Gravideznaadolescencia

4.177 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.177
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
141
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gravideznaadolescencia

  1. 1. Gravidez na adolescência Trabalho realizado por : Bruno Weldt Nº5 8ºD Rafael Feiteira Nº 8ºD
  2. 2. O que é a sexualidade? <ul><li>A sexualidade engloba as emoções, os comportamentos e as atitudes que estão associadas não apenas ao ser capaz de procriar, mas também aos padrões sociais e pessoais que acompanham as relações físicas íntimas durante a vida do indivíduo. </li></ul><ul><li>Por volta dos 15 aos 17 anos, a maioria dos adolescentes está fisicamente madura e psicologicamente preparada para a reprodução. </li></ul>
  3. 3. Factores antecedentes e associados à gravidez na adolescência <ul><li>1. Factores individuais </li></ul><ul><li>2. Factores familiares </li></ul><ul><li>3. Factores ligados ao companheiro e aos relacionamentos românticos </li></ul><ul><li>4. Factores ligados ao relacionamento entre Pares </li></ul><ul><li>5. Factores comunitários e culturais </li></ul>Gravidez  Fenómeno multideterminado
  4. 4. Causas da gravidez na adolescência <ul><li>Falta de utilização de métodos anticoncepcionais; </li></ul><ul><li>Repetir padrões de comportamento; </li></ul><ul><li>Privação de informações sobre sexo e gravidez por parte dos pais; </li></ul><ul><li>Desejo do parceiro pela gravidez; </li></ul><ul><li>Escolarização; </li></ul><ul><li>Influência dos meios de comunicação; </li></ul><ul><li>Não utilizar correctamente os métodos contraceptivos. </li></ul>
  5. 5. Consequências da gravidez na adolescência <ul><li>Para as raparigas… </li></ul><ul><li>Alterações corporais adolescência + gravidez </li></ul><ul><li>Complicações na gravidez e problemas de parto </li></ul><ul><li>- É por vezes, considerada uma gravidez de risco; </li></ul><ul><li>- Favorece geralmente o nascimento de bebés prematuros </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Em Portugal, estatísticas de 1984 provam que nas adolescentes mais jovens há uma maior incidência de recém-nascidos de baixo peso. Nesse mesmo ano, nas adolescentes de menos de 15 anos, a taxa de recém-nascidos de baixo peso foi de 15%, quando nas de 15 a 20 anos foi de cerca de 6% e nas mulheres de 20 a 29 anos foi cerca de 4%. (Almeida, 1987) </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Percurso educativo e profissional: </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>- Níveis de instrução mais baixos </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>- Empregos mais precários (menor prestígio e pior remunerados) </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>- Menor satisfação com a profissão </li></ul></ul></ul></ul><ul><li>Nível sócio – económico baixo </li></ul><ul><li>Fertilidade </li></ul><ul><li>Casamento </li></ul><ul><li>Comportamento materno </li></ul><ul><li>Problemas de crescimento e desenvolvimento, emocionais, comportamentais, educacionais e de aprendizagem; </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Para os rapazes… </li></ul><ul><li>Consequências negativas: </li></ul><ul><li>Psicológicas </li></ul><ul><li>Sociais </li></ul><ul><li>Económicas </li></ul><ul><li>Educativas </li></ul><ul><li>Depende do grau de responsabilidade que assumem na gravidez. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Para o filho ou filha… </li></ul><ul><li>Consequências iniciais ( parto e pós - parto) </li></ul><ul><li>Consequências durante a infância </li></ul><ul><li>Problemas na vinculação afectiva </li></ul><ul><li>Negligência e maus tratos </li></ul><ul><li>Problemas de comportamento </li></ul><ul><li>Problemas escolares </li></ul>
  10. 10. Reacções das Famílias a uma Gravidez Capacidade de aceitação Harmonia, respeito e compreensão A gravidez tem enorme probabilidade de ocorrer sem transtornos A família deverá constituir o núcleo onde os jovens devem encontrar segurança, amor, alegria, confiança mútua, e onde o diálogo deverá resolver os conflitos e ressentimentos. Não aceitação do facto Indiferença, comunicação inadequada e falta de afecto Causa mau – estar emocional
  11. 11. <ul><li>ter o bebé </li></ul><ul><li>casar </li></ul><ul><li>dar o bebé para a adopção </li></ul><ul><li>abortar </li></ul><ul><li>permanecer ou não em casa dos pais </li></ul>Opções que se colocam:
  12. 12. Conclusão <ul><li>A gravidez na adolescência na maior parte das vezes não é planeada nem desejada, é sim fruto do acaso e da falta de preparação. Falta de preparação que tanto pode ser originada pelo meio no qual a adolescente se encontra inserida como pela sociedade em geral. </li></ul><ul><li>A gravidez na adolescência é, essencialmente fruto de factores sociais, económicos, familiares, culturais, etc. </li></ul><ul><li>Quando a adolescente opta por levar a gravidez até ao seu terminus depara-se com dificuldades a todos os níveis, nomeadamente no que diz respeito às relações parentais, a ajudas económicas, a termos profissionais e/ou escolares, etc. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Quando surge uma gravidez é necessário que a adolescente tenha apoio e compreensão, por parte da família, dos amigos, e que seja acompanhada de cuidados médicos adequados. A adolescente deve compreender que a vida dela vai mudar, o que implica um processo de adaptação a essa nova realidade. </li></ul>Vai ter de crescer e tornar-se numa adulta aprendendo a educar outro ser.

×