Allan Kardec o professor e o codificador o método adotado - ESDE - 1

5.807 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.807
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
678
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
307
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Allan Kardec o professor e o codificador o método adotado - ESDE - 1

  1. 1. 26/4/2013 1
  2. 2. HYPPOLYTELÉON DENIZARDRIVAIL
  3. 3. Nasceu em Lyon, França, em 03/10/1804.Família simples de juízes e advogados(pai) e de matemáticos ilustres, teólogos eescritores (mãe).Época marcada por graves agitaçõespolíticas, conflitos sociais e religiosos. Era aépoca de Napoleão I.
  4. 4. Aos 19 anos já havia retornado à França.Abriu sua própria escola: FÍSICA,MATEMÁTICA, ANATOMIA COMPARADA ERETÓRICA.Era tradutor de livros, pois dominava seislínguas.Em 1823 redigiu seu primeiro livro: CursoPrático e Teórico de Aritmética e iniciouseus estudos sobre magnetismo animal.
  5. 5. Em 1831 publicou maistrês livros e conheceuAmélie GabrielleBoudet, que eraprofessora da escola debelas artes, poetisa epintora, com quemcasou-se em 1832.
  6. 6. O dinheiro da venda foiaplicado em um investimento
  7. 7. A primeira vez que ouviu falar foi em 1854,através do Sr. Fortier, magnetizador, com oqual mantinha relações, em razão dos seusestudos sobre o Magnetismo.RIVAIL ACREDITAVA QUE OFENÔMENO SE DAVA ATRAVÉSDO MAGNETISMO.
  8. 8. Rivail nos revela as suas dúvidas, assuas hesitações e também a sua primeirainiciação:"Eu me encontrava, pois, no ciclo de umfato inexplicado, contrário, na aparência,às leis da Natureza e que minha razãorepelia. Nada tinha ainda visto nemobservado; as experiências feitas empresença de pessoas honradas e dignasde fé me firmavam na possibilidade doefeito puramente material; mas a idéia,de uma mesa falante, não me entravaainda no cérebro”.
  9. 9. Convidado à casa da Sra. Roger, econtrou a Sra.Plainemaison e o Sr. Patier.Reunião na casa da Sra. Plainemaison; testemunhoupela primeira vez o fenômeno das mesas que“saltavam e corriam, e isso em condições tais que adúvida não era possível”;Observou que não se tratavade futilidade e divertimento, massim da revelação de uma novalei, cujo estudo decidiu aprofundar.Encontro com Sr. Carlotti, antigo amigo;
  10. 10. espírito que normalmente se manifestavanessas reuniões.
  11. 11. Kardec adotou um MÉTODO EXPERIMENTAL, dedesenvolvimento, nunca elaborando teoriaspróprias. Observava cuidadosamente osfatos, comparava, deduzia conseqüências.Não admitia por válida umaexplicação,senão quando resolviatodas as dificuldades da questão.Antes de ir às reuniões paracontato com os espíritos,formulava as perguntas porassunto, para desenvolver ostemas com a maior clareza.
  12. 12. E dizia ainda que:“Observar, comparar e julgar, essa a regraque constantemente segui.”
  13. 13. Em 1855 recebe uma mensagem doespírito Zéfiro que lhe disse que emuma reencarnação anterior havia sidoum druida na região das Gálias e que sechamava ALLAN KARDEC.
  14. 14. 25/03/1856
  15. 15. 30 DE ABRIL DE 1856recebeu a primeira revelação da missão que tinha adesempenhar.07 de maio de 1856 CONFIRMAÇÕES12 de junho de 1856 DA MISSÃO DE KARDEC
  16. 16. 18/04/1857PRIMEIRA EDIÇÃO DEO LIVRO DOS ESPÍRITOS
  17. 17. 01/01/1858PUBLICADO O PRIMEIRONÚMERO DA REVISTA ESPÍRITA
  18. 18. Janeiro de 1857O LIVRO DOS MÉDIUNS
  19. 19. 09/10/1861AUTO DE FÉ DE BARCELONA
  20. 20. Abril de 1864O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO
  21. 21. Agosto de 1865O CÉU E O INFERNO
  22. 22. Janeiro de 1868A GÊNESE
  23. 23. Consagrou sua existênciaao Espiritismo:Palestras, viagens, estudo,pesquisas.De 1855 a 1869
  24. 24. “Nascer, Morrer, Renascer ainda e Progredir semcessar, tal é a Lei.”
  25. 25. NÃO ERA MÉDIUM;NÃO SE SUICIDOU;NÃO VIVIA ÀS CUSTAS DA DOUTRINA;NÃO SOMOS ESPÍRITAS KARDECISTAS:SOMOS ESPÍRITAS!!

×