MULTIMÉDIA e ARQUITECTURAS COGNITIVAS |  Grupo ODIN Francisco Rodrigues Inês Afonso Maria João Martins Sandra Sequeira Sar...
MMeD MAC  grupo ODIN 2008 COMO USAR AS NOVAS FERRAMENTAS  WEB 2.0 PARA POTENCIAR A APRENDIZAGEM? Por Stephen Downes
MMeD MAC  grupo ODIN 2008 <ul><li>TRÊS PRINCÍPIOS </li></ul>
MMeD MAC  grupo ODIN 2008 Relevância Usabilidade Interacção
MMeD MAC  grupo ODIN 2008 INTERACÇÃO
INTERACÇÃO   <ul><li>1) interacção </li></ul>Participação numa comunidade de aprendizagem “ Precisamos do contacto humano,...
<ul><li>1) interacção </li></ul>INTERACÇÃO   (cont.) Contacto humano (“fala comigo”) Conteúdo humano (“ensina-me”) Constru...
<ul><li>1) interacção </li></ul>Princípios de interacção: Melhor sermos nós a seleccionar e a solicitar determinado conteú...
MMeD MAC  grupo ODIN 2008 USABILIDADE
USABILIDADE   <ul><li>Simples, passível de ser usado </li></ul>Simplicidade, consistência – intuitivo e fácil de utilizar ...
USABILIDADE   (cont.) <ul><li>Simples, passível de ser usado </li></ul>Simplificar a mensagem com uma linguagem própria – ...
MMeD MAC  grupo ODIN 2008 RELEVÂNCIA
RELEVÂNCIA   <ul><li>Conteúdo relevante para o aprendente, num tempo, lugar e forma adequados </li></ul><ul><li>“ Os apren...
RELEVÂNCIA   (cont.) <ul><li>Seleccionar de forma superficial, descartar o que não é necessário </li></ul><ul><li>A inform...
Web 2.0 não é sobre uma tecnologia ou aplicações específicas É sobre a forma como organizamos e utilizamos a web ao serviç...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Stephen Downes - resumo

919 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Stephen Downes - resumo

  1. 1. MULTIMÉDIA e ARQUITECTURAS COGNITIVAS | Grupo ODIN Francisco Rodrigues Inês Afonso Maria João Martins Sandra Sequeira Sara Silva Vânia Coutinho
  2. 2. MMeD MAC grupo ODIN 2008 COMO USAR AS NOVAS FERRAMENTAS WEB 2.0 PARA POTENCIAR A APRENDIZAGEM? Por Stephen Downes
  3. 3. MMeD MAC grupo ODIN 2008 <ul><li>TRÊS PRINCÍPIOS </li></ul>
  4. 4. MMeD MAC grupo ODIN 2008 Relevância Usabilidade Interacção
  5. 5. MMeD MAC grupo ODIN 2008 INTERACÇÃO
  6. 6. INTERACÇÃO <ul><li>1) interacção </li></ul>Participação numa comunidade de aprendizagem “ Precisamos do contacto humano, do conteúdo humano, algo que as páginas impressas já não nos podem dar” “ Já não podemos depender dos métodos de aprendizagem nem dos métodos de e-learning tradicionais” Contacto social como potenciador da aprendizagem MMeD MAC grupo ODIN 2008
  7. 7. <ul><li>1) interacção </li></ul>INTERACÇÃO (cont.) Contacto humano (“fala comigo”) Conteúdo humano (“ensina-me”) Construção da sua própria rede de interacção: colocar-se a si próprio, não o conteúdo, no centro da rede através de listas de emails, weblogs, ferramentas de comunicação síncrona, forums online para partilha de informação MMeD MAC grupo ODIN 2008
  8. 8. <ul><li>1) interacção </li></ul>Princípios de interacção: Melhor sermos nós a seleccionar e a solicitar determinado conteúdo, do que ser-nos facultado o conteúdo ou informação, que pode não se adaptar às nossas necessidades Contribuir com opiniões genuínas Interacção depende da partilha – de experiências, conhecimento, opiniões Fazer da interacção um hábito e prioridade – uma janela para o mundo Provocar a interacção (através de um blog, ou comunidades de utilizadores) MMeD MAC grupo ODIN 2008
  9. 9. MMeD MAC grupo ODIN 2008 USABILIDADE
  10. 10. USABILIDADE <ul><li>Simples, passível de ser usado </li></ul>Simplicidade, consistência – intuitivo e fácil de utilizar Informação online válida, passível de ser usada Clarificar os conceitos de aprendizagem, de como se aprende e como tirar partido das potencialidades de cada aprendente: através de maior exposiçção a audio, vídeo ou texto, consoante os estilos de aprendizagem… - no fundo, um aprendente consciente. MMeD MAC grupo ODIN 2008
  11. 11. USABILIDADE (cont.) <ul><li>Simples, passível de ser usado </li></ul>Simplificar a mensagem com uma linguagem própria – tagging Usabilidade é feita de convenções sociais – Usabilidade é feita de características pessoais Usar blogs para tomar notas, ou outras ferramentas como o flicker que possam fornecer informação associada através de tags MMeD MAC grupo ODIN 2008
  12. 12. MMeD MAC grupo ODIN 2008 RELEVÂNCIA
  13. 13. RELEVÂNCIA <ul><li>Conteúdo relevante para o aprendente, num tempo, lugar e forma adequados </li></ul><ul><li>“ Os aprendentes devem conseguir encontrar o que lhes interessa, quando lhes interessa e onde o desejam encontrar” </li></ul><ul><li>Importância de encontrar o conteúdo adequado: maximizar as fontes de pesquisa – importância dos feeds de RSS </li></ul><ul><li>Importância das prioridades individuais na pesquisa de informação, para que esta se adeqúe às necessidades de quem pesquisa </li></ul>MMeD MAC grupo ODIN 2008
  14. 14. RELEVÂNCIA (cont.) <ul><li>Seleccionar de forma superficial, descartar o que não é necessário </li></ul><ul><li>A informação é uma corrente </li></ul><ul><li>A relevância depende da função/objectivo da informação </li></ul><ul><li>Organizar a info de forma útil </li></ul><ul><li>Desenvolver canais não oficiais de informação: criar páginas de projectos (wikis) e estabelecer ligações entre estes, etc, </li></ul><ul><li>Exigir acesso ao blogger, myspace, youtube, etc – sustentam e facilitam a aprendigaem individual </li></ul>MMeD MAC grupo ODIN 2008
  15. 15. Web 2.0 não é sobre uma tecnologia ou aplicações específicas É sobre a forma como organizamos e utilizamos a web ao serviço da aprendizagem O aprendente no centro dessa aprendizagem Uma rede onde estabelecemos ligações e onde participamos e tomamos parte nas interacções com outras pessoas Para tirarmos partido desta rede de informação temos de tomar conta deste processo activamente, e ser responsáveis pela exploração do mesmo MMeD MAC grupo ODIN 2008 RELEVÂNCIA (cont.)

×