O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Apresentação Partilha & Escuta 24.07

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 51 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Semelhante a Apresentação Partilha & Escuta 24.07 (20)

Mais recentes (20)

Anúncio

Apresentação Partilha & Escuta 24.07

  1. 1. PARTILHA & ESCUTA&
  2. 2. Espiritualidade Redução da Maioridade Penal Projeto Jorge Projeto Expedito Perguntas e Respostas AGENDA
  3. 3. ESPIRITUALIDADE
  4. 4. FAÇA! “Faça com que eu saiba ficar com o nada e mesmo assim me sentir como se estivesse plena de tudo” (Clarice Lispector)
  5. 5. As pessoas são irracionais, ilógicas e egocêntricas. Ame-as. Se você fizer o bem, as pessoas vão acusá-lo de egoísta e de interesseiro. Faça o bem assim mesmo. Se você for bem sucedido, você ganha inimigos falsos e verdadeiros. Vença assim mesmo. O bem que você faz será esquecido amanhã. Faça o bem assim mesmo. A honestidade e a franqueza o tornam vulnerável. Seja honesto e franco assim mesmo. O que você passou anos construindo pode ser destruído durante a noite. Construa assim mesmo. As pessoas realmente precisam de ajuda, mas podem atacar se você ajudá-los. Ajude-as assim mesmo. Dê ao mundo o melhor de você e você vai ser chutado nos dentes. Dê ao mundo o melhor de você assim mesmo. (De um cartaz exposto na casa da Madre Teresa de Calcutá) UMA PEQUENA HISTÓRIA
  6. 6. LUZES BÍBLICAS Tendes ouvido o que foi dito: Olho por olho, dente por dente. Eu, porém, vos digo: não resistais ao mau. Se alguém te ferir a face direita, oferece-lhe também a outra. Se alguém te citar em justiça para tirar-te a túnica, cede- lhe também a capa. Se alguém vem obrigar-te a andar mil passos com ele, anda dois mil. Dá a quem te pede e não te desvies daquele que te quer pedir emprestado. (Mt 5,38-42)
  7. 7. I. Esse conhecido texto é parte integrante do “Sermão da Montanha”, momento em que Jesus lança as bases da ética cristã. Quais são as incompreensões que temos em nosso trabalho? E como oferecemos a “outra face”? II. Percebemos que a ética cristã é, de certa maneira, “não natural” e, por isso, necessita da graça de Deus. Que esforços fazemos para nos abrirmos à graça? III. Jesus pediu que oferecêssemos a “outra” face e não a “mesma”, ou seja, nos pede uma resposta diferente à agressão impetrada; de alguma forma, solicita uma "inovação". Somos inovadores diante dos problemas?
  8. 8. CONSELHO DE FRANCISCO O amor a Deus e ao próximo são inseparáveis e complementares. Não se pode amar a Deus sem amar ao próximo. O sinal visível com o qual os cristãos testemunham ao mundo o amor de Deus é o amor pelos irmãos. Jesus não nos entregou fórmulas ou preceitos, não; ele nos confiou dois rostos, aliás, um só rosto, o de Deus que se reflete em muitos outros, pois no rosto de cada irmão, especialmente o menor, o mais frágil e indefeso, está presente a imagem de Deus. O amor é a medida da fé e a fé é a alma do amor. (Angelus de 24/10/2014)
  9. 9. BENÇÃO IRLANDESA Que Deus te dê para cada tempestade, um arco-íris. Para cada lágrima, um sorriso. Para cada cuidado, uma promessa, e uma benção para cada provação. Que para cada problema, a vida te traga alguém fiel com quem dividi- lo. Para cada olhar, uma doce canção e uma resposta para cada oração.
  10. 10. REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
  11. 11. AGENDA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
  12. 12. Formar cidadãos humanos, éticos, justos e solidários para a transformação da sociedade, por meio de processos educacionais fundamentados nos valores do Evangelho, do jeito Marista. MISSÃO MARISTA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
  13. 13. SÃO DIREITOS GARANTIDOS PELO ECA: • Direito à vida e à saúde; • Direito à liberdade, ao respeito e à dignidade; • Direito à convivência familiar e comunitária; • Direito à educação, à cultura, ao esporte e ao lazer; • Direito à profissionalização e à proteção ao trabalho. ECA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
  14. 14. Capítulo IV Das Medidas Socioeducativas Art. 112. Responsabilização a partir dos 12 anos. DEVERES E RESPONSABILIDADES NO ECA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
  15. 15. I. Advertência; II. Obrigação de reparar dano; III. Prestação de serviços à comunidade; IV. Liberdade assistida; V. Inserção em regime de semiliberdade; VI. Internação em estabelecimento educacional; REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENALDEVERES E RESPONSABILIDADES NO ECA
  16. 16. VII – Qualquer uma das medidas previstas no Art. 101, I a VI. III. Matrícula e frequência obrigatórias em estabelecimento oficial de ensino fundamental. REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENALDEVERES E RESPONSABILIDADES NO ECA Exemplo:
  17. 17. Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo: • Espaço arquitetônico; • Proposta Pedagógica; • Capacitação dos atores que atuam no sistema. REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENALSINASE
  18. 18. Menos de 1% dos crimes são cometidos por adolescentes e a lógica do encarceramento atinge muito mais os jovens negros e moradores da periferia. PROBLEMA SOCIAL REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
  19. 19. Se encarcerar fosse a solução, o Brasil seria muito seguro, mas somos o terceiro país do mundo em população carcerária e o sétimo mais violento do planeta. PROBLEMA SOCIAL REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
  20. 20. A reincidência em prisões é maior do que no sistema socioeducativo: no sistema prisional, de cada 10 presos libertos, 8 voltam para o crime. No sistema socioeducativo, de cada 10 adolescentes soltos, 8 não voltam para o crime. PROBLEMA SOCIAL REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
  21. 21. • Articulação nos espaços de controle social: Conanda, Cedca; Fórum DCA/PR e conselhos municipais; • Articulação com a sociedade civil; • Posicionamento (texto e vídeos) e publicação do Caderno “Redução da maioridade penal: por que somos contra!” do Observatório das Juventudes PUCPR. AÇÕES MARISTAS REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
  22. 22. Exibição do Vídeo Institucional + Vídeo de depoimento dos Alunos PUCPR https://www.youtube.com/watch?v=CnNUS0p1k84 https://www.youtube.com/watch?v=VO0WxzUuF1g PROBLEMA SOCIAL REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
  23. 23. • Continuar a articulação nos espaços de controle social e acompanhar o andamento do projeto em Brasília; • Parceria com a Prefeitura de Colombo, Programa de Medida Socioeducativa (Pemse), Formação de Educadores da rede pública. PRÓXIMOS PASSOS REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
  24. 24. www.maioridadepenal.org.br www.cienciaefe.pucpr.br https://18razoes.wordpress.com MAIS INFORMAÇÕES REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
  25. 25. Os adolescentes, em sua grande maioria, foram descartados socialmente e, com a diminuição da maioridade penal, serão descartados em sua totalidade. Papa Francisco
  26. 26. PARTILHA & ESCUTA&
  27. 27. COLABORADORES SEM ACESSO AO PAINEL DO COLABORADOR: • Colaboradores com dados cadastrais incompletos (nome da mãe, CPF, RG, data de nascimento etc.); • Sem cadastro de e-mail corporativo; • Existem alguns casos que ainda estão sendo verificados. PONTOS CRÍTICOS PROJETO JORGE
  28. 28. SALDO DE BANCO DE HORAS: O Saldo de banco de horas de cada colaborador é concluído quando se fecha o ponto, ou seja, ao término de cada mês. Porém é possível acompanhar na aba “Total da competência”, dentro do ícone ponto, as movimentações de crédito ou débito de horas realizadas dentro do mês vigente. TOLERÂNCIA PARA REGISTRO DE ENTRADA E SAÍDA: 5 (cinco) minutos conforme CLT. PONTO PROJETO JORGE
  29. 29. IMPORTAÇÃO DOS REGISTROS DO PONTO PARA O SISTEMA ADP: Relógio ponto sem biometria: o tempo máximo de importação dos registros é de 1 (uma) semana; Relógio ponto biométrico: Após serem instalados todos os relógios biométricos, a importação será feita em até 24 horas. PONTO PROJETO JORGE
  30. 30. TROCA DE RELÓGIOS PONTO: • 16/04 a 28/04 - 14 relógios nos hospitais; • 03/07 a 22/07 - 36 relógios (Corporativo, PUCPR - Câmpus Curitiba e fora de sede), catracas do refeitório nos hospitais e no Bistrô Marista (catracas serão finalizadas até o dia 28/07); • Cadastramento da biometria: datas e horários serão comunicados durante os meses de agosto e setembro. PONTO PROJETO JORGE
  31. 31. • Quebra da integração entre URBS e linhas metropolitanas repentinamente em março; • O vale-transporte da Região Metropolitana está sendo disponibilizado em papel e nos novos cartões Metrocard. VALE-TRANSPORTE PROJETO JORGE
  32. 32. CMS PROJETO JORGE 0 5000 10000 15000 20000 25000 30000 35000 40000 45000 50000 2º TRIMESTRE ABERTOS FECHADOS CHAMADOS ABERTOS E FECHADOS 2015 ABRIL A JUNHO FORA DENTRO 64% 36%
  33. 33. PARTILHA & ESCUTA&
  34. 34. PROJETO EXPEDITO
  35. 35. O Projeto Expedito é responsável pela reestruturação das áreas de suporte do Grupo Marista: Higienização, Segurança, Manutenção, Nutrição e Lavanderia. Para isso, foram contratadas empresas especializadas nestes serviços. O QUE É? PROJETO EXPEDITO
  36. 36. O objetivo da reestruturação é: • Concentrar esforços na busca pela excelência na gestão das áreas de atuação do Grupo Marista; • Aumentar a eficiência. Importante: o projeto não está relacionado a questões financeiras da instituição. POR QUE REESTRUTURAR? PROJETO EXPEDITO
  37. 37. Ensino Superior: PUCPR – Câmpus Curitiba, Londrina, Maringá e Toledo; Saúde: Santa Casa de Curitiba, Hospital Universitário Cajuru, Hospital Maternidade Alto Maracanã, Hospital Marcelino Champagnat e Unidade Intermediária de Apoio à Crise (Uniica); ÁREAS IMPACTADAS PROJETO EXPEDITO
  38. 38. Negócios Suplementares: Lumen Comunicação e Recanto Marista Santa Maria; Unidades Sociais: Propulsão, Ecológica e Irmã Eunice Benato; Área Canônica: Centro Marista Marcelino Champagnat (CMMC) e Residência Provincial. ÁREAS IMPACTADAS PROJETO EXPEDITO
  39. 39. • GRSA: especializada em Nutrição e Higienização (já atua na Editora FTD, no Colégio Marista Arquidiocesano e no Bistrô Marista); • Gocil: especializada em Segurança (já atua na Editora FTD); EMPRESAS ENVOLVIDAS PROJETO EXPEDITO
  40. 40. • Chanceller: especializada em Lavanderia; • Veman (Grupo Verzani & Sandrini): especializada em Manutenção. EMPRESAS ENVOLVIDAS PROJETO EXPEDITO
  41. 41. As áreas reestruturadas farão parte do Núcleo de Facilities da Diretoria de Infraestrutura. O núcleo conta com gerente e coordenadores Maristas responsáveis pela gestão dos serviços e das empresas contratadas. ESTRUTURA QUE PERMANECE PROJETO EXPEDITO
  42. 42. Gerente de Facilities: Carlos Eduardo Demeterco Nutrição: Patricia Azevedo e Lucélia Araujo Lavanderia: André Hoffman Higienização: Patricia Salvatierra (Educação) e Ana Moss (Saúde) Segurança: Luciano Antônio (Educação), Ademir Paulino (Saúde) e Marcos Toledo (Segurança Eletrônica) Manutenção: Carlos Eduardo Demeterco ESTRUTURA QUE PERMANECE PROJETO EXPEDITO
  43. 43. Para acompanhamento da qualidade dos serviços prestados, existe uma equipe de Garantia da Qualidade. A equipe é responsável por auditorias, inspeções, mensuração de SLAs, monitoramento de processos e satisfação do cliente. GARANTIA DE QUALIDADE PROJETO EXPEDITO
  44. 44. Coordenador: Abraão Lopes Supervisora de Qualidade: Caroline da Cruz de Lima Equipe Educação: Liziane e Milena Equipe Saúde: Micael e Keli GARANTIA DE QUALIDADE PROJETO EXPEDITO
  45. 45. PARTILHA & ESCUTA&

×