308 - Tomorrowland

202 visualizações

Publicada em

Lançamento Tomorrowland

Publicada em: Marketing
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

308 - Tomorrowland

  1. 1. LANÇAMENTO TOMORROWLAND
  2. 2. resultadosestratégiacenárioresumo ações OVERVIEW
  3. 3. resultadosestratégiacenárioresumo ações OVERVIEW
  4. 4. Para o lançamento do festival Tomorrowland criamos uma transmissão simultânea gratuita em praça pública. Buscando promover e ativar esse primeiro evento da marca, criamos uma blitz promocional que foi além de pura promoção: criamos personagens místicos no clima do festival que se apresentavam por onde passavam, cada um com uma função: mágicos, contact jugglers, acrobatas, entre outros – distribuindo mais de 2 mil convites para o evento. OQUEFOI?
  5. 5. resultadosestratégiacenárioresumo ações OVERVIEW
  6. 6. são a maior produtora de música eletrônica do mundo, e a maior do Brasil, consecutivamente. As duas empresas se uniram para trazer o festival (que pertence a ID&T) para a América do Sul, e o local escolhido foi São Paulo, no Brasil. ID&T e Plus Talent
  7. 7. o maior festival de música jovem do mundo, que chegou na sua 10ª edição em 2014 na Bélgica. Além do festival original, também realiza o festival TomorrowWorld em Atlanta nos Estados Unidos e prepara um plano de expansão para chegar a todos os continentes. TOMORROWLAND
  8. 8. PROBLEMA Como estratégia macro do case, criamos um evento para divulgar a chegada do festival no Brasil, mas precisávamos ativar o evento e distribuir seus convites por meio de uma ação promocional que tivesse a cara do festival, apoiada em entretenimento e na atmosfera mística da marca.
  9. 9. • Promover o evento gratuito no Parque Villa Lobos. • Distribuir convites para a área exclusiva para 10 mil pessoas. • Criar uma blitz que não fosse apenas promocional, mas interativa, lúdica e com a cara do festival. OBJETIVOS
  10. 10. resultadosestratégiacenárioresumo ações OVERVIEW
  11. 11. Nossa big idea foi trazer para as ruas, bares e baladas de São Paulo onde o público alvo estava um pocket show da experiência que os convidados iriam ter no nosso evento e posteriormente no festival, quando ele fosse anunciado. PROPOSTA
  12. 12. Mapeamos através de estudos de geolocalização os principais pontos de contato do público do festival na cidade de São Paulo, e levamos uma blitz com 06 atores para visitá-los e distribuir os 2 mil convites restantes. Foram no total 4 clubs, 20 bares e 10 ruas visitadas pela equipe, que causou comoção por onde passou. BLITZ
  13. 13. O festival tem sua história inspirada num misto de cultura nórdica e celta e alguns personagens fazem parte de sua mitologia. Cada evento é uma história diferente do grande livro da sabedoria. Para representar isso recriamos, fizemos as fantasias, treinamos e montamos uma equipe de 6 atores entre mágicos, contact jugglers e acrobatas para impactar o público nas blitzs e apresentar-se no evento. O grande diferencial foi trazermos um novo e exclusivo personagem do Brasil. Depois de extensa pesquisa, traçamos uma correlação entre a imagem de nossas florestas e a figura do Ente mitológico celta, uma grande árvore com vida. Partindo disso, criamos o novo personagem do 0 e o apresentamos pela primeira vez para o público do mundo. BLITZ
  14. 14. Os personagens também estiveram ao vivo no nosso evento, interagindo com os participantes e transformando o ambiente em uma experiência ainda mais especial. OEVENTO
  15. 15. resultadosestratégiacenárioresumo ações OVERVIEW
  16. 16. Reservamos 2 mil ingressos para serem entregues durante as 8 horas de blitz. Devido à grande demanda, fizemos um “caça ao tesouro” através da página do Facebook do evento, dando dicas de nossa localização. DIVULGAÇÃO
  17. 17. Os 2 mil convites entregues na blitz foram feitos de um material especial: criamos um livro onde cada página era um convite facilmente destacável, com a história do festival, cuidado com a fonte e impressões especiais dos logos. Buscamos mostrar que cada convite era uma página de uma história mágica, e que ao comparecer ao evento, o participante tornar-se-ia personagem dela. MATERIALESPECIAL
  18. 18. Importamos o conceito de 5 personagens do festival, adaptando-os para o Brasil, e criamos um personagem completamente novo. Cada um deles tinha uma função especial: OSPERSONAGENS
  19. 19. SÁTIROS Dois atores fantasiados e pintados de sátiros tinham a função de interagir com o público nos palcos e nas ruas apresentando números de acrobacia e contact juggling. OSPERSONAGENS
  20. 20. JESTER O “bobo-da-corte” era um mágico especializado em truques de proximidade. Servia como nosso quebra-gelo, abordando o público passante. OSPERSONAGENS
  21. 21. ENTE Servia como nosso chamariz, por sua grande altura marca o local da blitz e interagia com o público auxiliando na distribuição dos convites. O personagem é inédito e foi criado pela agência para o festival brasileiro. OSPERSONAGENS
  22. 22. SHAMAN / MUSA O casal místico principal das histórias do festival, a Musa inspira o Shaman a divulgar as histórias do livro da sabedoria. Eram nossos personagens principais e responsáveis por distribuir as páginas do livro que serviam como convites. OSPERSONAGENS
  23. 23. resultadosestratégiacenárioresumo ações OVERVIEW
  24. 24. RESULTADOS 6 HR EVENTO 10MIL PARTICIPANTES +30MIL MENÇÕES EM SITES E PORTAIS 2HS INGRESSOS ESGOTADOS NA WEB Com o adicional de 20 MIL Na área aberta Apresentações ao vivo De 5 DJs nacionais e internacionais Com o adicional de 100 MIL Ingressos vendidos na pré- venda do dia seguinte
  25. 25. LANÇAMENTO TOMORROWLAND

×