Grândola Aventura 2015 - News81

244 visualizações

Publicada em

Grândola Aventura 2015

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
244
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grândola Aventura 2015 - News81

  1. 1. Todos os participantes receberão uma cópia das Normas Gerais do DESAFIO, assim que oficializarem a sua participação, ou seja, efectuarem o pagamento. As inscrições abrem a 1 de julho 2015 e encerrarão logo que seja atingido o número limite das mesmas, sem aviso prévio. Na próxima NEWSLETTERAVENTURA4X4NUMERO82 daremos mais informações sobre o 8º Desafio Turístico Internacional de Navegação e Fotografia “GRÃNDOLA AVENTURA. Se tiver alguma dúvida, não hesite em contactar-nos através do email: masquegrandolaaventura@gmail.com PATROCÍNIOS | APOIOS: 8º DESAFIO TURÍSTICO INTERNACIONAL DE NAVEGAÇÃO E FOTOGRAFIA 25, 26 E 27 SETEMBRO 2015 /// 81 newsletteraventura4x4 AR PURO O ar puro é basicamente um remédio para a saúde. É bem fresco pela manhã, ajuda a oxigenar os pulmões e beneficia a circulação do sangue, já que é o momento do dia onde se concentram menos impurezas do ar. A importância do ar na saúde humana vai muito além de uma mera necessidade de sobrevivência. Respirar ar puro e com profundidade é um ponto crucial para obtermos qualidade de vida. O ar puro proporciona o oxigénio vital para ser levado a todo o organismo, especialmente para o sistema nervoso, cérebro e todos os demais órgãos, promovendo a qualidade do sono. Todos os processos digestivos são altamente beneficiados pela boa oxigenação do organismo. As capacidades intelectuais, a memória e todos os sentidos de uma forma geral, desenvolvem-se mais. Quem zela pela sua saúde não pode dispensar as atividades ao ar livre, deixando o corpo a léguas do sedentarismo, como tal, o tema da 8ª Edição do DESAFIO TURÍSTICO INTERNACIONAL DE NAVEGAÇÃO E FOTOGRAFIA não podia ser mais bem escolhido: AR PURO. DUAS CLASSES, A MESMA EMOÇÃO. Nesta edição, o Grândola Aventura lança o repto aos melhores e mais experientes navegadores da Europa mas, também aos mais jovens, aos menos experientes, às famílias, aos amigos, a todos aqueles que querem entrar no mundo fascinante da navegação e da descoberta. Classe AVENTURA é a vertente clássica que fez do “Grândola Aventura” o desafio de referência da navegação nacional. A equipa é formada obrigatoriamente por dois veículos 4x4 e 4 elementos (podem levar acompanhantes até à lotação máxima do veículo) e, cada veiculo, terá que ter obrigatoriamente um gps Etrex e receberá – da organização - um conjunto de Cartas Militares originais. Classe NÓMADA é a nova vertente do Grândola Aventura, ideal para iniciados nesta modalidade cerebral, lúdica e cultural que é a navegação turística. A equipa é formada, obrigatoriamente, por 1 veículo e elementos até ao limite da capacidade de lotação do veiculo. Esta classe, compreende todas as regras e benefícios da classe AVENTURA, no entanto, os waypoints são específicos e os valores dos mesmos, diferentes. Os resultados são afixados em conjunto. FOTOS E WAYPOINTS Cada waypoint equivale a uma foto e, cada foto, exige a presença de veículos e de todos os elementos, com excepção, do fotógrafo. Exemplo: se a equipa é composta por 2 veículos e 4 elementos (Classe AVENTURA), terão que aparecer na foto comprovativa 2 veículos e 3 elementos. Se a equipa for composta por 1 veiculo e 5 elementos (Classe Nómada) terão que aparecer na foto os 4 elementos e o veiculo. Estética das fotos: para ambas as classes um veiculo terá que ficar na mesma posição que a do veículo do Road-Book fotográfico. Os elementos teráo que ficar bem visíveis. A visibilidade parcial ou indefinida de qualquer elemento leva, naturalmente, à anulação da foto. DESAFIO EXPLORA são waypoints à descoberta sem coordenadas. A Organização fornece indicações e as equipas terão de descobrir por dedução ou indagando os locais. Os pontos obtidos neste desafio contam igualmente para as classes atribuídas. Eventualmente, não será possível alcançar alguns pontos do Desafio Explora, com os veículos. Situação que será devidamente assinalada no Road-book, no entanto, é obrigatório em todos os waypoints (sem excepção) a presença de todos os elementos da equipa. A organização reserva-se no direito de marcar waypoints - o que aliás já é uma tradição - fora dos limites das Cartas Militares. LIMITE DE VELOCIDADE Os limites de velocidade no Grândola Aventura estão em estrita consonância com os limites de velocidade em vigor, em Portugal: 90 km/h nas vias reservadas a automóveis e motociclos (asfalto), 60 km/h em todas as vias não asfaltadas e 50 km/h nas localidades. Porém, estas regras não predominam sobre a sinalética existente (se encontrar um placa que obriga a uma velocidade máxima de 30 km/h, esta predomina sobre todas as outras). Em todo caso, impõe-se sempre as regras de bom senso, com o abrandamento máximo ou mesmo paragem, perante a passagem de peões, caminhantes, ciclistas, veículos de tração animal, máquinas agrícolas, entre outros. Em caso de acidente, todos os participantes, incluindo organização, estão sujeitos às normas oficiais, vigente no nosso país. ZONAS RECOMENDADAS DE LIMITE DE VELOCIDADE As zonas recomendadas de velocidade máxima sugeridas pela organização, ATENÇÃO, não são zonas de limite de velocidade máxima obrigatória, nem são objeto de penalização. Nesta caso, impõe-se, mais uma vez, as regras de bom senso. A organização está a fazer todo o possível para evitar a passagem dos participantes por zonas mais sensíveis, tendo na máxima consideração a opinião de agricultores e proprietários das herdades. No entanto, como não se trata de um percurso fixo previamente estipulado não podemos garantir que uma equipa participante, no seu exercício de descoberta, não passe por ai. Neste contexto, a organização pode assinalar algumas Zonas Recomendadas de Limite de Velocidade que serão apenas e só uma recomendação em prol do máximo respeito que temos por pessoas e bens do concelho. Esperamos contar, mais uma vez, com a colaboração e bom senso de todos os participantes. DADO HISTÓRICO CURIOSO O primeiro país a impor um limite de velocidade foi o Reino Unido, em 1865. O limite era de 10mph (16 km/h), mas acabaram por decidir que esse eram um limite de velocidade demasiado temerário e reduziram-no para 4 mph (6 km/h). Certo indivíduo de nome Waltor Arnold decidiu que a lei não se aplicava a si e foi apanhado a conduzir à velocidade alarmante de 8 mph (13 km/h) a 28 de Janeiro de 1896, tornando-se na primeira pessoa na história a receber uma multa por excesso de velocidade. ONDE? NO PARAÍSO DO COSTUME: O CONCELHO DE GRÂNDOLA! Um concelho que oferece, generosamente, 45 km de frente atlântica de um oceano que ocupa cerca de um quinto da Terra. A frondosa Serra de Grândola, plena de verdes e de perfumes, surge como uma ilha por contraste com a planície envolvente, que devido à proximidade do mar cria condições ecológicas únicas. Desta forma, o cobiçado concelho do litoral alentejano encerra um legado natural, paisagístico, ambiental e arqueológico que mexe com todos os nossos sentidos, incluindo o de orientação. SE TEM UM(A) AMIGO(A) QUE PRETENDA RECEBER REGULARMENTE ESTA «NEWSLETTER» BASTA ENVIAR-NOS O SEU PEDIDO POR E-MAIL. Se acha que esta “newsletter” merece, reencaminhe-a para os seus contactos. Muito obrigado. PARA VISUALIZAÇÃO TOTAL DA REVISTA 4X4 > 4X4 COM ADN DE AVENTURA

×