A CRIANÇA E O ADOLESCENTE COMO CONSUMIDORES DE MÍDIA  SEMINÁRIO INTERNACIONAL Ana Helena Meirelles Reis
Alguns dados de contexto familiar <ul><li>59% das mães trabalham fora, e têm portanto somente o período noturno para ficar...
34%  Usam Internet Perfil de consumo de mídia - crianças e adolescentes <ul><li>Assim, o contexto em que a criança e o jov...
<ul><li>A televisão continua portanto sendo o principal veículo de entretenimento e interação da criança com o mundo </li>...
A criança e o jovem na Internet 3º Jogos / música /  esportes / bate-papo 2º Personagens e /  ou bonecos 1º Canais de TV s...
A criança e o jovem frente à TV 45.7 % das crianças  assistem também  com as mães 81% das crianças assistem TV durante 2 o...
O que a criança e o jovem  estão assistindo na televisão <ul><li>novelas </li></ul><ul><li>filmes </li></ul><ul><li>progra...
O que a criança e o jovem  gostam de assistir na televisão <ul><li>Mas na verdade gostariam de estar assistindo outros pro...
Contribuição dessa programação para a formação das crianças e jovens <ul><li>Resultados preliminares da pesquisa qualitati...
Contribuição dessa programação para a formação das crianças e jovens A banalização do sexo, da violência e da própria ling...
Contribuição dessa programação para a formação das crianças e jovens O desrespeito ao próximo, a negação de valores éticos...
Contribuição dessa programação para a formação das crianças e jovens O ditadura do consumo como forma de integração social...
Algumas atitudes das crianças confirmam as preocupações dos pais 6% das meninas gostariam de ser cantoras e 5% modelos 14%...
Outras evidências sugerem um importante papel que vem sendo cumprido pela TV A televisão tem sido um caminho para a crianç...
Pontos para reflexão Para minimizar o efeito negativo da TV na formação de seus filhos, os pais estão procurando  cada vez...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Midiaejovens

1.518 visualizações

Publicada em

pesquisa sobre jovens e mídias.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.518
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Midiaejovens

  1. 1. A CRIANÇA E O ADOLESCENTE COMO CONSUMIDORES DE MÍDIA SEMINÁRIO INTERNACIONAL Ana Helena Meirelles Reis
  2. 2. Alguns dados de contexto familiar <ul><li>59% das mães trabalham fora, e têm portanto somente o período noturno para ficar com seus filhos </li></ul><ul><li>somente 14% das crianças declaram brincar / jogar com os pais </li></ul><ul><ul><li>a atividade que mais fazem juntos é ir ao Shopping (36%) </li></ul></ul><ul><li>somente 16 a 17% dos pais têm curso secundário completo sendo que 20% dos pais e 16% das mães têm somente primário completo ou incompleto </li></ul>Menos tempo em casa Menos disposição para brincar Baixo nível cultural <ul><li>Para entender a criança e o jovem brasileiro dos grandes centros enquanto consumidores de mídia, é importante refletir um pouco a respeito do contexto familiar e socio-cultural em que esse consumo se dá </li></ul><ul><ul><li>o estudo Kiddo’s ,realizado com 1500 crianças de classe A, B e C residentes nos grandes centros nos mostra a seguinte realidade </li></ul></ul>
  3. 3. 34% Usam Internet Perfil de consumo de mídia - crianças e adolescentes <ul><li>Assim, o contexto em que a criança e o jovem têm contato com os diferentes tipos de midia é dentro de casa, uma grande parte do tempo sozinha ou com os irmãos e à noite na companhia dos pais </li></ul>79% Lêem quadrinhos 87% Ouvem rádio 99% Assistem TV o consumo de mídia cresce e se diversifica 34% Lêem ou folheiam algum jornal (fonte: Kiddo’s 2003)
  4. 4. <ul><li>A televisão continua portanto sendo o principal veículo de entretenimento e interação da criança com o mundo </li></ul><ul><ul><li>à medida em que ela cresce, o papel da televisão diminui e a importância dos outros meios aumenta mas principalmente entre 6 e 11 anos é a televisão que impulsiona o próprio consumo dos outros meios </li></ul></ul><ul><li>A interatividade entre a TV e o computador, as promoções e o consumo de produtos parece cada vez mais atraente às crianças </li></ul><ul><ul><li>elas votam através da Internet ou telefone, entram nos sites à procura de jogos, se interessam por promoções/concursos </li></ul></ul><ul><ul><li>....e pedem para os pais comprarem produtos anunciados </li></ul></ul>Papel da televisão e sua influência sobre o consumo em geral e de outras midias A interatividade dos meios potencializa o desejo de consumo
  5. 5. A criança e o jovem na Internet 3º Jogos / música / esportes / bate-papo 2º Personagens e / ou bonecos 1º Canais de TV sites visitados <ul><li>Para ilustrar essa relação entre TV e outros meios é só observar os dados de Kiddo’s em relação aos sites mais visitados pelas crianças </li></ul><ul><ul><li>os resultados do estudo apontam para esses 3 grandes grupos de sites visitados pelas crianças (por número de menções espontâneas a sites visitados) </li></ul></ul>
  6. 6. A criança e o jovem frente à TV 45.7 % das crianças assistem também com as mães 81% das crianças assistem TV durante 2 ou mais horas por dia Somente 21.9% dessas crianças têm algum tipo de TV por assinatura Mais de 50% das crianças até 11 anos assistem TV entre18 e 21 horas 36.4 % das crianças costumam assistir TV sozinhos <ul><li>Assistir televisão </li></ul><ul><ul><li>Quando, </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>com quem </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>e por quanto tempo? </li></ul></ul></ul></ul></ul>o que ela está assistindo? Quase 40% assistem até às 11hs da noite (fonte: Kiddo’s 2003)
  7. 7. O que a criança e o jovem estão assistindo na televisão <ul><li>novelas </li></ul><ul><li>filmes </li></ul><ul><li>programas humorísticos </li></ul><ul><li>telejornalismo </li></ul><ul><li>programas de auditório </li></ul>forte exposição ao conteúdo televisivo adulto (fonte: Ibope Midia - Set. 2003) <ul><li>A criança assiste não somente a programação infantil, mas sim toda a programação da televisão </li></ul>fazem parte da programação infanto-juvenil 2 são programas considerados para adultos 8 Dos programas de maior audiência pelas crianças e jovens entre 4 e 17 anos 10
  8. 8. O que a criança e o jovem gostam de assistir na televisão <ul><li>Mas na verdade gostariam de estar assistindo outros programas </li></ul><ul><li>21 eram desenhos </li></ul><ul><li>15 eram outros programas de ficção ou de apresentadores voltados para crianças e jovens </li></ul><ul><li>4 eram seriados ou telenovelas infantis </li></ul>preferência pela diversão e fantasia infantil Eram programas infanto-juvenis 40 Eram programas para adultos 10 Dos programas citados pelas crianças entre 6 e 11 anos como seus preferidos 50 (fonte: Kiddo’s 2003)
  9. 9. Contribuição dessa programação para a formação das crianças e jovens <ul><li>Resultados preliminares da pesquisa qualitativa feita com pais de crianças entre 4 e 17 anos feita pela MultiFocus para o prêmio Midia-Q - Midiativa, que conta com a promoção do Grupo Meio & Mensagem e o apoio de outras entidades entre elas a Avina </li></ul><ul><li>Na percepção dos pais, a exposição das crianças a uma grande parte da programação adulta da TV aberta e também a alguns dos programas infanto-juvenis vem gerando consequências indesejáveis para a formação dessas crianças e jovens </li></ul>A substituição do sonho infantil pela ilusão adulta Para os pais, esses programas privam a criança do mundo do faz de conta, da pura fantasia ao apresentarem um mundo em que as pessoas e as situações são reais, mas alimentam ilusões de riqueza, sucesso e felicidade Com isso, confundem as crianças e dificultam sua percepção do que é real e do que é imaginário
  10. 10. Contribuição dessa programação para a formação das crianças e jovens A banalização do sexo, da violência e da própria linguagem A forma como a mulher é retratada na TV, as cenas de sexo e a sensualidade usadas e abusadas em nome do humor A violência, o “mundo cão”, a exploração da desgraça e degradação humana A banalização da linguagem, o uso incorreto do português e a pobreza do vocabulário
  11. 11. Contribuição dessa programação para a formação das crianças e jovens O desrespeito ao próximo, a negação de valores éticos A discriminação e o preconceito retratados na exposição de pessoas ao ridículo, na caracterização de papéis em função da raça, cor, etc. A falta de solidariedade, de honestidade, de humildade e a desestruturação dos conceitos de família e das relações afetivas Indo frontalmente contra tudo aquilo que os pais tentam passar para os filhos
  12. 12. Contribuição dessa programação para a formação das crianças e jovens O ditadura do consumo como forma de integração social A clara imposição à criança da necessidade de ter o que os outros têm para ser feliz e aceito pelo grupo, de ter “toda a coleção”ou de ter “a mais nova versão” Colocando os pais frente a um dilema cruel de ter que negar ao filho aquilo que pode ajudá-lo a se integrar ao grupo, numa idade em que essa aceitação social é fundamental
  13. 13. Algumas atitudes das crianças confirmam as preocupações dos pais 6% das meninas gostariam de ser cantoras e 5% modelos 14% dos meninos gostariam de ser jogadores de futebol 44% das crianças se preocupam com o peso 65% das crianças se importam muito com a roupa que usam A supervalorização do “ter” e não do “ser” para ser aceito pelo grupo A imposição de um padrão de beleza e o incentivo ao hedonismo e à sensualidade Muito mais em função de uma ilusão do sucesso e riqueza rápida e fácil do que pela profissão em si <ul><li>O estudo Kiddo’s aponta para algumas evidências que confirmam as preocupações dos pais </li></ul>
  14. 14. Outras evidências sugerem um importante papel que vem sendo cumprido pela TV A televisão tem sido um caminho para a criança adquirir conhecimento, e isso é fundamentalmente importante em lares cujos pais têm um baixo nível intelectual A televisão é uma solução de baixo custo para o lazer de toda uma população que não pode, por questão de tempo e / ou dinheiro, levar os filhos constantemente para passear, ou brincar com eles A televisão vem socializando o acesso da criança ao mundo digital, à informatização, e incentivando o uso outras mídias A televisão é um caminho para os pais entenderem o mundo dos filhos e discutirem valores e comportamentos <ul><li>Mas por outro lado os primeiros resultados da pesquisa Midia-Q apontam para valores positivos e reconhecidos pelos pais na exposição de seus filhos à televisão </li></ul>
  15. 15. Pontos para reflexão Para minimizar o efeito negativo da TV na formação de seus filhos, os pais estão procurando cada vez mais discutir com eles o conteúdo dos programas, de forma a gerar uma consciência crítica nas crianças e nós, o que podemos fazer? <ul><li>Como lidar então com essa dualidade e quais as responsabilidades dos pais, dos educadores, dos meios de comunicação, do governo e da sociedade civil na reversão desse quadro negativo apontado pelos pais? </li></ul>

×