Menu
•     Gênese e desenvolvimento
 o     Tecido Epitelial de Revestimento
       o Tecido Epitelial Glandular
      o Te...
1. Polpa Vermelha Esplênica
                  2. Polpa Branca Esplênica
                   3. Sinusóides Esplênicos
      ...
1. Arteríola Central
             2. Centro Germinativo de Flemming
    3. Nódulo ou Folículo Linfático (Corpúsculo de Mal...
1. Cordões de Bilroth
                                2. Sinusóides Esplênicos

                                     Orige...
constituem, em seu conjunto a polpa branca; os cordões de Bilroth e os sinusóides
                      esplênicos constit...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Baço

5.856 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.856
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Baço

  1. 1. Menu • Gênese e desenvolvimento o Tecido Epitelial de Revestimento o Tecido Epitelial Glandular o Tecido Conjuntivo - Células o Tecido Conjuntivo - Fibras o Tecido Conjuntivo - Tipos o Timo o Baço o Linfonodo • Sistema Locomotor o Traqueia - Cartilagem Hialina o Orelha - Cartilagem Elástica o Ossos Descalcificados o Músculo Estriado Esquelético o Músculo Cardíaco o Músculo Liso • Sistema Nervoso o Medula Espinhal o Cerebelo o Nervo o Olho • Fale Conosco Baço
  2. 2. 1. Polpa Vermelha Esplênica 2. Polpa Branca Esplênica 3. Sinusóides Esplênicos 4. Cordões de Bilroth 5. Arteríola Central 6. Nódulo ou Folículo Linfático (Corpúsculo de Malpighi) 7. Centro Germinativo de Flemming Baço - Nódulo Linfático (em maior aumento)
  3. 3. 1. Arteríola Central 2. Centro Germinativo de Flemming 3. Nódulo ou Folículo Linfático (Corpúsculo de Malpighi) Baço - Polpa Vermelha (em maior aumento)
  4. 4. 1. Cordões de Bilroth 2. Sinusóides Esplênicos Origem Mesoderma Caracteristicas Morfológicas O baço é um órgão compacto, intensamente corado de violeta (hematoxilina) devido à presença de uma infinidade de linfócitos. Está envolvido por uma cápsula de tecido conjuntivo denso não modelado e algumas fibras musculares lisa, de onde partem septos ou trabéculas que dividem o órgão em compartimentos incompletos. O baço tem dois compartimentos: a Polpa Branca Esplênica e a Polpa Vermelha Esplênica. A polpa branca esplênica é constituída por cordões irregulares de tecido linfóide denso que se continua com os nódulos ou folículos linfáticos (corpúsculos de Malpighi). A polpa vermelha esplênica é constituída por cordões esplênicos (cordões de Billroth), separados por sinusóides. Os cordões esplênicos contêm várias células sanguíneas, macrófagos, células reticulares e plasmócitos. Em resumo, os Corpúsculos de Malpighi
  5. 5. constituem, em seu conjunto a polpa branca; os cordões de Bilroth e os sinusóides esplênicos constituem a polpa vermelha. No corpúsculo de Malpighi, podemos identificar uma região central mais clara ou centro germinativo de Flemming. Além disso, identificamos a arteríola central, que, apesar do nome, ocupa uma posição excêntrica. Para finalizar, é importante saber que no tecido linfático das bainhas periarteriais (não observado ao corte) predominam os linfócitos T; nos folículos, predominam os linfócitos B; e os cordões medulares contêm linfócitos B e T. Função Formação de linfócitos, destruição de eritrócitos desgastados (hemocaterese), defesa do organismo contra invasores e armazenamento de sangue. O baço é o único órgão linfóide interposto na circulação sanguínea, por isso atua como um “filtro” para o sangue. Observação No baço, a circulação sanguínea ocorre basicamente desta forma: Artéria esplênica -> Polpa Branca -> Polpa Vermelha -> Veia Esplênica. ^Back to Top^ Copyright © 2005 | All Rights Reserved Design by MyWebResource

×