SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
LIVRO:

NARRATIVAS DOCENTES: TRAJETÓRIAS DE TRABALHOS
PEDAGÓGICOS



TEXTO: PROFESSOR – PERSONAGEM: O JOGO DO FAZ- DE- CONTA EM
SALA DE AULA. (CRISTINA DECICO).



       As histórias infantis têm papel fundamental na formação do indivíduo,
tornando-o criativo, crítico e capaz de tomar decisões.
     Quando se conta uma história, deve-se ter em mente que aquele momento
será de grande valia para a criança, pois através desses contos será formado
um banco de dados de imagens que será utilizado nas situações interativas
vividas por ela.

       O ideal é que o professor, ao contar uma história, tenha uma diversidade
de estratégias sendo consideradas como principais: tocar a imaginação dos
alunos, saber como utilizar a expressão corporal, o ritmo, o gesto, e
principalmente a entonação da voz, fazendo com que nesse momento a
criança fique envolvida pelo encantamento e pela fantasia.

       Podemos dizer que o principal objetivo de contar uma história em sala
de aula é DIVERTIR, estimulando a imaginação dos alunos. Mas juntamente
com este clima de alegria e interesse que a história pode atingir outros
objetivos, como: educar, instruir, desenvolver a inteligência, ser o ponto de
partida para ensinar algum conteúdo programático ou mesmo ser um dos
instrumentos para tentar entender o que se passa com os alunos no campo
pessoal, pois, muitas vezes, durante a história eles falam do que os está
incomodado sem vergonha ou medo, já que se vêem dentro da mesma.
       Uma história bem contada pode ajudar o aluno a interessar-se pela aula.
       Permite, em geral, a auto-identificação, favorecendo a aceitação de
situações desagradáveis e ajudando a resolver conflitos. Agrada a todos sem
fazer distinção de idade, de classe social, de circunstância de vida.

        Quando o professor decide contar uma história é necessário que a
escolha com muito cuidado e carinho, pois ela deve ser adequada à faixa
etária, ao interesse dos ouvintes, aos objetivos do próprio professor. A escolha
da história funciona como uma chave mágica e tem importância decisiva no
processo narrativo.

      Geralmente, os professores acham que é necessário um talento especial
para contar histórias, mas não é. Todo professor tem dentro de si um contador
de histórias, apenas precisa encontrá-lo e aprimorá-lo.

     Para que isto aconteça pode-se levar em consideração, segundo Malba
Tahan, algumas características que um bom contador de histórias deve ter:




       1ª - Sentir, ou melhor, viver a história; ter a expressão viva, ardente,
sugestiva.
       A história deve despertar a sensibilidade de quem a conta, sem emoção,
não terá sucesso.

       2ª - Narrar com naturalidade, sem afetação.
       O vocabulário utilizado deve ser adequado ao público ouvinte. Na
oralidade é preciso ser mais claro e objetivo, sendo necessário, às vezes,
completar as idéias da história.
       3ª - Conhecer com absoluta confiança o enredo.
       O contador tem que estar seguro sobre o que vai contar, do contrário é
melhor não contar.
       4ª - Dominar o interesse do público.
       Sempre buscar maneiras de fazer com que os ouvintes permaneçam
concentrados na história.
       5ª - Contar dramaticamente.
       O contador pode se passar por algum dos personagens ou por todos.
       6ª - Falar com voz adequada, clara e agradável.
       Não convém falar em falsete ou impostando a voz, a não ser que seja
em momentos específicos para caracterizar um personagem.
       7ª - Ser comedido nos gestos.
       Se exagerar em gestos sem objetivos, quando fizer um que seja
necessário para melhor entender a história, não será notado.
       8ª - Ter espírito inventivo e original.
       Contar as histórias com suas próprias palavras – contar o que está velho
de forma nova. Se a história for de livro deve ser adaptada, pois a linguagem
escrita é diferente da oral.
       9ª - Ter estudado a história.
       Não é necessário decorar, mas sim testar diversas possibilidades de
exploração oral para contar com espontaneidade.
LIVROS TRABALHADOS PELA AUTORA CRISTINA DECICO.




              O Misterioso Baú da Vovó:

       Max e Bia, os netos da nona Carmela, descobrem no porão da casa da
avó um baú enterrado há décadas. Que tesouro estaria escondido naquele
misterioso baú? Seriam um verdadeiro tesouro os segredos da nona Carmela?
          Valorizando as aventuras que podem ser vividas no dia-a-dia, quot;O
misterioso baú do vovôquot; aborda os medos, os mistérios, as dificuldades e as
delícias que envolvem as relações familiares.




                A Fada que Tinha Idéias:

       No livro infantil A Fada que Tinha Idéias conta que as fadinhas
aprendem que não se deve sair por aí inventando mágicas que não estejam no
Livro das Fadas. Mas vai dizer isso a Clara Luz! Questionadora e criativa, ela
quer ter idéias próprias, como transformar bule de café em passarinho, dar vida
às nuvens e colorir a chuva. quot;Quando alguém inventa alguma coisa o mundo
andaquot;, é o que ela diz. Mas nem todos aprovam comportamento tão original e
inovador. Principalmente a rabugenta Rainha... E agora? O que Clara Luz irá
fazer? O livro A fada que tinha idéias é diversão garantida para toda a
criançada.
       Livro Infantil indicado para crianças de ambos os sexos.
LIVRO TRABALHADO PELA PROFESSORA JOANA.




        A Verdadeira História dos Três Porquinhos:

      Será que a história dos três porquinhos ocorreu daquele jeito mesmo?
Dando a palavra ao lobo, que naturalmente narra os acontecimentos do seu
ponto de vista, Jon Scieszka consegue reforçar a quot;veracidadequot; da história
original, contar uma história nova e engraçada e dar às crianças a oportunidade
para demonstrar que compreendem muito bem as coisas.

                      Bibliografia
      SILVA, Maria Betty Coelho. Contar histórias: uma arte sem idade. São
Paulo: Ática, 1986.


      TAHAN, Malba. A arte de ler e de contar histórias. Rio de Janeiro:
Conquista, 1957.


      Site: http://br.geocities.com/contadores_ufrgs/page02.htm.

      NARRATIVAS DOCENTES:Trajetórias de trabalhos pedagogicos /
Adriana Varani,Claudia Roberta Ferreira,Guilherme do Val toledo Prado,
(orgs.)-Campinas,SP: Mercado de letras,2007.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Oficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagem
Oficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagemOficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagem
Oficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagemMarlete Outeiro
 
Leitura de imagens- menina bonita do laço de fita
Leitura de imagens- menina bonita do laço de fitaLeitura de imagens- menina bonita do laço de fita
Leitura de imagens- menina bonita do laço de fitaHenrique Saito
 
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...SimoneHelenDrumond
 
Contos de fadas: uma análise educacional
Contos de fadas: uma análise educacionalContos de fadas: uma análise educacional
Contos de fadas: uma análise educacionalCesar Sinicio
 
Formação literatura agosto
Formação literatura agostoFormação literatura agosto
Formação literatura agostoDyone Andrade
 
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitorEra uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitorMarilia Pires
 
Atps -literatura_infantil
Atps  -literatura_infantilAtps  -literatura_infantil
Atps -literatura_infantilmkbariotto
 
Projeto de contação de histórias
Projeto de contação de históriasProjeto de contação de histórias
Projeto de contação de históriasAmanda Freitas
 
O Bibliotecário e a contação de histórias na biblioteca escolar
O Bibliotecário e a contação de histórias na biblioteca escolarO Bibliotecário e a contação de histórias na biblioteca escolar
O Bibliotecário e a contação de histórias na biblioteca escolarTatyanne Valdez
 
Contagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantilContagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantilcefaprodematupa
 
CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
CONTAÇÃO DE HISTÓRIASCONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
CONTAÇÃO DE HISTÓRIASPedagogo Santos
 
Atps literatura infantil oficial
Atps literatura infantil oficialAtps literatura infantil oficial
Atps literatura infantil oficialRegina Gidzinski
 
Projeto os três porquinhos
Projeto os três porquinhosProjeto os três porquinhos
Projeto os três porquinhossandramirandan
 
Apresentação projeto leitura
Apresentação projeto leituraApresentação projeto leitura
Apresentação projeto leituraDirceliaprofa
 

Mais procurados (20)

Oficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagem
Oficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagemOficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagem
Oficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagem
 
Leitura de imagens- menina bonita do laço de fita
Leitura de imagens- menina bonita do laço de fitaLeitura de imagens- menina bonita do laço de fita
Leitura de imagens- menina bonita do laço de fita
 
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
 
A galinha ruiva
A galinha ruivaA galinha ruiva
A galinha ruiva
 
Contos de fadas: uma análise educacional
Contos de fadas: uma análise educacionalContos de fadas: uma análise educacional
Contos de fadas: uma análise educacional
 
Formação literatura agosto
Formação literatura agostoFormação literatura agosto
Formação literatura agosto
 
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitorEra uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
 
Contador de Histórias
Contador de HistóriasContador de Histórias
Contador de Histórias
 
Atps -literatura_infantil
Atps  -literatura_infantilAtps  -literatura_infantil
Atps -literatura_infantil
 
181213historiaemquadrinhos
181213historiaemquadrinhos181213historiaemquadrinhos
181213historiaemquadrinhos
 
Projeto de contação de histórias
Projeto de contação de históriasProjeto de contação de histórias
Projeto de contação de histórias
 
Ler família4ºano
Ler família4ºanoLer família4ºano
Ler família4ºano
 
O Bibliotecário e a contação de histórias na biblioteca escolar
O Bibliotecário e a contação de histórias na biblioteca escolarO Bibliotecário e a contação de histórias na biblioteca escolar
O Bibliotecário e a contação de histórias na biblioteca escolar
 
Contagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantilContagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantil
 
CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
CONTAÇÃO DE HISTÓRIASCONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
 
Atps literatura infantil oficial
Atps literatura infantil oficialAtps literatura infantil oficial
Atps literatura infantil oficial
 
Projeto os três porquinhos
Projeto os três porquinhosProjeto os três porquinhos
Projeto os três porquinhos
 
literatura infantil
literatura infantilliteratura infantil
literatura infantil
 
Apresentação projeto leitura
Apresentação projeto leituraApresentação projeto leitura
Apresentação projeto leitura
 
Ler família3ºano
Ler família3ºanoLer família3ºano
Ler família3ºano
 

Semelhante a IdéIas Do Livro Narrativas Docentes Capitulo O Jogo Do Faz De Conta Em Sala De Aula

Francicleia da costa dos santos professor inovador
Francicleia da costa dos santos professor inovadorFrancicleia da costa dos santos professor inovador
Francicleia da costa dos santos professor inovadorSimoneHelenDrumond
 
4 francicleia da costa dos santos professor inovador
4 francicleia da costa dos santos professor inovador4 francicleia da costa dos santos professor inovador
4 francicleia da costa dos santos professor inovadorSimoneHelenDrumond
 
Apostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdf
Apostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdfApostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdf
Apostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdfLilianPiola
 
Aula De Literatura Infantil
Aula De Literatura InfantilAula De Literatura Infantil
Aula De Literatura Infantilroessencia
 
A importância de contar histórias
A importância de contar históriasA importância de contar histórias
A importância de contar históriasMargarete Tesch
 
PROJETO: CRIANÇAS QUE CONTAM HISTÓRIAS
PROJETO: CRIANÇAS QUE CONTAM HISTÓRIASPROJETO: CRIANÇAS QUE CONTAM HISTÓRIAS
PROJETO: CRIANÇAS QUE CONTAM HISTÓRIASAndrea Alves
 
Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pps. Autoria: Celeste de Almeida Gon...
Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pps. Autoria: Celeste de Almeida Gon...Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pps. Autoria: Celeste de Almeida Gon...
Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pps. Autoria: Celeste de Almeida Gon...Dores Pinto
 
Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pdf - autoria: Celeste de Almeida Go...
Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pdf - autoria: Celeste de Almeida Go...Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pdf - autoria: Celeste de Almeida Go...
Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pdf - autoria: Celeste de Almeida Go...Dores Pinto
 
Pontos para contar um conto
Pontos para contar um contoPontos para contar um conto
Pontos para contar um contoa1980
 
A contação de histórias e o desenvolvimento do
A contação de histórias e o desenvolvimento doA contação de histórias e o desenvolvimento do
A contação de histórias e o desenvolvimento doMaria Emilia Lira Correa
 
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De NeveProjeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De NeveEscola BN
 
Atps história e geografia
Atps história e geografiaAtps história e geografia
Atps história e geografiaPaulo Wanderson
 
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxPROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxEscolaMunicipalMaria16
 
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxPROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxEscolaMunicipalMaria16
 
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)letraefel
 
A arte de contar histórias renata bomfim
A arte de contar histórias renata bomfimA arte de contar histórias renata bomfim
A arte de contar histórias renata bomfimletraefel
 
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)letraefel
 
Atps -literatura_infantil
Atps  -literatura_infantilAtps  -literatura_infantil
Atps -literatura_infantilmkbariotto
 

Semelhante a IdéIas Do Livro Narrativas Docentes Capitulo O Jogo Do Faz De Conta Em Sala De Aula (20)

Francicleia da costa dos santos professor inovador
Francicleia da costa dos santos professor inovadorFrancicleia da costa dos santos professor inovador
Francicleia da costa dos santos professor inovador
 
4 francicleia da costa dos santos professor inovador
4 francicleia da costa dos santos professor inovador4 francicleia da costa dos santos professor inovador
4 francicleia da costa dos santos professor inovador
 
Apostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdf
Apostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdfApostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdf
Apostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdf
 
Curso 7 classica
Curso 7 classicaCurso 7 classica
Curso 7 classica
 
Aula De Literatura Infantil
Aula De Literatura InfantilAula De Literatura Infantil
Aula De Literatura Infantil
 
Adriana franciellen erika
Adriana  franciellen erikaAdriana  franciellen erika
Adriana franciellen erika
 
A importância de contar histórias
A importância de contar históriasA importância de contar histórias
A importância de contar histórias
 
PROJETO: CRIANÇAS QUE CONTAM HISTÓRIAS
PROJETO: CRIANÇAS QUE CONTAM HISTÓRIASPROJETO: CRIANÇAS QUE CONTAM HISTÓRIAS
PROJETO: CRIANÇAS QUE CONTAM HISTÓRIAS
 
Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pps. Autoria: Celeste de Almeida Gon...
Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pps. Autoria: Celeste de Almeida Gon...Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pps. Autoria: Celeste de Almeida Gon...
Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pps. Autoria: Celeste de Almeida Gon...
 
Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pdf - autoria: Celeste de Almeida Go...
Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pdf - autoria: Celeste de Almeida Go...Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pdf - autoria: Celeste de Almeida Go...
Divulgação do livro " A Oliveira Mágica" pdf - autoria: Celeste de Almeida Go...
 
Pontos para contar um conto
Pontos para contar um contoPontos para contar um conto
Pontos para contar um conto
 
A contação de histórias e o desenvolvimento do
A contação de histórias e o desenvolvimento doA contação de histórias e o desenvolvimento do
A contação de histórias e o desenvolvimento do
 
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De NeveProjeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
 
Atps história e geografia
Atps história e geografiaAtps história e geografia
Atps história e geografia
 
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxPROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
 
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxPROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
 
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
 
A arte de contar histórias renata bomfim
A arte de contar histórias renata bomfimA arte de contar histórias renata bomfim
A arte de contar histórias renata bomfim
 
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
 
Atps -literatura_infantil
Atps  -literatura_infantilAtps  -literatura_infantil
Atps -literatura_infantil
 

Mais de guest67b92

Projeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De TextosProjeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De Textosguest67b92
 
Projeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De TextosProjeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De Textosguest67b92
 
CompreensãO E ProduçãO De Texto
CompreensãO E ProduçãO De TextoCompreensãO E ProduçãO De Texto
CompreensãO E ProduçãO De Textoguest67b92
 
Dicas Sobre Regras Ortograficas
Dicas  Sobre Regras OrtograficasDicas  Sobre Regras Ortograficas
Dicas Sobre Regras Ortograficasguest67b92
 
O Jogo Do Faz De Conta Em Sala De Aula
O Jogo Do Faz De Conta Em Sala De AulaO Jogo Do Faz De Conta Em Sala De Aula
O Jogo Do Faz De Conta Em Sala De Aulaguest67b92
 
Cidadania Com O PróXimo Joana
Cidadania Com O PróXimo JoanaCidadania Com O PróXimo Joana
Cidadania Com O PróXimo Joanaguest67b92
 
Como Inserir Molduras Em Fotos
Como Inserir Molduras Em FotosComo Inserir Molduras Em Fotos
Como Inserir Molduras Em Fotosguest67b92
 
Boletim Escolar
Boletim EscolarBoletim Escolar
Boletim Escolarguest67b92
 

Mais de guest67b92 (9)

Projeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De TextosProjeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De Textos
 
Projeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De TextosProjeto ProduçãO De Textos
Projeto ProduçãO De Textos
 
CompreensãO E ProduçãO De Texto
CompreensãO E ProduçãO De TextoCompreensãO E ProduçãO De Texto
CompreensãO E ProduçãO De Texto
 
Dicas Sobre Regras Ortograficas
Dicas  Sobre Regras OrtograficasDicas  Sobre Regras Ortograficas
Dicas Sobre Regras Ortograficas
 
Anexo Joana
Anexo  JoanaAnexo  Joana
Anexo Joana
 
O Jogo Do Faz De Conta Em Sala De Aula
O Jogo Do Faz De Conta Em Sala De AulaO Jogo Do Faz De Conta Em Sala De Aula
O Jogo Do Faz De Conta Em Sala De Aula
 
Cidadania Com O PróXimo Joana
Cidadania Com O PróXimo JoanaCidadania Com O PróXimo Joana
Cidadania Com O PróXimo Joana
 
Como Inserir Molduras Em Fotos
Como Inserir Molduras Em FotosComo Inserir Molduras Em Fotos
Como Inserir Molduras Em Fotos
 
Boletim Escolar
Boletim EscolarBoletim Escolar
Boletim Escolar
 

Último

cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBAline Santana
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaaulasgege
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinhaMary Alvarenga
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarIedaGoethe
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 

Último (20)

Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinha
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 

IdéIas Do Livro Narrativas Docentes Capitulo O Jogo Do Faz De Conta Em Sala De Aula

  • 1. LIVRO: NARRATIVAS DOCENTES: TRAJETÓRIAS DE TRABALHOS PEDAGÓGICOS TEXTO: PROFESSOR – PERSONAGEM: O JOGO DO FAZ- DE- CONTA EM SALA DE AULA. (CRISTINA DECICO). As histórias infantis têm papel fundamental na formação do indivíduo, tornando-o criativo, crítico e capaz de tomar decisões. Quando se conta uma história, deve-se ter em mente que aquele momento será de grande valia para a criança, pois através desses contos será formado um banco de dados de imagens que será utilizado nas situações interativas vividas por ela. O ideal é que o professor, ao contar uma história, tenha uma diversidade de estratégias sendo consideradas como principais: tocar a imaginação dos alunos, saber como utilizar a expressão corporal, o ritmo, o gesto, e principalmente a entonação da voz, fazendo com que nesse momento a criança fique envolvida pelo encantamento e pela fantasia. Podemos dizer que o principal objetivo de contar uma história em sala de aula é DIVERTIR, estimulando a imaginação dos alunos. Mas juntamente com este clima de alegria e interesse que a história pode atingir outros objetivos, como: educar, instruir, desenvolver a inteligência, ser o ponto de partida para ensinar algum conteúdo programático ou mesmo ser um dos instrumentos para tentar entender o que se passa com os alunos no campo pessoal, pois, muitas vezes, durante a história eles falam do que os está incomodado sem vergonha ou medo, já que se vêem dentro da mesma. Uma história bem contada pode ajudar o aluno a interessar-se pela aula. Permite, em geral, a auto-identificação, favorecendo a aceitação de situações desagradáveis e ajudando a resolver conflitos. Agrada a todos sem fazer distinção de idade, de classe social, de circunstância de vida. Quando o professor decide contar uma história é necessário que a escolha com muito cuidado e carinho, pois ela deve ser adequada à faixa etária, ao interesse dos ouvintes, aos objetivos do próprio professor. A escolha da história funciona como uma chave mágica e tem importância decisiva no processo narrativo. Geralmente, os professores acham que é necessário um talento especial
  • 2. para contar histórias, mas não é. Todo professor tem dentro de si um contador de histórias, apenas precisa encontrá-lo e aprimorá-lo. Para que isto aconteça pode-se levar em consideração, segundo Malba Tahan, algumas características que um bom contador de histórias deve ter: 1ª - Sentir, ou melhor, viver a história; ter a expressão viva, ardente, sugestiva. A história deve despertar a sensibilidade de quem a conta, sem emoção, não terá sucesso. 2ª - Narrar com naturalidade, sem afetação. O vocabulário utilizado deve ser adequado ao público ouvinte. Na oralidade é preciso ser mais claro e objetivo, sendo necessário, às vezes, completar as idéias da história. 3ª - Conhecer com absoluta confiança o enredo. O contador tem que estar seguro sobre o que vai contar, do contrário é melhor não contar. 4ª - Dominar o interesse do público. Sempre buscar maneiras de fazer com que os ouvintes permaneçam concentrados na história. 5ª - Contar dramaticamente. O contador pode se passar por algum dos personagens ou por todos. 6ª - Falar com voz adequada, clara e agradável. Não convém falar em falsete ou impostando a voz, a não ser que seja em momentos específicos para caracterizar um personagem. 7ª - Ser comedido nos gestos. Se exagerar em gestos sem objetivos, quando fizer um que seja necessário para melhor entender a história, não será notado. 8ª - Ter espírito inventivo e original. Contar as histórias com suas próprias palavras – contar o que está velho de forma nova. Se a história for de livro deve ser adaptada, pois a linguagem escrita é diferente da oral. 9ª - Ter estudado a história. Não é necessário decorar, mas sim testar diversas possibilidades de exploração oral para contar com espontaneidade.
  • 3. LIVROS TRABALHADOS PELA AUTORA CRISTINA DECICO. O Misterioso Baú da Vovó: Max e Bia, os netos da nona Carmela, descobrem no porão da casa da avó um baú enterrado há décadas. Que tesouro estaria escondido naquele misterioso baú? Seriam um verdadeiro tesouro os segredos da nona Carmela? Valorizando as aventuras que podem ser vividas no dia-a-dia, quot;O misterioso baú do vovôquot; aborda os medos, os mistérios, as dificuldades e as delícias que envolvem as relações familiares. A Fada que Tinha Idéias: No livro infantil A Fada que Tinha Idéias conta que as fadinhas aprendem que não se deve sair por aí inventando mágicas que não estejam no Livro das Fadas. Mas vai dizer isso a Clara Luz! Questionadora e criativa, ela quer ter idéias próprias, como transformar bule de café em passarinho, dar vida às nuvens e colorir a chuva. quot;Quando alguém inventa alguma coisa o mundo andaquot;, é o que ela diz. Mas nem todos aprovam comportamento tão original e inovador. Principalmente a rabugenta Rainha... E agora? O que Clara Luz irá fazer? O livro A fada que tinha idéias é diversão garantida para toda a criançada. Livro Infantil indicado para crianças de ambos os sexos.
  • 4. LIVRO TRABALHADO PELA PROFESSORA JOANA. A Verdadeira História dos Três Porquinhos: Será que a história dos três porquinhos ocorreu daquele jeito mesmo? Dando a palavra ao lobo, que naturalmente narra os acontecimentos do seu ponto de vista, Jon Scieszka consegue reforçar a quot;veracidadequot; da história original, contar uma história nova e engraçada e dar às crianças a oportunidade para demonstrar que compreendem muito bem as coisas. Bibliografia SILVA, Maria Betty Coelho. Contar histórias: uma arte sem idade. São Paulo: Ática, 1986. TAHAN, Malba. A arte de ler e de contar histórias. Rio de Janeiro: Conquista, 1957. Site: http://br.geocities.com/contadores_ufrgs/page02.htm. NARRATIVAS DOCENTES:Trajetórias de trabalhos pedagogicos / Adriana Varani,Claudia Roberta Ferreira,Guilherme do Val toledo Prado, (orgs.)-Campinas,SP: Mercado de letras,2007.