SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Baixar para ler offline
Padrões em
Governo
Eletrônico

     Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão
        Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação
                      Departamento de Governo Eletrônico
DGE – Departamento de Governo Eletrônico

•   Diretrizes e normas;

•   Avaliação de serviços eletrônicos e sítios

•   Pesquisas na área de Governo Eletrônico

•   Gestão de Portais e informações e serviços eletrônicos.

•   Gestão dos Domínios .gov.br
Cenário Atual
As seis maiores dificuldades dos usuários de e-Gov

•   Preocupação com proteção e segurança dos dados pessoais (39%)
•   Dificuldade em encontrar os serviços que precisam (29%)
•   Dificilmente recebem retorno (reposta) às solicitações (28%)
•   Os serviços estão disponíveis, mas não é possível
    completar a transação (23%)
•   Não temos confirmação de que o pedido chegou e
    que vai ser processado (21%)
•   Usar a internet para contato com o governo é
    muito complicado (21%)




                                                   Pesquisa TIC e-Gov 2010 – CGI.br
Cenário Atual
• 88% - “Muito importante” que um
  sítio de governo oferecesse
  explicações sobre como utilizar
  um serviço.



• 84% - “Muito importante” que um
  sítio de governo oferecesse
  explicações sobre os direitos do
  cidadão.

                                     Pesquisa TIC e-Gov 2010 – CGI.br
Cenário Atual
Escolheria internet como forma de acessar serviços
públicos?



 56% - Sim

 37% - Não

 6% - Não sabe



                                    Pesquisa TIC e-Gov 2010 – CGI.br
Legislação sobre sítios e e-serviços

   Diretrizes do Programa de Governo Eletrônico
   Resolução nº 07 de 29 de julho de 2002, que
  estabelece regras e diretrizes para os sítios da
  APF;
   IN SLTI nº 04/2010, que trata da contratação de
  serviços de Tecnologia da Informação;
   Resolução do CGI.br/RES/2008/008/P, que
  regulamenta os procedimentos de registro de
  domínio;
   Manual de Aplicação da Barra de Identidade
  Visual do Governo Federal na Internet, que
  estabelece padrões de identidade visual para
  sítios e portais;
Legislação sobre acessibilidade

Lei Nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000
Estabelece normas gerais e critérios básicos para a
  promoção da acessibilidade das pessoas
  portadoras de deficiência ou com mobilidade
  reduzida, e dá outras providências.


Decreto Nº 5.296, de 2 dezembro de 2004
Regulamenta as Leis Nºs 10.048, de 8 de
  novembro de 2000, que dá prioridade de
  atendimento às pessoas que especifica, e 10.098,
  de 19 de dezembro de 2000, que estabelece
  normas gerais e critérios básicos para a
  promoção da acessibilidade das pessoas
Padrões em Governo Eletrônico

e-PING –
Arquitetura de Interoperabilidade
  (entre aplicações/órgãos)


e-MAG
Modelo de acessibilidade


e-PWG (Padrões Brasil e-Gov)
  Camada de apresentação
Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico (e-MAG)‫‏‬


                         Conjunto de recomendações a ser
                          considerado para que o processo
                          de acessibilidade dos sítios e
                          portais do Governo Brasileiro seja:

                         • Conduzido de forma padronizada
                         e de fácil implementação
                         • Coerente com as necessidades
                           brasileiras
                         • Conformidade com os padrões
                           internacionais
Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico (e-MAG)‫‏‬

                       •    Criado a partir da pesquisa em
                           legislações de 12 países
                           Inicialmente focado nas necessidades
                           para deficientes visuais e auditivos;
                           Internet como escopo inicial.
                           Primeira versão (1.4) lançada em 18 de
                           janeiro de 2005 e colocado em Consulta
                           Pública;
                           A segunda versão (2.0) foi lançada em
                           14 de dezembro de 2005;
                           Em maio de 2007 o modelo passou a ser
                           obrigatório no âmbito do SISP por
                           intermédio da Portaria nº 03.
Números

•O Brasil tem cerca de 24,6 milhões de pessoas com deficiências, o que
corresponde a aproximadamente 14,5% da população.
•Destes apenas 3,2 milhões freqüentavam creche ou escola até o Censo de 2000.
Portanto, são excluídos do acesso à sociedade da informação.




                                                                                11
Cerca de
                 53%
alegam que não usam Internet
por falta de habilidade com
o computador/internet
Fonte: Pesquisa TIC Domicílios 2009 –CGI.br
Pessoas que nunca acessaram a internet, mas usaram um computador
98%
das páginas de governo não são acessíveis.




                                             13
Apoio, ferramentas e disseminação

                     Cursos on-line
                     • Ambiente de EAD
                     • Curso Modelo – 10 horas
                     • Curso Cartilha – 30 horas


                     Na seção do e-MAG
                     • Checklist Manual de
                     Acessibilidade
                     • Análise Leitores de Tela
                     • Tutoriais
                     • Legislação
Avaliador e Simulador para Acessibilidade de Sítios - ASES

 1. Avaliadores
 •Avaliador de acessibilidade web;
 •Avaliador de código HTML/XHTML;
 •Avaliador de código CSS.

 2. Simuladores
 •Simulador de navegação para cegos;
 •Simulador de navegação para baixa visão.

 3. Ferramentas de apoio
 •Associador de textos alternativos para as tags: img, object e script;
 •Associador de rótulos;
 •Editor de DocTypes;
 •Preenchedor de formulários;
 •Links redundantes;
 •Corretor de eventos.
Padrões Brasil e-GOV


              Iniciativa do Departamento de Governo
              Eletrônico com objetivo de qualificar e
              orientar o desenvolvimento de páginas,
              sítios e portais do Governo Federal.


               Componentes:
               Cartilhas de recomendações;
               Guia de administração;
               Modelos e arquivos-base.
Como o governo está em relação aos padrões?



91%
Apresentam mais de um erro de validação
4% não puderam ser avaliadas




Fonte: Pesquisa Censo na Web 2010 – CGI.br



                                              18
Padrões Brasil e-GOV




                 Guia de administração
                 Disponível

                 Detalha o que é necessário para a
                 concepção, desenvolvimento,
                 manutenção e gestão de sítios e portais
                 governamentais.
Padrões Brasil e-GOV




                Cartilha de codificação
                Disponível

                Detalha recomendações de boas
                  práticas em codificação, de acordo
                  com os padrões web do World Wide
                  Web Consortium (W3C).
Padrões Brasil e-GOV




                 Cartilha de Usabilidade
                 Disponível

                 Apresenta recomendações em
                 usabilidade, exemplos práticos e
                 orientações para testes.
Padrões Brasil e-GOV




                 Cartilha de redação web
                 Disponível

                 Detalha recomendações de boas
                 práticas em redação web (webwriting).
Padrões Brasil e-GOV




                 Cartilha de desenho e
                 arquitetura de informação
                 em produção


                 Detalha recomendações de boas
                 práticas em desenho e arquitetura de
                 informação, lista de tipos de sítios,
                 utilização de imagens, identidade visual
                 e navegação.
Padrões Brasil e-GOV



                 Modelos e arquivos base
                 Em produção

                  Lista de gerenciadores de conteúdo;
                  Modelos de diagramação;
                  Modelos de formulários;
                  Folhas de estilo base;
                  Tutoriais;
                  Ícones padrões.
Padrões Brasil e-GOV
Desdobramentos esperados

Para o governo:
1 Custos de banda/servidor reduzidos;
2 Subsídios para licitação e contratação de empresas;
3 Diminuição nos tempos e custos de desenvolvimento e
  manutenção;
4 Qualificação na comunicação do governo com o cidadão.
Padrões Brasil e-GOV
Desdobramentos esperados

Para o cidadão:
1 Páginas mais leves e coerentes;
2   Serviços acessíveis em diversos dispositivos;
3 Facilidade de leitura, apreensão do conteúdo e navegação;
4 Diminuição na curva de aprendizado;
5 Qualificação na comunicação com o governo.
Fernanda Hoffmann Lobato


              Departamento de Governo Eletrônico
Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação
  Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

                   www.governoeletronico.gov.br
            Fernanda.lobato@planejamento.gov.br
                             +55 (61) 2020 1738

Mais conteúdo relacionado

Destaque (7)

Seminario e-PING
Seminario e-PINGSeminario e-PING
Seminario e-PING
 
Padrões em Governo Eletrônico - Cartilha de Codificação e Guia de Administraç...
Padrões em Governo Eletrônico - Cartilha de Codificação e Guia de Administraç...Padrões em Governo Eletrônico - Cartilha de Codificação e Guia de Administraç...
Padrões em Governo Eletrônico - Cartilha de Codificação e Guia de Administraç...
 
Planejamento 2012
Planejamento 2012Planejamento 2012
Planejamento 2012
 
Padrões E-Gov
Padrões E-GovPadrões E-Gov
Padrões E-Gov
 
Padrões em Governo Eletrônico - Cartilha de Usabilidade
Padrões em Governo Eletrônico - Cartilha de UsabilidadePadrões em Governo Eletrônico - Cartilha de Usabilidade
Padrões em Governo Eletrônico - Cartilha de Usabilidade
 
Eu Esri 2011 - ANTT (Eliezer)
Eu Esri 2011 - ANTT (Eliezer)Eu Esri 2011 - ANTT (Eliezer)
Eu Esri 2011 - ANTT (Eliezer)
 
Apresentação Flávio Mendes - Redes Sociais Governamentais
Apresentação Flávio Mendes - Redes Sociais GovernamentaisApresentação Flávio Mendes - Redes Sociais Governamentais
Apresentação Flávio Mendes - Redes Sociais Governamentais
 

Semelhante a Padrões em Governo Eletrônico

Cartilha de Usabilidade para a Internet
Cartilha de Usabilidade para a InternetCartilha de Usabilidade para a Internet
Cartilha de Usabilidade para a Internet
Colaborativismo
 
Caderno SISP 2012
Caderno SISP 2012Caderno SISP 2012
Caderno SISP 2012
GovBR
 
Iscad ti 2013_2014_0 - programa
Iscad ti 2013_2014_0 - programaIscad ti 2013_2014_0 - programa
Iscad ti 2013_2014_0 - programa
Luis Vidigal
 

Semelhante a Padrões em Governo Eletrônico (20)

Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico
Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo EletrônicoModelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico
Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico
 
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010brApresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
Apresentação e-GOV na Expo Xangai 2010br
 
Apresentação oficial do e-MAG 3.0 em 21 de setembro de 2011
Apresentação oficial do e-MAG 3.0  em 21 de setembro de 2011Apresentação oficial do e-MAG 3.0  em 21 de setembro de 2011
Apresentação oficial do e-MAG 3.0 em 21 de setembro de 2011
 
Governo Eletrônico Brasileiro
Governo Eletrônico Brasileiro Governo Eletrônico Brasileiro
Governo Eletrônico Brasileiro
 
Melhorando o acesso ao governo com o melhor uso da Interner
Melhorando o acesso ao governo com o melhor uso da InternerMelhorando o acesso ao governo com o melhor uso da Interner
Melhorando o acesso ao governo com o melhor uso da Interner
 
Gov web
 Gov web Gov web
Gov web
 
Evento Cinteq - apresentando e-MAG
Evento Cinteq - apresentando e-MAGEvento Cinteq - apresentando e-MAG
Evento Cinteq - apresentando e-MAG
 
Cartilhade usabilidade
Cartilhade usabilidadeCartilhade usabilidade
Cartilhade usabilidade
 
Acessibilidade e e-MAG
Acessibilidade e e-MAGAcessibilidade e e-MAG
Acessibilidade e e-MAG
 
Acessibilidade digital no contexto do poder executivo federal brasileiro - IR...
Acessibilidade digital no contexto do poder executivo federal brasileiro - IR...Acessibilidade digital no contexto do poder executivo federal brasileiro - IR...
Acessibilidade digital no contexto do poder executivo federal brasileiro - IR...
 
GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de Interoperabilidade
GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de InteroperabilidadeGOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de Interoperabilidade
GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de Interoperabilidade
 
[BPM Congress GP 2012] GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de...
[BPM Congress GP 2012] GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de...[BPM Congress GP 2012] GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de...
[BPM Congress GP 2012] GOVERNO ELETRÔNICO Padrão BPM na Arquitetura e-PING de...
 
Cartilha de Usabilidade para a Internet
Cartilha de Usabilidade para a InternetCartilha de Usabilidade para a Internet
Cartilha de Usabilidade para a Internet
 
Programa de Governo Eletrônico Brasileiro no ARENA CODE
Programa de Governo Eletrônico Brasileiro no ARENA CODEPrograma de Governo Eletrônico Brasileiro no ARENA CODE
Programa de Governo Eletrônico Brasileiro no ARENA CODE
 
Cartilha de Acessibilidade na WEB - Fascículo ll
Cartilha de Acessibilidade na WEB - Fascículo llCartilha de Acessibilidade na WEB - Fascículo ll
Cartilha de Acessibilidade na WEB - Fascículo ll
 
Caderno SISP 2012
Caderno SISP 2012Caderno SISP 2012
Caderno SISP 2012
 
e-PWG - Cartilha de Usabilidade
e-PWG - Cartilha de Usabilidadee-PWG - Cartilha de Usabilidade
e-PWG - Cartilha de Usabilidade
 
Iscad ti 2013_2014_0 - programa
Iscad ti 2013_2014_0 - programaIscad ti 2013_2014_0 - programa
Iscad ti 2013_2014_0 - programa
 
A importância do teste ab para o comércio eletrônico brasileiro
A importância do teste ab para o comércio eletrônico brasileiroA importância do teste ab para o comércio eletrônico brasileiro
A importância do teste ab para o comércio eletrônico brasileiro
 
Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAG
Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAGModelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAG
Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico - e-MAG
 

Mais de GovBR

Novo Paradigma das Compras Governamentais
Novo Paradigma das Compras GovernamentaisNovo Paradigma das Compras Governamentais
Novo Paradigma das Compras Governamentais
GovBR
 
Software Público Brasileiro, 4CMBR e Dados Abertos
Software Público Brasileiro, 4CMBR e Dados AbertosSoftware Público Brasileiro, 4CMBR e Dados Abertos
Software Público Brasileiro, 4CMBR e Dados Abertos
GovBR
 
Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...
Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...
Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...
GovBR
 
Uso do Portal de Compras Governamentais pelos Municípios
Uso do Portal de Compras Governamentais pelos MunicípiosUso do Portal de Compras Governamentais pelos Municípios
Uso do Portal de Compras Governamentais pelos Municípios
GovBR
 
Novo Sistema de Consulta Pública
Novo Sistema de Consulta PúblicaNovo Sistema de Consulta Pública
Novo Sistema de Consulta Pública
GovBR
 

Mais de GovBR (20)

"A Tecnologia em prol da acessibilidade: construindo uma WEB acessível a todos"
"A Tecnologia em prol da acessibilidade: construindo uma WEB acessível a todos""A Tecnologia em prol da acessibilidade: construindo uma WEB acessível a todos"
"A Tecnologia em prol da acessibilidade: construindo uma WEB acessível a todos"
 
Destaques e Melhorias da Nova Versão do eMAG
Destaques e Melhorias da Nova Versão do eMAG Destaques e Melhorias da Nova Versão do eMAG
Destaques e Melhorias da Nova Versão do eMAG
 
O Governo Eletrônico Brasileiro em Perspectiva
O Governo Eletrônico Brasileiro em PerspectivaO Governo Eletrônico Brasileiro em Perspectiva
O Governo Eletrônico Brasileiro em Perspectiva
 
Sítios Acessiveis
Sítios AcessiveisSítios Acessiveis
Sítios Acessiveis
 
Aplicações de Governo Eletrônico - Tecnologias Assistivas com Software Livre
 Aplicações de Governo Eletrônico - Tecnologias Assistivas com Software Livre Aplicações de Governo Eletrônico - Tecnologias Assistivas com Software Livre
Aplicações de Governo Eletrônico - Tecnologias Assistivas com Software Livre
 
Relatos da WWW2013
Relatos da WWW2013Relatos da WWW2013
Relatos da WWW2013
 
Acessibilidade
AcessibilidadeAcessibilidade
Acessibilidade
 
Desenvolvimento de Interfaces Web e Segurança de Certificados e Assinaturas D...
Desenvolvimento de Interfaces Web e Segurança de Certificados e Assinaturas D...Desenvolvimento de Interfaces Web e Segurança de Certificados e Assinaturas D...
Desenvolvimento de Interfaces Web e Segurança de Certificados e Assinaturas D...
 
Interoperabilidade Semântica e Trabalho em Rede
 Interoperabilidade Semântica e Trabalho em Rede Interoperabilidade Semântica e Trabalho em Rede
Interoperabilidade Semântica e Trabalho em Rede
 
Guia de Serviços Públicos do Governo Federal
Guia de Serviços Públicos do Governo FederalGuia de Serviços Públicos do Governo Federal
Guia de Serviços Públicos do Governo Federal
 
Integração de Protocolos do Governo Federal
Integração de Protocolos do Governo FederalIntegração de Protocolos do Governo Federal
Integração de Protocolos do Governo Federal
 
Cartilha do SICONV
Cartilha do SICONVCartilha do SICONV
Cartilha do SICONV
 
Cartilha do Software Público Brasileiro
Cartilha do Software Público BrasileiroCartilha do Software Público Brasileiro
Cartilha do Software Público Brasileiro
 
Siconv - Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
Siconv - Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de RepasseSiconv - Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
Siconv - Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse
 
Novo Paradigma das Compras Governamentais
Novo Paradigma das Compras GovernamentaisNovo Paradigma das Compras Governamentais
Novo Paradigma das Compras Governamentais
 
Software Público Brasileiro, 4CMBR e Dados Abertos
Software Público Brasileiro, 4CMBR e Dados AbertosSoftware Público Brasileiro, 4CMBR e Dados Abertos
Software Público Brasileiro, 4CMBR e Dados Abertos
 
Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...
Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...
Acessibilidade na Web: Implementando Serviços Públicos Municipais Acessíveis ...
 
Uso do Portal de Compras Governamentais pelos Municípios
Uso do Portal de Compras Governamentais pelos MunicípiosUso do Portal de Compras Governamentais pelos Municípios
Uso do Portal de Compras Governamentais pelos Municípios
 
Novo Sistema de Consulta Pública
Novo Sistema de Consulta PúblicaNovo Sistema de Consulta Pública
Novo Sistema de Consulta Pública
 
e-MAG - Avaliação de Acessibilidade em Sítios
e-MAG - Avaliação de Acessibilidade em Sítiose-MAG - Avaliação de Acessibilidade em Sítios
e-MAG - Avaliação de Acessibilidade em Sítios
 

Último

Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Dirceu Resende
 

Último (7)

[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORD
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 

Padrões em Governo Eletrônico

  • 1. Padrões em Governo Eletrônico Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico
  • 2. DGE – Departamento de Governo Eletrônico • Diretrizes e normas; • Avaliação de serviços eletrônicos e sítios • Pesquisas na área de Governo Eletrônico • Gestão de Portais e informações e serviços eletrônicos. • Gestão dos Domínios .gov.br
  • 3. Cenário Atual As seis maiores dificuldades dos usuários de e-Gov • Preocupação com proteção e segurança dos dados pessoais (39%) • Dificuldade em encontrar os serviços que precisam (29%) • Dificilmente recebem retorno (reposta) às solicitações (28%) • Os serviços estão disponíveis, mas não é possível completar a transação (23%) • Não temos confirmação de que o pedido chegou e que vai ser processado (21%) • Usar a internet para contato com o governo é muito complicado (21%) Pesquisa TIC e-Gov 2010 – CGI.br
  • 4. Cenário Atual • 88% - “Muito importante” que um sítio de governo oferecesse explicações sobre como utilizar um serviço. • 84% - “Muito importante” que um sítio de governo oferecesse explicações sobre os direitos do cidadão. Pesquisa TIC e-Gov 2010 – CGI.br
  • 5. Cenário Atual Escolheria internet como forma de acessar serviços públicos? 56% - Sim 37% - Não 6% - Não sabe Pesquisa TIC e-Gov 2010 – CGI.br
  • 6. Legislação sobre sítios e e-serviços Diretrizes do Programa de Governo Eletrônico Resolução nº 07 de 29 de julho de 2002, que estabelece regras e diretrizes para os sítios da APF; IN SLTI nº 04/2010, que trata da contratação de serviços de Tecnologia da Informação; Resolução do CGI.br/RES/2008/008/P, que regulamenta os procedimentos de registro de domínio; Manual de Aplicação da Barra de Identidade Visual do Governo Federal na Internet, que estabelece padrões de identidade visual para sítios e portais;
  • 7. Legislação sobre acessibilidade Lei Nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000 Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Decreto Nº 5.296, de 2 dezembro de 2004 Regulamenta as Leis Nºs 10.048, de 8 de novembro de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas
  • 8. Padrões em Governo Eletrônico e-PING – Arquitetura de Interoperabilidade (entre aplicações/órgãos) e-MAG Modelo de acessibilidade e-PWG (Padrões Brasil e-Gov) Camada de apresentação
  • 9. Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico (e-MAG)‫‏‬ Conjunto de recomendações a ser considerado para que o processo de acessibilidade dos sítios e portais do Governo Brasileiro seja: • Conduzido de forma padronizada e de fácil implementação • Coerente com as necessidades brasileiras • Conformidade com os padrões internacionais
  • 10. Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico (e-MAG)‫‏‬ • Criado a partir da pesquisa em legislações de 12 países Inicialmente focado nas necessidades para deficientes visuais e auditivos; Internet como escopo inicial. Primeira versão (1.4) lançada em 18 de janeiro de 2005 e colocado em Consulta Pública; A segunda versão (2.0) foi lançada em 14 de dezembro de 2005; Em maio de 2007 o modelo passou a ser obrigatório no âmbito do SISP por intermédio da Portaria nº 03.
  • 11. Números •O Brasil tem cerca de 24,6 milhões de pessoas com deficiências, o que corresponde a aproximadamente 14,5% da população. •Destes apenas 3,2 milhões freqüentavam creche ou escola até o Censo de 2000. Portanto, são excluídos do acesso à sociedade da informação. 11
  • 12. Cerca de 53% alegam que não usam Internet por falta de habilidade com o computador/internet Fonte: Pesquisa TIC Domicílios 2009 –CGI.br Pessoas que nunca acessaram a internet, mas usaram um computador
  • 13. 98% das páginas de governo não são acessíveis. 13
  • 14. Apoio, ferramentas e disseminação Cursos on-line • Ambiente de EAD • Curso Modelo – 10 horas • Curso Cartilha – 30 horas Na seção do e-MAG • Checklist Manual de Acessibilidade • Análise Leitores de Tela • Tutoriais • Legislação
  • 15. Avaliador e Simulador para Acessibilidade de Sítios - ASES 1. Avaliadores •Avaliador de acessibilidade web; •Avaliador de código HTML/XHTML; •Avaliador de código CSS. 2. Simuladores •Simulador de navegação para cegos; •Simulador de navegação para baixa visão. 3. Ferramentas de apoio •Associador de textos alternativos para as tags: img, object e script; •Associador de rótulos; •Editor de DocTypes; •Preenchedor de formulários; •Links redundantes; •Corretor de eventos.
  • 16.
  • 17. Padrões Brasil e-GOV Iniciativa do Departamento de Governo Eletrônico com objetivo de qualificar e orientar o desenvolvimento de páginas, sítios e portais do Governo Federal. Componentes: Cartilhas de recomendações; Guia de administração; Modelos e arquivos-base.
  • 18. Como o governo está em relação aos padrões? 91% Apresentam mais de um erro de validação 4% não puderam ser avaliadas Fonte: Pesquisa Censo na Web 2010 – CGI.br 18
  • 19. Padrões Brasil e-GOV Guia de administração Disponível Detalha o que é necessário para a concepção, desenvolvimento, manutenção e gestão de sítios e portais governamentais.
  • 20. Padrões Brasil e-GOV Cartilha de codificação Disponível Detalha recomendações de boas práticas em codificação, de acordo com os padrões web do World Wide Web Consortium (W3C).
  • 21. Padrões Brasil e-GOV Cartilha de Usabilidade Disponível Apresenta recomendações em usabilidade, exemplos práticos e orientações para testes.
  • 22. Padrões Brasil e-GOV Cartilha de redação web Disponível Detalha recomendações de boas práticas em redação web (webwriting).
  • 23. Padrões Brasil e-GOV Cartilha de desenho e arquitetura de informação em produção Detalha recomendações de boas práticas em desenho e arquitetura de informação, lista de tipos de sítios, utilização de imagens, identidade visual e navegação.
  • 24. Padrões Brasil e-GOV Modelos e arquivos base Em produção Lista de gerenciadores de conteúdo; Modelos de diagramação; Modelos de formulários; Folhas de estilo base; Tutoriais; Ícones padrões.
  • 25. Padrões Brasil e-GOV Desdobramentos esperados Para o governo: 1 Custos de banda/servidor reduzidos; 2 Subsídios para licitação e contratação de empresas; 3 Diminuição nos tempos e custos de desenvolvimento e manutenção; 4 Qualificação na comunicação do governo com o cidadão.
  • 26. Padrões Brasil e-GOV Desdobramentos esperados Para o cidadão: 1 Páginas mais leves e coerentes; 2 Serviços acessíveis em diversos dispositivos; 3 Facilidade de leitura, apreensão do conteúdo e navegação; 4 Diminuição na curva de aprendizado; 5 Qualificação na comunicação com o governo.
  • 27.
  • 28. Fernanda Hoffmann Lobato Departamento de Governo Eletrônico Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão www.governoeletronico.gov.br Fernanda.lobato@planejamento.gov.br +55 (61) 2020 1738