Bem estar temporal

1.226 visualizações

Publicada em

A importancia do bem-estar no evangelho

Publicada em: Educação, Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.226
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bem estar temporal

  1. 1. Bem-Estar Temporal<br />
  2. 2. Mosias 2:41<br />E ainda mais, quisera que considerásseis o estado abençoado e feliz daqueles que guardam os mandamentos de Deus. Pois eis que são abençoados em todas as coisas, tanto materiais como espirituais; e se eles se conservarem fiéis até o fim, serão recebidos no céu, para que assim possam habitar com Deus em um estado de felicidade sem fim. Oh! Lembrai-vos, lembrai-vos de que estas coisas são verdadeiras, porque o Senhor Deus as disse.<br />E ainda mais, quisera queconsiderásseis o estado abençoado e feliz daqueles que guardam os mandamentos de Deus. Pois eis que são abençoados em todas as coisas, tanto materiais como espirituais; e se eles se conservarem fiéis até o fim, serão recebidos no céu, para que assim possam habitar com Deus em um estado de felicidade sem fim. Oh! Lembrai-vos, lembrai-vos de que estas coisas são verdadeiras, porque o Senhor Deus as disse.<br />
  3. 3. Perguntas<br />
  4. 4. Deus quer nos abençoar financeira e materialmente?<br />Pois assim diz o Senhor: Eu, o Senhor, sou misericordioso e benigno para com aqueles que me temem e deleito-me em honrar aqueles que me servem em retidão e em verdade até o fim.<br />Pois assim diz o Senhor: Eu, o Senhor, sou misericordioso e benigno para com aqueles que me temem e deleito-me em honrar aqueles que me servem em retidão e em verdade até o fim.<br />SIM!<br />Deleitar = agradar, dar prazer, deliciar, gostar.<br />
  5. 5. Deus pode nos abençoar financeira e materialmente?<br />Grandes e maravilhosas são as tuas obras, ó Senhor Deus Todo-Poderoso! Alto nos céus está o teu trono; e teu poder e bondade e misericórdia estendem-se sobre todos os habitantes da Terra; e porque és misericordioso, não permitirás que pereçam aqueles que vierem a ti. (1 Néfi 1:14)<br />Assim vemos que os mandamentos de Deus devem ser cumpridos. E se os filhos dos homens guardam os mandamentos de Deus, ele alimenta-os e fortalece-os e dá-lhes meios pelos quais poderão cumprir as coisas que lhes ordenou; portanto ele nos deu os meios de sobrevivermos enquanto permanecíamos no deserto. (1 Néfi 17:3)<br />SIM!<br />E o Senhor visitou-os e fê-los prosperar; e tornaram-se um povo numeroso e rico. (Mosias 27:7). Ora, nada havia em toda a terra que impedisse o povo de prosperar continuamente, a não ser que caísse em transgressão. (3 Néfi 6:5)<br />
  6. 6. Deus deve nos abençoar financeira e materialmente?<br />Eu, o Senhor, estou obrigado quando fazeis o que eu digo; mas quando não o fazeis, não tendes promessa alguma. (D&C 82:10).<br />Eu, o Senhor, estou obrigado quando fazeis o que eu digo; mas quando não o fazeis, não tendes promessa alguma. (D&C 82:10).<br />SIM!<br />Mas somente se fazermos o que Ele pede.<br />Obrigado = necessário, forçado, coagido, sujeito.<br />
  7. 7. Deus pode nos livrar das dívidas?<br />E também, em verdade vos digo com respeito a vossas dívidas: Eis que é minha vontade que pagueis todas as vossas dívidas. E é minha vontade que vos humilheis perante mim e alcanceis essa bênção por vossa diligência e humildade e pela oração da fé. E se fordes diligentes e humildes e exercitardes a oração da fé, eis que abrandarei o coração de vossos credores até eu vos enviar meios para liberar-vos. (...) E se fordes humildes e fiéis e invocardes meu nome, eis que vos darei a vitória (...)<br /> Faço-vos a promessa de que desta vez sereis libertados de vossa escravidão. Dou-vos permissão esta vez; e eis que, se fizerdes as coisas que vos mostrei, segundo meus mandamentos, o Mestre não consentirá que sua casa seja destruída, pois todas essas coisas são minhas e vós sois meus mordomos. Assim seja. Amém. (D&C 104:78-80,82-83, 86)<br />E por vossa causa repreenderei o devorador e ele não destruirá os frutos da vossa terra; nem a vossa videira derrubará antes do tempo o seu fruto nos campos, diz o Senhor dos Exércitos. (3 Néfi 24:11)<br /> Eu, o Senhor, estendi os céus e formei a Terra, obra de minhas mãos; e todas as coisas que neles há são minhas. E é meu propósito suprir a meus santos, pois todas as coisas são minhas. Mas é necessário que seja feito a meu modo; (...) Pois a Terra está repleta e há bastante e de sobra (D&C 104:14-17)<br />SIM!<br />E também, em verdade vos digo com respeito a vossas dívidas: Eis que é minha vontade que pagueis todas as vossas dívidas. E é minha vontade que vos humilheis perante mim e alcanceis essa bênção por vossa diligência e humildade e pela oração da fé. E se fordes diligentes e humildes e exercitardes a oração da fé, eis que abrandarei o coração de vossos credores até eu vos enviar meios para liberar-vos. (...) E se fordes humildes e fiéis e invocardes meu nome, eis que vos darei a vitória (...)<br /> Faço-vos a promessa de que desta vez sereis libertados de vossa escravidão. Dou-vos permissão esta vez; e eis que, se fizerdes as coisas que vos mostrei, segundo meus mandamentos, o Mestre não consentirá que sua casa seja destruída, pois todas essas coisas são minhas e vós sois meus mordomos. Assim seja. Amém. (D&C 104:78-80,82-83, 86)<br />
  8. 8. Humildade = A humildade é reconhecer nossa dependência de Deus e desejarmos sujeitar-nos a sua vontade.<br />Diligência = Esforço constante e corajoso, especialmente para servir ao Senhor e obedecer a sua palavra. Empenho.<br />Oração da Fé = A oração é a comunicação do homem com Deus; A fé é a esperança nas coisas que se não vemos. A fé sem obras é morta. A oração da fé é a oração da ação; ou seja, é a oração que tem real intenção (compromisso de fazer algo a respeito do que foi pedido).<br />
  9. 9. Elder Bednar, dos Doze disse:<br />Há muito trago gravada em meu ser a verdade de que para que a oração seja significativa são indispensáveis tanto a comunicação sagrada como as ações consagradas. Para recebermos uma bênção é preciso alguma ação ou esforço de nossa parte, e a oração, como uma forma de ação, é um dos meios indicados para a obtenção da mais elevada de todas as bênçãos.<br />Prosseguimos e perseveramos na ação consagrada de orar após dizermos “amém” quando fazemos algo em relação ao que dissemos ao Pai Celestial.<br />Pedir com fé exige honestidade, esforço, compromisso e persistência.<br />(Pedir com Fé, Conferência Geral - 04/08)<br />
  10. 10. Porque Deus permitiu que ficássemos nesta situação (financeira)?<br />Os homens são livres segundo a carne; e todas as coisas de que necessitam lhes são dadas. E são livres para escolher a liberdade e a vida eterna por meio do grande Mediador de todos os homens, ou para escolherem o cativeiro e a morte, de acordo com o cativeiro e o poder do diabo; pois ele procura tornar todos os homens tão miseráveis como ele próprio. E agora, meus filhos, gostaria que confiásseis no grande Mediador e désseis ouvidos a seus grandes mandamentos; e que fôsseis fiéis a suas palavras e escolhêsseis a vida eterna, conforme a vontade do seu Santo Espírito. E que não escolhêsseis a morte eterna, conforme a vontade da carne e o mal que nela há, que dá ao espírito do diabo poder para escravizar, para levar-vos ao inferno, a fim de reinar sobre vós em seu próprio reino. Disse-vos estas poucas palavras, meus filhos, nos últimos dias de minha provação; e eu escolhi a boa parte, de acordo com as palavras do profeta. E não tenho outro objetivo que não seja o eterno bem-estar de vossa alma. Amém. (2 Néfi 2:27-30)<br />Os homens são livres segundo a carne; e todas as coisas de que necessitam lhes são dadas. E são livres para escolher a liberdade e a vida eterna por meio do grande Mediador de todos os homens, ou para escolherem o cativeiro e a morte, de acordo com o cativeiro e o poder do diabo; pois ele procura tornar todos os homens tão miseráveis como ele próprio. E agora, meus filhos, gostaria que confiásseis no grande Mediador e désseis ouvidos a seus grandes mandamentos; e que fôsseis fiéis a suas palavras e escolhêsseis a vida eterna, conforme a vontade do seu Santo Espírito. E que não escolhêsseis a morte eterna, conforme a vontade da carne e o mal que nela há, que dá ao espírito do diabo poder para escravizar, para levar-vos ao inferno, a fim de reinar sobre vós em seu próprio reino. Disse-vos estas poucas palavras, meus filhos, nos últimos dias de minha provação; e eu escolhi a boa parte, de acordo com as palavras do profeta. E não tenho outro objetivo que não seja o eterno bem-estar de vossa alma. Amém. (2 Néfi 2:27-30)<br />Meu povo deve ser provado em todas as coisas a fim de preparar-se para receber a glória que tenho para ele, sim, a glória de Sião; e quem não suporta correção não é digno do meu reino. (D&C 136:31)<br />Foram vagarosos em atender à voz do Senhor seu Deus; portanto o Senhor seu Deus é vagaroso em atender a suas orações, em responder-lhes no dia de suas tribulações. (D&C 107:7)<br />Porque foi por terdes sido afastados e desprezados por vossos irmãos, devido a vossa extrema pobreza, que haveis humilhado vosso coração; porque fostes obrigados a vos humilhardes. E agora, porque fostes compelidos a ser humildes, benditos sois; porque o homem, às vezes, se é compelido a humilhar-se, procura o arrependimento; e certamente quem se arrepender encontrará misericórdia. (Alma 32:12-13)<br />Pecado<br />Não ouvir os profetas<br />Não administrar os recursos<br />Emergências<br />Outros motivos<br />
  11. 11. Ainda temos esperança de sair dessas dívidas e sermos auto-suficientes?<br /><ul><li>Portanto lança a foice com toda a tua alma e teus pecados te são perdoados; e haverá muitos feixes sobre tuas costas, porque o trabalhador é digno de seu salário. Portanto a tua família viverá. (D&C 31:5)</li></ul>Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível. (Mateus 19:26)<br />Eis que ele envia um convite a todos os homens, pois os braços de misericórdia lhes estão estendidos e ele diz: Arrependei-vos e receber-vos-ei. (Alma 5:33)<br />É preciso haver esperança (...) E se não tendes esperança, deveis estar em desespero; e o desespero vem por causa da iniqüidade. (Morôni 10:20, 22)<br />Por agora não podeis, com vossos olhos naturais, ver o desígnio de vosso Deus com respeito às coisas que virão mais tarde nem a glória que se seguirá depois de muitas tribulações. Pois após muitas tribulações vêm as bênçãos. Portanto vem o dia em que sereis coroados de muita glória; ainda não é chegada a hora, mas está próxima. (D&C 58:3-4)<br />O que eu, o Senhor, disse está dito e não me desculpo; e ainda que passem os céus e a Terra, minha palavra não passará, mas será toda cumprida, seja pela minha própria voz ou pela voz de meus servos, é o mesmo. (D&C 1:38)<br /><ul><li>Portanto [trabalhem] com toda a tua alma e [tuas dívidas] te [serão perdoadas]; e haverá [muitas bênçãos] sobre tuas costas, porque o trabalhador é digno de seu salário. Portanto a tua família viverá [financeiramente bem]. (D&C 31:5)</li></li></ul><li>Como mudar a situação e se livrar das dívidas?<br />Crede no SENHOR vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas, e prosperareis. (2 Crônicas 20:20)<br />
  12. 12. Élder Robert D. Hales disse:<br />Falo hoje a todos cuja liberdade de escolha foi prejudicada por más decisões no passado. Falo especificamente a respeito de escolhas que levaram a dívidas excessivas (...) É claro que algumas dívidas, como a feita para pagar os estudos, a compra de uma casa modesta ou um carro básico podem ser necessárias a uma família. Mas, infelizmente, o excesso de dívidas ocorre quando não conseguimos controlar nossos desejos compulsivos. E, tanto para as dívidas quanto para o mau hábito, a solução esperada é a mesma — precisamos nos voltar para o Senhor e seguir Seus mandamentos. Devemos desejar, mais do que qualquer outra coisa, mudar nossa vida para quebrar o ciclo da dívida e de nossos desejos descontrolados.<br />
  13. 13. Élder Robert D. Hales:<br />Precisamos lembrar-nos de que o adversário nos conhece extremamente bem. Ele sabe onde, quando e como nos tentar. Se formos obedientes aos sussurros do Espírito Santo, poderemos aprender a reconhecer as tentações do adversário. Antes de cedermos às tentações, precisamos aprender a dizer com resolução inflexível: “Para trás de mim, Satanás” (Mateus 16:23).<br />Nosso sucesso nunca é medido pela força com que somos tentados, mas sim pela fé com que reagimos. Precisamos pedir a ajuda de nosso Pai Celestial e procurar forças por meio da Expiação de Seu Filho, Jesus Cristo. Tanto nas coisas temporais como nas espirituais, obter Sua ajuda divina nos capacita a tornar-nos provedores previdentes para nós mesmos e para os outros.<br />
  14. 14. Como podemos, então, evitar e superar os padrões de dívida e maus hábitos com relação às coisas materiais? Permitam-me compartilhar com vocês duas lições de viver previdente que podem ajudar a cada um de nós.<br />Aprendi a primeira lição quando éramos recém-casados e tínhamos bem pouco dinheiro. Eu estava na Força Aérea e não tínhamos passado o Natal juntos, pois recebera uma missão no estrangeiro. Quando voltei para casa, vi um bonito vestido na vitrine de uma loja e sugeri a minha esposa que, se ela gostasse, eu o compraria. Mary entrou no provador da loja. Depois de algum tempo, a balconista saiu, passou por mim e recolocou o vestido na vitrine. Ao sairmos da loja, perguntei-lhe: “O que aconteceu?” Ela respondeu: “Era um bonito vestido, mas não estamos em condições de comprá-lo!” Aquelas palavras foram direto ao meu coração. Aprendi que as três palavras mais amáveis são “Eu te amo”, e as quatro palavras mais carinhosas para aqueles a quem amamos são “Não estamos em condições”. <br />
  15. 15. Élder Robert D. Hales:<br />Essas duas lições são a essência do viver previdente. Quando se apresenta a oportunidade de comprar, consumir ou de nos dedicarmos a coisas e atividades mundanas, precisamos aprender a dizer um ao outro: “Não estamos em condições, embora o queiramos!” ou “Estamos em condições, mas não precisamos disso — e nem ao menos queremos isso!”<br />Presto meu testemunho especial de que, por meio da Expiação, Ele sobrepujou todas as coisas. Que cada um de nós também possa vencer as tentações do mundo, achegando-se ao Senhor e tornando-se provedor previdente, temporal e espiritualmente, de si mesmo e de outros, é minha humilde oração. Em nome de Jesus Cristo. Amém.<br />
  16. 16. Passos:<br />Dízimo. (Malaquias 3:8-11)<br />Reunir a família e fazer um conselho (Moisés 5:1, Jacó 5:61)<br />Fazer um orçamento (D&C 88:119)<br />Não fazer dívidas (Mosias 4:28)<br /> Jejuar e orar (Mateus 17:21)<br />Trabalhar duro, e pagar os devedores (Provérbios 21:25)<br />Não desanimar. Perseverar. (Hebreus 6:15)<br />Armazenamento(3 Néfi 4:4, 16-21)<br />Agradecer(D&C 59:21)<br />
  17. 17. O que nos espera?<br />E aquele que receber todas as coisas com gratidão será glorificado; e as coisas desta Terra ser-lhe-ão acrescentadas, mesmo centuplicadas, sim, mais.<br />(D&C 78:19)<br />

×