língua Portuguesa, e por outro, abordar temas transversais às diversas áreas disciplinares e não disciplinares. Para tal procurámos planificar actividades que favorecessem um melhor domínio da língua materna, bem como o desenvolvimento de competências transversais dos alunos, “em todas as áreas curriculares disciplinares e não disciplinares, espera-se que os alunos sejam capazes de ler e seguir instruções, tomar notas a partir das explicações do docente, realizar fichas de trabalho, elaborar um resumo, responder a um questionário, organizar o caderno diário ou realizar um trabalho de pesquisa” (NEVES, Rómulo, SÁ, Cristina, 2005:22).
  3. 3. 1.ª Aula 1.ª Aula / Bloco 2 – Comunicação escrita Duração da aula: 1 Dia Tema: Preparação de uma visita de Estudo ao Museu de Aveiro Turma: 4.º ano Áreas Competências Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividades Materiais Avaliação Curricular Formação Eu e os outros. Saudação aos alunos. Cívica Explicar o que vamos ver e Diálogo com os alunos sobre as o porquê da visita. actividades a desenvolver. Avisar os alunos que na próxima aula terão uma visita ao Museu de Aveiro. TIC Compreender Analisar e Rentabilizar as tecnologias Mostrar aos alunos o site: Computadores; Respeito pelas regras actividades comparar objectos de informação e de http://www.eraumavezemaveiro.com, Impressora; de participação no tecnológicas simples de uso diário, comunicação no uso de modo a que estes tenham um Internet; diálogo e trabalho em e saberes técnicos, antigos e adequado de diferentes primeiro contacto com as tradições Papel; grupo. de acordo com a sua contemporâneos. linguagens; populares e conhecer um pouco sobre Canetas/lápis. idade e maturidade. personagens de Aveiro. Língua Domínio das Utilizar técnicas Tipos de textos; Preenchimento de uma ficha de Fichas de apoio; Observação directa Portuguesa técnicas de recolha e de Gramática. apoio para o registo em grupo, sobre Esferográficas; através de vários instrumentais da organização da as personagens e conteúdos Lápis de carvão. critérios, como a escrita. informação. pesquisados. (pág. 9) pertinência das intervenções; a Estudo do O conhecimento do Passado do meio Site. adequação do Meio ambiente natural e local. vocabulário e a social. correcção gramatical do discurso.
  4. 4. Língua Capacidade para Desenvolver as Ficha de trabalho: Realização de uma ficha de trabalho Ficha de Capacidade escrita e Portuguesa usar o competências de Área vocabular; individual, alusiva às pesquisas trabalho; compreensão textual, conhecimento da escrita e de Nome, (género, número e efectuadas. (pág. 10) Esferográficas; bem como a língua como leitura. grau); Lápis de cor. adequação do instrumento na Sopa de letras; Mobilização do conhecimento vocabulário e a aprendizagem da Morfologia das frases. prévio sobre o tema e posterior correcção gramatical leitura e da escrita. verificação das concepções. do discurso. Expressão e Desenvolvimento Exploração de Desenvolver a motricidade Início da elaboração de um cartaz, Papel cenário; Capacidade criativa Educação da capacidade de técnicas diversas na utilização de diferentes onde os alunos irão colocar os seus Papel; dos alunos. Plástica expressão e de expressão. técnicas artísticas. trabalhos, pesquisas, desenhos, Canetas; Capacidade de comunicação. recortes e outras informações. Marcadores; destreza e Lápis de cores; manuseamento dos Tesouras; instrumentos. Cola; Jornais/revistas; Esferográficas; Tintas/pincéis; Entre outros…
  5. 5. 2.ª Aula 2.ª Aula / Bloco 1 – Comunicação Oral Duração da aula: 180 Minutos Tema: Visita de Estudo ao Museu de Aveiro Turma: 4.º ano Áreas Competências Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividades Materiais Avaliação Curricular F. Cívica. Eu e os outros. Saudação aos alunos. Língua Capacidade de extrair e reter a Desenvolver a Museu de Visita ao Museu de Aveiro onde os Meios de Observação directa, Portuguesa informação essencial de capacidade de Aveiro. alunos ouvirão a história do transporte. através das suas discursos em diferentes retenção de Convento de Jesus, assim como, a condutas e posturas, variedades do português, informação oral. história da Princesa Santa Joana. Os da atenção prestada incluindo o português padrão. alunos serão divididos em cinco face à informação grupos, tendo cada grupo um guião transmitida. Estudo do O conhecimento do ambiente Passado do meio local. de questões que deverão responder Meio natural e social. ao longo da visita. Os guiões serão diferentes para cada grupo sendo os temas: o Convento/edifício; hábitos do Convento; Aveiro e o Convento; Tradições e Lendas e as Personagens. Língua Capacidade de extrair e reter a Criar o gosto pela Guiões Chegada à escola: Os alunos Guiões Observação directa Portuguesa informação essencial de recolha de produções (págs. 14/15) reúnem-se nos respectivos grupos Canetas; através de vários discursos em diferentes do património para estruturar os guiões. Lápis. critérios, como a variedades do português, literário oral. pertinência das incluindo o português padrão. intervenções; a adequação do Língua Alargamento da compreensão a Comunicar oralmente Guiões Apresentação oral dos guiões à vocabulário e a Portuguesa discursos em diferentes com progressiva (págs. 14/15) turma. correcção gramatical variedades do português, autonomia e clareza. do discurso. incluindo o português padrão.
  6. 6. 3.ª Aula 3.ª Aula / Bloco 3 – Funcionamento da Língua – Análise e Reflexão Duração da aula: 120 Minutos Tema: Trabalho de pesquisa e recolha sobre o Património do distrito de Aveiro e outros distritos Turma: 4.º ano Áreas Competências Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividades Materiais Avaliação Curricular Formação Eu e os outros. Diálogo com os alunos sobre as Cívica actividades desenvolvidas. Língua Conhecimento de Descobrir aspectos Utilizar o dicionário; Realização de uma ficha de Ficha de Capacidade escrita Portuguesa paradigmas fundamentais da Sinais de pontuação; trabalho, de modo a fazer o trabalho; e compreensão flexionais e de regras estrutura e do Sílabas e acentuação; ponto da situação sobre o que Dicionário; textual, bem como gramaticais básicas. funcionamento da Família de palavras e área aprenderam. (Pág.19/21) Esferográficas. a adequação do língua a partir de vocabular; vocabulário e a situações de uso. Nome (género, número e grau); correcção Sinónimos e antónimos. gramatical do discurso. TIC Compreender Analisar e comparar Pesquisa na Internet. Pesquisa de outras tradições e Computador; actividades objectos de uso lendas, sobre Aveiro, outras Impressora. tecnológicas simples e diário, antigos e regiões de Portugal, bem como Internet; saberes técnicos, de contemporâneos. das regiões autónomas de acordo com a sua Portugal. idade e maturidade. Língua Conhecimento de Descobrir aspectos Tipos de texto; Organização e tratamento das Revistas; Capacidade de Portuguesa técnicas básicas de fundamentais da Transformação de frases; pesquisas realizadas, para Jornais; organização e organização textual. estrutura e do Redução e expansão de frases. iniciarmos a construção do Livros; síntese da funcionamento da nosso “Blog de Turma”. Papel; informação a ser língua a partir de Esferográficas. tratada. situações de uso.
  7. 7. 4.ª Aula 4.ª Aula / Bloco 3 – Funcionamento da Língua – Análise e Reflexão Duração da aula: 1 Semana Tema: Lendas e tradições/ Estudo de alguns distritos de Portugal e arquipélagos Turma: 4.º ano Áreas Competências Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividades Materiais Avaliação Curricular Formação Eu e os outros. Diálogo com os alunos sobre as Cívica actividades a desenvolver. Estudo do O conhecimento do O contacto entre a Localizar em mapas ilhas ou Estudo de alguns distritos de Mapas; Meio ambiente natural e terra e o mar. arquipélagos (Açores e Portugal, bem como a análise do Manual social. Madeira). mapa das ilhas ou arquipélagos escolar. Localizar no mapa de Portugal. (Açores e Madeira). Língua Capacidade de usar o Descobrir Lenda: Conto de uma lenda: Lenda; Capacidade de Portuguesa conhecimento da aspectos “A Lagoa das Sete Cidades”. “A Lagoa das Sete Cidades”. Ficha de interpretação e língua como fundamentais da trabalho; compreensão do instrumento na estrutura e do Transformação de frases; Ficha de trabalho (págs.24/25), Esferográficas. texto e de síntese, aprendizagem da funcionamento da Redução e expansão de frases; relativa à lenda “a Lagoa das bem como a leitura e da escrita. língua a partir de Resumo. Setes Cidades”. construção situações de uso. gramatical utilizada. Matemática A compreensão do Manifestar Sequências crescentes e Ler e escrever números, ordenar Manual sistema de numeração curiosidade e decrescentes. números em sequências Escolar; de posição e do modo gosto pela Tabelas de duas entradas. crescentes e decrescentes. Lápis; como este se relaciona exploração e Algoritmo da multiplicação e Utilizar tabelas de duas entradas Borrachas; com os algoritmos das resolução de divisão. da multiplicação para a divisão. Réguas; quatro operações. problemas simples Algoritmo da adição e Diferentes estratégicas para Folhas. do universo subtracção. efectuar um cálculo. familiar.
  8. 8. Língua Desenvolvimento da Descobrir Lendas; Organização de grupos, de Avaliar o grau de Portuguesa consciência aspectos Histórias; modo a que cada um trabalhe cumprimento das linguística com fundamentais da Tradições; uma região diferente. tarefas, bem como objectivos estrutura e do Lenga-lengas; funcionamento do instrumentais. funcionamento da Trava-línguas; Recolha de lenga-lengas, jogos, grupo. Discutir as língua a partir de Jogos. trava-línguas e tradições. tarefas realizadas e a situações de uso. realizar. Expressão e Desenvolvimento da Explorar as Conhecer e utilizar diferentes Construção de uma maqueta, Paus; Educação capacidade de possibilidades suportes: diferentes tamanhos, alusiva ao tema do património, Giz; Plástica. expressão e técnicas de: dedos, espessuras, texturas e cores. relativa às pesquisas elaboradas Lápis de cor; comunicação. paus, giz, lápis de nas áreas de Estudo do Meio, Lápis de cor e carvão, lápis Língua Portuguesa e a TIC. carvão de cera, feltros, Lápis de cera; tintas, pincéis, Feltros; fotografias, … Tintas; Pincéis, Máquina fotográfica; Fotografias. TIC Recorrer ao uso da Ajustar-se, Blog da Turma. Inserir as fotografias retiradas às Computador; tecnologia informática intervindo activa e maquetas, bem como todas as Internet. para planificação e criticamente, às pesquisas e trabalhos realizados apresentação dos mudanças sociais e pelos alunos, no Blog da Turma. projectos. tecnológicas da comunidade e sociedade.
  9. 9. 5.ª Aula 5.ª Aula / Bloco 3 – Funcionamento da Língua – Análise e Reflexão Duração da aula: 90 Minutos Tema: Apresentação do Blog de Turma Turma: 4.º ano Áreas Competências Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividades Materiais Avaliação Final Curricular Formação Eu e os outros. Diálogo com os alunos sobre as Cívica apresentações dos trabalhos. Língua Capacidade de usar o Descobrir Blog de turma; Apresentação oral de cada grupo: Computador; Auto-avaliar o trabalho Portuguesa conhecimento da aspectos Fichas de auto e O que fizemos? Internet; produzido e o língua como fundamentais da hetero avaliação. Que tema trabalhámos? Fichas de auto e funcionamento do grupo, instrumento na estrutura e do O que aprendemos? hetero avaliação avaliar o trabalho dos aprendizagem da funcionamento da Que dificuldades encontrámos? para os alunos; restantes grupos e produzir leitura e da escrita. língua a partir de Datashow. sugestões relativamente a situações de uso. Ficha de auto e Fomentar a discussão e reflexão dos trabalhos futuros. Conhecimento de hetero avaliação. alunos. Estimular a auto-reflexão e a Ver fichas de avaliação, paradigmas Comunicar reflexão sobre os outros. (pág. 29) flexionais e de regras oralmente com gramaticais básicas. progressiva autonomia e Observação directa através Capacidade de se clareza. de vários critérios, como a exprimir de forma pertinência das confiante, clara e intervenções; a adequação audível, com do vocabulário e a correcção adequação ao gramatical do discurso. contexto e ao Avaliar o grau de objectivo cumprimento das tarefas e comunicativo. das aprendizagens. (pág. 30)
  10. 10. Ficha de auto-avaliação – Alunos AUTO-AVALIAÇÃO Sempre A maioria Algumas Raramente/ das vezes vezes nunca Escutei os colegas sem interromper. Cumpri as tarefas que me foram destinadas. Apoiei os colegas quando estes precisaram de ajuda. Empenhei-me nas tarefas que realizei. Ficha individual de hetero-avaliação – (Alunos) HETERO-AVALIAÇÃO Nome do Sempre A maioria Algumas Raramente/ colega das vezes vezes nunca Escuta os colegas sem interromper. Cumpre as tarefas que lhe foram destinadas. Apoia os colegas se estes precisarem de ajuda. Empenhou-se nas tarefas que realizou.
  11. 11. Grelha de Avaliação – (Professor) Atitudes Desempenho da Língua Trabalho de grupo Nome Interesse Respeito Atenção Comunicação Oral Comunicação Escrita Empenho/ Cooperação do aluno (participação e leitura) (compreensão e progressão na escrita) criatividade Forma de avaliar: NS – Não satisfaz (NS/S) – Tem dificuldades mas esforça-se para conseguir alcançar os objectivos. S – Satisfaz SB – Satisfaz bem
  12. 12. Conclusão Este trabalho foi uma mais valia na nossa futura profissão. Planificar as cinco aulas permitiu-nos perceber como a Língua Portuguesa é uma ferramenta essencial em todas as áreas curriculares e não curriculares. Pudemos perceber que a linguagem falada é o pilar no qual se sustenta a linguagem escrita. Daí que as quatro destrezas básicas (escutar, falar, ler e escrever) sejam orientadas para o desenvolvimento das capacidades fundamentais que se concretizem numa adequada utilização da linguagem como veículo de comunicação, de modo a que os alunos tenham uma expressão coerente e correcta, tanto ao falar como ao escrever, pretendendo sempre que a linguagem oral constitua o ponto de partida da linguagem escrita. As nossas aulas foram planificadas com a intenção de promover futuras aprendizagens que preparem o aluno para ser um cidadão activo, respondendo às expectativas e procuras sociais. Também pudemos compreender que a linguagem deve ser funcional, permitindo utilizar o que se aprendeu tanto em situações conhecidas como novas. Este facto levou-nos a reconhecer que devido à funcionalidade da linguagem verbal se podem satisfazer necessidades tão básicas como a comunicação, a representação, e a regulação de comportamentos, entre outras… isto levou-nos a concluir que a linguagem tem uma importância primordial na aprendizagem. Enquanto futuras professoras, achamos que a planificação não deve ser estática, mas sim, aberta e flexível para que se possa integrar em qualquer alteração cultural, psicológica, didáctica linguística, literária ou de outro carácter. Promovendo desta forma repercussões significativas quer no processo de comunicação, quer no processo de aprendizagem.
  13. 13. Referências Bibliográficas ANDRÉ, António, Iniciação da leitura. Reflexões para o 1º Ciclo do Ensino Básico. Colecção quot;Educação Básicaquot;, nº 7, Porto: Porto Editora, 1996. DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA, Organização curricular e programas: Ensino Básico - 1º Ciclo, Lisboa: Editorial do Ministério da Educação, 1998. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, Currículo Nacional do Ensino Básico. Competências essenciais, Lisboa: Ministério da Educação/Departamento da Educação Básica, 2001. NEVES, Rómulo, SÁ, Cristina, Compreender e Operacionalizar a Transversalidade da Língua Materna na prática docente, 2005. SÁ, Cristina Manuela, Leitura e compreensão escrita no 1º Ciclo do Ensino Básico: algumas sugestões didácticas, Aveiro: Universidade de Aveiro, 2004. VILLAS-BOAS, António José, Ensinar e aprender a escrever: por uma prática diferente. Colecção “Cadernos Correio Pedagógico”, nº 54, Porto: Edições ASA, 2001. Webgrafia: http://aveirana.doc.ua.pt/archivephotos/tricana-3.htm http://www.av.it.pt/aveirocidade/pt/monumentos/monu59.2.htm http://www.eraumavezemaveiro.com,

×