Estratégias de Marketing de Guerrilha

10.413 visualizações

Publicada em

Este é o Diário de Guerrilha II. Conceituamos as estratégias mais conhecidas e utilizadas no âmbito do marketing de guerrilha e convidamos dois profissionais pra nos ajudar a conceituar algumas ferramentas; são eles: Felix Schulz - Criativo da Kolle Rebbe/Alemanha e Ricardo Brisotto - Direção e Planejamento da Tonificante/Brasil.

Publicada em: Negócios
0 comentários
12 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.413
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
440
Comentários
0
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estratégias de Marketing de Guerrilha

  1. 1. EstratégiasdE MarkEtingdE guErrilhaDiário De Guerrilha ii
  2. 2. O ? quE sãO
  3. 3. s ãO as fErraMEntas quE sE EncOntraM nO “P” dE PrO- MOçãO dO Mix dO Mar- kEting dE guErrilha, quEsErvEM Para PrOMOvEr PrOdu-tOs E sErviçOs.
  4. 4. as Estratégias dEvEM sErPEnsadas sOb a ótica cOncEitualdO MarkEting dE guErrilha:fugir dO cOnvEnciOnal ParaPOtEncializar rEcursOs dEcOMunicaçãO cOM a finalidadEdE gErar bOca a bOca.Obs.: este é O nOssO cOnceitO, mas casO queira fOrmular O seu, leia anOssa última apresentaçãO: marketing de guerrilha: história e cOnceitO.
  5. 5. q uais sãO as Estratégias?
  6. 6. • EMbOscada• intErvEnçãO urbana• fura sEcrEtária• Pr stunt• viralObs.: segundO alguns autOres existem Outras estratégias, mas apresen -taremOs sOmente essas , que sãO as que predOminam nO mercadO .
  7. 7. EMbOscadaé uM EsfOrçO PlanEjadO ParasE assOciar a uM EvEntO Ou auMa situaçãO sEM Pagar cOtaPublicitária.
  8. 8. EMbOscada - axEuM hOMEM cOM uMa t-shirt da axE invadiu a MaiOr MaratOna fEMinina da EurOPa nO MOMEntOda largada, PassOu O axE POr sEu cOrPO E cOMEçOu a cOrrEr. quEM assistiu, viu cEntEnas dEMulhErEs cOrrEndO atrás dE uM hOMEM cOM a Marca da axE. a Marca rEfOrçOu O cOncEitOquE vEM trabalhandO há anOs E ainda ganhOu Muita Mídia EsPOntanEa.
  9. 9. intErvEnçãO urbanaé quandO uM aMbiEntE sOfrEuMa intErvEnçãOdifErEnciada, a fiM dEaMPlificar a MEnsagEM asEr cOMunicada.
  10. 10. intErvEnçãO urbana - dr. kEnEstE cirurgiãO PlásticO MOstrOu O bEnEfíciO dO sEu sErviçO dEsta fOrMa: cOlOcOu uMa PartEda Pintura quE rEPrEsEnta a criaçãO, Para cOMunicar quE a PEssOa “nascEria dE nOvO”.
  11. 11. #OutrOscasEsa tEla a sEguir traz a OPiniãO dO fElix schulz - cria-tivO da kOllE rEbbE. ElE falOu sObrE O quE PEnsa daintErvEnçãO urbana (aMbiEnt MEdia) E ainda citOuuM casE da vOlkswagEn, quE sErá MOstradOPOstEriOrMEntE aO casE dEsEnvOlvidO PElO OPróPriO fElix, Para O filME dO batMan.
  12. 12. fura sEcrEtáriaé quandO POtEncializaMOsnOssOs cartõEs Ou MaladirEtas, a fiM dE quE ElEs furEMa barrEira ExistEntE nasEMPrEsas: a sEcrEtária.
  13. 13. fura sEcrEtária - currículO qr cOdEPara sE dEstacar nO PrOcEssO sElEtivO, O candidatO iMPriMiu sEu currículO cOM uMa fOtOdElE. na árEa da bOca tinha uM qr cOdE; aO cOlOcar O iPhOnE EM ciMa, aParEcia uM vídEO dOcandidatO sE aPrEsEntandO.
  14. 14. Pr stunté quandO fazEMOs uMa açãOiMPactantE O suficiEntE Para daruM “gOlPE” dE rElaçõEsPúblicas nOs vEículOs dE MídiaEsPOntânEa.
  15. 15. fura sEcrEtária - PEixE urbanOPara PrOMOvEr O bEnEfíciO OfErEcidO PElO O sitE dE cOMPra cOlEtiva, O PEixE urbanO “vEndEu”dinhEirO EM uM shOPPing, E ainda, EM PrOMOçãO.
  16. 16. viralé quandO criaMOs uMa açãOcOntEndO uM cOntEúdO intErEssantEO suficiEntE Pra quE sEja facilMEntEviralizadO/rEPassadO.
  17. 17. viral - gwPara MOstrar quE a Mídia Estava disPOnívEl E tinha grandE visibilidadE, fOi criada EstacaMPanha, OndE aParEntEMEntE Existia uM casal cOM PrOblEMas nO rElaciOnaMEntO.
  18. 18. Essas sãO as Mais rEcOnhEcidasEstratégias dE MarkEting dEguErrilha. Elas sãO aPEnascatEgOrizaçõEs dO “P” dE PrOMOçãOdO Mix; issO nãO quEr dizEr quE sãOutilizadas dE fOrMa isOlada dEOutras Estratégias Ou quE nãOsE cruzEM EM dEtErMinadOsMOMEntOs.
  19. 19. Muitas vEzEs uM viral acabavirandO uM Pr stunt, POrgErar Mídia EsPOntânEa EvicE-vErsa. Às vEzEs uMa furasEcrEtária POdE sE transfOrMarnuM viral nO âMbitO da EMPrEsaOndE ElE acOntEcEu. O MEsMO acOn-tEcE cOM as Outras Estratégias.
  20. 20. Eas MídassOciais, nãOsãO EstratégiasdE guErrilha?
  21. 21. aPEsar dE alguns PrOfissiOnaiscitarEM as Mídias sOciais cOMOEstratégias dE guErrilha, OPtaMOs POrnãO insEri-las aqui, POis quErEndO OunãO Elas EstãO intErligadas a tudO quEaPrEsEntaMOs, PrinciPalMEntE quandOtrataMOs da finalidadE das açõEs:gErar buzz.
  22. 22. PrEcisaMOs EntEndEr quE O bOca abOca dE hOjE nãO acOntEcE Mais nasrOdas dE barzinhOs Ou EM círculOsfaMiliarEs, Mas siM nas MídiassOciais, nuMa PrOPOrçãO MuitOMaiOr.
  23. 23. valE rEssaltar ainda quE, as Es-tratégias dE guErrilha nãO tEMdistinçãO dE aMbiEntE, Elas POdEMacOntEcEr tantO nO Off cOMOnO OnlinE.

×