p o r t f ó l i o
Saúde Emocional
Inspirar as pessoas a buscar dentro
de si a força da superação, motivar a
mudança em seu modo de enxergar a
vida e resgata...
ÍNDICE
04
05
07
09
10
16
18
25
27
30
32
33
34
36
40
45
Apresentação
Dependência Química
Níveis de Intensidade
Tabagismo
Tr...
APRESENTAÇÃO
Clínica Terapêutica Viva oferece
tratamento especializado da dependência
química (álcool, tabagismo e drogas ...
DEPENDÊNCIA QUÍMICA
Critérios de diagnóstico
Alcoolismo
Conceito clínico de tratamento
Níveis de Intensidade
Tabagismo
DEPENDÊNCIA QUÍMICA
A dependência química caracteriza-se
pelo comportamento compulsivo e
incontrolável da busca pelo uso d...
CONCEITO CLÍNICO DE TRATAMENTO
literatura médica defende que o indivíduo
pode manter relações produtivas e saudáveis,
em a...
NÍVEIS DE INTENSIDADE
Leve
Grave
Uso eventual ou frequente de
substâncias psicoativas.
Relações sociais, profissionais e
f...
09
TABAGISMO
O tabagismo é doença crônica e recorrente
sustentado por uma tríade (biológica,
psicológica e social). A nico...
Conceito das Patologias Psicológicas
Relação das patologias tratadas
TRANSTORNOS DO ESPECTRO
OBSESSIVO-COMPULSIVO
Comportamentos repetitivos impulsionados
por sentimentos de ansiedade, angústia e
medo e que proporcionam prejuízos
emocio...
12
TRANSTORNOS DO ESPECTRO OBSESSIVO-COMPULSIVO
Distúrbio alimentar resultado da preocupação
exagerada com o peso corporal...
13
TRANSTORNOS DO ESPECTRO OBSESSIVO-COMPULSIVO
Fracasso recorrente em resistir aos impulsos de furtar
objetos, embora que...
14
TRANSTORNOS DO ESPECTRO OBSESSIVO-COMPULSIVO
Excesso de preocupações e desejos
relacionados com a aquisição de objetos ...
15
TRANSTORNOS DO ESPECTRO OBSESSIVO-COMPULSIVO
Manifesta-se sob a forma de alterações do comportamento por meio
de rituai...
PROJETO TERAPÊUTICO
Evolução da metodologia
Terapia cognitivo-comportamental
Psiquiatria
Coaching
Orientação familiar
Apli...
PROJETO TERAPÊUTICO VIVA
O estilo de vida e ritmo dos acontecimentos
atuais exigem novas abordagens terapêuticas
para aten...
EIXOS FUNDAMENTAIS
O tratamento tem base na Terapia Cognitivo-
Comportamental. Conjunto de intervenções
psicoterapêuticas ...
EIXOS FUNDAMENTAIS
Profissionais de Psiquiatria compõem a
equipe das unidades ambulatoriais e de
internação.
A participaçã...
EIXOS FUNDAMENTAIS
Consultoria individual com foco nas
habilidades pessoais e profissionais do
paciente. Atua na otimizaçã...
EIXOS FUNDAMENTAIS
A família é o principal núcleo de influência
social do paciente. Para a Clínica Viva, a
participação do...
APLICAÇÃO DO PROJETO TERAPÊUTICO
Para que este Projeto Terapêutico seja seguido
à risca, todos os profissionais que integr...
APLICAÇÃO DO PROJETO TERAPÊUTICO
As sessões do Projeto Terapêutico estão
estruturadas em fases que o paciente avança
confo...
APLICAÇÃO DO PROJETO TERAPÊUTICO
Idealizado para orientar a família sobre todos
os processos que envolvem os planos de
tra...
SERVIÇOS
Planos de tratamento
Tratamentos ambulatoriais
Internação continuada
Serviços complementares
1326
Personal CARE
Family CARE
Intensive CARE
Ambulatoriais Regime de Internação
Plano de tratamento individual com
flexib...
PERSONAL CARE
Projeto terapêutico sem a necessidade
de internação que compreende a
assistência multidisciplinar individual...
PERSONAL CARE
1328
Desenvolvimento de habilidades comportamentais com foco na carreira profissional.
Consiste em sessões i...
PERSONAL CARE
1329
O foco é motivar a mudança de estilo de
vida, promover a reabilitação física e
equilíbrio emocional.
Tr...
1330
Este plano de tratamento é dirigido aos
casos de dependência química de álcool ou
drogas ilícitas, quando diagnostica...
1331
Indicada para os casos em que o
dependente químico (álcool e drogas
ilícitas) põe em risco a si próprio e a sua
famíl...
1332
Plano de tratamento destinado aos
familiares de pacientes portadores de
dependência química ou transtornos
compulsivo...
ESTRUTURA DE TRATAMENTO
Unidades Clínica Viva
Clínicas de internação
Rede de Ambulatórios
1334
ESTRUTURA DE TRATAMENTO
Unidades Clínica Viva
A Clínica Viva mantém dois modelos de
unidade para o tratamento da
depe...
1335
ESTRUTURA DE TRATAMENTO
Registros e
Certificações Obrigatórias
Como todo estabelecimento de saúde
responsável, a Clín...
CLÍNICAS DE INTERNAÇÃO
UCT Viana SP
Perfil de pacientes:
Homens dependentes químicos, com
internação voluntária. Faixa etá...
CLÍNICAS DE INTERNAÇÃO
UCT Itu SP
Perfil de pacientes:
Homens alcoolistas, com internação
voluntária e involuntária. Faixa...
1338
ESTRUTURA DE TRATAMENTO
Rede de Ambulatórios
A Clínica Viva dispõe de 21 clínicas
ambulatoriais nas principais cidade...
REDE DE AMBULATÓRIOS
39
São Paulo
SEDE Sorocaba
São Paulo
Campinas
Santos
Granja Viana/Cotia
São Bernardo do Campo
Minas G...
CENTRO DE PESQUISA
DESENVOLVIMENTO
& INOVAÇÃO VIVA
1341
CPDI Viva
Inovar, sempre.
Manter nossa metodologia de tratamento
atualizada e comprovadamente eficaz é
um desafio que...
1342
Sem parar no tempo
NÚCLEO DE
PSICOTERAPIA
COGNITIVO-
COMPORTAMENTAL
Psicólogos e especialistas estudam as
técnicas ma...
1343
Sempararnotempo
LABORATÓRIO DE
DESENVOLVIMENTO
FÁRMACO-CIENTÍFICO
Situado na cidade de Franca, SP – o
laboratório tem...
1344
Fitoterapia
No Projeto Terapêutico Viva, os medicamentos fitoterápicos são complementares ao
tratamento ambulatorial ...
A CLÍNICA VIVA
Histórico
Ideais Corporativos
Profissionais Especializados
Qualidade Premiada
45
HISTÓRICO
46
A Clínica Terapêutica Viva foi fundada por
profissionais de saúde e administradores com
mais de 25 anos de ex...
IDEAIS CORPORATIVOS
47
Missão
Proporcionar o tratamento da saúde mental e
emocional com abordagens terapêuticas
comprovada...
PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS
48
Equipe integrada em uma filosofia terapêutica
de trabalho
O sucesso obtido na aplicação do...
QUALIDADE PREMIADA
49
O reconhecimento do trabalho do Grupo
Viva, por parte de seus clientes, parceiros,
colaboradores e f...
Saúde Emocional
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA
DE QUALIDADE DE VIDA
ABQVABQV ABF
www.ctviva.com.br
facebook.com/ctviva
0800 701 8482
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Clínica Terapêutica Viva - Portfólio de Serviços

1.958 visualizações

Publicada em

Apresentação institucional da Clínica Viva, bem como seu conceito clínico de tratamento e recuperação de dependentes químicos, unidades clínicas de internação e clínicas ambulatoriais, projeto terapêutico e sistema de franquias.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.958
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Clínica Terapêutica Viva - Portfólio de Serviços

  1. 1. p o r t f ó l i o Saúde Emocional
  2. 2. Inspirar as pessoas a buscar dentro de si a força da superação, motivar a mudança em seu modo de enxergar a vida e resgatar os valores humanos que realmente importam. Esta é a razão em que acreditamos e pela qual dedicamos todo o nosso conhecimento, experiência e esforços. DETERMINAÇÃO POR RESULTADOS
  3. 3. ÍNDICE 04 05 07 09 10 16 18 25 27 30 32 33 34 36 40 45 Apresentação Dependência Química Níveis de Intensidade Tabagismo Transtornos Compulsivos Projeto Terapêutico Eixos Fundamentais Serviços Personal CARE Intensive CARE Family CARE Estrutura de Tratamento Clínicas de Internação Rede de Ambulatórios C.P.D.I Viva A Clínica VIva
  4. 4. APRESENTAÇÃO Clínica Terapêutica Viva oferece tratamento especializado da dependência química (álcool, tabagismo e drogas ilícitas) e transtornos psiquiátricos do espectro obsessivo-compulsivo (dependências não- químicas), por meio de uma metodologia contemporânea, desenvolvida e aplicada por profissionais de saúde experientes. O objetivo é a reabilitação plena da saúde emocional, física e social do paciente. Dispõe da maior rede particular no segmento, com clínicas ambulatoriais em vários estados brasileiros, além de unidades de tratamento em regime de internação continuada, inclusive para internações involuntárias e compulsórias. O sucesso do tratamento vem da união de qualificação técnica e humanização nas relações com pacientes e familiares. Por esta razão, a clínica investe constantemente na atualização de sua equipe. A Organização está sempre à disposição para ser parceira de profissionais, instituições e convênios, nesta rede de atenção à dependência química e transtornos psiquiátricos, ajudando a devolver a cidadania àqueles que, por um momento, acreditaram que perderiam a esperança de viver com saúde. 04
  5. 5. DEPENDÊNCIA QUÍMICA Critérios de diagnóstico Alcoolismo Conceito clínico de tratamento Níveis de Intensidade Tabagismo
  6. 6. DEPENDÊNCIA QUÍMICA A dependência química caracteriza-se pelo comportamento compulsivo e incontrolável da busca pelo uso de substâncias psicoativas. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a dependência possui sinais e sintomas específicos, sendo o diagnóstico realizado a partir dos critérios do CID-10 para dependência de substâncias. 06 Do ponto de vista médico, o alcoolismo é uma doença crônica, com aspectos comportamentais e socioeconômicos, caracterizada pelo consumo compulsivo de álcool, na qual o usuário se torna progressivamente tolerante à intoxicação produzida pela droga. Desenvolve sinais e sintomas de abstinência, quando a mesma é retirada. Critérios de Diagnóstico Alcoolismo
  7. 7. CONCEITO CLÍNICO DE TRATAMENTO literatura médica defende que o indivíduo pode manter relações produtivas e saudáveis, em abstinência, com o controle da doença. Entretanto, há o período crítico em que as recaídas podem ser recorrentes, em geral nos dois primeiros anos em abstinência. Por este motivo, existe a necessidade de um projeto que contemple o período de tempo necessário para atender todas as demandas do paciente. O tratamento efetivo da dependência química necessita de intervenção multidisciplinar que cuide da saúde física e mental do indivíduo, do seu comportamento, até a maneira como ele se relaciona e interage com a sociedade. 13 O projeto terapêutico é dividido em fases progressivas, que englobam etapas com internação, desintoxicação, acompanhamento psicoterapêutico na internação e no ambulatório, coaching profissional e reinserção social. O princípio básico da metodologia é a prática multidisciplinar aliada ao foco na identificação das necessidades individuais. Para aumentar as chances de sucesso, é fundamental a abordagem de outros problemas associados, tais como os de ordem: física, psiquiátrica, psicológica, social, familiar e até mesmo profissional. O período e frequência são determinados de acordo com o diagnóstico dimensional do paciente e sua evolução no tratamento. São considerados três macro perfis de pacientes relacionados à intensidade da dependência. A 07
  8. 8. NÍVEIS DE INTENSIDADE Leve Grave Uso eventual ou frequente de substâncias psicoativas. Relações sociais, profissionais e familiares relativamente estáveis. Baixo comprometimento da saúde mental e física. Pode apresentar motivação e sinais de pré-disposição ao tratamento. Moderada Uso contínuo ou esporádico, com abuso da substância, uso nocivo. Vínculos familiares e sociais afetados, prejuízos materiais e falta de perspectivas profissionais. Possível comprometimento da saúde física e mental. Pode apresentar consciência da necessidade do tratamento e pré- disposição para realizá-lo. Abuso contínuo e frequente, estágio em que a dependência química não permite escolher entre a abstinência e o consumo. Relações familiares totalmente afetadas, perda de vínculos sociais e profissionais. Estado de saúde física e mental comprometido. Permite à família decidir pela internação involuntária. Em última instância, o poder judiciário pode determinar a internação compulsória. 08 Regime de Internação Período estimado 30 a 90 dias Tratamento ambulatorial Período estimado de até 11 meses Tratamento ambulatorial Período estimado de 06 a 12 meses Regime de Internação Período estimado 60 a 120 dias Tratamento ambulatorial Período estimado de até 11 meses
  9. 9. 09 TABAGISMO O tabagismo é doença crônica e recorrente sustentado por uma tríade (biológica, psicológica e social). A nicotina é uma amina psicoativa e psicotrópica, estimula síntese de dopamina no cérebro, que provoca a sensação de prazer e bem estar. A maioria dos fumantes usa o tabaco de acordo com um modelo cíclico clássico de dependência de drogas, em que inicialmente se buscam os efeitos benéficos da nicotina. Mas o que mantém o indivíduo fumando é o alívio dos sintomas de abstinência. O tratamento do tabagismo deve ir além da habilidade de construir a abstinência da nicotina, mas envolver o paciente na mudança completa do seu estilo de vida. Motivando desde os benefícios imediatos para a sua saúde, bem estar social e perspectivas de adoção de novos hábitos. A abordagem psicoterapêutica contribui para que o paciente identifique as situações e comportamentos que remetem ao cigarro, para que possa modificá-los e dar novos significados para os eventos em sua vida. A Dependência da Nicotina Abordagem Psicoterapêutica mais de 70% dos fumantes desejam parar. apenas 5% conseguem parar de fumar sem a ajuda profissional.
  10. 10. Conceito das Patologias Psicológicas Relação das patologias tratadas TRANSTORNOS DO ESPECTRO OBSESSIVO-COMPULSIVO
  11. 11. Comportamentos repetitivos impulsionados por sentimentos de ansiedade, angústia e medo e que proporcionam prejuízos emocionais, físicos e sociais ao indivíduo são considerados Transtornos do Espectro Obsessivo-Compulsivo. A pessoa perde o controle de suas ações e, por uma relação de prazer ou alívio de um sentimento negativo, torna-se dependente deste comportamento compulsivo. Por isso, essas patologias psicológicas também podem ser caracterizadas como dependências não-químicas. 11 A pessoa tem grande dificuldade em evitar o comportamento compulsivo, mesmo este causando sensações desagradáveis. Com o passar do tempo, a repetição do comportamento se torna mais frequente e intensa, impossibilitando viver com saúde. A intervenção profissional é fundamental, pois as consequências negativas são tão devastadoras quanto à dependência química. Os prejuízos são significativos, ocasionando desde danos à saúde física, perda de bens materiais, problemas no convívio social, podendo levar até ao óbito. Definição Quando é preciso intervir? TRANSTORNOS DO ESPECTRO OBSESSIVO-COMPULSIVO Desde predisposição genética ao ritmo do estilo de vida moderno, contribui para o desenvolvimento de transtornos emocionais.
  12. 12. 12 TRANSTORNOS DO ESPECTRO OBSESSIVO-COMPULSIVO Distúrbio alimentar resultado da preocupação exagerada com o peso corporal. Doença caracterizada por uma rígida e insuficiente dieta alimentar e estresse físico. Anorexia Nervosa Transtorno alimentar caracterizado por períodos de compulsão alimentar seguidos por comportamentos inadequados para perda de peso rápido como induzir vômito, uso de laxantes, abuso de cafeína, etc. Bulimia Nervosa É caracterizado pela ingestão de grande quantidade de alimentos em um período de tempo delimitado acompanhado da sensação de perda de controle, sem o comportamento compensatório para perder peso, como acontece na bulimia. Em geral há sentimentos de angústia, vergonha, culpa e baixa auto-estima após aos episódios de comer compulsivamente. Comer Compulsivo
  13. 13. 13 TRANSTORNOS DO ESPECTRO OBSESSIVO-COMPULSIVO Fracasso recorrente em resistir aos impulsos de furtar objetos, embora que esses sejam desnecessários para o uso pessoal ou por seu valor monetário. Cleptomania O grande desejo de controle total sobre os sentimentos e comportamentos do companheiro(a) por meio da busca constante de evidencias e comprovações de que há infidelidade. Apesar de o ciúme ser uma emoção natural de todo ser humano, quando o comportamento torna-se obsessivo e atinge o nível patológico, resulta em prejuízos significativos na vida do portador e das pessoas do seu relacionamento afetivo e social. Ciúme Patológico O comportamento sexual compulsivo é a busca desenfreada por excitação sexual, que não pode ser evitada e que ocupa a mente e o tempo do indivíduo, causando sofrimento emocional, perdas sociais, além da alta exposição à doenças sexualmente transmissíveis. Sexo Compulsivo
  14. 14. 14 TRANSTORNOS DO ESPECTRO OBSESSIVO-COMPULSIVO Excesso de preocupações e desejos relacionados com a aquisição de objetos e por um comportamento caracterizado pela incapacidade de controlar compras e gastos financeiros. Compra compulsiva ou Oniomania trata-se de um transtorno de caráter crônico e repetitivo que resulta em consequências danosas ao seu portador e as demais pessoas ao seu entorno social, além de graves prejuízos financeiros. Compra CompulsivaJogo Patológico Uma inabilidade do indivíduo para controlar o uso da rede e seu envolvimento crescente com ela e assuntos afins, que conduz a sentimentos desconfortáveis e prejuízos funcionais nas atividades diárias destes internautas. Se sentem fortemente atraídos pela internet no que se refere aos aspectos interativos como: chats, sites eróticos, jogos, aplicativos, redes sociais e sites de relacionamento. Dependência de Internet Comportamento recorrente de apostar em jogos de azar, apesar de consequências negativas decorrentes dessa atividade. O indivíduo perde o domínio sobre o jogo, tornando-se incapaz de controlar o tempo e o dinheiro gasto, mesmo quando está perdendo. São diversos riscos associados a essa patologia, tais como atividades ilegais, privação de sono e alimentação, estresse emocional, entre outros.
  15. 15. 15 TRANSTORNOS DO ESPECTRO OBSESSIVO-COMPULSIVO Manifesta-se sob a forma de alterações do comportamento por meio de rituais, repetições de gestos, evitações; para satisfazer os pensamentos obsessivos como dúvidas, preocupações excessivas consigo e com terceiros e das emoções como medo, desconforto, aflição, culpa, nojo, etc. Popularmente tratado como manias, tiques, hábitos estranhos; o TOC tem como característica essencial a presença de pensamentos perturbadores que surgem involuntariamente e condicionam a pessoa para comportamentos que possam isolar ou neutralizar sua consequência negativa, como: lavar as mãos para evitar uma contaminação, verificar portas e gás, bater na madeira, contar objetos; ações repetitivas e constantes. Transtorno Obsessivo Compulsivo (T.O.C.) A tricose compulsiva é caracterizada pelo impulso mórbido de arrancar os pelos e cabelos por algum motivo específico. As pessoas sentem prazer e buscam alívio da ansiedade ou angústia arrancando os próprios cabelos ou pelos, sendo um comportamento recorrente resultando em perda capilar perceptível. Este comportamento está associado a uma sensação de tensão crescente, antes de arrancar o fio, ou quando tenta resistir, e quando realizado gera alívio ou satisfação. Tricotilomania (T.T.M.)
  16. 16. PROJETO TERAPÊUTICO Evolução da metodologia Terapia cognitivo-comportamental Psiquiatria Coaching Orientação familiar Aplicação do Projeto Terapêutico
  17. 17. PROJETO TERAPÊUTICO VIVA O estilo de vida e ritmo dos acontecimentos atuais exigem novas abordagens terapêuticas para atender às reais necessidades dos pacientes. Da mesma forma que as substâncias evoluíram em potencialidade e em suas formas e situações de consumo, o modo de vida sofreu grandes transformações, em um ambiente cada vez mais interativo, proporcionado pela revolução tecnológica. Por este motivo o método de tratamento também passa por atualizações e se reinventa para ser eficaz. A Clínica Viva considera a transformação na qualidade de vida como resultado efetivo. 13 A partir de uma abordagem psicológica e psiquiátrica, paciente é tratado em sua totalidade, abrangendo aspectos da percepção, intuição, aprendizagem, emoção, comportamento e do relacionamento social. No decorrer do tratamento, profissionais intervêm na saúde física e psíquica, mantendo-as em equilíbrio com a saúde emocional. Evolução da Metodologia 17 360°
  18. 18. EIXOS FUNDAMENTAIS O tratamento tem base na Terapia Cognitivo- Comportamental. Conjunto de intervenções psicoterapêuticas que buscam modificar os padrões de funcionamento emocional do paciente, transformando sua maneira de se relacionar consigo e com o mundo. Parte do princípio de que a maneira como o ser humano interpreta as experiências vividas determina suas reações emocionais e seu padrão de comportamento. 13 Terapia Cognitivo-Comportamental 18 As técnicas possibilitam a identificação, análise e modificação dos pensamentos automáticos e crenças disfuncionais que favorecem o comportamento compulsivo. Motivação para novas escolhas
  19. 19. EIXOS FUNDAMENTAIS Profissionais de Psiquiatria compõem a equipe das unidades ambulatoriais e de internação. A participação do médico psiquiatra tem função de diagnosticar e tratar alterações mentais e neuroquímicas, se relacionadas ao uso de substâncias psicoativas, desde transtornos pré-mórbidos a co-mórbidos. São recorrentes: transtorno bipolar, depressão, ansiedade, DDA – Distúrbio de déficit de atenção, esquizofrenia, entre outros. 13 Psiquiatria 19 Avaliação orgânico funcional prepara para o aprendizado
  20. 20. EIXOS FUNDAMENTAIS Consultoria individual com foco nas habilidades pessoais e profissionais do paciente. Atua na otimização de seus potenciais e trabalha com orientação de identificar e corrigir suas vulnerabilidades nas competências profissionais. A partir do Coaching, o paciente adquire condições de visualizar com mais clareza seus objetivos de vida e possibilidades de evolução de sua carreira profissional. 13 Coaching 20 Aprimoramento das competências comportamentais, técnicas e gerenciais. Foco no desenvolvimento de carreira profissional e sucesso pessoal.
  21. 21. EIXOS FUNDAMENTAIS A família é o principal núcleo de influência social do paciente. Para a Clínica Viva, a participação dos familiares no tratamento é essencial para o sucesso. É comum que os familiares tenham alta expectativa com o início do tratamento, entretanto os profissionais são responsáveis por conscientizá-los de todos os processos da recuperação, bem como o tempo necessário para que os resultados sejam percebidos. A equipe incentiva o engajamento da família no tratamento para que possam dar suporte às dificuldades do paciente em reorganizar suas novas rotinas. 13 Orientação Familiar 21 O familiar recebe orientações sobre as características que compõem a doença, incluindo comorbidades e comportamentos do paciente, desde os processos manipulativos até a rejeição total por qualquer tratamento de sua doença, mesmo quando internado. Independente do serviço contratado, todas as famílias com pacientes em tratamento na Clínica Viva têm a disposição orientações e assistência da equipe multidisciplinar em toda as clínicas da nossa rede de ambulatórios.
  22. 22. APLICAÇÃO DO PROJETO TERAPÊUTICO Para que este Projeto Terapêutico seja seguido à risca, todos os profissionais que integram a equipe terapêutica passam pelo processo de aprendizagem da metodologia. Durante uma semana de treinamento os profissionais são habilitados para aplicação das técnicas da abordagem cognitivo- comportamental. Recebem embasamento teórico e prático para realizar os diferentes planos de tratamento da Clínica Viva. No dia-a-dia a equipe conta com suporte dos manuais de atendimento, guia de formulários, DVDs, CD ROM interativo com os recursos usados durante as sessões com os pacientes. 13 Transferência de Know-how 22
  23. 23. APLICAÇÃO DO PROJETO TERAPÊUTICO As sessões do Projeto Terapêutico estão estruturadas em fases que o paciente avança conforme sua evolução no tratamento. Cada fase possuí um manual de sessões, material impresso de uso do paciente para leitura de textos, atividades e dinâmicas. Ainda há utilização de recursos audio-visuais para complementar as sessões de psicoeducação e vivências. Todas as atividades são registradas em formulários catalogados para constante acompanhamento do paciente. O processo padronizado oferece maior garantia de um atendimento completo para todos os pacientes. 13 Recursos de Apoio 23
  24. 24. APLICAÇÃO DO PROJETO TERAPÊUTICO Idealizado para orientar a família sobre todos os processos que envolvem os planos de tratamento na Clínica Viva. O Guia da Família reúne informações essenciais desde o conceito da doença até a etapa final da reabilitação do paciente. Além de informações essenciais sobre o projeto terapêutico e funcionamento das unidades clínicas, o impresso traz textos e sugestões de conteúdo que convidam os familiares a se comprometerem com o resultado do paciente. Este manual tornou-se importante ferramenta, pois antecipa os temas que são trabalhados nas sessões de orientação familiar. 13 Guia da Família 24
  25. 25. SERVIÇOS Planos de tratamento Tratamentos ambulatoriais Internação continuada Serviços complementares
  26. 26. 1326 Personal CARE Family CARE Intensive CARE Ambulatoriais Regime de Internação Plano de tratamento individual com flexibilidade de dias e horários. Orientado aos casos de dependência química em níveis de intensidade de leve à moderada. Para o tratamento do tabagismo e transtornos do espectro obsessivo-compulsivo Assistência psicoterapêutica com foco no familiar com desordem emocional. Projeto terapêutico dirigido aos casos de dependência química moderada à grave. Abordagens de intervenção voluntária ou involuntária com resgate do paciente. Etapa 1: Regime de internação continuada nas unidades clínicas. Etapa 2: Acompanhamento psicoterapêutico individual nos ambulatórios. SERVIÇOS VIVA dependência química O serviço essencial da Clínica Viva consiste no tratamento clínico da dependência química e transtornos do espectro obsessivo-compulsivo (dependências não-química); para homens e mulheres com idade acima de 16 anos. Os serviços são oferecidos por meio de planos de tratamento com períodos pré-determinados, de acordo com o diagnóstico do paciente.
  27. 27. PERSONAL CARE Projeto terapêutico sem a necessidade de internação que compreende a assistência multidisciplinar individual do paciente, com orientação à sua família. Composto por sessões estruturadas de psicoterapia cognitivo-comportamental, acompanhamento psiquiátrico, coaching com foco na carreira profissional, aplicação opcional de exames de detecção de substâncias psicoativas, plano de avaliação de resultados e controle. Período estimado de 12 meses de dividido em três fases. As sessões são realizadas na Rede de Ambulatórios da Clínica Terapêutica Viva. Metodologia 1327 As intervenções de psicoterapia objetivam desenvolver os padrões de funcionamento mental do indivíduo e de seus sistemas psíquicos e reestabelecer a qualidade de vida do paciente nos aspectos emocionais e sociais. A abordagem cognitiva-comportamental se orienta ao problema (sintoma) do paciente e trabalha na modificação do comportamento problemático. O projeto terapêutico prevê sessões individuais estruturadas com a utilização de formulários impressos, manual do paciente, dinâmicas interativas com apoio audiovisual. Psicoterapia Avaliação psiquiátrica para diagnóstico e tratamento de possíveis transtornos mentais, sejam de ordem orgânica ou funcional, relacionados ou não ao problema principal relatado pelo paciente (comorbidades). Inclui no plano de tratamento uma consulta de avaliação e retorno. Avaliação orgânico-funcional
  28. 28. PERSONAL CARE 1328 Desenvolvimento de habilidades comportamentais com foco na carreira profissional. Consiste em sessões individuais para estabelecimento de metas, identificação de recursos internos e externos e elaboração de plano de ações. Processo com início, meio e fim, definido em comum acordo entre o profissional e o paciente de acordo com as metas determinadas. Coaching Para os casos de dependência química, a utilização de exames de detecção de substâncias psicoativas tem finalidade para estreitamento do vínculo terapêutico na identificação das drogas de preferência. Importante ferramenta para monitorar o uso e estabelecer estratégias para controle de situações de risco. A aplicação é opcional ao paciente, sem qualquer possibilidade de exposição dos resultados para qualquer outro público, que não a equipe profissional. Exames de Detecção A aplicação do projeto terapêutico em regime ambulatorial é realizada por equipe multidisciplinar composta por:  Médico psiquiatra,  Psicólogo com especialização em Terapia Cognitivo-comportamental,  Coach profissional (psicólogo com especialização em Coaching),  Auxiliar/técnico de enfermagem; Equipe
  29. 29. PERSONAL CARE 1329 O foco é motivar a mudança de estilo de vida, promover a reabilitação física e equilíbrio emocional. Treinamento de habilidades para autocontrole e reestabelecimento da rotina.  Sessões individuais de Psicoterapia Cognitivo-comportamental  Sessões de orientação à família  Sessões de avaliação psiquiátrica*  Frequência: o paciente pode receber até três atendimentos por semana, conforme sua necessidade.  Período total de 180 dias e para casos de Tabagismo 120 dias de tratamento. (*) Consulta com médico psiquiatra e retorno no prazo de quinze dias. O resultado da avaliação poderá exigir acompanhamento frequente, sendo determinado pelo médico responsável. O acompanhamento psiquiátrico não esta incluso no plano. Neste momento é fundamental monitorar comportamentos e situações de risco. Avaliar os resultados e fortalecer estratégias para melhoria contínua da qualidade de vida. Concentração dos esforços na execução do projeto de vida e metas determinadas.  Frequência Quinzenal: podendo variar a quantidade de atendimento de acordo sua demanda.  Período total de 180 dias.  Sessões individuais de Psicoterapia Cognitivo-comportamental  Sessões de avaliação psiquiátrica*
  30. 30. 1330 Este plano de tratamento é dirigido aos casos de dependência química de álcool ou drogas ilícitas, quando diagnosticado em níveis de intensidade moderada e grave. Projeto terapêutico progressivo que é desenvolvido em duas etapas, sendo a primeira em regime de internação e a segunda em assistência psicoterapêutica na clínica ambulatorial Viva mais próxima da residência do paciente. A internação pode ter abordagem voluntária ou através de intervenção involuntária ou compulsória para pacientes em condições de dependência grave. O período em internação é determinado por diagnóstico médico e pode variar entre 30 a 120 dias. Internação Continuada Etapa 1: regime de internação Neste momento o paciente tem acompanhamento médico, psiquiátrico e nutricional para o reestabelecimento da saúde física. Passa pelo processo de desintoxicação e em seguida por sessões individuais de psicoterapia. Em convivência com demais pacientes, realiza dinâmicas em grupos terapêuticos, atividades de condicionamento físico e terapia ocupacional. Etapa 2: acompanhamento ambulatorial O acompanhamento psicoterapêutico no período pós-internação é determinante para o sucesso do tratamento, pois nesta fase o paciente se depara com os desafios para manter-se em abstinência e reorganizar sua nova rotina. O foco nesta segunda etapa é dar suporte à implementação do plano de vida do paciente, fortalecer as suas habilidades para enfrentamento de situações de risco e restabelecimento de relacionamentos sociais. DEPENDÊNCIA QUÍMICA
  31. 31. 1331 Indicada para os casos em que o dependente químico (álcool e drogas ilícitas) põe em risco a si próprio e a sua família, usando drogas de forma compulsiva, não aceitando qualquer tratamento devido a falta de capacidade decisória momentânea. O processo é realizado a pedido da família ou poder judiciário, com base no diagnóstico médico e amparo legal. A instituição deve obedecer a lei 10.216/2001, que dispõe sobre o direcionamento do modelo assistencial em saúde mental no Brasil. Intervenção Involuntária ou Compulsória O procedimento de remoção do paciente para unidade clínica é também conhecido como resgate. Este serviço é complementar ao tratamento e exige responsabilidade e cuidados especiais com a segurança e integridade do paciente. A Clínica Viva possui equipe profissional qualificada para este procedimento, treinada para realizar o trabalho com toda a discrição, agilidade e respeito ao paciente e família. Dispõe de veículos especiais, ambulâncias sem qualquer identificação da especialidade da clínica. Preserva o sigilo e garante a segurança no transporte do paciente. O resgate de emergência, quando o serviço contratado, é prestado com exclusividade por equipe e veículos próprios. Resgate de emergência DEPENDÊNCIA QUÍMICA
  32. 32. 1332 Plano de tratamento destinado aos familiares de pacientes portadores de dependência química ou transtornos compulsivos. Em geral, há instabilidade no núcleo familiar e um membro, pais, irmãos ou cônjuges são afetados e necessitam de ajuda profissional para retomar sua vida. Assistência psicoterapêutica ao membro da família mais afetado pela situação, visa restabelecer o equilíbrio emocional, reorganizar suas rotinas e recuperar a harmonia no núcleo familiar. Proporciona à família noções sobre a doença, intervenções em suas crenças disfuncionais relacionadas ao problema e ao paciente. Terapia da Família CARE Metodologia Projeto terapêutico orientado às necessidades individuais do familiar. Sessões estruturadas de psicoterapia, psicoeducação e dinâmicas com o grupo familiar. Período de 90 dias com frequência semanal, dias e horários flexíveis.
  33. 33. ESTRUTURA DE TRATAMENTO Unidades Clínica Viva Clínicas de internação Rede de Ambulatórios
  34. 34. 1334 ESTRUTURA DE TRATAMENTO Unidades Clínica Viva A Clínica Viva mantém dois modelos de unidade para o tratamento da dependência química e outros transtornos compulsivos. As unidades clínicas de internação para a primeira etapa da recuperação do alcoolismo e dependência química. E unidades clínicas ambulatoriais , para o tratamento de transtornos compulsivos e dependência química sem internação, bem como a segunda etapa por meio do acompanhamento psicoterapêutico e assistência à família dos dependentes. Ao todo são 25 unidades que, atualmente, formam a maior rede privada de clínicas especializadas em dependência química do Brasil. Clínicas de Internação As unidades clínicas de internação são diferenciadas pelo perfil de paciente, consideram suas características e necessidades para oferecer a melhor estrutura e hospitalidade. São três unidades distintas de internação para dependência química e comorbidades psiquiátricas e uma outra unidade clínica somente para tratamento do alcoolismo. Possuem assistência profissional 24 horas por dia. Estão regulamentadas e certificadas perante todos os órgãos competentes, tudo isso para proporcionar maior conforto ao paciente e tranquilidade à sua família. A Clínica Terapêutica Viva é gestora dos serviços de todas as unidades clínicas de internação e rede de ambulatórios. Responsável pelas diretrizes, metodologia de tratamento e padrões de qualidade seguidos pela rede.
  35. 35. 1335 ESTRUTURA DE TRATAMENTO Registros e Certificações Obrigatórias Como todo estabelecimento de saúde responsável, a Clínica Viva segue a rigor todas as normas reguladoras dos serviços de atenção à saúde mental. Todas as unidades clínicas de tratamento estão devidamente legalizadas perante os órgãos públicos responsáveis. CNES Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde CREMESP Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo Alvará de Licença Corpo de Bombeiros Licença de Funcionamento Sistema de Informação em Vigilância Sanitária Alvará de Funcionamento Prefeitura Municipal CNAE Cadastro Nacional de Atividade Empresarial
  36. 36. CLÍNICAS DE INTERNAÇÃO UCT Viana SP Perfil de pacientes: Homens dependentes químicos, com internação voluntária. Faixa etária predominante de 24 a 45 anos. Localização: Situada na região de Granja Viana, Osasco. Próximo à capital paulista com fácil acesso pelas rodovias. Recursos: Piscina, espaço academia, salão de jogos, equipamentos de musculação, sala de televisão, sala de reuniões, enfermaria. Capacidade total: 20 leitos Acomodações: Suítes individuais, duplas e triplas. 36
  37. 37. CLÍNICAS DE INTERNAÇÃO UCT Itu SP Perfil de pacientes: Homens alcoolistas, com internação voluntária e involuntária. Faixa etária predominante de 28 a 55 anos. Localização: Em Itu, o município é uma estância turística do Estado São Paulo, propícia excelente clima o durante todo ano. Recursos: campo de futebol society, piscina, salão de jogos, sala de reuniões, sala de televisão, lago para pesca, enfermaria e ampla área verde. Capacidade total: 26 leitos. Acomodações: Suíte individual, quartos duplos, triplos e coletivos. 37
  38. 38. 1338 ESTRUTURA DE TRATAMENTO Rede de Ambulatórios A Clínica Viva dispõe de 21 clínicas ambulatoriais nas principais cidades e capitais de 10 Estados e Distrito Federal. Nestas unidades são aplicados os planos de tratamento ambulatoriais e individuais ® ® Personal Care e Family Care . Ainda os atendimentos psicossociais, triagem para tratamento e assistência aos familiares. Os pacientes são acompanhados por equipe terapêutica na segunda etapa do plano de tratamento em regime de internação. Para assegurar a privacidade e confidencialidade, os ambulatórios estão localizados em regiões discretas. As unidades ambulatoriais contam com equipe profissional composta por:  Médico Psiquiatra*  Psicólogos Especialistas  Terapeutas Coachies  Auxiliar de Enfermagem** Equipe Multidisciplinar Atendimento individual personalizado Equipe Multidisciplinar Assistência especial para familiares Local discreto para preservar o sigilo (*) Consultas agendadas. (**) Durante a realização da desintoxicação e aplicação de exames de detecção. 
  39. 39. REDE DE AMBULATÓRIOS 39 São Paulo SEDE Sorocaba São Paulo Campinas Santos Granja Viana/Cotia São Bernardo do Campo Minas Gerais Belo Horizonte Paraná Curitiba Londrina Santa Catarina Itajaí Rio Grande do Sul Porto Alegre Rio de Janeiro Rio de Janeiro Distrito Federal Brasília Pernambuco Recife Ceará Fortaleza Maranhão São Luís
  40. 40. CENTRO DE PESQUISA DESENVOLVIMENTO & INOVAÇÃO VIVA
  41. 41. 1341 CPDI Viva Inovar, sempre. Manter nossa metodologia de tratamento atualizada e comprovadamente eficaz é um desafio que cumprimos com a experiente equipe de pesquisadores do Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. A Clínica Viva é pioneira no investimento de pesquisa para novas abordagens terapêuticas e medicamentos fitoterápicos para recuperação da dependência química e transtornos do espectro obsessivo-compulsivo. Desde 2005 a equipe obtém avanços significativos no tratamento em ambulatórios e clínicas de internação. O CPDI Viva tem duas frentes de trabalhos distintas: Laboratório de Desenvolvimento Fármaco-Científico Núcleo de Psicoterapia Cognitivo- Comportamental
  42. 42. 1342 Sem parar no tempo NÚCLEO DE PSICOTERAPIA COGNITIVO- COMPORTAMENTAL Psicólogos e especialistas estudam as técnicas mais eficientes para aplicação da terapia cognitivo-comportamental no tratamento de transtornos impulsivos e compulsivos. Com objetivo de estruturar a metodologia e padronizar sua aplicação, a equipe elabora projetos terapêuticos, acompanha e valida sua eficácia aliada ao uso dos medicamentos fitoterápicos. Este núcleo tem a supervisão da psicóloga especialista em dependência química Cláudia de Oliveira Soares.
  43. 43. 1343 Sempararnotempo LABORATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO FÁRMACO-CIENTÍFICO Situado na cidade de Franca, SP – o laboratório tem foco na pesquisa de novas moléculas de produtos naturais para desenvolver e aprimorar medicamentos fitoterápicos para ação no tratamento da dependência química e transtornos impulsivos e compulsivos. A equipe científica está sob o comando do pesquisador Rodrigo Lucarini, biomédico e farmacêutico doutorando em Química Biológica pela FAPESP.
  44. 44. 1344 Fitoterapia No Projeto Terapêutico Viva, os medicamentos fitoterápicos são complementares ao tratamento ambulatorial da dependência química e de transtornos compulsivos. Fitoterápicos são produtos obtidos de planta medicinal ou de seus derivados, com exceção de substâncias isoladas. Na dependência química, os medicamentos fitoterápicos auxiliam na desintoxicação, na fase de abstinência e garantem o bem-estar do paciente, pois funcionam como inibidores naturais do desejo do consumo de drogas ou bebidas alcoólicas. Também são importantes coadjuvantes no tratamento de transtornos compulsivos, pois atuam no controle da ansiedade, moderação do humor e evitação do estresse. Somos pioneiros no investimento em pesquisa para novas abordagens terapêuticas e medicamentos fitoterápicos específicos para cada patologia. Todos os fitoterápicos foram desenvolvidos a partir de pesquisas realizadas pelo Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (CPDI). Exclusivos Medicamentos Fitoterápicos
  45. 45. A CLÍNICA VIVA Histórico Ideais Corporativos Profissionais Especializados Qualidade Premiada 45
  46. 46. HISTÓRICO 46 A Clínica Terapêutica Viva foi fundada por profissionais de saúde e administradores com mais de 25 anos de experiência na área da saúde mental e emocional, que visualizaram a necessidade de um novo conceito em tratamento no segmento. A Clínica Viva integra o Grupo Viva, uma organização formada por empresas que concentram suas atividades no tratamento da dependência química. Tornou-se um centro de tratamento que é referência no assunto no Brasil, devido a sua metodologia diferenciada e seus bons índices de recuperação. A Clínica é conhecida por suas práticas de vanguarda e excelência no atendimento. Suas ações sempre envolvem a humanização nas relações com pacientes. O que torna a instituição especial é o sentimento das pessoas que são acolhidas com carinho e respeito. Os profissionais da Clínica Viva estão envolvidos e determinados com o resultado positivo junto ao paciente e sua família. Por isso conta com uma equipe especializada no tratamento de dependentes de drogas e álcool, pois, por meio dos resultados obtidos com os pacientes, comprovamos que a abordagem profissional é mais eficiente que a experiência do uso.
  47. 47. IDEAIS CORPORATIVOS 47 Missão Proporcionar o tratamento da saúde mental e emocional com abordagens terapêuticas comprovadamente eficazes, capazes de motivar os pacientes a buscarem novos estilos de vida, e, consequentemente manterem-se sóbrios, saudáveis, produtivos e com relações familiares e sociais estáveis. Visão Ser o melhor grupo dedicado à saúde mental e bem-estar, oferecendo os mais eficientes e completos serviços e produtos aos nossos clientes. Valores Integridade: Estamos comprometidos com a integridade e a consistência dos altos padrões éticos em todas as nossas ações. Imparcialidade: Agiremos continuamente com equidade, respeitando sempre as características e diferenças de todas as pessoas. Responsabilidade Social: Servir a sociedade realizando nossa missão. Trabalho em Equipe: “Só vencemos quando todos vencem!” Transparência: Estamos sempre empenhados para sermos abertos e honestos, segundo regras e informações empresariais, sempre preservando o interesse maior dos serviços que oferecemos, ou seja, o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas.
  48. 48. PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS 48 Equipe integrada em uma filosofia terapêutica de trabalho O sucesso obtido na aplicação do Programa Terapêutico Viva é fruto da experiência de uma equipe multidisciplinar. A prática, por sua vez, é interdisciplinar, na qual as atividades mais diversas se encontram e se complementam, tornando-se ferramentas integradas para a realização plena da metodologia de trabalho. A Clínica Viva prima pela diversidade e integração de sua equipe. Por isso, cada colaborador, desde a portaria até a gerência, participa de reuniões e treinamentos para estar sempre capacitado a desempenhar uma função terapêutica no exercício de seu papel. Médicos de clínica geral Médicos psiquiatras Psicólogos Assistente social Terapeutas ocupacionais Educadores físicos Nutricionistas Equipe de enfermagem, entre outros
  49. 49. QUALIDADE PREMIADA 49 O reconhecimento do trabalho do Grupo Viva, por parte de seus clientes, parceiros, colaboradores e fornecedores não é o único termômetro utilizado para medir a qualidade dos nossosserviços. Tão importante quanto a opinião de todos, é a conquista de prêmios que evidenciam a Clínica Terapêutica Viva como uma referência nosegmento,nocenárionacional. Para o Grupo Viva, esses prêmios significam o reconhecimento do esforço, do trabalho profissional e dos resultados comprovados dos serviços prestados. Tais prêmios embora sejam de grande significado para o Grupo Viva, não se comparam ao prêmio de ver uma vida restaurada em sua saúde psíquica e emocional, podendo voltar de forma social e produtivaaoconvíviodefamiliareseamigos. Troféu maior só o sorriso estampado no rosto de pacientes e familiares que conquistaram de volta sua vida saudável e harmoniosa. Esta é a satisfaçãododever cumpridocomexcelência.
  50. 50. Saúde Emocional ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE QUALIDADE DE VIDA ABQVABQV ABF www.ctviva.com.br facebook.com/ctviva 0800 701 8482

×