SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
A Lenda
de
S. Martinho
Era uma vez um menino chamado Martinho. Este
menino nasceu em Sabária (atual Hungria), no ano de
316.
O seu pai era general e treinava os soldados do
Imperador...
Um dia, o Imperador ordenou que o pai de Martinho
se transferisse para Pavia, em Itália.
Uma tarde, já em Pavia, enquanto Martinho lançava o
pião, rebentou uma trovoada.
Martinho assustou-se tanto que correu a refugiar-se
numa Igreja!
Lá dentro estava um bispo a contar histórias de Jesus
e dos Apóstolos.
- Que histórias tão bonitas… - disse Martinho.
Foi nessa altura que Martinho se começou a interessar
e a aprender o catecismo. Ele e os amigos estavam tão
entusiasmados, que decidiram viver da mesma
maneira que viviam os santos que conheciam das
histórias.
Alimentavam-se apenas de raízes e de frutos.
Mas acontece que, um dia, comeram cogumelos
venenosos e adoeceram gravemente…
Quem lhes valeu foi o bispo, que por ali ia a passar e
lhes trouxe leite, que os salvou do terrível veneno…
Martinho resolveu voltar para casa.
O pai disse-lhe:
- És tão forte!... Acho que já podes ser soldado!
Nesse mesmo dia, pai e filho foram ao palácio do
Imperador. Martinho recebeu a espada, uma capa e a
ordem para ir lutar para França. O pai explicou-lhe
que metade da capa não lhe pertencia: seria sempre
do Imperador e ele devia usá-la para se lembrar que
estava ao serviço do Império.
Uma tarde, ia Martinho a caminho da cidade de
Amiens, quando rebentou uma grande tempestade.
O vento soprava frio e Martinho aconchegou-se
melhor dentro da sua capa quentinha…
Estava já a chegar às portas da cidade, quando viu, à
beira da estrada, um homem a pedir esmola, cheio de
frio.
Martinho parou imediatamente o cavalo.
Procurou algumas moedas no bolso, mas nada
encontrou…
Então teve uma ideia:
-Vou dar-lhe metade da minha capa de soldado!
Martinho não podia dar-lhe a outra metade, pois
pertencia ao Imperador.
Sem hesitar, pegou na espada, rasgou a capa em duas
partes iguais e entregou uma metade ao homem.
E, nesse momento, aconteceu um milagre…
Para que nenhum dos homens passasse mais frio,
desapareceram as nuvens e o Sol brilhou com toda a
força.
É por isso que, ainda hoje, quando faz Sol em
novembro, dizemos que é o verão de S. Martinho!
Martinho era um homem tão bom que se tornou
santo.
Hoje todos o conhecemos. No seu dia, 11 de
novembro, é costume fazer uma festa onde se
partilham castanhas em sua homenagem – o magusto.
Nem todos podem ser grandes, mas todos podem ser
bons…

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (16)

Historia de são martinho
Historia de são martinhoHistoria de são martinho
Historia de são martinho
 
A lenda de S. Martinho...
A lenda de S. Martinho... A lenda de S. Martinho...
A lenda de S. Martinho...
 
São Martinho
São MartinhoSão Martinho
São Martinho
 
A lenda de São Martinho
A lenda de São MartinhoA lenda de São Martinho
A lenda de São Martinho
 
Sao Martinho
Sao MartinhoSao Martinho
Sao Martinho
 
Lenda de-são-martinho---versão-curta
Lenda de-são-martinho---versão-curtaLenda de-são-martinho---versão-curta
Lenda de-são-martinho---versão-curta
 
História S. Martinho
História S.  MartinhoHistória S.  Martinho
História S. Martinho
 
Lenda de s. martinho pré escolar
Lenda de s. martinho pré escolarLenda de s. martinho pré escolar
Lenda de s. martinho pré escolar
 
São martinho (bd)
São martinho (bd)São martinho (bd)
São martinho (bd)
 
L s martinho
L s martinhoL s martinho
L s martinho
 
Lenda de S. Martinho
Lenda de S. MartinhoLenda de S. Martinho
Lenda de S. Martinho
 
Pedro
PedroPedro
Pedro
 
Teatro da lenda de São Martinho
Teatro da lenda de São MartinhoTeatro da lenda de São Martinho
Teatro da lenda de São Martinho
 
Supreme
SupremeSupreme
Supreme
 
Apresentação a lenda s. martinho
Apresentação a lenda s. martinhoApresentação a lenda s. martinho
Apresentação a lenda s. martinho
 
A lenda de S. Martinho
A lenda de S. MartinhoA lenda de S. Martinho
A lenda de S. Martinho
 

Destaque (9)

Turismo no Porto
Turismo no PortoTurismo no Porto
Turismo no Porto
 
Cidade do Porto
Cidade do PortoCidade do Porto
Cidade do Porto
 
Cidade do porto
Cidade do portoCidade do porto
Cidade do porto
 
2ª parte atividades ruy belo
2ª parte atividades ruy belo2ª parte atividades ruy belo
2ª parte atividades ruy belo
 
Roteiro TuríStico
Roteiro TuríSticoRoteiro TuríStico
Roteiro TuríStico
 
Como criar um folheto em publisher
Como criar um folheto em publisherComo criar um folheto em publisher
Como criar um folheto em publisher
 
Sombras chinesas lenda de s. martinho
Sombras chinesas lenda de s. martinhoSombras chinesas lenda de s. martinho
Sombras chinesas lenda de s. martinho
 
A lenda de S. Martinho
A lenda de S. MartinhoA lenda de S. Martinho
A lenda de S. Martinho
 
Apresentação S. Martinho
Apresentação S. MartinhoApresentação S. Martinho
Apresentação S. Martinho
 

Semelhante a A lenda de S. Martinho (20)

Lenda martinho
Lenda martinhoLenda martinho
Lenda martinho
 
Adivinha Quanto Eu Gosto De Ti Outono[1]
Adivinha Quanto Eu Gosto De Ti    Outono[1]Adivinha Quanto Eu Gosto De Ti    Outono[1]
Adivinha Quanto Eu Gosto De Ti Outono[1]
 
HistóRia S. Martinho
HistóRia S. MartinhoHistóRia S. Martinho
HistóRia S. Martinho
 
História S
História  SHistória  S
História S
 
História S
História  SHistória  S
História S
 
Dia da S. Martinho
Dia da S. MartinhoDia da S. Martinho
Dia da S. Martinho
 
A Lenda de S. Martinho
A Lenda de S. MartinhoA Lenda de S. Martinho
A Lenda de S. Martinho
 
São Martinho
São MartinhoSão Martinho
São Martinho
 
S martinho
S martinhoS martinho
S martinho
 
A lenda de são martinho
A lenda de são martinhoA lenda de são martinho
A lenda de são martinho
 
A lenda de s. Martinho
A lenda de s. MartinhoA lenda de s. Martinho
A lenda de s. Martinho
 
Coisas giras para o outono
Coisas giras para o outonoCoisas giras para o outono
Coisas giras para o outono
 
São martinho 6 a6carina13luana
São martinho 6 a6carina13luanaSão martinho 6 a6carina13luana
São martinho 6 a6carina13luana
 
Sao martinho
Sao martinhoSao martinho
Sao martinho
 
História s. martinho
História s. martinhoHistória s. martinho
História s. martinho
 
Lenda de-são-martinho---versão-curta
Lenda de-são-martinho---versão-curtaLenda de-são-martinho---versão-curta
Lenda de-são-martinho---versão-curta
 
São martinho de tour (portugues)
São martinho de tour (portugues)São martinho de tour (portugues)
São martinho de tour (portugues)
 
SãO Martinho !
SãO Martinho !SãO Martinho !
SãO Martinho !
 
Lenda de São Martinho
Lenda de São MartinhoLenda de São Martinho
Lenda de São Martinho
 
Supreme
SupremeSupreme
Supreme
 

Último

Último (20)

Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 

A lenda de S. Martinho

  • 2. Era uma vez um menino chamado Martinho. Este menino nasceu em Sabária (atual Hungria), no ano de 316.
  • 3. O seu pai era general e treinava os soldados do Imperador...
  • 4. Um dia, o Imperador ordenou que o pai de Martinho se transferisse para Pavia, em Itália.
  • 5. Uma tarde, já em Pavia, enquanto Martinho lançava o pião, rebentou uma trovoada. Martinho assustou-se tanto que correu a refugiar-se numa Igreja!
  • 6. Lá dentro estava um bispo a contar histórias de Jesus e dos Apóstolos. - Que histórias tão bonitas… - disse Martinho.
  • 7. Foi nessa altura que Martinho se começou a interessar e a aprender o catecismo. Ele e os amigos estavam tão entusiasmados, que decidiram viver da mesma maneira que viviam os santos que conheciam das histórias.
  • 8. Alimentavam-se apenas de raízes e de frutos. Mas acontece que, um dia, comeram cogumelos venenosos e adoeceram gravemente…
  • 9. Quem lhes valeu foi o bispo, que por ali ia a passar e lhes trouxe leite, que os salvou do terrível veneno…
  • 10. Martinho resolveu voltar para casa. O pai disse-lhe: - És tão forte!... Acho que já podes ser soldado!
  • 11. Nesse mesmo dia, pai e filho foram ao palácio do Imperador. Martinho recebeu a espada, uma capa e a ordem para ir lutar para França. O pai explicou-lhe que metade da capa não lhe pertencia: seria sempre do Imperador e ele devia usá-la para se lembrar que estava ao serviço do Império.
  • 12. Uma tarde, ia Martinho a caminho da cidade de Amiens, quando rebentou uma grande tempestade. O vento soprava frio e Martinho aconchegou-se melhor dentro da sua capa quentinha…
  • 13. Estava já a chegar às portas da cidade, quando viu, à beira da estrada, um homem a pedir esmola, cheio de frio.
  • 14. Martinho parou imediatamente o cavalo. Procurou algumas moedas no bolso, mas nada encontrou…
  • 15. Então teve uma ideia: -Vou dar-lhe metade da minha capa de soldado! Martinho não podia dar-lhe a outra metade, pois pertencia ao Imperador.
  • 16. Sem hesitar, pegou na espada, rasgou a capa em duas partes iguais e entregou uma metade ao homem. E, nesse momento, aconteceu um milagre…
  • 17. Para que nenhum dos homens passasse mais frio, desapareceram as nuvens e o Sol brilhou com toda a força. É por isso que, ainda hoje, quando faz Sol em novembro, dizemos que é o verão de S. Martinho!
  • 18. Martinho era um homem tão bom que se tornou santo. Hoje todos o conhecemos. No seu dia, 11 de novembro, é costume fazer uma festa onde se partilham castanhas em sua homenagem – o magusto.
  • 19. Nem todos podem ser grandes, mas todos podem ser bons…