Liliana Ap Pi

1.022 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.022
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Liliana Ap Pi

  1. 1. Universidade de Aveiro | Mestrado em Comunicação Multimédia | Plano de Investigação A presença empresarial online e a incorporação de tendências Web 2.0 Liliana
Farinha
‐
32991
|
Janeiro
de
2009

  2. 2. Resumo •  Empresas  necessidade crescente em marcar presença na Internet. •  Grande influência no domínio da representação empresarial na Internet: o  Publicidade (+ publicidade online); o  Marketing (+ web marketing); o  Web 2.0. •  Web 2.0 = Web social = utilizador é protagonista. •  Compreender quais as tendências da Web 2.0 que estão a ser adoptadas pelas empresas (portuguesas) distinguindo-se os objectivos (dessa incorporação). •  Inquérito por questionário a um: conjunto de empresas (clientes By); conjunto de profissionais (profissionais By). •  Questionários + observação: De que modo a presença empresarial online está a incorporar tendências Web 2.0? Que tendências são essas? Com que objectivos? 2

  3. 3. Caracterização do problema de investigação •  Presença digital das empresas e incorporação de tendências da Web 2.0: o  Serviços mais usados; o  Principais vantagens para a empresa. •  Empresas: procuram novas formas de informar, de se relacionar com o cliente e de marcar a diferença. •  A Web 2.0 revolucionou o processo de comunicação empresarial.  nova forma de comunicar, publicitar e marcar presença nos mercados. •  Analisam-se casos concretos de empresas  que serviços usam? com que intuito? •  Web 2.0 - a partilha de informação, rapidez nos contactos, e (aparente) proximidade  argumentos capazes de mudar a comunicação empresarial. 3

  4. 4. Finalidades e Objectivos Compreender de que modo a presença empresarial online está a incorporar tendências Web 2.0  Apreender o fenómeno 2.0 e o seu contributo para o sector empresarial. •  Vantagens da presença online de uma empresa; • O fenómeno Web 2.0; o Web 1.0 vs. Web 2.0; • Quais as tendências da Web 2.0, ao nível da presença online das organizações; • Formas de presença online (2.0) das organizações; • Características Web 2.0 mais importantes do ponto de vista empresarial; • Caracterização de Web 2.0, Publicidade e Marketing empresarial. • De que forma a incorporação de determinada característica/tendência pode influenciar na constituição da imagem de uma marca/empresa. 4

  5. 5. Enquadramento teórico •  Publicidade empresarial aplicada ao contexto da Web  tendências e ferramentas da Web 2.0, para uma nova forma de comunicar (com os) nos mercados. •  Conceito Web 2.0 proposto por Dougherty  ficou conhecido através de O’Reilly (Musser, s/d). •  Empresas - confrontadas com a necessidade de inovar e de se diferenciarem das demais de maneira a acompanharem a evolução tecnológica e modo de vida dos públicos. •  Características (dos serviços Web 2.0) capazes de alterar a relação empresa - (possível) cliente  tornando-a mais fácil e mais próxima: o  Rapidez de resposta; o  Participação generalizada; o  Colaboração e facilidade na criação de uma estratégia de comunicação actual; 5

  6. 6. Enquadramento teórico (2) •  A publicidade é “um instrumento de comercialização ao serviço das empresas” (Lampreia, 1995: p.13). •  Representação empresarial online  estratégia de comunicação que usa a Web como forma de promoção e divulgação empresarial – tornar conhecida uma marca/lançar um produto  várias ferramentas (Web 2.0) disponíveis. •  Empresas na Web  chegam a qualquer parte do mundo, a qualquer hora do dia. •  A Internet - “novo e emergente meio de comunicação publicitária.” (Pinho, 1999: pág.86) •  É, cada vez mais, o indivíduo que escolhe o que quer ver e de que forma. 6

  7. 7. Enquadramento teórico (3) •  Vantagens da presença/publicidade online empresarial para o consumidor: o  Grande quantidade de informação numa única plataforma; o  Facilidade no processo de decisão de compra; o  Possibilidade de compra por comparação; o  Redução de preços (devido à maior concorrência na Internet) - o que poderá resultar no aumento da qualidade e variedade dos produtos. (Pinho, 1999). Internet  “… publicidade relacionada com o seu perfil, pedir e receber •  informação dos produtos pretendidos, fazer uma compra imediata e poupar tempo e custos” (Cardozo, 2004: p.9). •  O Marketing  “... estudo do comportamento, objectivos e atitudes do potencial consumidor, (...) tendo como objectivos a satisfação do consumidor e os lucros máximos da empresa” (Lampreia, 1995: p.63). 7

  8. 8. Enquadramento teórico (4)
 •  A Internet tem vindo a alterar a forma das empresas fazerem negócio e de se relacionarem tanto com os seus clientes como com os seus parceiros comerciais (Hortinha, 2002). •  Aplicação do marketing à Internet  ampliar os negócios das empresas: o  Fortalecer a marca no mercado; o  Conquistar clientes e fidelizá-los. •  Principais benefícios da presença empresarial online para uma empresa (Sterne, 2001, apud Hortinha, 2002, p.155 e 156): o  Melhoria da imagem institucional; o  Melhoria do serviço prestado ao cliente; o  Aumento da visibilidade da empresa, marca, produtos e serviços; o  Possibilidade de se expandir para outros mercados; o  Possibilidade de transacções online; o  Redução dos custos de comunicação. 8

  9. 9. Enquadramento teórico (5) •  “A revolução digital abriu portas para um novo começo, e as empresas que exploram nichos de mercado e dispõem de pouco capital podem atingir um mercado de proporções globais” (Kotler, 2006: p.248). •  Web 2.0 - “... facilita uma conexão mais social da Web e onde toda a gente pode adicionar e editar informação” (Anderson, 2007: p5). •  Web 2.0 - “arquitectura de participação” (O’Reilly, 2005: p.9): o  usuários adicionam valor; o  sistema será tanto melhor quanto mais pessoas o utilizem (O’Reilly, 2005). •  As principais diferenças entre a Web 1.0 e a Web 2.0 residem no aumento considerável da interactividade - já existia, apenas não acontecia de forma tão intensa. 9

  10. 10. Enquadramento teórico (6) •  Utilizadores passaram a ser produtores de conteúdo em vez de usufruírem apenas de conteúdo criado por outros (Wikipedia ou o Youtube). •  Internet – presente na vida de todos - imperativo que as empresas acompanhem a mudança  transformação geral das organizações - alteração dos modelos de negócio e estratégias de comunicação. •  Massificação do uso das ferramentas sociais da Web veio: o  Facilitar a partilha de conteúdos/informação;  Alterou o processo de pesquisa e compra;  Cada vez mais consumidores a comprar tendo em conta opiniões lidas em ferramentas da Web social (blogs, por exemplo). •  Web 2.0  novas necessidades  empresa: o  Cliente no centro das preocupações  crescente credibilidade dos blogs. 10

  11. 11. Enquadramento teórico (7) •  Internet  um dos principais desafios empresariais.  Compreender qual a melhor forma de existir digitalmente  retirar o maior proveito dessa presença. •  A Web – a Web 2.0 - oportunidade para as empresas inovarem e se diferenciarem dos seus concorrentes. •  Empresa - deve apostar nas tendências e serviços da Web 2.0 melhoria dos serviços colaborativos (empresa – cliente; nível interno)  processo de comunicação mais simples, claro, útil e transparente. •  Nova forma de criação e difusão de conteúdo (serviços Web 2.0)  transforma: o  a estrutura de comunicação empresarial; o  o acesso e partilha de informação entre os consumidores. 11

  12. 12. Metodologia da Investigação •  A exploração – primeira tarefa, mas transversal a toda a investigação. •  Definição da temática e elaboração da Questão de investigação. •  Modelo de análise. •  Definição das áreas mais importantes (palavras-chave) para o estudo: Web 2.0, Publicidade, Marketing e Empresa. •  Procedimento metodológico: Exploratório – levantamento bibliográfico, análise documental e observação. 12

  13. 13. Metodologia da Investigação (2) •  Estratégia de investigação: Descritiva. •  Obtenção e tratamento de dados: Investigação mista - quantitativa mas sobretudo qualitativa. •  Métodos e instrumentos de recolha de dados a utilizar: Inquirição por questionário (ou entrevista). •  Participantes no estudo: o  Empresas portuguesas (ex-)clientes da By e com presença online; o  Profissionais da By (criativos/engenheiros) que implementem presença empresarial online. 13

  14. 14. Cronograma 14

  15. 15. Resultados Esperados •  Diagnosticar e compreender de que forma a presença das empresas nacionais on-line está a incorporar (e a adaptar) tendências e ferramentas da Web 2.0 como forma de promoção. •  Averiguar que influência pode ter o fenómeno Web 2.0 na divulgação de uma empresa, tornando-a mais próxima do cliente. •  Perceber, quais as ferramentas/características mais valorizadas, como meio de promoção empresarial online e porquê. 15

  16. 16. Bibliografia •  WOLF, Mauro (1995), Teorias da Comunicação, Lisboa: Presença.   LAMPREIA, J. Martins, (1995). A publicidade moderna. Lisboa: Editorial Presença. •  SILVA, Manuel José Lopes da. (s/data). Processos cognitivos na comunicação social. Universidade Nova de Lisboa. •  PINHO J. B., (1999) Novas tecnologias – A internet como veículo de comunicação publicitária. Porto Alegre, Revista Famecos, nº10, Junho de 1999, semestral. •  CARDOZO, Missila Loures, (2004). Mercado e publicidade online. Revista Académica do grupo comunicacional de são bernardo, Ano1, nº1   HORTINHA, Joaquim, (2002). X Marketing. Lisboa: Edições Sílabo, Lda. •  KOTLER, Philip (2006). Marketing para o século XXI (3ª Edição ed.). (S. Barata, Trad.) Lisboa: Editorial Presença. 16

  17. 17. Bibliografia (2) •  ANDERSON, Paul. (Feb.2007) What is Web 2.0? – Ideas, Technologies and implications for education. JISC, Technology & Standards Watch. •  MUSSER, John. (s/d) Web 2.0 Principles and best practices. O’Reilly Radar.   O’REILLY, (Sep/2005). What Is Web 2.0 - Design Patterns and Business Models for the Next Generation of Software. •  (publicado em http://www.oreilly.com/ e consultado a 19 de Novembro de 2008) •  CARMO, Hermano e FERREIRA, Manuela Malheiro (1998), Metodologia da investigação – guia para auto-aprendizagem, Lisboa: Universidade Aberta. •  Dicionário da Língua Portuguesa, (1998). Dicionários do Estudante. Empresa Literária Fluminense, Lda: Lisboa. 17


×