ROTEIRO ATIVIDADES ESTRUTURADAS 2011DISCIPLINA: FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO -Prof. André PuchalskiCOMPETÊNCIAS:    1. Construir ...
não ser educação. Em função dos problemas existentes na realidade é que surgem os problemaseducacionais, tanto mais comple...
ATIVIDADES ESTRUTURADAS:1. ATIVIDADE 1 – SEMANA 2- (individual) - Elaboração de artigo – Após a leitura do artigo “O    Mi...
responder as questões propostas pelo filme: Gattaca – Ethan Hawke – Columbia Pictures – Sony    Entertainment Pictures, 19...
5
6
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Atividade filos2011

2.282 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.282
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atividade filos2011

  1. 1. ROTEIRO ATIVIDADES ESTRUTURADAS 2011DISCIPLINA: FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO -Prof. André PuchalskiCOMPETÊNCIAS: 1. Construir mecanismos de reflexão, questionamentos e diálogo que permitam ao aluno estabelecer nexos entre o cotidiano e períodos da antiguidade/modernidade; 2. Implementar ações que propiciem a reflexão e contextualização da importância da produção do conhecimento na sociedade atual.OBJETIVOS:Proporcionar ao educando um conjunto de atividades práticas que permitam o subsídio de sua compreensãosobre: 1. A função da Filosofia no processo educacional e nos processos de ensino e aprendizagem; 2. As relações entre os sistemas filosóficos e as teorias educacionais; 3. Refletir sobre, como, nos atos de ensinar e aprender se efetiva o ato de educar e como educar implica uma dimensão radicalmente ética e política.JUSTIFICATIVA: “ Não esperes de mim um estilo ataviado e polido. Empregá-lo-ia se quisesse mas a verdade escapa-se quando estamos a escolher muito as palavras e usamos de rodeios: isso é nem mais nem menos que enganar. Seé isso que desejas, recorre a Cícero, pois é esse o seu ofício. O que eu disser será bastante belo, se bastante verdadeiro. As belas frases convêm aos retóricos, aos poetas, aos áulicos, aos namorados, às cortesãs, aos proxenetas, aos aduladores, aos parasitas esemelhantes, para os quais o falar bem é um fim. Para a ciência basta, e é necessária mesmo, a propriedade, o que não pode conjugar-se comaquilo. Não exijas também de mim muitas citações, ou uma reverência paracom os autores que é mais própria de um ânimo servil e inculto do que de um espírito livre e que busca a verdade. A autoridade manda crer; a razão demonstra; aquela é própria da fé; esta, da ciência. Dos outros, aquilo que me parecer verdadeiro, confirmá-lo-ei com a razão; o que me parecer falso, infirmá-lo-ei. Oxalá que tudo aquilo que eu atentamente elaboro, depois de elaborado tu o recebas com o mesmo espírito e precaução, e o julgues com são critério: e que tudo aquilo que parecer falso, tu o destruas com razões sólidas (coisa que, sendo, como é, própria de um filósofo, me é extremamente grata), e não, como fazem osinvejosos e alguns ignorantes, com injúrias ineptas e que nada invalidam (coisa que, sendo, como é, própria de mulheres, é indigna de um filósofo, e para mim absolutamente desagradável); aquilo, porém, que parecer justo, oxalá que tu o aproves e confirmes.” (autor desconhecido) Não há como educar fora do mundo. Nenhum educador, nenhuma instituição educacional pode colocar-seà margem do mundo, encarapitando-se numa torre de marfim. A educação, de qualquer modo que aentendamos, sofrerá necessariamente o impacto dos problemas da realidade em que acontece, sob pena de 1
  2. 2. não ser educação. Em função dos problemas existentes na realidade é que surgem os problemaseducacionais, tanto mais complexos quanto mais incidem na educação todas as variáveis que determinamuma situação. Deste modo, a “Filosofia na educação” transforma-se em “Filosofia da Educação” enquantoreflexão rigorosa, radical e global ou de conjunto sobre os problemas educacionais. De fato, os problemaseducacionais envolvem sempre os problemas da própria realidade. A Filosofia da Educação apenas não osconsidera em si mesmos, mas enquanto imbricados no contexto educativo. A outra conseqüência a ser tirada é que também o educando deve filosofar, ou seja, deve refletirsistematicamente, buscando as raízes dos problemas - seus e de seu tempo, de modo a formar uma “visão demundo” e adquirir criticamente princípios e valores que lhe orientem a vida.Só assim serão homens e nãorobôs. É preciso, pois, municiá-lo de instrumentos racionais e afetivos para que se habitue a ser crítico, a nãose contentar com qualquer resposta, a colocar sempre e em tudo uma pitada razoável de dúvida, a cavarfundo e não se intimidar perante a tarefa ingrata de estar sempre questionando e se questionando. Não há, portanto, como fugir à filosofia no campo da educação. Nossa tarefa é auxiliar no preparo dosprofissionais do amanhã e encontra-se intimamente relacionada com a função nem sempre levada a sério e,não obstante, fundamental, de avaliar. De fato, a avaliação resume, de certo modo, ou acompanha, como umvetor ou como um eixo orientador, todo o processo educacional. Ela se faz presente no início do processo, aoestabelecermos as metas; no seu decurso, quando traçamos e executamos as estratégias; no final, quandojulgamos o que e quanto foi cumprido. Ora, avaliar é emitir juízos de valor e estes implicam sempre,queiramos ou não, consciente ou inconscientemente uma posição filosófica, uma filosofia, que deve sercolocada em prática.DESENVOLVIMENTO:PLANO DE AULATÓPICO TEMA Nº SEMANA ATIVIDADES Apresentação Professor/Aluno; apresentação da disciplina; conteúdo, 1 formas de avaliação, bibliografias, plano de aula e demais acordos necessários. 1. A Filosofia e a educação como processos indissociáveis na cultura 1e2 2e3 grega 2. Os sistemas filosóficos e as teorias pedagógicas na Idade Moderna – 3e4 4e5 RACIONALISMO – DESCARTES 3. Os sistemas filosóficos e as teorias pedagógicas na Idade Moderna – 5e6 6e7 ILUMINISMO – KANT 4. Os sistemas filosóficos e as teorias pedagógicas na Idade Moderna – 7e 8 8e9 ROMANTISMO – ROUSSEAU 5. Os sistemas filosóficos e as teorias pedagógicas na Idade Moderna – 9 e 10 10 e 11 IDEALISMO – HEGEL 6. As questões do sujeito, da liberdade, da autonomia e da dignidade em 11,12 e 13 12,13 e 14 relação aos desafios da ciência e da tecnologia 7. AD1 14 15 8. As questões da responsabilidade da justiça, da solidariedade, do 15 e 16 16 e 17 individualismo em relação aos processos de globalização 9. As questões do outro, tolerância e do interculturalismo 17 e 18 18 e 19 10. Ética, política, ciência e religião no processo educativo 19 e 20 20 e 21 11. AD2 21 22 2
  3. 3. ATIVIDADES ESTRUTURADAS:1. ATIVIDADE 1 – SEMANA 2- (individual) - Elaboração de artigo – Após a leitura do artigo “O Mistério das cousas” - Fernando Pessoa, o aluno deverá escrever a sua própria versão do tema, colocando no texto, características do seu cotidiano e qualidades/defeitos da sua pessoa, conforme compreensão do texto lido. ATIVIDADE 2 – SEMANA 3 –(grupo de no máximo cinco componentes) - Pesquisa orientada para busca de informações – Procure por uma mapa geográfico da Grécia antiga. Observe-o atentamente. Perceba como as condições geográficas facilitaram o intercâmbio cultural. Veja também que, por outro lado, a região também favorecia o comércio, o que gerou interesses e conflitos. Sabendo disso, reflita e identifique alguns fatores, principalmente históricos, geográficos e econômicos, que podem influenciar as sociedades e a vida das pessoas. Explique de que forma isso acontece.2. ATIVIDADE 3 – SEMANA 4 – ( grupo de no máximo cinco componentes) - Analisar e responder as questões propostas pelo filme: O Instinto – Anthony Hopkins e Cuba Gooding Jr.- Buena Vista Pictures, 1999. 1. Usando elementos apresentados no filme, explique por que a ciência não pode ser determinista.ou “O Mundo de Sofia”(DVD){ episódios 1 a 4)-Comentar e explicar as origens da filosofia na Grécia, o seu papel e sua importância-3. ATIVIDADE 4 – SEMANA 5 - (grupo de no máximo cinco componentes) - 2. Explique a divergência entre as maneiras de os personagens principais do filme O Instinto (antropólogo e psiquiatra) entenderem a ciência.ou O Mundo de Sofia “(DVD) ( episódios 5 a 8) Comentar os temas abordados relacionando-os com o papel da educaçáo e do educador.4. ATIVIDADE 5 – SEMANA 6 – (grupo de no máximo cinco componentes) – Pesquisar, selecionar, recortar (ou imprimir) diversas imagens que considerar significativas (fotografia, obras-de-arte, cenas do cotidiano, fotos de família etc.) escolher a mais significativa e interpretar as relações entre a imagem e o pensamento kantiano. ATIVIDADE 6 – SEMANA 7 – (grupo) – pesquisar na internet ou no livro de Filosofia da Educaçáo de Cipriano Carlos Luckesi (Cortez) capítulo 03. Analisar e comparar as diferentes tendências pedagógicas. Analise e justifique também com qual das tendências se identifica.5. ATIVIDADE 7 – SEMANA 8 – (grupo de até cinco componentes) - Analisar e responder as questões propostas pelo filme: Nell – Jodie Foster – Fox Filmes , 1994 - 1.Qual o percurso histórico pelo qual passou o homem, do estado de natureza para o estado civilizado? ATIVIDADE 8 – SEMANA 9 -(individual) – 2. Quais as contradições e antagonismo que permearam essa passagem?6. ATIVIDADE 9 – SEMANA 10 – (grupo de no máximo cinco componentes) – “No quadro – As férias de Hegel - o artista francês René Magritte imaginou que o filósofo se divertiria muito, como se estivesse em férias de seu trabalho filosófico, ao ver na mesma tela, objetos tão opostos, como um copo, que contém água, e um guarda-chuva, que a repele. Observe que dispostos um sobre o outro, suas funções se invertem: o copo sobre o guarda-chuva passa também a repelir a água; por sua vez, o guarda – chuva, ao sustentar o copo, torna-se capaz também de contê-la.” 1. Inspirando- se em Magritte, busque um modo criativo de expressar (desenho, escultura, música, poema etc.) o movimento da dialética hegeliana, dividido em momentos contrários, tese e antítese, dos quais resulta a síntese. ATIVIDADE 10 – SEMANA 11- (individual) – 2. Em forma de texto, analise o Estado em que você vive. Refletindo sobre história dele, você percebe o movimento de progresso contínuo do espírito (razão humana) apontado por Hegel? MAGRITTE, René. As Férias de Hegel. 1958. Óleo sobre tela:color.;61x50 cm. Coleção particular.7. ATIVIDADE 11 – SEMANA 12 – (em grupo de no máximo cinco componentesl) - Analisar e 3
  4. 4. responder as questões propostas pelo filme: Gattaca – Ethan Hawke – Columbia Pictures – Sony Entertainment Pictures, 1997- 1. Faça um comentário relacionado a escolha de características dos seres humanos com o Projeto Genoma Humano desenvolvido no Brasil. ATIVIDADE 12 – SEMANA 13 – (grupo de no máximo cinco componentesl) -2. A informação é hoje a moeda mais preciosa e o desenvolvimento da tecnologia ajuda a fazer com que ela se propague a uma velocidade cada vez maior e alcance um número cada vez maior de pessoas. A formação de opinião fica a cargo da mídia que, muitas vezes, submissa aos interesses dominantes, promove informações tendenciosas e o consumo. Quais sãos as contradições encontradas nessa afirmação. Dê exemplos. ATIVIDADE 13 – SEMANA 14 – (grupo de no máximo cinco componentes) - 3. Considerando o texto a seguir, estabeleça as principais diferenças entre o objetivo da filosofia grega, apontado por Rubem Alves, e os objetivos atuais da ciência. “Você já notou que a nossa experiência cotidiana, o que vemos, ouvimos, sentimos, é um fluxo permanente de impressões que não se repete nunca? “Tudo flui, nada permanece. “Não se pode entrar duas vezes num mesmo rio”, dizia Heráclito de Éfeso. A despeito disso – e aqui está algo muito curioso – somos capazes de falar sobre as coisas, de ser entendidos, de ter conhecimento. Nunca mais haverá nuvens idênticas às que produziram o temporal de ontem. Apesar disso, serei capaz de identificar nuvens como nunca existiram antes e dizer que delas a chuva virá. Também nunca mais terei uma laranjeira como a que morreu de velhice. Mas serei capaz de identificar outra da mesma qualidade e de prever quanto tempo levará para começar a dar os seus frutos. (...) Esta foi a grande obsessão da filosofia grega: estabelecer um discurso que falasse sobre a natureza íntima das coisas, a qual permanece a mesma em meio à multiplicidade de suas manifestações.”8. ATIVIDADE 14 – AD1 -SEMANA 159. ATIVIDADE 15 – SEMANA 16 – (grupo de no máximo cinco componentes) – Pesquisar na internet a Declaração Universal dos Direitos do Homem e do Cidadão. Escolher alguns(5) e ilustrá- los por 2 imagens (do Brasil ou do mundo) – uma que mostre seu cumprimento e outra, sua ausência. ATIVIDADE 16 – SEMANA 17 - (individual) – Observar atentamente sua comunidade (bairro, região ou cidade) e efetivar registro sobre o respeito/desrespeito aos direitos humanos e de cidadania no cotidiano.10. ATIVIDADE 17 – SEMANA 18 – ( grupo de cinco componentes) – Montar um pequeno painel ilustrativo com imagens, textos, frases, reportagens, músicas e outros documentos que retratem as desigualdades sociais, as diferenças culturais, credos, opções sexuais, gêneros musicais, comidas típicas, danças regionais etc. ATIVIDADE 18 – SEMANA 19 - (grupo de até cinco componentes) - Analisar e responder a seguinte questão proposta pelo filme: O Closet – Daniel Auteuil – França, 2001- 1. Acredita-se na liberdade de lutar por direitos iguais, desconsiderando que a maioria não tem acesso aos bens materiais e intelectuais necessários para sobreviver e desenvolver a consciência crítica sobre as desigualdades. Prega-se a igualdade, enquanto persistem o racismo, o sexismo e demais preconceitos. Diante de tantas contradições, qual deve ser a postura de um cidadão consciente de seus direitos e deveres face ao exposto no filme?11. ATIVIDADE 19 – SEMANA 20 – ( grupo de até cinco componentes) – “A maioria permanece passiva diante da corrupção e da incompetência dos representantes que elege.” Pesquisar nas diversas mídias, escândalos políticos recentes, parlamentares eleitos envolvidos em escândalos mais antigos – o que aconteceu com eles? Continuam na política? Responderam por seus delitos? Você votou em algum deles? Você se lembra em quem votou nas últimas eleições? Apresente uma proposta para moralizar e instituir a ética na política.ATIVIDADE 20 – SEMANA 21 - (grupo de até cinco componentes) – 1.Leia a letra da música Ideologia, de Cazuza. 2.Veja a imagem abaixo. 3.Agora, construa um texto onde seja possível relacionar a vida e trajetória de diferentes pessoas, a letra da música, perspectivas para o ser humano e a sua realidade de estudante. 4.Como ponto de partida, considere as seguintes provocações: Como será o final desta viagem? Quem passará pela porta deste ônibus? O que você viu passar pela janela? Que histórias terá para contar? 4
  5. 5. 5
  6. 6. 6

×