Powerpoint

5.314 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.314
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
70
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Powerpoint

  1. 1. Cursos Profissionais Escola Básica Integrada de Silvares S.Martinho Trabalho elaborado por: Sílvia Marinho Nº 23 Marcelo Teixeira Nº16 Paula Pires Nº18 Bruno Pereira Nº4 TIC 9ºB
  2. 2. Índice: Introdução; O que são cursos; Aumento dos cursos; Técnico de recepção; Técnico de gestão de equipamentos informáticos; Técnico de informática de gestão; Técnico de design de interiores e exteriores; Electrónica; Auxiliares de educadoras de infância; Informática; Cursos comunitários; Formação de radialistas; Conclusão.
  3. 3. Introdução <ul><li>Concluíram o 9º ano de escolaridade ou formação equivalente; </li></ul><ul><li>Procuram um ensino mais prático e voltado para o mundo do trabalho; </li></ul><ul><li>Não excluem a hipótese de, mais tarde, prosseguirem os estudos </li></ul>Os Cursos Profissionais são uma modalidade do nível secundário de educação, caracterizadas por uma forte ligação com o mundo profissional. Tendo em conta os interesses do aluno, a aprendizagem realizada nestes cursos valoriza o desenvolvimento de competências para o exercício de uma profissão, em articulação com o sector empresarial local. Destinam-se a alunos que:    
  4. 4. Os cursos profissionais são uma modalidade de educação de nível secundário, que se caracteriza por uma forte ligação com o mundo profissional, recorrendo à formação em contexto real e simulado de trabalho, aliando a teoria à vertente técnico-prática. Tendo em conta o perfil pessoal dos alunos, a aprendizagem realizada nestes cursos valoriza o desenvolvimento de competências para o exercício de uma profissão, em articulação com o sector empresarial local. O que são cursos?
  5. 5. Conferem um diploma de equivalência ao Ensino Secundário, preparando o acesso a formações pós-secundárias (Cursos de Especialização Tecnológica) ou ao Ensino Superior (desde que os alunos cumpram os requisitos estabelecidos no regulamento de acesso ao ensino superior). Na candidatura ao Ensino Superior existe também, nalguns cursos, uma percentagem de vagas para alunos do ensino profissional. Os cursos profissionais dão, igualmente, uma qualificação profissional (nível 3), que permite e facilita a entrada no mercado de trabalho, para aqueles que o desejarem, logo após a conclusão do 12º ano.
  6. 6. <ul><li>Contribuir para que o estudante desenvolva competências pessoais e profissionais para o exercício de uma profissão; </li></ul><ul><li>Privilegiar as ofertas formativas que correspondem às necessidades de trabalho locais e regionais; </li></ul><ul><li>Preparar o estudante aceder a formações pós-secundárias ou ao ensino superior. </li></ul>Objectivos: Os principais objectivos desta oferta educativa e formativa são:
  7. 7. A forte adesão das escolas e dos agentes locais ao desafio lançado pela Iniciativa Novas Oportunidades vai permitir que a oferta de cursos profissionais em escolas secundárias públicas passe a ser seis vezes superior à actual, já no próximo ano lectivo, superando largamente as expectativas iniciais. Actualmente, existem 72 turmas de ensino profissional nas escolas públicas, um número que vai aumentar para 450, no ano lectivo de 2006/2007. Aumento dos cursos
  8. 8. Esse aumento significativo de turmas na rede pública, superior a 500 por cento, permite duplicar a oferta existente a nível nacional, equilibrando o número de cursos existentes nas escolas públicas e nas escolas privadas. Esta significativa expansão dos cursos profissionalizantes nas escolas secundárias públicas é fundamental para combater o abandono e insucesso escolares, de forma elevar o nível de qualificação dos jovens. O objectivo é que, até 2010, cerca de metade dos alunos deste nível de ensino frequentem cursos profissionalizantes, à semelhança do que acontece na maioria dos países da OCDE.
  9. 9. Efectuar operações de reservas em função dos pedidos e planificar a ocupação e a distribuição dos serviços Efectuar os serviços de check-in Prestar informações sobre o património histórico, cultural e etnográfico e gastronómico da região e do país Efectuar os serviços de check-out Efectuar o arquivo da documentação utilizada na recepção Colaborar na definição os objectivos e regras de funcionamento do serviço de recepção e na implementação de programas de promoção do estabelecimento Técnico de recepção Objectivos:
  10. 10. Estrutura Curricular 3100 Carga horária total/ Curso 420 Formação em Contexto de Trabalho 288 Administração, contabilidade e legislação 396 Operações técnicas de recepção 315 Introdução às técnicas de marketing 180 Comunicar em Inglês e Francês Técnica 100 Matemática 200 Psicologia 200 Economia Científica 140 Educação Física 100 Tecnologias da Informação e Comunicação 220 Área de Integração 220 Língua Estrangeira 320 Português Sócio-cultural TOTAL DE HORAS    DISCIPLINAS COMPONENTES DE FORMAÇÃO
  11. 11. Hotéis Regiões de turismo Postos de informação turística Agencias de viagens Empreendimentos turísticos Companhias aéreas Câmaras Municipais Parques de campismo Saídas Profissionais
  12. 12. Instalar e configurar sistemas informáticos Fazer o diagnóstico e a correcção de falhas no funcionamento de sistemas informáticos Identificar e compreender o funcionamento e a relação entre os componentes dos computadores e os seus periféricos Planear e propor soluções informáticas Seleccionar e instalar programas de aplicação a partir da avaliação das necessidades do utilizador Instalar, configurar e administrar sistemas operativos de rede Instalar, configurar e promover soluções de segurança e informática Planificar, executar e actualizar páginas interactivas para a Internet. Técnico de Gestão de equipamentos informáticos Objectivos:
  13. 13. Electrónica fundamental Instalação e manutenção de equipamentos informáticos <ul><li>Sistemas digitais e arquitectura de computadores </li></ul>Comunicação de dados Técnico de Manutenção de Hardware Técnico de Autónomos Industriais Operador de Informática Vendedor de Produtos Informáticos Adjunto de Director de Informática Saidas Profissionais
  14. 14. Técnico de informática de gestão Objectivos: <ul><li>Efectuar a manutenção de sistemas operativos e software; </li></ul><ul><li>Desenvolver e manutenção de Bases de Dados ; </li></ul><ul><li>Instalar servidores, páginas e sistemas de informação Web; </li></ul><ul><li>Desenvolver aplicações na área de gestão; </li></ul><ul><li>Analisar, avaliar e participar na escolha de ferramentas de gestão; </li></ul><ul><li>Desenvolver a manutenção de aplicações informáticas; </li></ul><ul><li>Utilizar aplicações de facturação, stocks, contas correntes, imobilizadas, contabilidade e salários; </li></ul> 
  15. 15. Estrutura curricular 3100 Carga horária total/ Curso 420 Formação em Contexto de Trabalho 252 Sistemas de Informação 288 Organização e Gestão de Empresas 458 Linguagens de Programação 183 Aplicações informáticas e Sistemas de Exploração Técnica 200 300 Economia Matemática Científica 140 Educação Física 100 Tecnologias da Informação e Comunicação 220 Área de Integração 220 Língua Estrangeira 320 Português Sócio-cultural TOTAL DE HORAS    DISCIPLINAS COMPONENTES DE FORMAÇÃO
  16. 16. Saídas profissionais Técnico de Bases de Dados Técnico de Sistemas Técnico de Redes Informáticas Técnico de Programação Técnico de Gestão Informática ou de Instalação de Sistemas Informáticos Construtor de Páginas Web Técnico de Contabilidade Técnico Administrativo
  17. 17. Técnico de design de interiores e exteriores Criar, desenvolver e planear projectos de interiores Possibilitar conforto com técnicas de domínio dos espaços Actuar na gestão de projectos de criação de ambientes Eleger e indicar materiais que irão definir os ambientes.
  18. 18. Estrutura curricular 3100 Carga horária total/ Curso 420 Formação em Contexto de Trabalho 400 Design de interiores e exteriores 280 Materiais e tecnologias 300 Desenho assistido por computador 200 Desenho de Comunicação Técnica 200 200 100 História da cultura e das artes Geometria descritiva Matemática Científica 140 Educação Física 100 Tecnologias da Informação e Comunicação 220 Área de Integração 220 Língua Estrangeira 320 Português Sócio-cultural TOTAL DE HORAS    DISCIPLINAS COMPONENTES DE FORMAÇÃO
  19. 19. Saídas profissionais <ul><li>Gabinetes de arquitectura </li></ul><ul><li>Lojas de ateliers de design e decoração </li></ul><ul><li>Empresas comerciais de venda de mobiliário de cozinha, equipamentos de banho e acessórios </li></ul><ul><li>Empresas de classificação de edifícios e de áreas históricas </li></ul><ul><li>Trabalho em regime de freelancer </li></ul>
  20. 20. Este curso tem um tronco comum de 7 meses » Electricidade Básica (80 horas) » Electrónica Analógica (80 horas) » Electrónica Digital (80 horas) e três áreas de especialização (3,5 meses cada) » reparação de rádios e televisão (150 Horas) » reparação de computadores (150 Horas) » reparação de sistemas de Segurança e Controlo (150 Horas) Electrónica Curriculo e carga horária
  21. 21. O curso tem a duração de 262 horas correspondentes a 28 semanas (7 meses), incluindo as seguintes componentes: » Componente geral (90 horas): a) Cidadania, comunicação e expressão em língua portuguesa » Componente específica (172 horas): a) Psicologia (27 horas) b) Nutrição, Higiene e Saúde infantil (40 horas) c) Pedagogia (75 horas) d) Estágio (30 horas) Auxiliares de educadoras de infância Curriculo e carga horária
  22. 22. Informática Curriculo e carga horária O curso tem a duração de 60 horas (2 meses) a) Windows (22,5 horas) b) Excel (30 horas) c) Introdução à Internet (7,5 horas) Condições de inscrição O cursando paga uma propina de 30.000 para toda a formação, a qual deve ser paga antes do início do curso, através de depósito bancário na conta.
  23. 23. Transformação de Fruta Currículo e Carga Horária O curso tem a duração de 40 horas (2 semanas), compreendendo » Componente teórica (20 horas) a) O que é um negócio b) Marketing c) Cálculo de custos d) Gestão do negócio » Componente Prática (20 horas) sobre técnicas de transformação e conservação de Fruta. Cursos comunitários Transformação de fruta
  24. 24. Currículo e carga horária O curso tem a duração de 64 horas (2 semanas), compreendendo » Formatos de programas agrícolas e tipologia de programas (8 horas) » Desenvolvimento Comunitário: O papel das rádios comunitárias no processo de desenvolvimento comunitário (16 horas) » Sustentabilidade e gestão de uma Rádio Comunitária (16 horas) » O que é uma notícia, como elaborar um programa radiofónico, reportagem no terreno, preparação de entrevista, técnicas de locução, debate e como o moderar (24 horas) Formação de radialistas
  25. 25. Conclusão As vias de conclusão do nível secundário de educação são respostas criadas para quem frequentou, sem concluir, percursos formativos de nível secundário de educação, desenvolvidos ao abrigo de planos de estudo já extintos ou em processo de extinção. As vias de conclusão do nível secundário de educação destinam-se a candidatos com idade igual ou superior a 18 anos, que tenham frequentado sem concluir planos de estudo já extintos (até seis disciplinas/ano). Gostamos muito de realizar este trabalho, e até quem sabe se não iremos frequentar um curso descrito no nosso trabalho.

×