UAEAS de Santarém - Dez.2006
Professora de E.E.: Teresa Guardão
Crianças Surdas
Crianças Surdas
.
A criança com deficiência
auditiva apresenta alguns
dos problemas mais difíceis
e de maior desafio para ...
Crianças Surdas
A incapacidade total ou parcial
para ouvir sons altera, de modo
significativo, a maneira de
viver.
UAEAS d...
Crianças Surdas
Uma criança surda é aquela cuja
audição é tão reduzida que não
consegue ouvir a fala, com ou
sem a utiliza...
Crianças Surdas
Há crianças cuja surdez
dificulta mas não impede a
compreensão da fala com ou
sem utilização de aparelho
a...
Crianças Surdas
As características de uma criança
com surdez ligeira serão, em
muitos aspectos, mais semelhantes
às de uma...
Crianças Surdas
O principal problema de comunicação da
criança surda assenta:
- nas limitações relativamente ao modo
de co...
Crianças Surdas
Cada uma dessas limitações afecta
gravemente os processos de
desenvolvimento da criança, bem
como as áreas...
Crianças Surdas
Porque é tão importante a audição?
Segurança do indivíduo – as funções auditivas
informam do bem-estar e d...
Crianças Surdas
Numa criança, a surdez irá provocar
dificuldade na aprendizagem e na
linguagem oral, pois surgirão
problem...
Crianças Surdas
A criança surda depara-se com graves
problemas na linguagem oral, podendo
não a desenvolver.
O recurso à L...
Crianças Surdas
Também se pode verificar um ligeiro
atraso a nível motor, mexer-se muito, ter
problemas de equilíbrio ou
d...
Tipos de Surdez
A surdez pode ser de 3 tipos:
- S. de transmissão ou condução – se a lesão é no
ouvido externo ou médio, i...
Surdez
As implicações da perda auditiva no
desenvolvimento da criança
dependem especialmente de 3
aspectos:
- do grau de p...
Surdez
A audição é medida em decibéis (dβ),
a medida da intensidade do som.
Quanto maior for o número de
dβ necessários pa...
Graus de Surdez
Há diferentes graus de perda auditiva:
• ligeira – entre 20 a 39 dβ
• moderada – entre 40 a 69 dβ
• severa...
Graus de Surdez
Surdez ligeira
• a palavra é ouvida, certos elementos fonéticos não
• não provoca atraso na aquisição da l...
Graus de Surdez
As cr. com Surdez ligeira
necessitam de:
• ensino da leitura da fala
• estimulação da linguagem
• colocaçã...
Graus de Surdez
Surdez moderada
• só ouve palavras de intensidade forte
• dificuldade nas discussões em grupo e na aula
• ...
Graus de Surdez
As cr. com Surdez moderada
necessitam de:
• uso de próteses
• treino auditivo
• estimulação da linguagem
•...
Graus de Surdez
Surdez severa
• não consegue perceber a fala normal
• mesmo com próteses tem dificuldade em
distinguir vog...
Graus de Surdez
As cr. com Surdez severa
necessitam de:
• uso de próteses
• treino auditivo
• leitura da fala
• estimulaçã...
Graus de Surdez
Surdez profunda
Nenhuma sensação auditiva verbal
pode ser captada pela criança
espontaneamente.
UAEAS de S...
Graus de Surdez
Surdez profunda
• treino intensivo para aproveitar os
resíduos auditivos
• estimulação da linguagem
• Líng...
Surdez
Em relação ao tempo em que a surdez
ocorreu podemos distinguir:
• Surdez pré-linguística
• Surdez pós-linguística
U...
Surdez
Surdez pré-linguística
Quando a criança nasce surda ou
perde a audição antes de ter
desenvolvido a fala e a linguag...
Surdez
Surdez pós-linguística
Quando a criança perdeu a
audição após o desenvolvimento
da fala e da linguagem.
UAEAS de Sa...
Crianças Surdas
Principais causas da surdez:
• Hereditária – factores cromossomáticos e genéticos
– consanguinidade
• Adqu...
Crianças Surdas
UAEAS de Santarém - Dez.2006
Professora de E.E.: Teresa Guardão
Crianças Surdas
Dia Internacional da Língua Gestual – 25 Fev.
UAEAS de Santarém - Dez.2006
Professora de E.E.: Teresa Guar...
Crianças Surdas
Dia Mundial dos Surdos – 25 Set.
UAEAS de Santarém - Dez.2006
Professora de E.E.: Teresa Guardão
UAEAS de Santarém - Dez. 2006
Professora de E.E.: Teresa Guardão
Crianças Surdas
.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Crianças surdas 2006

1.088 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.088
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
230
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Crianças surdas 2006

  1. 1. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão Crianças Surdas
  2. 2. Crianças Surdas . A criança com deficiência auditiva apresenta alguns dos problemas mais difíceis e de maior desafio para a educação especial. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  3. 3. Crianças Surdas A incapacidade total ou parcial para ouvir sons altera, de modo significativo, a maneira de viver. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  4. 4. Crianças Surdas Uma criança surda é aquela cuja audição é tão reduzida que não consegue ouvir a fala, com ou sem a utilização de um aparelho auditivo. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  5. 5. Crianças Surdas Há crianças cuja surdez dificulta mas não impede a compreensão da fala com ou sem utilização de aparelho auditivo. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  6. 6. Crianças Surdas As características de uma criança com surdez ligeira serão, em muitos aspectos, mais semelhantes às de uma criança ouvinte do que às de uma criança surda. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  7. 7. Crianças Surdas O principal problema de comunicação da criança surda assenta: - nas limitações relativamente ao modo de comunicação com as outras pessoas - nas limitações progressivas no desenvolvimento normal da linguagem UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  8. 8. Crianças Surdas Cada uma dessas limitações afecta gravemente os processos de desenvolvimento da criança, bem como as áreas de realização académica, social, pessoal e ocupacional. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  9. 9. Crianças Surdas Porque é tão importante a audição? Segurança do indivíduo – as funções auditivas informam do bem-estar e da estabilidade Desenvolvimento da linguagem – ouvindo falar aprendemos a falar Integração social – falando, comunicando, identificamo-nos como indivíduos pertencentes a um grupo social. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  10. 10. Crianças Surdas Numa criança, a surdez irá provocar dificuldade na aprendizagem e na linguagem oral, pois surgirão problemas na aquisição de vocabulário, na discriminação de certos sons e na fala. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  11. 11. Crianças Surdas A criança surda depara-se com graves problemas na linguagem oral, podendo não a desenvolver. O recurso à Língua Gestual é fundamental. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  12. 12. Crianças Surdas Também se pode verificar um ligeiro atraso a nível motor, mexer-se muito, ter problemas de equilíbrio ou descoordenação de movimentos e problemas emocionais. Apresentar muita dificuldade na aquisição de conceitos abstractos de espaço e tempo. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  13. 13. Tipos de Surdez A surdez pode ser de 3 tipos: - S. de transmissão ou condução – se a lesão é no ouvido externo ou médio, impedindo a transmissão das ondas sonoras - S. de recepção ou neurossensorial – se a lesão é no ouvido interno ou no nervo auditivo que transmite o impulso ao cérebro - S. mista – quando existe ao mesmo tempo uma lesão do aparelho de transmissão e de recepção. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  14. 14. Surdez As implicações da perda auditiva no desenvolvimento da criança dependem especialmente de 3 aspectos: - do grau de perda auditiva - da idade em que se verificou - da aprendizagem da Língua Gestual UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  15. 15. Surdez A audição é medida em decibéis (dβ), a medida da intensidade do som. Quanto maior for o número de dβ necessários para que a pessoa possa ouvir, maior é a perda auditiva. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  16. 16. Graus de Surdez Há diferentes graus de perda auditiva: • ligeira – entre 20 a 39 dβ • moderada – entre 40 a 69 dβ • severa – entre 70 a 90 dβ • profunda – superior a 90 dβ UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  17. 17. Graus de Surdez Surdez ligeira • a palavra é ouvida, certos elementos fonéticos não • não provoca atraso na aquisição da linguagem, mas defeitos de articulação • dificuldade em compreender uma conversa a uma distância superior a 3 m • ouvem mal a voz do prof. (apelidados de alunos muito distraídos) UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  18. 18. Graus de Surdez As cr. com Surdez ligeira necessitam de: • ensino da leitura da fala • estimulação da linguagem • colocação adequada na sala de aula UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  19. 19. Graus de Surdez Surdez moderada • só ouve palavras de intensidade forte • dificuldade nas discussões em grupo e na aula • dificuldade na aquisição da linguagem oral • algumas perturbações na articulação UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  20. 20. Graus de Surdez As cr. com Surdez moderada necessitam de: • uso de próteses • treino auditivo • estimulação da linguagem • ensino da leitura da fala • aprendizagem da Língua Gestual UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  21. 21. Graus de Surdez Surdez severa • não consegue perceber a fala normal • mesmo com próteses tem dificuldade em distinguir vogais de consoantes • muitas dificuldades na fala (perturbações na voz e na palavra) • problemas de ordem psicológica UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  22. 22. Graus de Surdez As cr. com Surdez severa necessitam de: • uso de próteses • treino auditivo • leitura da fala • estimulação da linguagem • aprendizagem da L.G. tanto para se expressar como para compreender os outros UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  23. 23. Graus de Surdez Surdez profunda Nenhuma sensação auditiva verbal pode ser captada pela criança espontaneamente. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  24. 24. Graus de Surdez Surdez profunda • treino intensivo para aproveitar os resíduos auditivos • estimulação da linguagem • Língua Gestual UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  25. 25. Surdez Em relação ao tempo em que a surdez ocorreu podemos distinguir: • Surdez pré-linguística • Surdez pós-linguística UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  26. 26. Surdez Surdez pré-linguística Quando a criança nasce surda ou perde a audição antes de ter desenvolvido a fala e a linguagem. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  27. 27. Surdez Surdez pós-linguística Quando a criança perdeu a audição após o desenvolvimento da fala e da linguagem. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  28. 28. Crianças Surdas Principais causas da surdez: • Hereditária – factores cromossomáticos e genéticos – consanguinidade • Adquirida – anóxias – incompatibilidade RH – rubéola – meningite – acidentes – poluição sonora • Causas desconhecidas Causas da Surdez UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  29. 29. Crianças Surdas UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  30. 30. Crianças Surdas Dia Internacional da Língua Gestual – 25 Fev. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  31. 31. Crianças Surdas Dia Mundial dos Surdos – 25 Set. UAEAS de Santarém - Dez.2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão
  32. 32. UAEAS de Santarém - Dez. 2006 Professora de E.E.: Teresa Guardão Crianças Surdas .

×