Retalhos izildinha
Em tudo que te digo ,há uma razão ,um motivo Para esclarecer um meio, que apague esse fim Mas quando me aproximo .Esse amo...
Falta sempre, uma palavra qualquer Isso me entristece, e me deixa a cismar O que será que meu coração quer? Nenhuma respos...
Eu fiz de você, algo diferente do que eu via Os meus creres ,te definiram muito além E hoje já não creio no que cria... Po...
Já é tarde e o dia se foi... Marcado e claro Sutilmente. De vestígios, entre o riso e a dor Amor como o que te dei. Foi pu...
Não me queiras, porque não ousarias Nem de longe, imitar meu querer Silenciosas noites, que marcaram meus dias Fizeram, o ...
Então, enlaço o abraço da solidão que me deste Para que um dia, a remeta de novo a ti Roupas, que um mesmo corpo sempre ve...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

R E T A L H O S

223 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
223
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

R E T A L H O S

  1. 1. Retalhos izildinha
  2. 2. Em tudo que te digo ,há uma razão ,um motivo Para esclarecer um meio, que apague esse fim Mas quando me aproximo .Esse amor lascivo Deixa um silêncio, grita alguma coisa sem mim.
  3. 3. Falta sempre, uma palavra qualquer Isso me entristece, e me deixa a cismar O que será que meu coração quer? Nenhuma resposta, me faça sossegar.
  4. 4. Eu fiz de você, algo diferente do que eu via Os meus creres ,te definiram muito além E hoje já não creio no que cria... Porque,tendo você, nem sei se tenho alguém.
  5. 5. Já é tarde e o dia se foi... Marcado e claro Sutilmente. De vestígios, entre o riso e a dor Amor como o que te dei. Foi puro e raro Distância alinhada, entre o espinho e a flor.
  6. 6. Não me queiras, porque não ousarias Nem de longe, imitar meu querer Silenciosas noites, que marcaram meus dias Fizeram, o lume da esperança, fenecer.
  7. 7. Então, enlaço o abraço da solidão que me deste Para que um dia, a remeta de novo a ti Roupas, que um mesmo corpo sempre veste Retalhos de angústias, que só eu vivi. [email_address]

×