ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA STELLA CHAVES - UBERABA DIRETOR:SIDNEY LUIZ DA COSTA VICES DIRETORES:Marilza de Carvalho Peixo...
FORMAÇÃO CONTINUADA AVALIAÇÃO RESPONSÁVEIS:  Sandra Mª  Oliveira Reis Iaciara Silva Jacques Colaboradores:  Maria Isaltina...
FORÇAS QUE INTERFEREM NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO CONCEPÇÃO  DE CONHECIMENTO QUE TEMOS  RELAÇÃO DA  ESCOLA COM A FAMÍLIA O PR...
INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO: ESCOLHAS FINALIDADES O QUÊ ENSINO? POR QUÊ ENSINO? ESTABELECER  METAS MEUS ALUNOS PODEM APRENDE...
<ul><li>Metas </li></ul><ul><li>Devem resultar em um conjunto de informações que possibilitem ao professor: </li></ul><ul>...
<ul><li>DESCRIÇÃO DE ALGUNS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO </li></ul><ul><li>OBSERVAÇÃO E REGISTRO </li></ul><ul><li>ANÁLISE DE...
<ul><li>Referências Bibliográficas: </li></ul><ul><li>ABRANTES, P. Avaliação e educação matemática. Rio de Janeiro:MEM/USU...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apr Stella

753 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
753
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
47
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apr Stella

  1. 1. ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA STELLA CHAVES - UBERABA DIRETOR:SIDNEY LUIZ DA COSTA VICES DIRETORES:Marilza de Carvalho Peixoto Sandra Mª Oliveira Reis Luiz Fernando T da Silva
  2. 2. FORMAÇÃO CONTINUADA AVALIAÇÃO RESPONSÁVEIS: Sandra Mª Oliveira Reis Iaciara Silva Jacques Colaboradores: Maria Isaltina Santana Renata Apª B dos Santos Palestrantes: Adriene Cristina Pontes A. Silva Nilza Consuelo Alves Pinheiro
  3. 3. FORÇAS QUE INTERFEREM NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO CONCEPÇÃO DE CONHECIMENTO QUE TEMOS RELAÇÃO DA ESCOLA COM A FAMÍLIA O PROFESSOR ARTICULADOR DAS AÇÕES AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DO PROFESSOR
  4. 4. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO: ESCOLHAS FINALIDADES O QUÊ ENSINO? POR QUÊ ENSINO? ESTABELECER METAS MEUS ALUNOS PODEM APRENDER ESTE CONTEÚDO?
  5. 5. <ul><li>Metas </li></ul><ul><li>Devem resultar em um conjunto de informações que possibilitem ao professor: </li></ul><ul><li>Coletar indícios de tensões, sofrimentos, avanços, conquistas; </li></ul><ul><li>Compreender as dificuldades encontradas pelos alunos; </li></ul><ul><li>Situar o aluno no processo ensino aprendizagem; </li></ul><ul><li>Rever metas; </li></ul><ul><li>Estabelecer novas diretrizes; </li></ul><ul><li>Modificar a metodologia utilizada; </li></ul>
  6. 6. <ul><li>DESCRIÇÃO DE ALGUNS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO </li></ul><ul><li>OBSERVAÇÃO E REGISTRO </li></ul><ul><li>ANÁLISE DE REGISTROS DOS ALUNOS </li></ul><ul><li>PROVAS E ANÁLISE DE ERROS </li></ul><ul><li>PORTFÓLIO (articulador dos demais instrumentos) </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Referências Bibliográficas: </li></ul><ul><li>ABRANTES, P. Avaliação e educação matemática. Rio de Janeiro:MEM/USU – GEPEM, 1995, Vol1 </li></ul><ul><li>COLL, C.POZO, J,7: SARABIA, B; VALLS, E . O Conteúdo na Reforma> Porto Alegre, Artmed.200 </li></ul><ul><li>LUCKESI, C. Avaliação da Aprendizagem escolar. São Paulo: Cortez,1996.180p </li></ul><ul><li>MELCHIOR, Maria Celina. Avaliação Pedagógica: Função e Necessidade. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1994. (Séries Novas Perspectivas) </li></ul><ul><li>PERRENOUD, Fhillippe. Avaliação da Excelência á Regulação das Aprendizagens- entre duas lógicas. Porto Alegre; Artes Médicas, 1998 </li></ul><ul><li>SANTANA, Ilza Martins. Por que Avaliar? Como Avaliar? Critérios e instrumentos. Petrópolis Vozes, 1995 </li></ul><ul><li>VALLS, Enric. Os procedimentos educacionais: Aprendizagem, ensino avaliação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996 </li></ul>

×