Branded content

194 visualizações

Publicada em

Branded Content como elemento de diferenciação de marca e técnica para atrair novas audiências e audiências novas.

É bullshit? A maioria das vezes, sim. Veja porquê .

Publicada em: Marketing
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
194
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Branded content

  1. 1. BRANDED CONTENT Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  2. 2. BULLSHIT Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  3. 3. Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  4. 4. agência publicidade agência digital agência meios agência activação agência eventos agência shopper Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  5. 5. agência publicidade agência digital agência meios agência activação agência eventos agência shopper Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com CLIENTE
  6. 6. PORQUÊ BRANDED CONTENT? QUANTITATIVO QUALITATIVO pensa como o cliente 1. VAI AJUDAR-ME? 2. VAI ENTRETER-ME? Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  7. 7. transmedia storytelling Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com Representa um processo onde elementos de uma história (ficcional ou não) são dispersos sistemáticamente por múltiplos canais com o objectivo de criar uma experiência de entretenimento unificada e coordenada. Idealmente, cada meio ou canal dá a sua contribuição única para o desfecho da história e a audiência participa de alguma forma no desenrolar da mesma.
  8. 8. transmedia storytelling Faz sentido contar uma história num contexto de marketing? Considerando que a publicidade tradicional perdeu o seu potencial, as histórias são uma das ferramentas mais poderosas de envolvência que existe Contamos histórias desde o inicio dos tempos com as pinturas rupestres Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  9. 9. transmedia storytelling Estamos automaticamente receptivos e sensíveis ao formato da Narrativa. Usar histórias é acender um rastilho latente em cada um de nós. McLellan, H. (2006) Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com A utilização de histórias na comunicação de marcas permite organizar e dar sentido aos conteúdos, atrair a atenção, construir audiências e mantê-las, despertar emoções, criar vínculos com a audiência, gerar interações, passar mensagens complexas e defender territórios de comunicação e concretizar uma ideia de marca. Afonso C. et al. (2013) É importante contar histórias nos formatos clássicos da narrativa, com personagens, um plot, uma cronologia em arco com principio, meio e fim. Uma boa história tem de ter um conflito, pois sem este não tem interesse. Simmons, J. (2005)
  10. 10. transmedia storytelling Segundo ernest hemingway, é possível contar uma história num anuncio publicitário (classificados) com apenas 6 letras for sale. baby shoes. never worn. Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  11. 11. transmedia storytelling intensifica a lealdade promove envolvência a médio e longo prazo a vida da história e das suas personagens prolongam-se Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  12. 12. transmedia storytelling como criar uma boa históriae contá-la em várias plataformas como envolver a audiência Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  13. 13. transmedia storytelling como criar uma boa história Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  14. 14. transmedia storytelling como criar uma boa história story arch Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  15. 15. transmedia storytelling como criar uma boa história uma ideia original não pode interessar apenas uma pessoa Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  16. 16. transmedia storytelling criação do mundo - quanto mais completo, melhor: tempo, espaço, modo, características,como criar uma boa história Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  17. 17. transmedia storytelling como criar uma boa história personagens - todas têm de querer algo de uma forma intensa (especialmente a principal) depois tem de se retirar isso (problema, obstáculo) o problema principal tem de estar bem definido e ser interessante para a audiência Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  18. 18. transmedia storytelling como criar uma boa história o problema deve ter uma cara (e tem de ter uma razão forte) os traços dos personagens devem ser reconhecidos com o som desligado o próprio personagem deve ter um story arch (e o problema da história principal deverá ser o catalizador da mudança interior) Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  19. 19. transmedia storytelling como criar uma boa história a tensão e o crescimento sustentado da mesma, é ingrediente fundamental o personagem principal deve resolver o seu problema no final uma boa história deve sempre ter um tema Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  20. 20. transmedia storytelling como contar uma boa história em várias plataformas Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  21. 21. transmedia storytelling como contar uma boa história em várias plataformas Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  22. 22. transmedia storytelling como contar uma boa história em várias plataformas Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  23. 23. transmedia storytelling o uso de elementos da história em multiplataforma têm de fazer sentido e avançar com a história para a frente Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com como contar uma boa história em várias plataformas é preciso uma Biblia da história
  24. 24. transmedia storytelling Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com como contar uma boa história em várias plataformas cada formato tem a sua forma especifica de contar a história
  25. 25. transmedia storytelling Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com como contar uma boa história em várias plataformas deixa várias pistolas prontas a disparar (chekhov) criar um mundo maior que as personagens. Cuidado a gerir as pistolas. Se aparece uma pistola no video do youtube, é bom que ela seja disparada na BD
  26. 26. transmedia storytelling Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com como contar uma boa história em várias plataformas não há problema de deixar o coração da história num único media escolhe a melhor estratégia . live coverage . delayed coverage . story archaeology o ritmo é determinante. a tensão tem de crescer para manter a audiência contente mas não completamente satisfeita.
  27. 27. transmedia storytelling como envolver a audiência Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  28. 28. transmedia storytelling Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com como envolver a audiência 3 categorias para fomentar a participação story archaeology comunicação alterar o curso da história 5 tipos de desafios resolver puzzles user generated content eventos offline desafios sociais jogos formais
  29. 29. transmedia storytelling Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com como envolver a audiência consciência que 20% participação 80% actividade marca cruza todos os materiais com a Biblia da história de uma forma geral a tua audiência é composta por 80% passivos 15% envolvidos 5% super fãs usa recaps mapeia o caminho da tua audiência
  30. 30. transmedia storytelling Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com como envolver a audiência facilita a participação a tua audiência é que escolhe as plataformas o papel da audiência tem de ser muito claro o esforço tem de ser sempre recompensado tem de ser relevante para a história
  31. 31. transmedia storytelling Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com como envolver a audiência identifica o teu sock puppet (cuidado para não ser óbvio) promove a tua história. transmedia storytelling não se auto promove escolhe bem as comunidades que se vão interessar. e semeia faz campanhas de performance e mede a participação
  32. 32. transmedia storytelling Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  33. 33. transmedia storytelling outros pontos importantes: produção organização controle de qualidade metrics recrutamento narrativa - estilo - conceito - sistema Gonçalo Fonseca / gpereirafonseca@gmail.com
  34. 34. transmedia storytelling the end of business as usual

×