O slideshow foi denunciado.

Caracteres da lei natural - n.27

7.713 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual

Caracteres da lei natural - n.27

  1. 1. Grupo Espírita Allan Kardecwww.luzdoespiritismo.com
  2. 2. 1. A Lei Natural – informa a doutrina espírita – é a leide Deus, a única lei verdadeira e indispensável àfelicidade do homem, porque lhe indica o que fazer e o quenão deve fazer, e ele só é infeliz quando dela se afasta.Conceito de Lei Natural
  3. 3. 2. Todos os fenômenos, físicos e espirituais, regem-sepor leis soberanamente justas e sábias, seja no nossomundo, seja fora dele e em todo o Universo.
  4. 4. Tais leis formam, em seu conjunto, o que conhecemoscomo Lei Divina ou Natural, que é eterna e imutávelcomo o próprio Deus.
  5. 5. 3. Embora possamos pensar, em razão de uma análisesuperficial, que a Lei Divina sofra transformações, elanão é mutável.
  6. 6. Só as leis estabelecidas pelo homem é que o são, porquesão leis imperfeitas e sujeitas às modificações inerentesao progresso.
  7. 7. 4. À medida que os seres humanos evoluem, quermoralmente, quer intelectualmente, compreendemmelhor a Lei Natural e passam a reformular antigosconceitos.
  8. 8. Para isso, no entanto, fazem-se necessárias numerosasexistências corporais, até que cheguem à categoria deEspíritos Superiores ou à categoria de EspíritosPuros, quando reunirão os conhecimentosindispensáveis a esse mister.
  9. 9. 5. A Lei Natural abarca dois tipos principais de leis:I. As leis físicas, que regulam o movimento e as relaçõesda matéria bruta e cujo estudo pertence ao domínio daCiência propriamente dita.Divisão da Lei Natural
  10. 10. II. As leis morais, que dizem respeito ao homemconsiderado em si mesmo e em suas relações com oCriador e com os seus semelhantes.
  11. 11. 6. Apesar de a Lei Natural compreender tudo o queexiste na obra da criação, a maioria dos homens, noestágio evolutivo em que nos encontramos, não aconhece bem.
  12. 12. É por isso que em todas as épocas da história humanatem Deus enviado ao planeta Espíritos missionáriosque, reencarnados nas diferentes áreas do saber, vêmaté nós para no-la ensinar.
  13. 13. 7. Desde as épocas mais remotas a Ciência tem-sededicado exclusivamente ao estudo dos fenômenos domundo físico, suscetíveis de serem examinados pelaobservação e pela experimentação, deixando a cargoda Religião o trato das questões metafísicas eespirituais.
  14. 14. Allan Kardec – O Livro dos Espíritos - Parte Terceira – Leis moraisCapítulo 1 – Lei divina ou natural 614 O que se deve entender por lei natural? – A lei natural é a lei de Deus. É a única verdadeira para afelicidade do homem; ela lhe indica o que deve ou não fazer, eele é infeliz somente quando se afasta dela.
  15. 15. Allan Kardec – O Livro dos Espíritos - Parte Terceira – Leis moraisCapítulo 1 – Lei divina ou natural 615 A lei de Deus é eterna? – Eterna e imutável como o próprio Deus.
  16. 16. Allan Kardec – O Livro dos Espíritos - Parte Terceira – Leis moraisCapítulo 1 – Lei divina ou natural 616 Deus ordenou aos homens, numa época, o que lhes proibiuem outra? – Deus não pode se enganar; são os homens que são obrigados amudar suas leis, porque são imperfeitos; mas as leis de Deus sãoperfeitas. A harmonia que rege o universo material e o universomoral é fundada sobre as leis que Deus estabeleceu para toda aeternidade.
  17. 17.  617 Que objetivos abrangem as leis divinas? Elas se referem aoutra coisa além da conduta moral? – Todas as leis da natureza são leis divinas, uma vez que Deusé o criador de todas as coisas. O sábio estuda as leis da matéria,o homem de bem estuda as da alma e as pratica.Allan Kardec – O Livro dos Espíritos - Parte Terceira – Leis moraisCapítulo 1 – Lei divina ou natural
  18. 18. 617 a É permitido ao homem se aprofundar emambas?– Sim, mas uma única existência não basta.Allan Kardec – O Livro dos Espíritos - Parte Terceira – Leis moraisCapítulo 1 – Lei divina ou natural
  19. 19. Allan Kardec – O Livro dos Espíritos - Parte Terceira – Leis moraisCapítulo 1 – Lei divina ou natural618 As leis divinas são as mesmas para todos osmundos?– A razão diz que devem ser apropriadas à naturezade cada mundo e proporcionais ao grau deadiantamento dos seres que os habitam.
  20. 20. 8. Com o progresso intelectual verificado nos últimos temposocorreu um distanciamento pronunciado entre a Ciência e aReligião, coisa que não deveria se dar, porque ambas sãoexpressões da Lei Natural a que todos nós estamossubmetidos.Aliança entre a Ciência e a Religião(O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. 1, item 8.)
  21. 21. 9. Quanto mais o homem desenvolve suas faculdades intelectuais eaprimora suas percepções espirituais, tanto mais ele se vaiinteirando de que o mundo físico, esfera de ação da Ciência, e aordem moral, objeto especulativo da Religião, guardam íntimas eprofundas relações, concorrendo ambas para a harmonia universal,mercê das leis sábias, eternas e imutáveis que os regem, como sábio,eterno e imutável é o Seu legislador.(O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. 1, item 8.)
  22. 22. 10. É assim que podemos verificar, sobretudo nosúltimos anos, que a importância de determinadosvalores especialmente caros à idéia religiosa – como oafeto, a religiosidade, o amor e a solidariedade – temsido comprovada por meio de pesquisas realizadas porvultos eminentes da Ciência terrena.(O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. 1, item 8.)
  23. 23. Fato que concorre para que se concretize um dia, quenão está distante, a aliança entre a Ciência e aReligião, antevista por Allan Kardec na passagemseguinte:(O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. 1, item 8.)
  24. 24.  São chegados os tempos em que os ensinos do Cristo devem ter a suaexecução; em que o véu propositadamente lançado sobre algunspontos desses ensinos deve ser erguido; em que a Ciência, deixandode ser exclusivamente materialista, tem de levar em conta oelemento espiritual, e em que a Religião, deixando de ignorar asleis orgânicas e imutáveis da matéria, reconheça que estas duasforças se amparam uma à outra e seguem harmonicamente,prestando-se mútuo auxílio.(O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. 1, item 8.)
  25. 25. A Religião, já não sendo mais desmentida pela Ciência,adquirirá então uma força invulnerável, porque estaráde acordo com a razão e terá a seu favor a irresistívellógica dos fatos.(O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. 1, item 8.)
  26. 26. O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec, itens 111,112, 614, 615 e 617.O Evangelho segundo o Espiritismo, de Allan Kardec,cap. 1, item 8.As Leis Morais, de Rodolfo Calligaris, págs. 9 e 11.Bibliografia:
  27. 27. Estudo Sistematizado da Doutrina EspíritaPrograma III: As Leis MoraisAno 1 - N° 30 - 9 de Novembro de 2007THIAGO BERNARDESthiago_imortal@yahoo.com.brCuritiba, Paraná (Brasil)Fonte:
  28. 28. MUITA PAZ!Grupo Espírita Allan Kardecwww.luzdoespiritismo.comPROJETO: CONHECER,SENTIR, VIVER KARDEC

×