
Programa de Gerenciamento
de Resíduos Sólidos de Saúde
- PGRSS
 O descarte inadequado de resíduos tem colocado em
risco e compromete os recursos naturais e a
qualidade de vida das atua...
 De acordo com dados da Pesquisa Nacional de
Saneamento Básico, realizada pelo IBGE, são coletadas
diariamente 228.413 to...
 Ainda segundo dados do IBGE, 74% dos municípios
brasileiros depositam "lixo hospitalar" a céu aberto,
57% separam os dej...

 É um plano de gerenciamento de resíduos de
serviços da saúde documentado, visando o correto
gerenciamento.
 Contempla...

 No Brasil, órgãos como a Agência Nacional de
Vigilância Sanitária - ANVISA e o Conselho
Nacional do Meio Ambiente - CO...

 A RDC ANVISA nº. 306/04 e a Resolução CONAMA
nº 358/05 definem a conduta dos diferentes
responsáveis pelos RSS.
Legisl...

 A elaboração, implantação e desenvolvimento do
PGRSS devem envolver os setores de higienização e
limpeza, a Comissão d...

 Laboratórios de produtos para saúde;
 Necrotérios, funerárias;
 Serviços de medicina legal;
 Drogarias e farmácias;...
 A RDC ANVISA n° 306/04 e a Resolução CONAMA
n° 358/05 classificam os RSS segundo grupos
distintos de risco que exigem f...

 O manejo dos resíduos de serviços de saúde é o
conjunto de ações voltadas ao gerenciamento dos
resíduos gerados. Deve ...
Manejo do RSS
Segregação
Tratamento Acondicionamento
Identificação
Coleta interna Armazenamento
Coleta externa
Disposição ...

Segregação
 É uma das etapas mais importantes para um
gerenciamento adequado e consiste em separar e
selecionar os resí...
 Consiste na aplicação de método, técnica ou processo
que modifique as características do resíduos, reduzindo
ou elimina...
 As principais funções do acondicionamento
adequado dos RSS são: isolar os resíduos do meio
externo, evitando contaminaç...
 Devem-se utilizar rótulos para identificar os
recipientes de acondicionamento, carros de
transporte interno e externo, ...
PGRSS

 Consiste na retirada e translado dos resíduos dos
pontos de geração até o local destinado ao
armazenamento temporário ...
 Consiste na guarda dos recipientes de resíduos até a
realização da etapa de coleta externa, em ambiente
exclusivo e com...

 Consiste na remoção do RSS do abrigo até a unidade
de disposição final, utilizando-se técnicas que
garantam a preserva...

 Consiste na disposição de resíduos no solo,
previamente preparado para recebê-los, obedecendo
a critérios técnicos de ...
 O contato dos agentes existentes nos resíduos sólidos
ocorre principalmente através de vias respiratórias,
digestivas e...
 Licenciada pelo Conselho Estadual de Política
Ambiental – COPAM, a empresa é especializada em
coletar, transportar, tra...

 Manual de gerenciamento de resíduos de serviços de saúde /
Ministério da Saúde,Agência Nacional de Vigilância Sanitári...
Boa Noite!
Programa de Gerenciamento de Residuos de Saude - PGRSS
Programa de Gerenciamento de Residuos de Saude - PGRSS
Programa de Gerenciamento de Residuos de Saude - PGRSS
Programa de Gerenciamento de Residuos de Saude - PGRSS
Programa de Gerenciamento de Residuos de Saude - PGRSS
Programa de Gerenciamento de Residuos de Saude - PGRSS
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Programa de Gerenciamento de Residuos de Saude - PGRSS

9.595 visualizações

Publicada em

Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos de Saúde - PGRSS

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.595
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
384
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Programa de Gerenciamento de Residuos de Saude - PGRSS

  1. 1.  Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos de Saúde - PGRSS
  2. 2.  O descarte inadequado de resíduos tem colocado em risco e compromete os recursos naturais e a qualidade de vida das atuais e futuras gerações.  Os resíduos dos serviços de saúde - RSS se inserem dentro desta problemática e vêm assumindo grande importância nos últimos anos. PGRSS
  3. 3.  De acordo com dados da Pesquisa Nacional de Saneamento Básico, realizada pelo IBGE, são coletadas diariamente 228.413 toneladas de resíduos no Brasil. Em geral, estima-se que 1% desses corresponda aos resíduos de serviços de saúde, totalizando aproximadamente 2.300 toneladas diárias. PGRSS
  4. 4.  Ainda segundo dados do IBGE, 74% dos municípios brasileiros depositam "lixo hospitalar" a céu aberto, 57% separam os dejetos nos hospitais e apenas 14% das prefeituras tratam adequadamente os resíduos de serviços de saúde. PGRSS
  5. 5.   É um plano de gerenciamento de resíduos de serviços da saúde documentado, visando o correto gerenciamento.  Contempla geração, segregação, acondicionamento, coleta, armazenamento, transporte, tratamento e disposição final. Objetivo do PGRSS PGRSS
  6. 6.   No Brasil, órgãos como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA e o Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA têm assumido o papel de orientar, definir regras e regular a conduta dos diferentes agentes, no que se refere à geração e ao manejo dos resíduos de serviços de saúde, com o objetivo de preservar a saúde e o meio ambiente, garantindo a sua sustentabilidade. Legislação PGRSS
  7. 7.   A RDC ANVISA nº. 306/04 e a Resolução CONAMA nº 358/05 definem a conduta dos diferentes responsáveis pelos RSS. Legislação PGRSS
  8. 8.   A elaboração, implantação e desenvolvimento do PGRSS devem envolver os setores de higienização e limpeza, a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar ou Comissões de Biosegurança e os Serviços de Engenharia de Segurança e Medicina no Trabalho – SESMT, através de seus responsáveis. Responsabilidade PGRSS
  9. 9.   Laboratórios de produtos para saúde;  Necrotérios, funerárias;  Serviços de medicina legal;  Drogarias e farmácias;  Centros de controle de zoonoses;  Distribuidores de produtos farmacêuticos;  Unidades móveis de atendimento à saúde;  Serviços de acupuntura e de tatuagem, dentre outros similares. Estabelecimentos de Saúde PGRSS
  10. 10.  A RDC ANVISA n° 306/04 e a Resolução CONAMA n° 358/05 classificam os RSS segundo grupos distintos de risco que exigem formas de manejo específicas. • Grupo A: Resíduos com risco biológico • Grupo B: Resíduos com risco químico • Grupo C: Resíduos radioativos • Grupo D: Resíduos Comuns • Grupo E: Resíduos Perfurocortantes Classificação dos RSS PGRSS
  11. 11.   O manejo dos resíduos de serviços de saúde é o conjunto de ações voltadas ao gerenciamento dos resíduos gerados. Deve focar os aspectos intra e extra-estabelecimento, indo desde a geração até a disposição final. Manejo dos RSS PGRSS
  12. 12. Manejo do RSS Segregação Tratamento Acondicionamento Identificação Coleta interna Armazenamento Coleta externa Disposição final PGRSS
  13. 13.  Segregação  É uma das etapas mais importantes para um gerenciamento adequado e consiste em separar e selecionar os resíduos segundo a classificação adotada na fonte.Esta etapa envolve todos os profissionais da instituição, pois é realizada pela pessoa que produz o resíduo no local onde é produzido. PGRSS
  14. 14.  Consiste na aplicação de método, técnica ou processo que modifique as características do resíduos, reduzindo ou eliminando o risco de contaminação, de acidentes ocupacionais ou de danos ao meio ambiente. Exemplo: • Descontaminação com utilização de vapor em altas temperaturas (autoclavagem); • Tratamento térmico por incineração . Tratamento PGRSS
  15. 15.  As principais funções do acondicionamento adequado dos RSS são: isolar os resíduos do meio externo, evitando contaminação e mantendo afastados os vetores; identificar, através das cores, símbolos e inscrições a classe do resíduo; manter os resíduos agrupados, facilitando o seu gerenciamento, transporte e tratamento. Acondicionamento PGRSS
  16. 16.  Devem-se utilizar rótulos para identificar os recipientes de acondicionamento, carros de transporte interno e externo, salas e abrigos de resíduos. A identificação deve obedecer os seguintes critérios: Identificação PGRSS
  17. 17. PGRSS
  18. 18.   Consiste na retirada e translado dos resíduos dos pontos de geração até o local destinado ao armazenamento temporário ou externo com a finalidade de apresentação para a coleta. Coleta e Transporte interno PGRSS
  19. 19.  Consiste na guarda dos recipientes de resíduos até a realização da etapa de coleta externa, em ambiente exclusivo e com acesso facilitado para os veículos coletores. Armazenamento externo PGRSS
  20. 20.   Consiste na remoção do RSS do abrigo até a unidade de disposição final, utilizando-se técnicas que garantam a preservação das condições de acondicionamento e a integridade dos trabalhadores e do meio ambiente. Coleta externa PGRSS
  21. 21.   Consiste na disposição de resíduos no solo, previamente preparado para recebê-los, obedecendo a critérios técnicos de construção e operação, com licenciamento ambiental.  Aterro sanitário  Aterro de resíduos perigosos  Valas sépticas  Aterro controlado  Lixão ou vazadouro Disposição Final PGRSS
  22. 22.  O contato dos agentes existentes nos resíduos sólidos ocorre principalmente através de vias respiratórias, digestivas e pela absorção cutânea e mucosa;  Com o objetivo de proteger as áreas do corpo expostas ao contato com os resíduos, os funcionários devem, obrigatoriamente, usar Equipamento de Proteção Individual – EPI. Manuseio seguro PGRSS
  23. 23.  Licenciada pelo Conselho Estadual de Política Ambiental – COPAM, a empresa é especializada em coletar, transportar, tratar e dar destinação final correta aos resíduos sólidos.  A unidade opera com a tecnologia de incineração e é capaz de atender a toda a região do Norte de Minas. Serquip PGRSS
  24. 24.   Manual de gerenciamento de resíduos de serviços de saúde / Ministério da Saúde,Agência Nacional de Vigilância Sanitária. – Brasília : Ministério da Saúde, 2006. 182 p.  Manual de gerenciamento de resíduos de saúde. Disponível em: http://www.resol.com.br/cartilha11/gerenciamento_etapas.p hp Acesso em: 29 de março.  Cartilha do PGRSS. Disponível em: http://www.somge.org.br/pdf/cartilha-PGRSS-2013.pdf Acesso em: 29 de março. Referencias
  25. 25. Boa Noite!

×