Educação de Crianças em Creches - Grupo União

2.762 visualizações

Publicada em

Apresentação do texto : Educação de Crianças em Creches. Realizada pelo Grupo União.

Publicada em: Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.762
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
131
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
148
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação de Crianças em Creches - Grupo União

  1. 1. EDUCAÇÃO DE CRIANÇAS EM CRECHES Ana Paula Soares da Silva CINDENDI/USP e Rosa Virgínia Pantoni COSEAS/USP Grupo •Glacieli •Jéssica •Marcela •Tamires • Yasmim
  2. 2. Educação de crianças de 0 a 3 anos CRECHE •DEVER do ESTADO •DIREITO DAS CRIANÇAS •OPÇÃO das FAMÍLIAS Ambientes onde organizam-se tempos e atividades para acolher Visam valorizar os pequenos como sujeitos construtores de conhecimento e capazes de interagir com o mundo. Reconhecem as capacidades interacionais, físicas e cognitivas AS CRIANÇAS PASSAM A SER COMPREENDIDAS COMO UM SUJEITO INTEIRO, HISTÓRICO E SOCIAL P E D A G O G O Mediador DE RELAÇÕES SIGNIFICATIVAS Organizador de ambientes favoráveis para as vivências Deve ser sensível e observador
  3. 3. História e concepções do atendimento em creches Quem é e o que pode aprender uma criança de até três anos INTERAÇÃO SOCIAL MUDANÇAS FISIOLÓGICAS BRINCAR Desenvolvimento da criança de 0 a 3 anos Qual currículo para bebês e crianças bem pequenas Sustentado nas relações, nas interações e em práticas educativas intencionalmente voltadas para as experiências concretas da vida cotidiana Orientações curriculares e propostas pedagógicas Formação de professores e apropriação de modos historicamente elaborados de pensar, sentir e agir na educação infantil Ações do professor de Educação Infantil Programas de formação
  4. 4. A surpreendente descoberta: Quem é e o que pode aprender uma criança de até três anos m O período de vida de zero a três anos caracteriza-se por transformações muito rápidas e contínuas Há poucas décadas, a criança, no primeiro ano de vida, era considerado um ser imaturo A interação social As crianças passaram a ser observadas em seu cotidiano e com muita curiosidade. O outro ser humano é o estímulo mais relevante para a criança em seu meio Aos dois meses de idade o bebê já exibe diferenças de comportamento em sua relação com objetos ou pessoas O adulto que lida com o bebê depende de uma dinâmica interacional, uma vivência íntima Identificar-se significa ser como o outro, mas também diferenciar-se dele
  5. 5. DESCOBRINDO A BRINCADEIRA NO UNIVERSO INFANTIL O que é a brincadeira Além de ser uma atividade prazerosa, o brincar traz inúmeros benefícios para o desenvolvimento da criança I M P O R T A N T E INTUITO PEDAGÓGICO • treinar as habilidades; • fazer com que elas expressem seus sentimentos, suas emoções e liberem suas tensões; • desenvolver suas habilidades motoras; • sua flexibilidade e versatilidade; • sua agilidade. É impossível negar que brincar é extremamente vantajoso para a vida das crianças! BRINCAR É PRECISO!!! Interações sociais Desafios Função comunicativa
  6. 6. A LINGUAGEM FALADA Interações sociais propiciam a criança a se comunicar •compreender seus pares •passam a pensar, imaginar e também construir algo que elas mesmas articulam. Colaboram também para o desenvolvimento verbal, gestual e visual, como também suas regulações emocionais e sua comunicação com o próximo.
  7. 7. A CONTINUIDADE DA EXPERIÊNCIA Reflexão sobre o uso do tempo no planejamento pedagógico do professor A novidade não esta na atividade aplicada e sim nas novas descobertas resultantes da atividade LEMBRANDO: que o tempo de elaboração das crianças é subjetivo e não obedece a relógios A partir da observação de como as crianças vivem o tempo de criação é possível criar alternativas à gestão da sala pra que não haja homogeneização desnecessária A EXPERIÊNCIA DE SER PROFESSOR Não se da isoladamente e sim em contextos de interações
  8. 8. AVALIAÇÃO: INSTRUMENTO DO PROFESSOR PARA APRIMORAR O TRABALHO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Em 1980 - Tinha o objetivo de verificar se a criança estava ‘pronta’ para integrar a escola fundamental Processos avaliativos são realizados para acompanhamento e registro do desenvolvimento da criança na educação infantil Do macro ao micro: avaliação na e da educação infantil Identifica-se além da avaliação que foca aprendizagem e desenvolvimento, aquelas ações de avaliação que tem como foco o atendimento oferecido em creches e pré escolas.
  9. 9. A AVALIAÇÃO NO COTIDIANO DA INSTITUIÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL Avaliação institucional L D B Avaliação do desenvolvimento da criança Resolução n° 5, CNE/CEB, 2009) colocam em seu artigo 10° As instituições de Educação Infantil A instituição e seu trabalho devem criar procedimentos para pedagógico planejado e acompanhamento do trabalho pedagógico desenvolvido e para avaliação do desenvolvimento das crianças, sem objetivo de O desenvolvimento das seleção, promoção ou classificação. crianças A avaliação constitui um instrumento de aprimoramento do trabalho do professor e da própria instituição, pois ilumina as condições de acontecimento dos processos de aprendizagem. Exercício de reflexão: o que é possível avaliar •A observação crítica e criativa das atividades •Registros realizados por adultos e crianças •Pode funcionar como recurso de formação da equipe e de historicização do projeto pedagógico das unidades
  10. 10. Experiências de aprendizagem que devem ser promovidas nas instituições de Educação Infantil Incentivam a curiosidade, a exploração, o encantamento, o Campos de questionamento, a indagação e o experiências de conhecimento das crianças em relação aprendizagem ao mundo físico e social, ao tempo e à natureza. Algumas perguntas que contribuem com a gestão do trabalho pedagógico As crianças têm sido convidadas a brincar com diferentes objetos, em diferentes espaços, em que possam explorar e observar as diferentes características e condições do mundo? Algumas perguntas que contribuem para a reflexão sobre a aprendizagem da criança Como têm acontecido as situações de observação e/ou exploração de objetos e de fenômenos do mundo físico e social por parte das crianças?
  11. 11. OBRIGADA =^.^=

×